Quantcast
PplWare Mobile

INSA: Vacinas da Pfizer e Moderna são menos eficazes contra variante Delta

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Confusão says:

    Ninguém entre em pânico: dentro de 1 semana ou isso, aparece outro estudo a dizer o contrário. É este um dos problemas: informações contraditórias, opiniões divergentes, comunicação deficiente, e alterações semana-a-a-semana. Quem tem razão? Qual a linha a seguir?

    • LG says:

      Não é de admirar. Estudos em temos e demografias diferentes resultam em conclusões opostas como se tem verificado… Mas vá… pelo menos “mais um estudo”….

      A Vox fez um bom resumo do porquê é complicado comparar vacinas. Achei interessante: https://www.youtube.com/watch?v=K3odScka55A&t=64s

    • ToFerreira says:

      Uns dizem que o problema é a ciência querer afirmar-se como verdade absoluta e não admitir o contraditório nem sequer questões, outros dizem que o problema é a ciência admitir erros e contradições e ir mudando à medida que factos são descobertos…

    • enese says:

      Retira a parte da opinião, a ciência não quer saber da opinião de ninguém. Depois, desde o início que se sabia que as vacinas seriam menos eficazes ara a variante delta, pois quando elas foram criadas essa variante não existia, e por fim o grande problema da ciência é mesmo a comunicação. Primeiro porque quem escreve noticia não entende nada de ciência, e depois porque quem escreve noticia quer que essa notícia seja lida por isso pegará no assunto e sencionaliozar-lho, fazendo-o parecer algo mais importante do que aquilo que realmente é. Por fim, não é problemático sermos infetados com o vírus, mas sim ter complicações devido ao vírus, é para isso que a vacina foi feita.

  2. Miguel says:

    E com 3ª dose?

  3. p_t says:

    O título da notícia está incorrecto.
    “INSA: Vacinas da Pfizer e Moderna são as menos eficazes contra variante Delta” .

    Não é “as menos”. O estudo compara a eficácia entre variantes não compara eficácia entre vacinas. Tenham cuidado com o português.!!

  4. lapizazul says:

    Quando se trata de ciência e SARS/CoV2, basta ler os comentários aqui para perceber o quão desinformados muitos estão, ou outros que nada percebem e atiram para o ar “coisas” que viram no YouTube ou em páginas do Facebook.
    As vacinas continuam a ser eficazes, mesmo com a variante Delta. Apenas é muito mais perigosa para pessoas com uma idade mais avançada ou que sofram de algum tipo de doença respiratória.

    • ervilhoid says:

      vejo tanto ignorante de um lado como do outro.. com tanta informação existente acho que somos todos ignorantes

      e então aqueles que dizem que já não precisam de máscara por causa de já terem vacina…

  5. jorgeg says:

    covid = virus chines, facismo e controle da pop pela esquerda sociopata ,etc….

    • lapizazul says:

      Boa… E a Terra é plana e o 5G é mau.

    • FAR says:

      E em que é que, em concreto, mandar essas opiniões para aqui ou para qualquer lado, ajuda?

      Eu juro que às vezes parece que as pessoas são pagas para andarem por aí a dizer estas coisas.
      A parte triste é que nem isso 🙁

      • shhhhh ... é segredo. says:

        E mais outra “teoria” … ( verdade ou não ler sobre as coisas nos sítios certos ajuda )
        Achas mesmo que muitos deste trolls que por aí andam na net não são pagos para lançar estas tretas todas só para causar o caos e a desarmonia no mudo para que certos grupos possam avançar com os seus propósitos ? hey tovarishch…

  6. Marco Duarte says:

    Eu bem andava a reparar que o meu 5g andava com falhas, se três nao chegarem aumentem para o triplo as doses e estamos juntos no caminho da imortalidade LOL

  7. David Guerreiro says:

    100% das infeções com a variante Delta? Era preciso que sequenciassem todas as amostras…

  8. Estefâneo Empregos says:

    Fuck it, o importante é estarmos vacinados!

  9. Duarte Gouveia says:

    Convenhamos que esta frase é uma mera opinião!
    «Como sabemos, as vacinas protegem a forma grave da doença COVID-19 e só por isso é uma enorme vantagem.»
    O mesmo estudo refere que a variante indiana gera cargas virais maiores do que a britânica, quando infeta pessoas vacinadas! Fica o caminho aberto para um novo estudo de comparação com o grupo de controlo não vacinado!

  10. Aj says:

    ja anda por cá a variante indiana costa à anos a mais.

  11. Carolina Costa says:

    parei de ler aqui “ainda não foi sujeita a revisão por pares científicos”

  12. Louro says:

    Entao mas afinal nao era a da Az que nao prestava?

  13. Joao Silva says:

    A vacina serve para quê, mesmo? Ah, okay, enriquecer a indústria farmacêutica. A fatura dos países endividados vai ser cobrada em breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.