Quantcast
PplWare Mobile

Novas variantes do novo coronavírus foram encontradas em visons

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. A.F. says:

    Era uma boa maneira de acabar com a pandemia, todo ser vivo que estivesse infectado, toca de abater.
    Se fossem os Visons que estivessem no topo da Cadeia-Alimentar, os Humanos estavam fu*****.

    • pm says:

      Estes visons são criados em cativeiro, o destino deles, se não estivessem infetados, seria o abate para se fazerem casacos com as peles. Não se trata de destruição de fauna selvagem.

      • A.F. says:

        Mesmo que seja para abate, nestes casos ou noutros semelhantes, concordas com o desprezo que o ser humano pratica para com outro ser vivo, em prol do nosso bem estar.
        Atenção que não sou vegetariano, apenas não concordo com qualquer morte lúdica.
        Se o Planeta esta nestas condições e situações, a culpa é de quem?
        Será que merecemos a Terra que pisamos?

        • gertrudes bonifácia says:

          muito bem dito

        • AlexX says:

          O ser humano tem actualmente desprezo pelos seus semelhantes, como não vai ter também perante com os animais? Não descansamos enquanto não for tudo abatido e dizimado. Obviamente estou generalizando, mas para lá caminha com apoio duma maioria que pensa ficar melhor.
          Sim, merecemos a Terra que pisamos, fomos nós quem escolheu vir aqui, toca apenas a cada um olhar por ela….ou não.

        • Pm says:

          Neste caso não é desprezo, é evitar sofrimento humano, matar as martas para fazer os casacos que os ricos usam isso sim é desprezo

          • A.F. says:

            “Pm” e tu achas que vão mata-los como? De maneira diferente só porque estão infectados. Achas que este tipo de pessoas perante aquilo que praticam têm alguma consideração pela dor causada aos animais.
            Podia prolongar-me mais, mas mete-me nojo os humanos que que praticam toda e qualquer acto de morte ou causar sofrimento a outros seres vivos, que não seja por necessidade de alimentação.
            Já agora, os caçadores que gostam de caçar por desporto, vão caçar Talibans. Está quieto que esses tem armas para responder e podem passar de caçadores a caçados.
            O mesmo seria com os animais se pudessem responder.

            “Ativismo, crueldade e caça
            Ativistas pelos direitos animais tem lutado contra essa produção de peles. Entre as acusações contam-se a caça, a morte agonizante, confinamento, maus tratos e crueldade. Depois de anos de campanhas, alguns governos, como o da Inglaterra, têm tomado medidas proibitivas para a restrição de produção dessas peles[1], mas a prática continua ao redor do globo. Os animais são obtidos através de armadilhas dispostas em locais estratégicos, o que não impede que um animal indesejado seja apanhado. Ele não morre imediatamente, já que a armadilha apenas quebra os ossos, provocando sangramento e apanhando os membros, provocando uma dor de longa duração. O método mais comum de abate, quando o animal é retirado da armadilha, é golpear a cabeça até à morte com uma ferramenta, sendo também recomendado entre os produtores o afogamento.”
            https://pt.wikipedia.org/wiki/Vison

    • Ze Duarte says:

      “Toca a abater” se calhar acabava-se o covid e mais depressa e com menos mortes do que anda a fazer agora com regras e restrições que metade não cumpre.

    • Spoky says:

      Deixa de tretas, os Visions sempre existiram. E o vírus nunca chegou ao ser humano assim da forma como este esta a chegar.

      Queres vir me dizer que só PASSAR de ANOS é que isto acontece? É obvio que vão meter as culpas nos animais…

      O crime já foi feito, culpam-se os animais. Ridiculo no minimo

      É a mesma coisa que me vierem dizer que os Chineses foram os culpados, já comem cães, gatos, ratos e nunca aconteceu tal coisa.

      É apenas uma desculpa! É obvio que os virus tambem atingem os animais. Em vez de os matarem deviam perceber como age, no corpo deles! E que resposta produz e vice versa!

      Tu és mais um daqueles que acredita que os verdadeiros culpados são os animais, quando são os humanos. Só uma dica, o mundo gira a volta de dinheiro, agora pensa.

      • Hola says:

        lol vens outra vez com a teoria que o vírus vem de um laboratório? Então prova! Não é difícil.
        Se não tens provas, então vai estudar em vez de dizeres asneiras. Tou a ver que aprendeste com o Trump, acusa, acusa, mas provas nem vê-las.

  2. Xnelox says:

    É aproveitar o lanço e matar tuda a fauna, excepto as galinhas porcos e vacas

    • pm says:

      Estes visons são criados em cativeiro, o destino deles, se não estivessem infetados, seria o abate para se fazerem casacos com as peles. Não se trata de destruição de fauna selvagem.

      • Spoky says:

        Se fosses um visons de certeza que irias adorar ser abatido.

        Não sejas ridiculo, antes sempre existiram seja em cativeiro ou não.
        Isto roça o ridiculo mesmo, também foi detectado em Macacos, vão abater também?

        Se apanhares Corona, propõem os médicos abaterem-te, assim das menos trabalho ao SNS. É menos um.

        • Pm says:

          Se ficasses enjaulado com um vison infectado ias deixá-lo viver até que te infetasse? Na minha opinião a vida do ser humano é mais importante, julgo que mata-los para fazer os casacos que os ricos compram será mais reprovável, mata-los para impedir sofrimento humano compreendo.

  3. Fusion says:

    É esperar agora que os chineses não comam esses bichos…

  4. Ze says:

    Pelo menos pode ser que os que usam a pele deste ser, possam levar para a cova a pele! Enfim o ser humano….

  5. Julio says:

    aproveitam e abatem as pessoas que tem o covid tambem, o ser humano é sem duvida ridiculo e o pior cancro que existe na terra

  6. George Orwell says:

    Shakespeare inicia o Hamlet anunciando que “Something is rotten in the state of Denmark” (algo está podre no reino da Dinamarca), peça esta que encerra o mais famoso dilema da dramaturgia, “to be or not to be to be, that is the question ” proferida sobre um cadáver .

    Longe estava Shakespeare de vaticinar que tal tragédia pudesse ter uma inesperada revisão e actualidade em 2020.

    Ainda mais trágico quando este tipo de vison, longe de ser um privilégio da Dinamarca, encontra-se espalhado por toda a Escandinávia, Europa central e Rússia.
    A Dinamarca pode ser apenas o primeiro país a anunciar aquilo que pode ser a ponta de um iceberg, o facto de existir mais uma estirpe do SARS-Cov2 activa naquela zona da Europa e que facilmente passará aquelas fronteiras, à qual as autoridades de saúde vão ter de acorrer, como não lhes bastasse uma avassaladora segunda vaga europeia em curso com desfecho imprevisível.

    Se juntarmos a isto um registo anterior, felizmente excepcional, de tigres, leões, cães e gatos contaminados, tal pode levar-nos a considerar mais a sério a tese da participação humana ainda que acidental no espoletar da pandemia que, convém não esquecer, teve o seu início em Wuhan, por extraordinária coincidência, a cidade sede do Instituto de Virologia de Wuhan de segurança P4. Que se saiba, é a primeira vez que um vírus pandémico consegue atingir e até mutar-se em espécies tão distintas que vão desde o homem aos visons, infortunados animais estes que já antes eram sacrificados mas para emoldurar os delicados ombros e as finas epidermes dos (as) senhores (as) da alta sociedade em defesa dos horrores da invernia. O vison parece apenas servir para ser abatido pelo homem. Uma das suas majestosas espécies, o vison de mar, acabou extinta. E ainda falam do bode expiatório !

    E isto conduz-nos inevitavelmente a questões que no actual estado da arte, a Ciência parece ter dificuldades em esclarecer

    – Os milhões de recuperados poderão voltar a contrair Covid-19 de uma estirpe diferente como esta detectada em visons e qual a validade temporal da imunidade de um recuperado ?
    – Tendo em conta que há registo de visons, tigres, leões, cães e gatos contaminados, transmitir-se-á o vírus também aos animais fontes de alimentação humana ?
    – Como aconteceu a ultrapassagem da barreira das espécies e a transmissão ao humano, ou seja. qual o reservatório intermédio ?
    – Irá ser encontrada vacina e/ou cura satisfatória ?

    Resumindo, é a Ciência capaz de resolver ?
    “To be or not to be to be, that is the question”

    • Spoky says:

      És o maior, sempre tens comentários com boa argumentação. Ainda bem que não és mente fechada. O Connhecimento é poder, e tendo conhecimento vai existir quem queira silenciar-los.

      Sempre foi assim e sempre será, infelizmente. É obvio que a culpa não é dos animais.

      • Hola says:

        Qual argumentação? Lançar umas quantas suposições sem qualquer suporte factual é boa argumentação? Não sei em que mudo vives.
        Mas facilmente contarias essas teorias da conspiração lendo um livro ou procurando no Google.

    • scp says:

      Parabéns por criar um comentário com conhecimento por detrás e questões inteligentes.

    • Hola says:

      “Que se saiba, é a primeira vez que um vírus pandémico consegue atingir e até mutar-se em espécies tão distintas que vão desde o homem aos visons”
      Carece de fontes. E de estudo também.

      “Cross-species transmission is the most significant cause of disease emergence in humans and other species”
      https://en.wikipedia.org/wiki/Cross-species_transmission

      Não sei onde viste que isso é um fenómeno raro. Mas isso é bastante frequente. Claramente nunca estudaste Medicina nem Biologia. Não fales em ciência porque isso é algo que não percebes

      • George Orwell says:

        Foi pena que não aproveitasse para nos dar um único exemplo de um vírus PANDÉMICO que se transmiisse e se MUTASSE em espécies tão diversas que vão do homem ao vison, mas ainda está tempo.
        Não é o caso do ébola, da HIV nem do da pneumónica. DIGA UM !

        Com o saber a que se arroga sobre medicina e biologia é uma pena que ignore, ou queira ignorar, completamente os cientistas que apontam para uma participação humana, ainda que acidental, na origem da transmissão, a começar pelo virologista e prémio Nobel Prof. Luc Montagnier com carreira feita no Instituto Pasteur que até trabalhou na R.P. China. E fosse só o Prof. Montagnier !

        E curioso, não só comenta o meu comentário mas também comenta outro por apenas me comentar favoravelmente. Por economia processual bastaria um só comentário , além da sua escrita me ser muito familiar ( embora com outro “nick”, mas “griffe” censora é a mesma )

        • Hola says:

          Foi pena que não leste o artigo que partilhei. “Most viral diseases of humans are zoonotic in origin, having been historically transmitted to human populations from various animal species; examples include SARS, Ebola, swine flu, rabies, and avian influenza.[4]” (Faria, NR; Suchard, MA; Rambaut, A; Streicker, DG; et al. (2013), “Simultaneously reconstructing viral cross-species transmission history and identifying the underlying constraints”, Philos Trans R Soc Lond B Biol Sci, 368 (1614): 20120196, doi:10.1098/rstb.2012.0196, PMC 3678322, PMID 23382420)

          Tambem é pena que a tua argumentação seja baseada em falacias. https://en.wikipedia.org/wiki/Argument_from_authority
          Não importa quem disse, importa é os factos que foram ditos.

          Umas aulas de lógica não te faziam mal. Larga o Facebook e estuda rapaz!

        • Hola says:

          Você acha que o influenza não é pandémico? Não sei onde viu essa informação. E o influenza tem origem zoonotic (aves, porcos, cavalos, cães,…). Estude e deixe o facebook.
          Não diga asneiras para parecer inteligente. Ao invés disso, dedique esse tempo a estudar e a aprender. Mas vale ficar mais inteligente do que tentar parecer inteligente.

  7. informado says:

    Quem escreveu este artigo não sabe escrever correctamente português.. ou então não percebe nada e não entende. As Martas são os animais que dão origem aos casacos de vison. Chamar visons a martas é, de facto, uma incongruência e fez-me rir o tempo todo que estive a ler.

  8. informado says:

    https://www.rtp.pt/noticias/mundo/dinamarca-abate-15-milhoes-de-martas-devido-a-sars-cov-2-mais-resistente_n1272753

    São Martas porra. Vison é o casaco! . A porcaria da Wikipédia . A wikipédia é o reino do engano.

    • Hola says:

      lol procura onde quiseres por “Mustela” e “Martes” são animais diferentes. A credibilidade da Wikipedia é muito superior à da RTP

    • Hola says:

      la porque tu achas que vison é nome do casaco não quer dizer que seja assim. Quando descobrires tu um género novo, podes tu escolher o nome científico que queres dar. Até la, aceitas o nome que foi dado e pronto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.