Quantcast
PplWare Mobile

Rumor: iPhone 12 terá câmara com “super” zoom, Face ID mais rápido e mais bateria

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Gertrudes says:

    Smartphone mais inovador da década.

  2. Elkido says:

    Comprei um Poco f2 Pro 5G por apenas 335€…. não tem notch nem gota de água e nem puch hole e nenhum entrave no écran…. é todo écran…. tem Snapdragon 865 e 5G e câmera Pop Up personalizável com sons e efeitos de luzes e com um Fingerprint in display também personalizável com várias cores super rápido entre outras Specs… para ela é bom….se os iPhones 12 trazerem algumas Specs destas já merece o meu respeito

    • Rasinguén says:

      Tem mais oquê? Chamadas para E.T.s? Viva o luxo que não é preciso.

    • Kabindas says:

      Quando não se tem bagagem para responder ao nível de tecnologia, existem sempre alguns trols para trazer o tema da gramatica para aqui…

    • Vítor M. says:

      Esse smartphone é bom atenção, mas no seu conjunto, hardware, software e serviços, não se compara ao que a Apple oferece. Hoje, comprar um iPhone é ter acesso a um enorme número de serviços, aplicações e funcionalidades no ecossistema que não tem paralelo em mais nenhuma outra marca.

      Um situação normal é daqui a 4 meses, o teu Poco f2 Pro 5G valer pouco mais de 100 euros, um iPhone 11 um ano depois ainda vale 85% do seu preço inicial.

      E mais, num iPhone terás o melhor da Google, porque a Google tem nalgumas ofertas mais qualidade que a Apple (e a Google cada vez aposta mais no iOS). tens o melhor da Microsoft (tudo do bom que esta empresa coloca no mercado) e tens o melhor da Apple. Não há nenhum outro sistema que ofereça tanto e se dedique tanto a ter dentro uma oferta tão vasta (com a ajuda dos parceiros, claro).

      Depois há o combinar do iPhone com o Apple Watch (smartwatch que oferece algo que nenhum outro oferece), o combinar com os AirPods (que cada vez trazem mais tecnologia e qualidade), com o HomePod (assim como outros serviços que estarão para sair em breve neste segmento), com a Apple TV, assim como serviço que acompanham os dispositivos (recentemente vimos aparecer mais uns quantos serviços: Apple One, por exemplo).

      Portanto, além do topo de gama que é o hardware da Apple, acompanha-o um ecossistema único. Isso não é comparável a nenhuma outro porque… não existe! Aliás, não é por acaso que o iPhone 11 se tornou no smartphone mais vendido em 2020 até ao momento.

      Claro, não serve a todos, é verdade que não e nem todas as pessoas querem este ecossistema, felizmente há muita escolha.

      • Nuno says:

        para mim tambem nao compara, quer dizer comparar 120hz com 60 uma bateria de mais de 5000 com uma de 3000 um touch id tens razao é incomparavel. Quanto ao ecosistema tenho um android tenho fones bt tenho um smartwatch e advinha so funciona tudo na perfeiçao e ainda mais curioso em cada uma destas categorias tenho muito mais escolha de muitas marcas diferentes. E só uma correcçao o apple one nao é um serviço é um conjunto de serviços que por sinal fica mais caro que os serviços concorrentes ahah

        • Woot! says:

          Tens isso tudo mas não tens o essencial. O logotipo e o prestigio de fazeres parte do grupo. A Apple tens os serviços mais caros mas valem bem a pena. Quando a Apple faz, faz bem e melhor que todos os outros. Pode só ter uma música no Apple Music, mas garanto-te que é a melhor musica de sempre.

        • Raul Oliveira says:

          O teu português é que é incomparável.
          Podes ter o que tiveres, mas não tens a qualidade que nós temos.
          (ahah)

        • Vítor M. says:

          Não funciona nada na perfeição. Como só conhece isso, achas que isso é a perfeição, mas estás longe do que é a perfeição, se é que ela existe. O que existe, e acima do que tens, é mesmo o ecossistema da Apple que permite um conjunto de dispositivos com a mesma linha de desenvolvimento, de atualização, que se complementam e que trazem ao utilizador um conjunto de utilidades ímpares. Isso não tens, e se achas que tens, então desconheces mesmo o ecossistema da Apple.

          As marcas que gravitam no sistema operativo Android são todas elas dependentes da Google, do seu sistema operativo e isso “estrangula” as marcas de evoluir., basta ver a Samsung que apostou no Tizen nos seus smartwatches mas continua amarrada à compatibilidade com as aplicações para Android e não se consegue libertar.

          No que toca a teres mais escolhas, estás enganado, na verdade não tens, apenas tens redundância que nada te traz de melhor. Traz-te sim mais opções dentro do mesmo e gravita tudo em volta da Google. O melhor da Google está no iOS e por isso o ecossistema da Apple funciona como um todo.

          Esse “ahah” final mostrou bem a tua perceção do que estou a falar e não me vou alongar muito que está visto que não vais perceber. Só utilizando, só experimentando e só com conhecimento vais lá. 😉

          • Nuno says:

            aconcelho te vivamente a experimentares os dispositivos fora da apple vais ver que te surpreendes e dps com os 15 mil euros que te vao sobrar ainda podes comprar um carro. Quanto a variadade de escolhes aconcelho-te tambem a veres quantidade de smarwatch e fones bt que existem enquanto na apple tens dois modelos e pronto mas va continuem la com o notch e com os 60hz que eu ja vou em 2025 e ja agr nao se esquecam dos widgets e da appgallery apareceram em 2002 mas para voces é novidade

          • Vítor M. says:

            Esquece lá isso, não me vais dizer o que são os dispositivos que temos no mercado desde há mais de 25 anos. Olha, o último que comprei foi este:https://bit.ly/30XtgxS grande máquina 😉

            O resto que falas, é nada, os widgets viram agora e continuam a ser algo que não faz grande falta, é mais decorativos em grande parte, embora que um ou outro possa até ser interessante. Agora, tudo o resto que existe no ecossistema que nos outros não existe, isso é outra conversa. Olha o Apple Pay… 😉 que grande serventia tem sido… no telefone, no relógio, em vários dispositivos. Isso sim são serviços que importam para o dia a dia. Maps… são muito bons e com suporte Apple Watch… tens o melhor da Google e da Apple. Depois, tudo o resto. Face ID… sem paralelo, é uma ferramenta de segurança ímpar.

            Como te disse, o melhor da Google, dentro do iOS, macOS, iPadOS, watchOS e tvOS 😉

          • Nuno says:

            “Face ID… sem paralelo, é uma ferramenta de segurança ímpar.” ahahahahhahah tem a mesma segunrança que um basico codigo de 4 digitos ora diz me la quando o face id nao funciona o que é que o iphone te pede como back up ? pois é la esta, amigo tudo o que inventam é para ser mais pratico nao é para ser mais seguro a nao ser que tirem o codigo como 2º metodo a segurança nunca aumenta.
            Ps: so para avisar que tambem existe google pay

          • Vítor M. says:

            Nota-se que não conheces mesmo 😉 porque se conhecesses sabias que é um serviço usado para pagamentos, o primeiro na sua categoria e que o que apareceu depois, precisava de um segundo sistema de autenticação |;) e ainda hoje é o melhor sistema do mercado 😉 não jovem, não pede nada de backup, isso é nos outros 😉 em pouco de apanha uma aldrabice.

          • Tadeu says:

            Nuno, não tem a mesma segurança dum PIN de 4 dígitos, sabes porquê? Primeiro – o iOS nem sequer aceita PINs de 4 dígitos; 2º) a pessoa pode definir um código que não é um PIN com a extensão que bem entender…

          • David says:

            Eu alguma vez disse que nao era um serviço de pagamentos ? agr estou confuso, é um serviço de pagamentos tal como o google pay é.
            Nao pede ? bem nao sei qual é o ios que voces usam mas deve ser o 22 porque no iphone X da minha namorada se o face id nao der coloca-se um pin que é o pao nosso de cada dia agr com as mascaras, pin esse que ate é obrigatorio quando se renicia o telemovel por alguma razao o face id é tao seguro que quando renicias tens mesmo de por o codigo mas avançando o ipad ja tem touch id só para avisar se nao souberem portanto essa teoria fica um bocadinho comprometida

          • Vítor M. says:

            Não percebes. Vou explicar. O Face ID, por segurança, se em 5 tentativas de leitura não conseguir o mínimo exigido dos mais de 30 mil pontos que identificou no rastreio do rosto, ele vai solicitar a introdução do código de segurança de 6 dígitos. Assim como se quiseres desligar o Face ID, clicas 5 vezes no botão power e ele obrigará a colocar o código de desbloqueio do sistema (atenção que estes 5 toques podem também acionar o socorro 112).

            Portanto, se não sabes, não digas disparates, pergunta que ajudo.

            Quando ao Apple Pay… vá usa lá o Google Pay por aí fora e vê se pagas nalgum lugar 😉 e já agora, usa isso nos smartwatches da Samsung, da Huawei, da Xiaomi e afins 😉 novamente, calado, acertavas mais.

            No que falas a seguir, nem sei que raio estás a dizer, não falas coisa com coisa. Mas se te explicares, tenho todo o gosto em te esclarecer.

          • Tadeu says:

            David, só usas PIN se quiseres… é o utilizador que define o código que quer usar. E como disse, não é a segurança dum PIN de 4 dígitos porque o sistema nem sequer aceita PIN de 4 dígitos.

      • Pedro Silva says:

        Ecossistema sem mobdro não vale a pena. E como ia passar as minhas milhares de músicas que não paguei para o aparelho? E como gravar chamadas? E como ter apps premium sem pagar um tostão à apple store? Etc, etc, etc… Pois é, fan boys é tudo um mundo novo, sem amarras.

        • Vítor M. says:

          Como alguém diz, quando TU não PAGAS NADA, és TU o PRODUTO 😉 pensa nisso. Se calhar pagas bem mais caro que qualquer outro 😉

          • Pedro Silva says:

            Se é de borla e pago mais, então pagando 1500 paus gasto menos porque já não sou o produto. Aprecio a tua lógica, Vítor. Isso é taoísmo ou puro mercantilismo?

          • Vítor M. says:

            Borla? Achas que há almoços gratuitos? 😀 não acreditas nisso verdade? Não é taoísmo, não é mercantilismo… é realismo meu caro 😉 aliás, um excelente indicador é o consumo. Os números falam por si.

          • David says:

            Estas a falar de duas coisas diferentes Vitor ahah uma coisa é uma marca oferecer uma coisa de graça e aí sim nao ha almoços gratis outra coisa é contornares o sistema com apk’s e etc não é por acaso que as empresas andam todos em cima disso. Eu tambem prefiro a liberdade do android por n razoes no ios eu faço o que me deixarem fazer

      • cross says:

        Vitor, sabes o que é que eu queria no iOS e não consigo encontrar?
        Youtube sem ads, aplicações sem ads, instagram sem ads, resumindo, ter um leque de serviços sem publicidades. Simplesmente não aguento mais como são intrusivas.
        Tenho um Oneplus 5 e consigo ter isto tudo o que torna a experiência muito mais tranquila.
        Conseguisse ter isto no iOS e mudava amanhã.

        • HRamos says:

          Deves tar com os copos.

        • Vítor M. says:

          Aplicações sem publicidade tens muitas mais no iOS que no Android. YouTube sem publicidade e outras coisas que tal, depende de quem programa a app, não tem a ver com o iOS. Depois, como referi, se essas são as tuas premissas, contornar as regras do jogo, então és um que o iOS não serve.

          Eu tenho o que preciso, coabitando com N de serviços de musica, de vídeo, sem me preocupar com publicidade.

    • ervilhoid says:

      Specs não significam necessariamente que o smartphone é melhor…

    • João Baptista says:

      Se compraste esse telemóvel e se tem essas coisas todas, que bom para ti, creio que fizeste uma excelente compra, o que interessa é estares satisfeito 🙂
      Agora, não entendo a lógica deste tipo de comentários. Os iPhones não são perfeitos, aliás, nenhum smartphone no mundo o é, mas estes novos iPhones terão coisas que esse fantástico e inigualável Poco F2 pro não terá, já que queres ir por estes caminhos:

      – Som stereo,
      – O processador mobile mais rápido do mundo
      – Anos e anos de atualizações e sempre a tempo e horas, além do mais a marca informa sempre quais os modelos que vão suportar os novos sistemas operativos, já no Android, em muitas marcas é um mistério
      – Qualidade de filmagem
      – Segurança contra malware, bem como a probabilidade muito mais baixa de apanhar uma app infetada na app store
      – Apps melhor otimizadas, como Instagram, Snapchat, Twitter, Google Tradutor, Asphalt 9, PubG, entre outros
      – Ecrã com mais brilho (conta com pelo menos 1200 nits)
      – Indicar a capacidade máxima da bateria sem recorrer a apps de terceiros

      Agora 300 e tais euros contra 800-1200 euros. Ok, daqui a um ano tenta vender esse smartphone e compara com os iPhones nesse aspeto.

      Cada marca tem os seus pontos fortes e pontos fracos, logo cada um valoriza o que é melhor para si. Se procuras smartphones sem notch, com efeitos de luzes e com fingerprint no ecrã, então o iPhone não é para ti, simples.

  3. ABC says:

    É pouco provável que qualquer iPhone deste ano traga os 120hz.

  4. Estefâneo Empregos says:

    Pplware, todos estamos à espera do mesmo mas por favor deixem-se de rumores porque depois a novidade deixa de ser novidade…

  5. Nilocalas says:

    O zoom óptico parece pouco para um dos grandes líderes de mercado. A Huawei no P40 pro + chega com 10x. Estamos a falar na casa de preços acima de 1000 euros. Espero também que tenha um carregamento rápido, não o que existe de rumor ao nível de 2017 noutras marcas.

  6. David says:

    E a impressão digital no botão on/off? Usado pela Sony há muito… por exemplo era fixe…

  7. Cicrano says:

    A meu ver a unica “inovação” vai ser mesmo os 500€ extra que vai custar.

  8. B@rão Vermelho says:

    Eu por mim falo, tenho Ipad, Ipod, Imac, e acabo sempre por usar mais o ecossistema da Google, do que o da Apple.

  9. Tiago says:

    Uou, 3x zoom óptico, que inovador. Enquanto isso, no Android já vamos em 10x zoom óptico com OIS. Temos também o primeiro telemóvel do mundo com um gimble incluído na própria lente, sendo assim mais estável que o OIS. Mas pronto, daqui a uns anos a Apple lança isso como uma novidade deles.

    • Vítor M. says:

      Há coisas que não vale a pena ter só quantidade. Para que raio tens zoom 100x se a imagem é um borrão de tinta? 🙂 não é? Pois é. Mais vale menos e com qualidade que na utilização valha a pena usar.

      Mas isso serve também para a Apple, ao fazer que faça bem feito, com qualidade e que sirva para alguma coisa 😉

      • Silvestre says:

        Vítor, no comentário está escrito zoom óptico 10x, tu mencionas algo que não é comparável. Zoom digital 100x é algo por software, não tem qualidade. Zoom óptico são lentes de verdade.

        • Vítor M. says:

          Mas o conjunto da oferta, o equilíbrio faz toda a diferença. Para que ter zoom 100x se não serve para muito de útil? No zoom 10x já tens alguma qualidade, mas obviamente não tem algo que ofereça níveis de qualidade de utilização de uma DSLR. Então, o ponto desequilíbrio faz toda a diferença. O zoom 10x no iPhone é ainda para curiosidade, dado que a qualidade no resultado final, serve para tirar, ver e guardar. Nos outros é a mesma coisa…

  10. Miguel says:

    O que é mais inovador é comprarem um iphone com um 1 ano ou 2… fica mais barato… chega perfeitamente.

  11. Kabindas says:

    Acho que é a primeira versão de origem que já vem com widgets no ecrãn … que inovador 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.