PplWare Mobile

Astrónomos detetam sinais das primeiras estrelas do Universo


Tomás Santiago

Tenho 19 anos, sou do Porto e adoro tecnologia! Estudo Ciência de Computadores na faculdade de Ciências da Universidade do Porto e escrevo para o Pplware.

Destaques PPLWARE

35 Respostas

  1. Jose Baptista says:

    A 3a foto (apesar de, para o caso, ser apenas elucidativa) é curiosa, pois mostra o “nosso” universo a crescer desde o Bbang mas dentro de outro “universo”. Uma singularidade dentro de um outro universo? Dá que pensar não dá…?

  2. dajosova says:

    E se a origem do Universo (o tal Big Bang) tivesse tido como epicentro o planeta Terra e a observação das estrelas (a luz que delas “demora milhões” de anos a viajar até aos nossos olhos) seja o rasto da expansão daquele outro?

      • dajosova says:

        tu dizeres somente que Não e eu dizer que Sim…. é rigorosamente igual na medida em que nem eu nem tu conseguimos provar irrefutavelmente!
        Mas achei interessante a ideia teórica subjacente 😉

    • Nuno says:

      Não existe um único indício que indique que o big bang teve como epicentro a terra. Muito pelo contrário. A posição do nosso sistema solar na galáxia não é sempre a mesma, pois este está em órbita a uma velocidade de mais ou menos 792000km/h. O mesmo se diz da via láctea que se move a uma velocidade de 2271600km/h. Tudo aponta que a terra seja um ponto tão especial como qualquer outro no nosso universo, ou seja, não é especial.

      • dajosova says:

        hummm…. teorias há!
        assim como a do Big Bang… tb não passa duma teoria… provar é outra história!
        mas sinceramente não acho assim tão importante… resumo-me à minha insignificância mas talvez o nosso planeta seja mais especial do que julgas… pelo menos para mim é… ouve… e tem dado cá um jeitaço. nos outros não me adaptei lá mto bem

        • Nuno says:

          Não sei se é do teu conhecimento, mas as palavras podem ter mais que um significado. A palavra teoria na ciência não têm o mesmo significado como no coloquial. Procura no dicionário e vais ver que existe uma definição que não é a que tu pensas. Como por exemplo no priberam têm esta definição “Conjunto de conhecimentos que explicam certa ordem de factos.”, enquanto que no coloquial significa conjectura. Portanto quando dizes que não passa de uma teoria, tens que saber que teoria na ciência, uma teoria é o máximo de confiança que algo pode obter. Como por exemplo, a teoria das cordas não é reconhecido como uma teoria cientifica. E não, cosmológicamente falando o nosso planeta não têm absolutamente nada de especial, nem muito menos este ouve alguém.

          • Sujeito says:

            Não obstante, continua a ser teoria, não comprovada por método científico. É, portanto, domínio teórico.

          • dajosova says:

            Não passa duma teoria!

          • Nuno says:

            @sujeito
            Errado. Na ciência uma teoria é chamada teoria depois desta ter sido confirmada por várias observações por vários cientistas. E a teoria do big bang é universalmente aceite porque foi vindicado por múltiplas observações empíricas, como por exemplo o CMB, lei de Hubble,…

            @dajasova
            Já estou a ver que és daqueles negadores da ciência. Faz um favor à humanidade e deixa de utilizar toda a tecnologia que a ciência nos trouxe.

          • dajosova says:

            Ó Nuno, tu tens é muita teoria e o teu último comentário além de ser uma também é patético! Francamente!

            Não me conheces de lado nenhum e só pelo facto de eu dizer que o Big Bang é uma teoria (cosmológica) já sou um negador da ciência e devo deixar de usar a tecnologia!!??
            Esses bitaites parolos e desprovidos de qualquer fundamento só mostram que não deves passar dum curioso armado em sabichão, pois pelo menos as pessoas da área da ciência com quem costumo falar têm educação e elegância quando expõem as suas ideias.

            Agora, se és da área da ciência ou tens assim tanto conhecimento para provares que o Big Bang não é uma teoria cosmológica, no mínimo mostra algum respeito e que afinal és uma pessoa culta e educada!

          • Nuno says:

            @dajosova
            Eu não estou a implicar com facto de chamares teoria ao big bang, mas sim com a definição que tu escolhes para representar esta. Tal como disse em cima, uma palavra pode ter várias definições. Como por exemplo, banco, pode representar um assento ou uma instituição financeira. Isso não quer dizer que ambas as definições possam ser usadas ao mesmo tempo, pois uma instituição financeira não é um assento. Igualmente, uma teoria na ciência é um conjunto de conhecimento de um determinado campo de estudo e é o máximo de confiança que um conjunto de conhecimento pode obter na ciência. Uma teoria é formada por factos, observações, leis,… Todos os campos de estudo na ciência estão agrupados em teorias, como por exemplo, teoria da gravidade, teoria da relatividade especial e geral, teoria da evolução, teoria microbiana das doenças, teoria celular, teoria atómica, teoria quântica de campos, teoria acústica,… Portanto, o que acabei de descrever é a definição que descreve a palavra teoria quando aplicado a uma teoria cientifica, e logo não podes misturar esta a definição com as coloquiais que representam uma teoria como sendo especulação, conjectura ou suposição. Para um campo de estudo de ser reconhecido como uma teoria, este têm que ser sobreviver os mais rigorosos dos testes, ser vindicado por toneladas de observações e mesmo assim uma teoria é sempre aceite tentativamente. Outra coisa que não faz sentido é provar o big bang quando na ciência não se prova nada, mas sim refuta-se.

          • dajosova says:

            Tás tás!
            Além de chato o que acabas de escrever é perfeitamente descabido e picuinhas.
            Lá está teoria tens muita!
            Agora vai lá estudar dicionários ou etimologia e sê feliz!
            É com cada um!

            ps.: advérbios não levam acentos

          • dajosova says:

            *advérbios de modo com o sufixo “mente”, queria eu dizer… já que dás tanta importância às palavras!

          • Nuno says:

            Eu coloquei-te uma definição retirada de um dicionário o que a palavra teoria significa quando referente a uma teoria científica e coloquei-te outra definição da palavra teoria do mesmo dicionário relevante à forma como tu a usas. Se existe alguém que precisa de ir consultar o dicionário és tu. E a etimologia da palavra é irrelevante para o significado da palavra. A palavra no passado pode ter um significado que não se traduz no presente. Como por exemplo, planeta (estrela errante) , astrologia (estudo dos astros). Ora um planeta não é uma estrela errante, bem como astrologia não é o estudo dos astros.

          • dajosova says:

            Não te canses

          • Nuno says:

            Estou a ver que sim. Mesmo quando apresentado com factos tu negas-os. Passa bem na tua ignorância.

          • dajosova says:

            Não apresentaste factos nenhuns.
            Só definições e teoria
            Passar bem!

          • Nuno says:

            E depois desta conversa toda continuas sem saber o que é uma teoria científica. Adeus. Recomendo-te a procurar um bom psiquiatra.

  3. mindblowing says:

    E que tal esta teoria mindblowing, de saber que o Universo é fruto do nosso subconciente e que todos os animais incluí humanos estão programados no ADN para concientemente ver o universo de maneira igual em posições diferentes.

  4. Xello says:

    Correcção – Teoria do Big Bang

    • Nuno says:

      O Big bang foi o evento de nascimento do nosso universo. A teoria do big bang é um corpo de conhecimento da cosmologia que explica o big bang.

      • Sujeito says:

        O Big Bang, evento, é ainda campo teórico, mera hipótese. É a mais apoiada e plausível até à data, mas mantém-se hipotético. Os media e as universidades falarem como se fosse facto não altera essa realidade. Não faltam pares na área que não subscrevem essa hipótese.

        • Nuno says:

          Errado mais uma vez. Apenas ouve um modelo adicional que dividiu os cientistas no passado sobre a origem do universo, o estado estacionário. O problema é que a realidade reprovou este e aprovou o big bang. Por favor indica-me um cientista que se encontre neste momento a trabalhar na investigação científica no campo da cosmologia que defenda uma hipótese alternativa.

          • dajosova says:

            Haja uma, duas ou cem… não deixa de ser uma teoria.
            O que tu acreditas ou não para mim é irrelevante!

          • Nuno says:

            Não, na altura o big bang, bem como o estado estacionário não eram teorias, eram modelos. Após múltiplas confirmações um foi elevado a teoria enquanto que o outro foi refutado.

          • dajosova says:

            ninguém falou em “altura”… andas a estudar demais!
            teoria cosmológica.
            se não suportas ler isso, paciência… mas é o que é!
            Passar bem!

          • Nuno says:

            Cosmologia não é uma teoria é o estudo do cosmos. Cosmologia é formada por várias teorias, incluindo a teoria do big bang. É eu não falei em altura, mas sim na altura. Lá estás tu a confundir definições de palavras.

  5. WHTAT says:

    A maior duvida de todas ate que nem e quando ou como mas sim o que originou e o que havia antes de! Porque as moléculas precisam de suporte para “andar” e tinha qua existir ja alguma coisa no universo… Pode dizer-se que era a energia negra mas de onde essa e originaria ? energia pode fazer-se como por exemplo por fricção mas essa tem de vir de algum lado…. Nunca vamos saber o que aconteceu, por isso nunca vai passar de teorias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.