Quantcast
PplWare Mobile

Astrofísicos conseguem detetar naves espaciais a viajar mais rápido que a luz

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. iDespairing says:

    Another wast of time. We are all alone in this Universe!

    • Silva says:

      Acredito que a probabilidade de haver algum tipo de vida noutros lugares é bastante improvável, mesmo a probabilidade de vida inteligente deve ser razoavelmente alta, contudo há um aspecto que muita gente ignora quando se trata deste assunto, que é o espaço temporal.
      O período que os humanos estão cá, é um espaço demasiado curto comparado com a história do universo (e não acredito que estejam cá assim muito mais tempo).

      Em conclusão, acredito que possa existir outros tipos de vida, inclusivé inteligente, tenho é muitas dúvidas que coincidam no espaço temporal e/ou que estejam próximos o suficiente para se comunicarem.

  2. joao matos says:

    iDespairing: acredito mais na música dos xutos e pontapés que “Não sou o único a olhar o céu”… A Terra faz parte da via láctea, uma galáxia portanto. E pesquisando rapidamente no google, encontra-se o seguinte: “Existem provavelmente cerca de 2 trilhões de galáxias no universo observável, contendo mais estrelas do que grãos de areia no planeta Terra. Em sua maioria elas possuem de 1 000 a 100 000 parsecs de diâmetro e são separadas por distâncias da ordem de milhões de parsecs.” Isto na verdade é muita galáxia 🙂 Deve haver por esse universo fora, mais alguma coisa com vida e que se mexa 🙂

  3. Luís Silva says:

    Deve haver corpos a viajar a velocidades superiores à da luz, apenas não serão detetados porque a luz é que nos traz a informação e por isso esses corpos encontrando-se fora do nosso universo cosmogónico, o que quer dizer fora do nosso universo “observável”, não serão detetáveis.

    • Luís Pacheco says:

      Não estimado… Não tem mesmo nada a ver com isso… Não é então se vai a metade da velocidade da luz é só triplicar… Podia lhe explicar mas vejo que não tem noção nenhuma de física. Mas posso aconselhá-lo, sem ironia, a perder algum tempo e a perceber o básico, só o básico de e=mc2 e com alguma ginástica mental vai perceber que não é possível. É só possível em teoria, viajar a 99,9% da velocidade da Luz, mas aqueles 0,001%,nunca vão poder ser alcançados. um objeto ganha massa à medida que acelera, ora quanto mais massa mais combustível precisa, numa certa altura toda a energia do universo não chegava. E isto SÓ para chegar à velocidade da luz. Passar é outra conversa Mas isto é uma das várias razões pela qual nunca vão poder ser alcançada essa velocidade por um objeto com massa. Uma vez mais veja princípios básicos da teoria da relatividade geral pode ser que se apaixone, ou pelo menos perceba porquê não é possível

      • Luís Silva says:

        Na teoria é isso! Mas então porque é que as galáxias se estão a afastar a uma velocidade proporcional ao quadrado da distância? Isto é quanto maior a distância maior a velocidade.

  4. António Sousa says:

    Universo é sinónimo de “incontável” de acordo com a capacidade humana de entender e de aceitar. Para lá do ignorado, tudo pode existir, mesmo a vida inteligente. Logo, a forma de manifestação a haver, apenas poderá estar dependente de nós mesmos. Em muitos locais terrestres há inúmeras referências a seres, humanóides na forma, com características de répteis, de aves, de insetos, de dragões, de cobras, etc. Duvidar, é recusar uma realidade que um dia será patente a todos. Tudo está por agora dependente da massa crítica necessária, para a sua revelação.

  5. Hugo Nabais says:

    “procurar na Via Láctea sinais de sistemas de propulsão capazes de propulsar naves espaciais com motores warp (warp drives) que viajam mais rápido que a velocidade da luz.”

    Xiii isto já parece um forum do StarTrek 😀

  6. Filipe Sousa says:

    Já arranjaram maneira de passar multas no espaço por excesso de velocidade

  7. Luís Silva says:

    Na teoria é isso! Mas então porque é que as galáxias se estão a afastar a uma velocidade proporcional ao quadrado da distância? Isto é quanto maior a distância maior a velocidade.

  8. Luís Silva says:

    Na teoria é isso! Mas então porque é que as galáxias se estão a afastar a uma velocidade proporcional ao quadrado da distância? Isto é quanto maior a distância maior a velocidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.