PplWare Mobile

MIT cria dispositivo que consegue “ouvir” as palavras ditas na nossa cabeça


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

7 Respostas

  1. LeigoAki says:

    É por pura filantropia que os líderes da nova ordem mundial investem milhares de milhões para controlarem a réstia de liberdade que nos resta… Atenção, não tem nada, nada a ver com a intenção de dominar os povos!

  2. Pedro R. says:

    Talvez estejam já fabricando o “machado que corte a raiz ao pensamento”. Depois disso, restará eliminar a palavra “liberdade” dos dicionários.

    • LeigoAki says:

      Não é nada disso Pedro! As elites que, que já controlam tudo o que pode ser controlado (ou seja, quase tudo e todos), querem controlar ainda mais, mas é para o bem comum da humanidade. Ainda não compreendo como é que há pessoas que duvidam disto…

  3. Pri says:

    Se já estamos fdds com as consequências do presente, nem quero imaginar com as do futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.