PplWare Mobile

Novos rumores e notícias Apple dos últimos dias


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

37 Respostas

  1. Joel Reis says:

    Agora ao fim de semana temos um apanhado especial das noticias exclusivamente Apple? O pplware está cada vez mais imparcial 😀

    • Joel Reis says:

      É possivel não “seguir de perto os assuntos da Apple”? De perto, ao pormenor e em repetido. 😉

    • Vítor M. says:

      Não, apenas não são notícias que por si só possam dar um artigo. Por isso, juntas justifica dar a conhecer algumas das novidades. Ficas sempre aborrecido, mas como não gostas, porque te toca fundo? Não é por te incomodar falar de um tema que esse tema não é abordado, eu diria que o que gostas ou não não é de interesse coletivo e portanto… 😉 amanhã já se escreve outra notícia da Apple e da Google e da Microsoft e do que não gostas porque não interessa o que gosta sou não 😉

      • Joel Reis says:

        Acredito que não te interesse muito a minha opinião pessoal (ainda que essa atitude perante um cliente seja muito discutivel), mas é partilhada por outros e em vez de levares para o campo pessoal, devias aproveita-la de forma construtiva para possivelmente melhorares o serviço que prestas aos teus clientes, uma vez que só tens a ganhar com isso. Foi de resto esse o meu intuito, melhorar um serviço que consumo com frequência, ficando assim a ganhar alguma coisa com a critica que de outra forma não me compensa o tempo gasto a tecê-la. É claro que o estaminé é teu e fazes o que bem entenderes (dentro dos limites previstos), mas estamos sempre a tempo de mudar/melhorar. Abraço, sem ressentimentos.

        • Vítor M. says:

          Sabes que a tua opinião, sobre este tema, nao é construtiva, é sempre destrutiva, caso contrario aceitava de bom grado. Depois é tua, muito particular, por isso não me interessa do ponto de vista de utilidade de trazer algo novo, és do contra e isso só envenena a informação, mas respeito, é a tua opinião. Por isso é que recebe sempre de minha parte honestidade sobre o que escreves, não há hipocrisia, há respeito e honestidade. Se não trazes nada à discussão, vou estar a dizer que, sobre o assunto, tens uma crítica? Não, não tens, tens a tua opinião que, sendo sempre do contra, é a tua opinião que é vazia de crítica. Honestidade e respeito.

          Repara que sobre o que foi dito tu dizes ZERO.

          • Jak says:

            Isso mesmo. Sempre destrutiva.
            Não gosta do título, não lê o tópico.
            “atitude perante um cliente” … Cliente?
            Uma relação Proveedor de Serviço -> Cliente pressupõe transacção comercial. Não entendo como isto pode ser colocado nestes termos, no entanto se pode, então, também eu sou cliente… e tenho sempre razão!

            😉

          • Jak says:

            Haters gonna hate..
            Obrigado Vitor pelo artigo. Mais um!

          • Joel Reis says:

            Criticar o que se considera estar mal não é destrutivo, antes pelo contrário, deveria servir para o corrigir e melhorar (construtivo, portanto), é preciso é saber receber as críticas da forma correta e entender que é normal “ser contra” o que se considera errado.
            Sim, disse zero, porque não é um assunto que me interesse e por isso me queixo da sua frequência relativamente a outros, aos que me interessam. Só se podem tecer comentários relativamente ao conteúdo do artigo e não sobre o artigo em si?

          • Joel Reis says:

            @ Jak
            O Vítor não precisa de cavaleiros brancos para o defender.
            Essa do cliente ter sempre razão já lá vai mais de um século, mas se quiseres eu explico-te como surgiu e porque não faz sentido.
            Uma coisa é certa, construtivo foi o teu comentário, acrescentou algo, serviu para melhorar e até exprimiu a tua opinião sobre o conteúdo do artigo, sim senhor!

          • Vítor M. says:

            Joel tu queixas-te da frequência porque és do contra, porque tal como referi, estes assuntos, no meu entender, não têm grande importância para serem cada um um artigo, contudo, vejo necessidade de os dar a conhecer porque fazem parte do desenvolvimento do mundo da tecnologia, é informação necessária. Sim, mesmo que tu não queiras.

            Quando ao resto, é uma questão de honestidade, porque há muito mais informação de mercados maiores, como o Android, por isso mesmo, porque é um mercado maior e por vezes pequenas notícias, pequenas novidades em vez de estarem compiladas dão origem a artigos individuais, mas tu simplesmente, porque és do contra, não consegues ver isso e o que dizes, nunca é sobre a notícia mas sim sobre a Apple, simplesmente amas/odeias a marca e fazes disso o teu moinho de vento. Podes fazer, como referi, é a tua opinião, mas é apenas a tua. Interessante era termos uma critica (positiva ou negativa) sustentada em utilidade, partilha de conhecimento… agora azia e mais azia………. é mais arroz!!!

          • Jak says:

            @ Doutor Joel,

            Quando não tenho nada a acrescentar normalmente fico calado e quieto, mas neste caso o que acrescentei é que estou um bocado cansado dos seus costumeiros comentários “para encher chouriço”. Se não lhe interessa o assunto do artigo não o leia. Simples.
            Até pode criar uma regra com o workflow (ou IFTTT no caso do droid) para não mostrar os artigos com a palavra da maçã..

            Não se trata de cavaleiro brancos nem defender uma pessoa, apenas defender um espaço que está cheio de comentários incendiários (seja qual for o device em causa). Desta vez tocou-lhe a si Doutor Joel.

            Saravá..

          • Joel Reis says:

            Primeiro, quem é do contra quem é destrutivo, critica, ataca o que está bem, não o que pensa estar mal.
            Depois, primeiro dizes que sobre o que foi dito (assuntos Apple) disse zero (sim, é verdade), agora dizes que o que critiquei foi a Apple… Onde?! Isso não é honestidade, em lado nenhum! O que eu disse está à vista, eu sei que preferias aqueles comentários fanáticos a atacar a Apple, mas não tenho nada contra a mesma, antes pelo contrário, por isso, se realmente queres ser honesto, guarda a ladainha da “azia” para outros. Aliás, se o meu comentário tivesse sido desses, com certeza não merecia tanta atenção da tua parte (e bem), o problema foi ter criticado o teu trabalho, ou melhor, o problema em si está em não saberes aceitar as críticas de forma construtiva e essa é que pode ser a única azia por aqui.

          • Joel Reis says:

            @ Jak
            Dispenso o título académico, obrigado.
            “Se não lhe interessa a minha opinião, o meu comentário do artigo não o leia. Simples.”

    • Filipe F. says:

      Sinceramente acho este artigo muito bom. Desta vez ate dou os parabens ao Vitor M.
      Um unico artigo a falar diversos temas da Apple de forma simples e clara e sem comparacoes ou rivalidades. Simples e informativo.

      Nao vejo motivo para a cririca. Se calhar antes em vez de uma noticia assim teríamos 4 ou 5 seguidas so sobre Apple. Assim está resumido e objetivo

    • Pedro F. says:

      Ó Joel essa raiva toda tem a ver com algo mais???? Algum melão?

      Querias que se falasse de outras coisas? Mas tens mais artigos e dedicados ao Android. Mania de português da bica, tem opinião sobre tudo e quando não sabe o que dizer, diz mal.

      Poderias ter falado na apresentação de resultado do primeiro trimestre de 2018, que deve estar a sair e vai mostrar a tendência no segmento, segundo os analistas, o mercado arrefeceu. E sobre o iOS 12, sai este ano? É o que vem trazer aos gadgets Apple?

    • Oscar says:

      Imparcial porque? que eu saiba neste blog falam-se de todas as marcas…mas umas são mais importantes que outras!

  2. Ricardo says:

    Não vês quem publicou. Tá tudo dito.

    • Joel Reis says:

      Foi quem me acusou de “seguir de perto os assuntos da Apple” 😉

      • Vítor M. says:

        Muito de perto sim, pena que não possas trazer alguma informação útil á discussão, porque as críticas ao tema, as novidades, são importantes para aumentar a quantidade de pormenor, é pena apenas perseguires a marca com visão de ódio. Pena mesmo, poderias ser muito útil a trazer detalhe.

        • Joel Reis says:

          E no entanto nada disse sobre a marca, onde está a tua honestidade?

          • Vítor M. says:

            Sempre presente, ao contrário da tua que não a usas, e era tão simples, bastava teres comentários úteis, construtivos, com conteúdo.

            Já te disse dezenas de vezes, só te falta isdo, até quando mandas os outros contar os artigos esqueces-te da honestidade, porque há o triplo ou mais, de artigos não Apple. Mas tu, por causa da cena, só ‘descomentas’ assuntos Apple.

            Vá lá, ajuda a criar discussão sem ser com essa atitude de mal dizer.

          • Joel Reis says:

            Duma só vez, primeira desonestidade – eu critiquei positiva ou negativamente a marca, como afirmaste?
            Segunda desonestidade – “apple vs não apple”, é assim que se divide e contabiliza as coisas? Se calhar para ti é, e assim explica tudo.

  3. Adalberto says:

    Onde está o gajo dedicado só a Android e outro só á Microsoft?

  4. Nuno says:

    se se dá noticias soltas é porque são muitas noticias sobre o mesmo assunto, neste caso a Apple, mas poderiam ser outros… se se compila todas num post…. é porque é muita coisa no mesmo post e estão a dar muita importância a algo…
    efectivamente há sempre alguém a reclamar seja da Apple, do Android, do Windows ou do tempo….
    não gostam não percam tempo a ler e muito menos a comentar. Aqui há para todos os gosto e até tem um link para cada assunto no topo da página.

  5. SG says:

    Eu sinceramente (falando de smartphones) acho que os preços estão a ficar ridiculamente elevados. Confesso que há dois anos que sou cliente Apple (epa, gostos não se discutem, quem quiser android, se é o que gosta, faz muito bem em comprar, a mim, tendo saído de um Lumia 640, pareceu-me a transição mais natural, acho mesmo que é uma questão de gosto pessoal, e não de melhor ou pior sistema operativo, como tanta gente apregoa), mas o que a Apple fez com o Iphone X, muito sinceramente, foi prejudicial para toda a gente que adore gadgets (hoje em dia incluo os smartphones nesta categoria, pois vão muito além de meros dispositivos de comunicação). Isto porque, ao ultrapassar e muito a fasquia dos 1000 euros, levou a que, por arrasto, todas as outras marcas elevassem os preços dos seus equipamentos. Isto não é só de agora, mas ficou verdadeiramente estabelecido com o Iphone X. Confesso ser fã de gadgets, desde sempre (epa, cada um com a sua “panca”, há vícios piores, lol), e, tendo em conta que o smartphone é, ainda, o equipamento que mais utilizamos todos os dias, a título pessoal, acho que sim, se justifica pagar por algo bom (uma vez mais, iOS ou Android, tanto dá). Mas há um limite. E já nem é uma questão de se dizer que estão a atingir preços disparatados… Já se passou essa fasquia… Sinceramente, estamos num país em que o salário mínimo nem de 600 euros é… E um Iphone X começa nos 1179 euros… Na América, começa nos 999 dólares (que dará uns 900 euros, se não menos)… E não podem argumentar com a cena dos impostos na Europa, não faz sentido nenhum… O Pixel 2XL, por exemplo, também é muito mais caro na UE do que nos EUA… Mas a culpa vai também para as operadoras. Se não houvesse a cada vez mais frequente modalidade de pagamentos a prestaçoes, podem ter a certeza que os preços estariam mais baixos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.