PplWare Mobile

Migrar do Android para o iPhone? Estas são as razões para que este passo seja dado

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Miguel A. says:

    Muitos fãs de Android vão dizer que é treta. Mas eu confirmo, já utilizava Android há 6 anos seguidos e mudei no início do ano para iPhone. A principal razão foi, que eu queria um telemóvel não demasiado grande com boas especificações (snapdragon série 8), o mais interessante para mim era um Xiaomi 12, por esse valor comprava um iPhone 12. Preferi comprar o iPhone.

    • Rui says:

      Ou tinha arranjado um pixel

      • Luis says:

        aqui tb. Tenho o Pixel 5 que comprei devido a ser um compacto.
        Estou a contar trocar de telemovel quando terminarem as actualizações deste, ou seja para o ano.
        Caso nessa altura não exista um android compacto, mudarei parao iphone (se mantiverem os 6,1″
        Não sou um nerd ao ponto de escolher um telemovem por ter mais ou menos uma característica, se é um topo de gama deve ser bom…. por aqui o tamanho é o primeiro e mais importante critério e não quero andar com uma telha.

      • Miguel A. says:

        O Pixel é maior. Estive quase para comprar o iPhone 13 mini, por o iPhone 12 ser maior do que eu queria. E tendo preços equivalentes, a desvalorização dos Androids é maior. Depois de meio ano no iPhone outra vez, só veio confirmar a noção que sempre tive. Android, em termos de software, é uma manta de retalhos, já não tenho paciência, tempo ou disponibilidade para tentar contornar isso. O facto de eu mexer com vários sistemas operativos é para isso mesmo, poder aproveitar o melhor de cada um, se não servir, mudo, simples. Os SOs servem-me a mim e não o contrário.

  2. Heriberto says:

    Eis, entre muitas outras, algumas razões justificando de ou ficar com Android ou mudar de IOS para Android :

    https://www.bluproducts.com/blu-blog/articles/iphone-vs-android/

  3. Heriberto says:

    Eis mais umas razões para ficar com ou mudar para Android

    https://www.makeuseof.com/why-you-should-pick-android-over-iphone/

    • Vítor M. says:

      Não há uma dessas 7 razões que seja séria. Aliás, se há plataforma onde os utilizadores estão amarrados é no Android, basta ver o que aconteceu com a Huawei, que ficou com os seus utilizadores amarrados a decisões políticas 😉

      • Marko says:

        Estás errado… Tenho ecossistema Huawei e não estou amarrado posso passar tudo para qualquer outra marca Android, já no IOS se houvesse uma situação de bloqueio semelhante ai sim não estaria só amarrado como tramado com perda total pois não teria por onde fugir!

        • Vítor M. says:

          Não, tanto é que a própria Huawei está a abandonar o mercado dos smartphones e tu mais ser uma vítima dessas decisões 😉 estás mais que amarrado. Estás ameaçado. Tudo por questões políticas, porque alguém ordenou à Google para banir a Huawei de usar certos serviços.

          • Marko says:

            Estás a trocar os adjetivos… Codenado e amarrado não porque existem outras alternativas inclusive o próprio IOS e iPhone que nunca descartei… Mas sim com pena, muita pena aliás por essa decisão “política” ter condenado sim não a mim mas a Huawei… Grandes smartphones construção única e câmeras que são as melhores e sim por esta altura estaria a pensar no P60 Pro branco rococó quando baixasse de preço e com essa situação… É facto, mas amarrado e condenado não!

        • Miguel A. says:

          Nunca consegui entender o wipe à volta da Huawei, tive 3 cá em casa. Foram os piores telemóveis que tive. Lentos, baterias fracas. Tenho um tablet Huawei que nunca foi bom, e na altura custou quase 500€. Uma porcaria de software… Muito mal optimizado. Foi daquelas marcas que eu deixei antes desses episódios.

          • Marko says:

            Já eu sai dos topos de gama da Samsung e pelo contrário foram e são os melhores equipamentos que tive sem dúvida alguma… Resta saber quais os telemóveis que passaram ai por casa 😀
            Uma porcaria de software? Então é melhor o blotware de 500kg que os Samsung trazem? Se me falares no Android puro da Google entendo, fora isso… Mas são opções e gostos!

  4. Marko says:

    A minha questão é:

    Utilizadores de iPhone a migrarem para Android, não existem?

    É porque as notícias são sempre as mesmas, só do Android mudam para iPhone plo contrário pelos vistos não existe…

    • AlexS says:

      Eu tenho visto comentários de pessoas que mudaram. A principal razão é por terem de ficar presos ás maquinas da Apple enquanto no Android não se está preso, há muita variedade de escolha.
      E agora também já há boas tablets no Android.

    • Simão says:

      Fan boys 🙂
      Usei e ainda tenho o Lumia 930 e tenho um Android para ter o que deixou de funcionar no Lumia.
      “Macãs Roída” podem ser muito boas mas não para mim

      • Pedro Aranho says:

        Também tive o Lumia 930. Aliás tive vários Nokia antes desse. Apesar de não gostar muito dos consumos de memória que o Android enferma, tive que optar por um Xiaomi, pois cheguei a ter um iphone 6 durante cerca de um e… espetei com ele numa mesa. Por acaso não partiu, mas era uma bosta que não me deixava fazer algumas coisas que eu acho banais, como, por exemplo, ter toques personalizados. A unica que gostei no iphone foi a câmara que era realmente boa. No entanto a do Lumia 930 também era excelente, mas teve stresses com os microfones e écrã, por isso optei por outro. Nessa fase, o Windows Phone já estava quase morto. Até hoje, passados cerca de 8 anos, continuo a usar o Xiaomi mi note 2. Nunca tive problemas com ele e satisfaz-me mesmo ao nível da câmara. Foi mesmo uma grande surpresa para mim.

    • Marko says:

      Pois AlexS, é que é sempre mais do mesmo… Eu por acaso até conheço mais pessoas que mudaram do iPhone para o Android que o inverso, mas em geral haverá tantas a sair de Android para IOS, como o inverso mas só se notícia um lado vezes sem conta!

  5. traumatologiaeortopedia says:

    Harmony Os agora. E viva a democracia!

    • Heriberto says:

      Nada de novo… feito em cima do Android… Open Source, lembra ?!

      • T0mas says:

        Sou o Tomas da thread abaixo. Estou a tentar responder a algum tempo mas ironicamente não estou a conseguir, que coincidência.
        Resposta: hahahahaha. “Convencer” gostei da expressão usada. Em relação ao primeiro comentário, que não têm nada haver com a linguagem de programação. A apple obriga de uma forma estupida os programadores a usarem no mínimo um computador MAC para realizar o desenvolvimento algo completamente estupido, pois nem simulação é possível fazer, o que não acontece em outros OSs. Em relação ao segundo argumento, o EXEMPLO que dei das RCS, o protocolo em questão não é desenvolvido pela Google e sim pela GSMA(uma das entidades responsáveis pela criação dos protocolos das redes moveis) e mesmo assim a apple recusa-se a seguir. Pois todos sabemos que a “bolha verde” é das poucas coisas que ainda prende um utilizador a maça. Ou seja acabei de provar uma mentira dita acima. E eu não sou “fanboy” de OS/marca alguma, apenas não ando com os olhos tapados. Muito menos a tentar vender a apple como maravilhosa quando não é. Muito pelo contrario.

      • T0mas says:

        Sou o Tomás da thread abaixo. Estou a tentar responder a algum tempo mas ironicamente não estou a conseguir, que coincidência.

      • T0mas says:

        Em relação ao segundo argumento, o EXEMPLO que dei das RCS, o protocolo em questão não é desenvolvido pela Google e sim pela GSMA(uma das entidades responsáveis pela criação dos protocolos das redes moveis) e mesmo assim a apple recusa-se a seguir. Pois todos sabemos que a “bolha verde” é das poucas coisas que ainda prende um utilizador a maça. Ou seja acabei de provar uma mentira dita acima. E eu não sou “fanboy” de OS/marca alguma, apenas não ando com os olhos tapados. Muito menos a tentar vender a apple como maravilhosa quando não é. Muito pelo contrario.

        • Vítor M. says:

          Calma jovem, 23 comentários, até o SPAM desconfiou 😀

          O Rich Communication Services (RCS)é um protocolo de comunicação entre operadoras de comunicações móveis e entre telefone e operadora. Este sistema tem o objetivo de substituir mensagens SMS por um sistema de mensagens de texto mais rico, que fornece polling de lista telefónica (para descoberta de serviços) e pode transmitir multimédia na chamada (Nada que o serviço iMessage não faça, mas as mensagens do iOS já podem ser editadas). Faz parte do Sistema Interativo Multimédia mais amplo. A Google adicionou suporte à criptografia de ponta-a-ponta para conversas individuais na sua própria extensão. E está a fazer pressão para a Apple também adotar este sistema.

          Para que tenha mais informação sobre este assunto, é importante referir que o RCS é uma atualização do padrão SMS que é alimentado por uma mistura da Google e um punhado de operadoras globais. Como eu referi, é essa “mistura” que a Apple não quer dentro de um sistema basilar para a segurança dos serviços da própria empresa.

          Ninguém diz que a Apple é um paraíso ou sem defeitos, bem pelo contrário, é uma empresa que se reinventa a cada dificuldade e faz algumas borradas. Mas não faz dos seus utilizadores o produto vendável. Isso é importante.

          • T0mas says:

            Em relação aos comentários não sei o que se passou pois no primeiro que postei não deu qualquer feedback apenas retornou um page reload e o comentário literalmente desapareceu e não deu qualquer sinal de em moderação, igualmente para os restantes. É assim eu não sou contra a Apple, apenas sou contra o que ela faz de limitar certas funcionalidades para dar a impressão que o problema estaria em outros OSs. Em relação as RCS poderia se a Apple quisesse implementar a sua própria solução com base no protocolo e trocar chaves criptográficas com a Google/outros IMS. é isso que a google faz quando o conteúdo não provem do Jibe. Se um dia por acaso a apple deixar de ter um pouco este orgulho excessivo para mim está ok. Eu não sou “fanboy” de nada como estavam para ai a dizer, apenas não acho correto esse tipo de limitações. Assim como no android não curto muito da falta de intuitividade na instalação de um e-sim, por exemplo. Eu sei que em Portugal se usa ainda muito soluções como o Whatsapp mas a verdade é que estamos cada vez a caminhar mais para RCS. Sim ainda falta algumas funcionalidades para que isso aconteça.

          • Vítor M. says:

            Também não sei, aquilo foi em massa e ficou preço no SPAM.

            Sobre o que disseste da Apple, e dando como exemplo o protocolo RCS, a Apple se acha que tem melhor, para que vai ceder a sua tecnologia? Muitos dos processos da Apple estão intimamente interligado com a estrutura de mensagens iMessage. Achas que a Apple tem interesse em mudar isso? Não acho.

            E isto nunca poderá ser visto como uma limitação. É muito mais um investimento nas suas próprias tecnologias que custaram muito dinheiro em investigação, em certificação e desenvolvimento.

            Por exemplo, o iMessage está ligado ao Face ID. O iMessage tem suporte para Apple Pay, tem segurança muito completo: https://support.apple.com/pt-pt/guide/security/sec70e68c949/web

            Além disso, com este tipo de soluções, a Apple é que decide, e noção depende de ninguém. E é isso ue a Apple quer, não ter de depender de ninguém. Por isso apostou nos seus mapas, na sua cloud, na sua loja de aplicações, no seu sérvio de streaming de música, no seu sistema de pagamentos, na sua porta de comunicações, nos seus chips, no fabrico de tecnologias de ecrãs, de câmaras e até na sua própria logística. 🙂 Assim não depende de ninguém.

          • T0mas says:

            Eu sei que estou me a desviar do tópico principal mas prontos. Eu não quero dizer que apple devia deixar de usar a sua própria implementação do iMessage, apenas adicionar a possibilidade de comunicação via RCS para destinos fora do iMessage. Eu sei que a apple provavelmente nunca(quero estar enganado) vai implementar isso, por questões obvias.

          • Vítor M. says:

            Queres tu dizer haver uma ponte entre ambas as tecnologias?

          • T0mas says:

            Exatamente, quem sabe um dia a Apple fara esse passo. Apesar de duvidar. Nada impede de o fazer e manter o iMessage só para equipamentos apple.

  6. Tomás says:

    Adoro o argumento “Ligação a comunidade” como se fosse um recurso exclusivo da Apple. Aliás atualmente existem até protocolos de comunicação (ex: RCS) que facilitam essas comunicações. No entanto a marca da maçã não pretende implementar esses protocolos, porque por exemplo as mensagens são das poucas coisas que ainda prendem os utilizadores a um iPhone.

    • Vítor M. says:

      Como? 😀 nada disso, nota-se que não conheces o ecossistema Apple. Alias, hoje as mensagens via iMessage não são trunfo, porque serviços como WhatsApp são muito mais agregadores. Claro que o sistema de mensagens da Apple é muito completo, permite algumas das “modernidades”, como editar mensagens (usar os Emojis), como adicionar sistema de pagamentos Apple Pay, entre outras boas opções.

      Os utilizadores mantêm-se na Apple pela qualidade dos equipamentos, pelas aplicações que integram as suas necessidades com a oferta dentro do ecossistema, como, por exemplo, o Apple Pay, a segurança suportado pelo iCloud, o Apple Music, a qualidade fotográfica, a possibilidade de emparelhar o melhor smartwatch do mercado, o Apple Watch, o sistema SOS Emergência por Satélite, a app Saúde, a app Carteira, o CarPlay, AirPlay, AirPrint… o combinar o trabalho de seguimento entre um computador Mac, um iPad e um iPhone, entre vários outros trunfos que só existem dentro do ecossistema Apple (sem esquecer a rede Encontrar).

      Claro que depois há um mercado muito interessante agregado ao iPhone, o mercado dos recondicionados e isso tem de facto feito a comunidade crescer.

      Quem tem isto tem depois o resto, o melhor da Google, o melhor da Microsoft, da Adobe, etc etc etc…

      • Tomás says:

        A questão colocada não está nos serviços/apps que a apple fornece. E sim a falta de compatibilidade com protocolos já mais que estabelecidos propositalmente só para fazer a maçã ser popular. Para além da grande dor de cabeça dos programadores conseguirem desenvolver alguma coisa para o ecossistema apple.

        • Vítor M. says:

          Não, a Apple já explicou que para os seus dispositivos e utilizadores prefere manter o controlo no protocolo das suas mensagens, e bem. Sabemos que a Google tem sempre um interesse “monetário publicitário” e a Apple não quer a Google dentro do seu sistema de mensagens. Depois, os programadores que têm dores de cabeça não são os bons seguramente. Relembro que a app Store rende duas vezes mais receita aos programadores do que a loja da Google. Portanto, é porque eles produzem e recebem por isso.

          Além disso, a Apple tem ferramentas que permitem os programadores desenvolverem para iPhone, iPad, Apple Watch, Macs e Apple TV. Lojas que, umas mais do que outras, trazem receita a quem tem o trabalho de programar. Depois o resto, sendo o iOS um ecossistema muito mais atualizado, sem a fragmentação que existe no Android, é mais fácil programar para os dispositivos Apple.

        • Heriberto says:

          Não perca seu tempo a tentar convencer um fanboy

          • Tomás says:

            Hahahahaha. Eu não sou contra a Apple e sim contra algumas medidas sem sentido. Em relação a codificação eu não estou a falar da linguagem de programação em si, estou sim a falar do facto da Apple obrigar de forma estúpida a que os programadores tenham no mínimo um computador MAC para o desenvolvimento, coisa que não acontece em outros OSs. E em relação aos protocolos, o EXEMPLO que eu dei acima das RCS não é um protocolo da Google e sim da GSMA(entidade que ajuda no desenvolvimento dos protocolos das redes móveis) o qual a Apple se recusa a implementar porque as mensagens são das poucas coisas que ainda prende utilizadores a um iPhone. E depois ainda dizem que é apenas “funboy” ao menos admitam que a Apple também têm problemas, e não uma mar de rosas como tentam vender.

          • Tomás says:

            hahahahaha. “Convencer” gostei da expressão usada. Em relação ao primeiro comentário, que não têm nada haver com a linguagem de programação. A apple obriga de uma forma estupida os programadores a usarem no mínimo um computador MAC para realizar o desenvolvimento algo completamente estupido, pois nem simulação é possível fazer, o que não acontece em outros OSs. Em relação ao segundo argumento, o EXEMPLO que dei das RCS, o protocolo em questão não é desenvolvido pela Google e sim pela GSMA(uma das entidades responsáveis pela criação dos protocolos das redes moveis) e mesmo assim a apple recusa-se a seguir. Pois todos sabemos que a “bolha verde” é das poucas coisas que ainda prende um utilizador a maça. Ou seja acabei de provar uma mentira dita acima. E eu não sou “fanboy” de OS/marca alguma, apenas não ando com os olhos tapados. Muito menos a tentar vender a apple como maravilhosa quando não é. Muito pelo contrario.

          • Vítor M. says:

            Eles aprendem sempre algo.

      • Luis says:

        apple watch? isso é só horrível. Tal como todos os relógios quadrados.
        relativamente ao ecosistema, a google tem praticamente isso tudo, sendo que às vezes até tem sido pioneira….

  7. Tanga says:

    Custo: poderiam gastar menos num novo iPhone do que esperavam ou num smartphone Android comparável

    Hahahahahahahahahaha iPhone mais barato hahahahahahahahahaha

    • Vítor M. says:

      Sim, aliás, no final de alguns anos, o iPhone torna-se mais barato pela sua durabilidade e tentacularidade. Mais anos de atualizações e mais anos com novidades todos os anos. Além disso, o mercado dos recondicoonados mostra que isso é verdade, dado que se não fosse a procura por iPhones, o mercado dos recondicionados não tinha expressão.

      • Simão says:

        No fim de alguns anos?
        A maior parte do pessoal quer trocar de telefone quase todos os anos ou em 2 ou no maximo 3 e as marcas (sem excepção) também são “culpadas” disso pois todos os anos lançam modelos novos .
        A Apple por exemplo já vai no 14 ou 15 ou sei lá e as outras é a mesma coisa.

        Como disse num comentário anterior ainda tenho o Lumia 930 que funciona e tira boas fotos.
        Tenho também um Android que me vi “quase forçado” a ter pois algumas aplicações que uso deixaram de ter suporte ou mesmo de funcionar no sistema Windows.
        Usei sempre o Lumia 930 desde que saiu até sair o P30 PRO.
        Ainda rola e o P30 PRO ainda há de rolar até não poder mais.

        Quase tudo que mudou de Windows se queixava que não havias apps, mas também a maior parte das apps que muita gente usa são apps desnecessárias.

        Ninguém precisa de apps para lembrar de beber água ou de comer ou de ir à casa de banho etc…..
        Um dia destes há um apagão digital e muita gente dá um tiro na cabeça.

        • Vítor M. says:

          Hmmm isso não é verdade. Repara, o mercado das reparações (mais concretamente ecrãs e baterias) é disso um exemplo. Qualquer reparador tem muitos mais clientes com iPhone do que com Android. Porque o mercado Android, onde 90% dos dispositivos custam entre 150 e 350 euros, não justifica reparar, troca-se, são baratos. No iPhone as pessoas usam anos a fio. E não podes olhar só para as pessoas que trabalham e têm rendimentos, olha também para os adolescentes e a classe académica, que usa muito os seus equipamentos. Não trocam ano a ano ou de dois em dois anos.

          Depois não, a Apple vai no iPhone 14 e todos os anos traz novidades. Repara, se estivermos muito atentos vemos que a Apple no iPhone 14 trouxe o SOS Emergência por Satélite, comunicação entre um iPhone e um satélite, não existia tal como a Apple o apresentou. Agora imagina que num futuro próxima, empresas como a Starlink, Globalsat, entre outras adquirem certas licenças e começam a comercializar pacotes de comunicações, nessa altura o iPhone 14 irá estar apto. Mas isso não quer dizer que atualmente seja condição para as pessoas irem logo atualizar. Um iPhone 11 ainda é um grande equipamento. Mas um iPhone X… ainda é um bom equipamento no ativo.

          Tens um Lumia 930, boa máquina, mas desatualizada. Não faz ligações por satélite, tem um sistema de GPS desatualizado, tem um hardware que já não permite a utilização das mais preponderantes aplicações e serviços da atualidade.

          E aplicações para teres os documentos? E aplicações para teres os teus dados de saúde? E aplicações para teres pagamentos centralizados? E teres hardware que suporte software de segurança? Se calhar é tudo o que não tens. Mas é uma realidade que as marcas querem é vender equipamentos todos os anos, isso é como em tudo, de um smartphone, a um avião.

          • Simão says:

            Eu não me importo de ter equipamento mais velhos, desde que funcionem bem e que tenham o que preciso.
            Sim, o Lumia está desactualizadissimo mas eu adorei aquilo e tive imensa pena de ter que o deixar de usar regularmente.

            O P30 PRO chega bem para o que preciso.
            A pessoa que compra um telemóvel tem que ter em atenção além das posses que tem para o comprar, mas ver se serve para o seu uso de dia a dia tanto a nível profissional como pessoal.

            Eu gosto de um telefone com boas câmaras e tanto o Lumia como o P30 PRO quando comprei eram de topo.
            de certeza que agora deve haver melhor, mas também depende de quem tira as fotos.

            De resto, tudo o que tenho me serve na perfeição atá agora

          • Vítor M. says:

            Sem dúvida, o Lumia é uma grande máquina, Foi pena a Microsoft ter deixado cair o seu sistema operativo.

            De resto, claro, cada um pode e deve decidir o que usar, não só em termos de investimento, como de necessidade.

  8. Marko says:

    Quando alguém me disser o que faço no IOS que eu não faça no Android penso duas vezes, até lá…
    O que se faz num lado faz noutro, ecossistema existe em ambos os OS portanto resume-se a gosto/opção pessoal nada mais, o resto é conversa.

    • Vítor M. says:

      Faz o seguinte, num sítio ermo, sem ligações GSM ou Wifi, faz no teu Android o que um iPhone 14 consegue fazer, tipo isto: https://bit.ly/3KmGc7n

      Mas este é só um exemplo, porque há muitos. 😉

        • Vítor M. says:

          Lá está, não leem depois dizem disparates 😉 O Thuraya X5 Touch exige que tenhas um SIM satélite e não tem nada a ver com o sistema convencional do iPhone 14. Não tens nada igual, não vale a pena perderes tempo no Google 😉

      • Heriberto says:

        Iphone só tem um avanço neste aspecto de meio a um ano…

        https://www.bbc.com/news/technology-64182383

        • Vítor M. says:

          Estamos a falar de setembro e já lá vamos em mais de meio ano 😉 e até agora nada de concorrência e parece-me que ainda não vai ser para já que algum android vai ter o mesmo serviço de satélite que o iPhone tem 😉

          • Marko says:

            Tu é que continuas a andar a volta da mesa… Usas-te uma vez uma coisa por capricho não por necessidade, se foi com a equipa não me digas que foi uma urgência? Lol
            Ah eu é que ando? Pois, como o que referi acima o android é que também andava, nem trazia vantagens nenhumas, e depois a Apple foi atrás de tudo… Se calhar são masuquistas como disse, se tu não encontras vantagens é normal, se não tens como vais notar e usar para encontrares? É normal! Até te digo mais se não for nos 15 será nos 16 que a Apple vai ter equipamentos wifi 6E e depois verás a diferença Vítor 😉
            Porque não é coisa que se explique, notas no uso cotidiano e questiona a quem tenha na equipa e vais ver qual o feedback… Falamos de velocidade superior, maior suporte com equipamentos ligados sem perda de qualidade, maior estabilidade de ligação não sei o que queres que te diga se isto que referi não é útil ok então fica na tua e eu na minha, para mim o satélite é inútil porque nunca usei portanto… Qual a utilidade? Mandar a localização aos meus amigos nas terras do bouro a dizer que estou na casa da tia Maria para irem lá ter? Se formos por ai então nada é útil!

          • Vítor M. says:

            Disseste bem, eu usei (não, foi mesmo só para saber se funcionava e… olha… funciona 😉 ), tu nunca usaste o WiFi 6e. Está tudo dito. E usei, como muitos já usaram e está lá, para uma emergência. Já o wifi 6e, que nunca usaste, não serve para o efeito que estás a publicitar, ouviste dizer vá.

            Isso de o Android não traz, mas a Apple traz é argumento já derrotado. Não o uses, dá logo aspeto que não tens mais nada a dizer. Tu não sabes nem vais saber a diferença do Wifi 6 para o Wifi 6E, e é uma coisa que não é seguramente algo que alguém vá notar, até porque já se fala no WiFi 7. Logo, esse teu argumento não vale de muito.

            claro que para ti o uso de satélite é inútil, não tens como usar… ora bolas.

          • Marko says:

            Como já respondi e talvez… por algum motivo não passou e não vou escrever tudo de novo okapa é isso, cada um com a sua 😉

          • Vítor M. says:

            Percebo que tenhas essa limitação (de perceção e entendimento), mas faz parte. Como tu próprio afirmaste, a tua escolha continua a ser a alternativa menos má. Mas como já vimos, está de bom tamanho para ti.

            Sugestão: quando fores comprar, tens de perceber para que servem as tecnologias ou funcionalidades. Falas por ouviste dizer, leste e na verdade nunca usaste, não sabes para que servem. Isso mostra como não tens experiência na utilização e, como é natural, ficas mal na fotografia. Se queres de facto comprar, pelo menos testa, usa e vê se de facto é como te mandaram dizer.

      • Marko says:

        Huawei Nova 11, S23 e Huawei… Muitos? Como por exemplo?

        • Vítor M. says:

          Nenhum desses tem ligação por satélite bidirecional e com suporte em Portugal. Podes tentar de novo.

          • Marko says:

            Pois claro… Wifi 6 o Iphone tem?:D
            Samsung com alguns anos já têm… um Pixel 6a de 300€ tem… Refurmulo o que faço no IOS que não posso fazer no Android? Zoom como deve de ser tipo 20x o iPhone tem? Falo de o que posso fazer e não de pontos que um equipamento tem e outro não porque isso existe de um lado e do outro…

          • Vítor M. says:

            Oi? 😀 WiFi 6? Já está a fazer-se tarde. Acho que vou desligar.

            Vai ao ChatGPT e pergunta: desde que modelo a Apple incluiu WiFi 6 nos smartphones.

          • Marko says:

            6E….comeu o E… Wifi 6E queria e quero dizer! 😀

          • Vítor M. says:

            Ter tecnologias que não trazem nada de proveito ao utilizador é estupido. Consome recursos e traz um aumento do preço do equipamento, é outro fator que prejudica o utilizador Android em muitas marcas, têm recursos que nunca vão tirar proveito. A Apple sabe que a utilização da banda de rede sem fios de 6 GHz ainda não faz sentido em certos equipamentos, por isso equipou o MacBook Pro (14 polegadas, 2023), o MacBook Pro (16 polegadas, 2023), o Mac mini (2023), o iPad Pro de 11 polegadas (4.ª geração) e o iPad Pro de 12,9 polegadas (6.ª geração) com essa tecnologia. Equipamentos com um segmento de trabalho diferente dos iPhones.

            Apesar disso, as infra-estruturas só daqui a muitos anos terão suporte ao Wi-Fi 6E, logo, os equipamentos que já suportam… não vão tirar proveito. Vale a pena ter para nunca usar? Não vale, só engana o utilizador a pensar que tem uma vantagem, quando na realidade pagou por algo que não vai usar.

            Além disso, ninguém num telefone vai saber distinguir o uso de uma rede Wi-Fi 6 para uma 6E 😀 mais ainda para visitar o Facebook.

          • Marko says:

            É um facto, mas isso aploca-se também há localização por satélite para o comum user… Tiras mais proveito do 6E quando tens net com essas velocidades do que da localização do equipamento por satélite… Embora ambas sejam úteis e importantes e em equipamentos do preço de um iPhone espera-se sempre que tenha toda a melhor tecnologia disponível no mercado é a verdade se usa ou não isso é outra coisa, mas deveria vir no equipamento! E não te esqueças Vítor é tecnologia que usas se efetivamente tiveres net com wifi 6E caso contrário… Usas 2.4 ou 5 tal como as comunicações por satélite se não usares não gastas recursos!
            Destingues porque aparece ao lado do ícone do wireless 6 ou 6E :p

          • Vítor M. says:

            Completamente errado. O sistema SOS Emergência por Satélite é um opção de emergência, está lá e tem mostrado resultados, salvando vidas. O WiFi 6E tu nem sabes para o que serve e nunca usaste 😉 e não tens sequer infra-estrutural onde possas usar e nem terás tão cedo. E nem vás comparar com comunicações pro satélite, é que noção tem nada a ver. Aliás, as pessoas têm 2.5 e 5 e raramente usam 5Ghz, por razões óbvias, sobretudo pela limitação dos 5Ghz.

            Já para usarem WiFi 6E terão os equipamentos de adicionar mais recursos que ninguém os vai usar, nem em caso de SOS, que não tem nada a ver.

          • Marko says:

            Fala por ti, para mim e acredito que muita gente faça mais sentido o wifi 6E que um sistema de satélite para ires com o iPhone para o meio do deserto, ou para o mar alto para poderes usar, a detecção de acidentes sim mas isso o android tem o SOS que basicamente manda a tua localização igualmente para teres socorro e avisa os números que tiveres na lista… Estás completamente errado, eu no meu não uso porque não tenho efetivamente mas no dito Pixel de 370€ da minha mulher usa ela e eu eu quando estou ver algo no dela em casa, e nota-se bem a diferença sim, tenho net com routers wifi 6E ou extenders com bandas e preparardos para 6E notas sim e bem, portanto não adianta menosprezar só porque os iPhones ainda não têm, tu garantidamente é que nunca usaste nem usas pois não tens como, porque tens um equipamento que custa 4x mais e não tem 😉
            É como os ecrãs oled, taxa de atualização de 120hZ, o carregamento sem fios, o aumento de velocidade de carregamento é uma questão de tempo porque realmente são melhores soluções mais atuais acho que ninguém tem dúvidas disso retina? Carregamento rápido a 15w? Taxa de atualização de 60/90? Óbvio que a Apple deu o salto porque é melhor, tu é que dizias que não e não se notava a diferença dos retina e da taxa de 120hZ e com o wifi vai ser o mesmo, já tem o 6 falta o E que vai surgir não tarda!
            Ninguém usa o 5Ghz? Fala por ti, em casa está tudo na largura de banda máxima e com wpa3, aliás quem é que ainda usa 2.4Ghz? Isso já está ultrapassado!
            Não estou a comparar estou a dizer que fazem ambas falta é simples!
            Tu optas por Apple e bem, quem usa android também opta e bem são opções e gostos como disse existe pontos positivos e negativos em ambos, nenhum é perfeito portanto… E até pela divergência de opiniões se vê logo que não é unânime, vale o que vale!

          • Vítor M. says:

            Conseguiste dar exemplos da utilização dos sistema de SOS por satélite (que mais tarde permitirá comunicações por satélite) mas não conseguiste dar um exemplo da utilidade do WiFi 6E. Pronto, isso é esclarecedor.

          • Marko says:

            A utilidade do 6E e teres uma experiência de jogo online sem lag, teres velocidade rápida a fazer downloads seja de pastas com arquivos pesados com m gigas enquanto no 2.4 como dizes estás 2 semanas a espera, seja do que for preciso, uploads em num abrir e fechar de olhos, maior rapidez de resposta em tudo o que seja online, streaming 4K sem engasgos e ter dezenas de equipamentos ligados na rede sem notares é muito mais usado útil no dia a dia que as comunicações por satélite para a generalidade das pessoas, acredito que seja útil para um nicho de aventureiros, ou pontualmente alguém use, só se for o Mogly que use diariamente selva, ou o Popeye no alto mar… Para pessoas comuns dá mais jeito uma net estável, rápida e boa que cominicar por satélite… Mas lá está tenho a certeza que fosse qo contrário dirias o oposto!
            Quantas vezes usaste as comunicações por satélite? Precisas-te de enviar a localização por satélite a alguém? Com que frequência usas a net? Pois… Tens ai a resposta! 😉

          • Vítor M. says:

            Não disseste nenhum cenário que tenhas usado, apenas lestes o que poderá melhorar com essa nova norma 😉

            A utilidade do 6E e teres uma experiência de jogo online sem lag, teres velocidade rápida a fazer downloads seja de pastas com arquivos pesados com m gigas enquanto no 2.4 como dizes estás 2 semanas…

            Fazes isso atualmente com WiFi 6 sem espinhas. Mas para teres jogos sem latência, precisas muito mais que apenas WiFi 6E 😉

            Streaming? Atualmente tens TV, tens Netflix com 4K, tens tudo e nem precisas disso. E repara tu nunca usaste WiFi 6E e nem vais notar a diferença.

            Quando ao utilizar a localização por satélite, vê o meu guia para veres que usei para fazer o guia e por acaso já usei noutra vez, por Terras do Bouro e deu bem jeito para partilhar a localização com o resto da equipa. Já tu nunca usaste o WiFi 6E e nem vais usar tão cedo.

          • Marko says:

            Então e não uso eu e quem tem? Então tu partilhas a localização que podias perfeitamente partilhar por m metodos e apps, mas eu não posso usufruir do 6E? Está certo, usas-te uma vez por capricho, eu uso todos os dias porque dá jeito é a diferença… Notas diferença notas, até do 4G para 5G notas quanto mais para o 6E… Era preciso e indispensável? Não, dá jeito e é melhor? É… Tal como o SOS de emergência dá jeito em casos muito específicos, eu prefiro o 6E e o SOS do Android faz o mesmo pois não vou para a selva, nem alto mar, ou sou mineiro portanto cumpre na perfeição!
            Li não falei da minha experiência, mas mostra a fonte onde leste isso então? Já que tens tanta certeza… Lá está quando a Apple tiver 6E notas uma diferença brutal, como não tem não notas lol… Como os ecrãs, taxas dr atualização, carregamento rápido, always on, personalização etc… etc.. Só não se nota diferença até chegar há Apple, aí sim se vai notar de certza!
            Como disse e digo não há sistemas, equipamentos melhores ou piores existe sim opções e gostos pessoais que em consonância com a utilidade de cada um cumpre ou não e faz o melhor equipamento… para cada pessoa!
            Se assim fosse como defendias porque a Apple trocou os retina pelos oled (mais caros), introduziu o carregamento (mais rápido), a taxa de atualização de 120hz, o próprio wifi 6 se é a mesma coisa como dizes e não notas… Se o 6E dizes tu que não notas, o 6 então muito menos… São masuquistas? Gostam de ter mais custos desnecessários? Não me parece… Mas pronto cada um com a sua, e só por isso é a prova que não é unânime e como tal vale o que vale…

          • Vítor M. says:

            Está é boa: “Então tu partilhas a localização que podias perfeitamente partilhar por m metodos e apps…” Quais? 😀 ora dá o teu melhor. Só se fosse por sinais de fumo! Se não tens qualquer sinal, como vais chegar ao contacto sem ser via satélite?

            O resto que dizes… estás a andar à volta da mesa, não fezes sentido. No fundo, não usas Wifi 6E e nem sabes onde tirarias proveito.

        • Heriberto says:

          Nem sei porque ainda perdes todo este tempo com o “guru omnisciente”…

        • Marko says:

          Tu é que continuas a andar a volta da mesa… Usas-te uma vez uma coisa por capricho não por necessidade, se foi com a equipa não me digas que foi uma urgência? Lol
          Ah eu é que ando? Pois, como o que referi acima o android é que também andava, nem trazia vantagens nenhumas, e depois a Apple foi atrás de tudo… Se calhar são masuquistas como disse, se tu não encontras vantagens é normal, se não tens como vais notar e usar para encontrares? É normal! Até te digo mais se não for nos 15 será nos 16 que a Apple vai ter equipamentos wifi 6E e depois verás a diferença Vítor
          Porque não é coisa que se explique, notas no uso cotidiano e questiona a quem tenha na equipa e vais ver qual o feedback… Falamos de velocidade superior, maior suporte com equipamentos ligados sem perda de qualidade, maior estabilidade de ligação não sei o que queres que te diga se isto que referi não é útil ok então fica na tua e eu na minha, para mim o satélite é inútil porque nunca usei portanto… Qual a utilidade? Mandar a localização aos meus amigos nas terras do bouro a dizer que estou na casa da tia Maria para irem lá ter? Se formos por ai então nada é útil!

  9. PorcoDoPunjab says:

    Iphone 14… 1200 euros ou mais
    Poco F3 … 300 euros

    Ah e tal mas Iphone é melhor que o Poco.
    No shit, Sherlock. Comprei um Ferrari e pasmem-se, é muito mais rápido que o Datsun 1200 que tinha.

    • Vítor M. says:

      Não é melhor, é muito melhor. Agora tens razão. Se é só para fazer e receber chamadas, mandar uns SMS e estar no Facebook, até os 300 euros que pagaste é demais. Uma medida nunca serviu a todos.

      • PorcoDoPunjab says:

        Victor, esse seu comentário está errado em quase tudo, para não dizer tudo mesmo.
        Raramente faço chamadas e sms então já nem me lembro da última que mandei e nem sei se ainda me lembro como é que se faz.
        Facebook, blehh, não uso redes sociais.

        O que uso, e o Poco faz esse serviço de modo magnífico…
        Intenso uso de Signal, Wickr e XMPP
        Intenso uso de Tor e de Orbot
        Intenso uso de variadas apps bancárias e outras coisas que não interessam para aqui.
        Intenso uso de várias VPN em funcionamento quase permanente

        O Iphone faz isso melhor? Não me parece.
        É mais bonito?É.
        Desvaloriza menos? Sim.
        Dá mais visibilidade a quem o tem? Depende, tanta gente o tem que por mim é um objecto corriqueiro como outro telefone qualquer…

        300 euros por isto não são demais nem demenos, é o preço justo.Agora lá está,é como diz e tem toda a razão, uma medida nunca serviu a todos.
        Eu felizmente tenho posses para comprar um qualquer BMW ou Mercedes e decidi me por um Toyota de design conservador que faz tudo o que preciso sem avariar e já lá vão quase 15 anos de perfeita simbiose entre o Toyota e eu…
        Não duvido por momento nenhum que nestas condições poucos tomariam uma decisão como a minha.
        Para aí uns 96 ou 97% iriam para essas sucatas de BMW ou Mercedes sempre avariados…
        Se posso adquirir um Iphone? Claro que posso, até posso andar com dois ou três.
        Se os quero? Não… Há aparelhos mais baratos que fazem o que o iphone faz.
        A isto não será alheio que não gosto do sistema iOS…

        • Vítor M. says:

          Não faltam opções para usares esse e outros clientes. Tens é de procurar, o que não faltam são opções. Usares um Poco F3 pode servir para as tuas coisas, não tenho dúvidas, mas se calhar até servia um de 150 euros, para que deste tanto dinheiro? Desnecessário.

          Depois, não tens acesso a uma ferramenta como o Apple Pay, um Apple Watch, não tens acesso a um ecossistema onde além dos produtos Google, tens os da Apple. Ficas limitado ao que a Google te serve e ao que a Xiaomi cobre por cima, uma espécie de enganado duas vezes. Fora a fraca atualização para versões mais recentes.

          Não se pode comprara um Poco F3 a um iPhone 14. O Poco é mais fraco de hardware, tem menor qualidade de software, dura menos, menos qualidade no resultado final de imagem… enfim, não se compara. Mas pode ser o ideal para si, e nunca um iPhone 14. Há pessoas que têm necessidades diferentes e nem falo em poder de compra, que o amigo veio logo dizer que era um afortunado, eu nem quero saber disso, eu falo nas necessidades do dia a dia. Há quem nunca precise de um iPhone e por isso tem um vasto leque de escolha no Android. Mas depois não deveria andar a mandar bitaitadas sobre as escolhas dos outros.

          • PorcoDoPunjab says:

            Victor, comprei o Poco F3 porque adorei o design e vi reviews do aparelho onde a qualidade do produto foi bem evidenciada.
            Telefones de 150 euros não têm a qualidade de um Poco F3…
            Processadores e ecrã nem se comparam…

            As ferramentas de que fala, Apple Pay , não me interessam para nada.
            Pago tudo em dinheiro, preferencialmente.
            Apple watch por acaso até tenho, foi oferecido à minha filha mas ela já tem um Galaxy Watch e fiquei eu com o Apple, tenho é que comprar uma bracelete nova porque andar com uma cor de rosa não sei porquê não me cai bem…
            Não tenho necessidade de ecossistema nenhum, quando quero uma app vou buscá-la à playstore e senão houver lá vou buscar a outro lado.
            O que não falta são sites com apps disponíveis para descarregar…

            Essa de dizer que não se compara o Poco ao Iphone, sabendo que o Iphone custa 4 vezes mais , enfim, nem comento.
            Só falei que podia comprar Iphone porque geralmente a conversa é, não tem iphone porque não o pode adquirir.
            Hoje em dia toda a gente pode comprar iphone, os créditos servem para isso.
            Eu não mando bitatitadas sobre escolhas de ninguém, quero eu lá saber onde as pessoas gastam o dinheiro.
            Cada um sabe de si, ou deveria saber…
            Apenas acho, e tenho o direito de dar a minha opinião, é para isso que servem os comentários, senão mais vale fechá-los, que dar 1200 ou mais euros por um telefone, seja ele uma maçã ou samsung ou outra marca qualquer, a não ser talvez para um nicho de pessoas, é uma decisão mais baseada na emoção do que na razão.
            O dizer que é melhor um telefone de 1200 euros do que um de 300 é realmente uma descoberta para o Nobel, garantido.

          • Vítor M. says:

            Repara, como referi, um iPhone não serve para todos. Isso não tem nada a ver com o poder de compra. Tem a ver com a forma como as pessoas pretendem e usam o equipamento. Mas ter um iPhone é hoje poder ter tudo dentro dele. Ter os cartões de identificação pessoal e da sua viatura, ter os cartões de débito e crédito, ter o passe do transporte público, ter vários cartões para várias plataformas. É ter as aplicações bancárias, pode ter a chave do carro, pode ter o método de pagamento fidedigno, ter o controlo da localização de outros dispositivos e até de pessoas, é ter uma ferramenta de comunicação, como possibilidade de socorro via satélite. É ter uma ferramenta de entretenimento, de trabalho ou apenas uma forma de estar ligado ao mundo. É ter o controlo de segurança da sua casam, o acesso aos consumos de energia, de água e até ter o controlo dos automatismos que consegue dentro de casa. É poderes ter um controlo de certos indicadores de saúde e bem estar, com a aplicação Saúde, é teres um controlo da qualidade do sono, via Apple Watch com um sem número de outras aplicabilidades.

            É teres uma excelente plataforma de mapas da Apple e da Google, com interação entre o computador, tablet e iPhone. É teres uma máquina fotográfica de altíssima qualidade, um ecrã que é o melhor do mercado e um conjunto de acessórios, como os AurPods ou HomePod, onde podes ter uma excelente interação entre várias opções sonoras.

            Enfim, se conhecesses o ecossistema verias que estás a dizer asneiras.

      • Heriberto says:

        Já comentei… Ma mesma categoria de preços há vários modelos Android avaliados pela DXOMARK sendo melhores do que iPhone!!

        • Vítor M. says:

          Em quê? Não vejo onde num conjunto tenhas melhor. Podes ter com qualidade similar, melhore não tens no conjunto da oferta. Se acrescentares o ecossistema, então não tens nenhum outro que ofereça tanto.

          Quanto ao teu comentário, já lá tens a resposta 😉

          • Heriberto says:

            Vá lá ver as respetivas análises antes de comentar sobre o que não sabes…

          • Vítor M. says:

            Não estamos a falar de análises, estamos a falar de dados concretos. Ainda sobre o teu outro comentário, diz lá que smartphones Android tem ligação por satélite com a tecnologia que o iPhone tem. Diz-me lá.

          • Marko says:

            É fácil Vítor… Vai ao site e vê 😀
            Se conseguires…

          • Vítor M. says:

            Estás a falar de quê?

          • Marko says:

            Do comentário do Heriberto

            “Vá lá ver as respetivas análises antes de comentar sobre o que não sabes…”

          • Vítor M. says:

            E as análises dão-me razão.

          • Marko says:

            Ah sim tens razão agora é que penso que percebi… O iPhone 14 claro que é melhor, bem melhor como referes que o F3…
            Tinha percebido mal “my bad” e tens razão Vítor, mas o F3 qualidade/preço foi uma besta no seu tempo claro! Agora já existem milhentos superiores mesmo androids gama média quanto mais um iPhone topo de gama de 2023!

  10. Marko says:

    Acho um disparate as comparações e a defesa de um OS ser melhor que outro, pois é tudo muito relativo e nada factual, e a prova disso é que não existe, nem nunca existiu unanimidade 😀 …
    Ambos têm virtudes e defeitos, nenhum é perfeito e ambos têm falhas, portanto malta cada equipamento/OS é o melhor para cada pessoa depende do conforto e utilização que a pessoa tem com o equipamento/OS, se cumpre as necessidades e corresponde ao pretendido quando a pessoa o adquiriu… Não existe a mulher/homem mais bonitos mundo, o melhor carro mundo, o melhor clube do mundo, a melhor religião do mundo nada… É uma questão de gosto/opção de cada pessoa e como tal é tudo muitooooo relativo!
    Mas pronto cada um sabe de si…

    • Vítor M. says:

      Há uns melhores que outros, uns mais baratos que outros, uns mais modernos que outros. Por isso a Samsung nunca conseguiu evoluir o Tizen, por isso a Microsoft acabou com o Windows Mobile, por isso outros derivaram para dispositivos diferentes, como TVs.

      Depois tens sim é dispositivos que podem ou não dar mais utilidade aos sistema operativos e além disso, o ecossistema. O mais importante no suporte aos sistema operativos é o ecossistema. E neste ponto também há grande diferenças.

      Grande parte das pessoas adapta-se aos sistemas e não recebem um sistema adaptado às suas necessidades. Agora, haverá alguém que use Android e que não consiga migrar para iOS? Sim há, um grupo de pessoas com certas necessidades, mas muito residual. Depois as outras é mesmo por uma questão do valor do equipamento. Nada mais que isso.

      • Marko says:

        Tu partes do princípio que a tua opinião/opção pessoal o IOS é melhor e que os outros e que quem não opta por IOS têm “certas necessidades” como referes só que não… Existe a esmagadora maioria e isso reflete-se na cota de mercado android face ao IOS e dessa esmagadora maioria existe mesmo quem prefira mesmo o Android face ao IOS… Valor de equipamentos? Tens iPhones tão baratos quanto androids usados, recondicionados e de anos anteriores, se chamas residual a esse grupo de pessoas então, podemos classificar o grupo de pessoas que usa IOS de que? Irrelevante? Insignificante? Dada a diferença de cota de mercado… Falo numa pois não se trata de quem tem razão, pois isso não existe!

        • Vítor M. says:

          Não não, eu parto do princípio que a minha observação tem como base a realidade e não uma opção pessoal. E quando falas na quota de mercado vais ao encontro do que referi, tem a ver pelo baixo preço dos dispositivos. 90% dos dispositivos do mercado Android são entrada de gama e gama média. E as pessoas que comprem não é pelo sistema operativo, é pelo valor do equipamento.

          E falas nos recondicionados e dás-me razão. Se o mercado dos recondicionados for contabilizado, verás que só existe graças aos preços mais baixos dos iPhones. Mas atenta, eu referi preços mais baixos, não referi baratos. Um iPhone 8 recondiconado custar o mesmo que um Xiaomi de 2022… não é barato, mas mesmo assim, vende muito porque tem um preço mais baixo.

          O mercado dos usados, quem o valoriza são os iPhones.

          O número de pessoas que usam iOS é muito relevante porque permite, por exemplo, uma plataforma como é a rede Encontrar e os AirTags um sucesso no planeta sem teres, por exemplo, algum concorrente que se compare a esta rede e tudo tem a ver com o ser um utilizador iOS.

          Se reparara-se, no mundo Android a grande parte dos utilizadores, tipo 85%, são utilizadores de telemóveis de mexer com o dedo. Pois não tiram proveito do sistema operativo (e das apps nativas, como Android Pay, entre outros que são trunfo no iOS). Apenas usam o trivial (telefone, câmara, redes e email)

          • Marko says:

            Não é Vítor falo por mim, e pela minha namorada por exemplo ambos temos posses para ter iPhone e IOS e temos androids eu o P30 Pro New Edition, e ela Tinha o meu P20 e passou para o Google Pixel 6a… Eu com 800€ na altura comprava um bom Iphone e ela com 370€ comprava um 11 ou 11 Pro ou Pro Max bem procurado… Portanto é opção não é por preço, quem tem topos de gama android e gama média android tem posses para ter um iPhone e sabed bem disso, mas prefere android… Claro que há exceções mas sejamos honestos quem quer iPhone compra iPhone nem que seja o 8 ou o 7 por ser iPhone, e quem gosta do IOS pelo IOS não vai para android! Olha que não acredito nessa dos 90% seja gama de entrada… Pelo contrário gama média e alta tal como os iPhones os mais caros são os mais vendidos como sabes, lógico que existe quem tenha antigos, SE, e minis, e 14 como no android os Xiaomi de entrada, Samsung de entrada etc mas… Geralmente é gamas medias e altas!
            Sim isso é verdade aí até digo que 90/95% das pessoas android/IOS não tira partido dos equipamentos é moda, e compram, a mulheres pelas capas etc 😀

          • Vítor M. says:

            Não leste o que escrevi. Nem todas as pessoas fazem escolhas mediante as posses, escolhem porque gostam ou porque lhes traz mais vantagens. Contudo, o mercado Android é grande não porque traz mais vantagens, mas sim porque tem uma enorme oferta de smartphones baratos. Há centenas, se não mesmo milhares, de marcas de smartphones Android que vendem equipamentos abaixo dos 150 euros.

            Claro que, como vemos pela força do mercado dos usados e recondicionados, a Apple vende menos porque tem equipamentos muito acima dos 150 euros. Caso tivesse equipamentos baratos (que não tem nem quer ter) venderia muitos milhões a mais.

            Mas é nesta diferença que está o poder de escolha do consumidor. Compra o que quer e pode. E está bem.

          • Marko says:

            Li pois, estamos a conversar ve lá se não referis-te o valor dos equipamentos:

            “E as pessoas que comprem não é pelo sistema operativo, é pelo valor do equipamento.”

            Se falares de novos tens razão, se falarmos em usados e recondicionados tens tantos a 150€ e menos até… São é mais antigos tipo SE 2020 de 128 GB a menos de 200€, X a 200€ e tal, na casa dos 100€ e tal 8 e 7… E falamos de números de users ativos independentemente de serem novos, usados ou recondicionados, é facto que android tem m marcas e a Apple é só uma, com OS próprio exclusivo dos seus equipamentos mas ainda assim a cota de mercados tem um buraco abismal como sabes, mas acredito que em parte tens razão quem quer novo, e não pode chegar aos iPhones só tem android, quem quer mesmo IOS ou Iphone tem m soluções tão baratas ou mais que android com a vantagem de ter atualizações mais tempo, embora as marcas já comecem a disponibilizar também 5 anos mas… A Apple sempre disponibilizou e nisso sem dúvida são uma referência!
            A Apple e o IOS são ótimos, Android idem bem servidos ficasse em ambos é uma questão de gostos e carteiras e por falar nisso olha a minha mulher lá me vai investir no 14 Pro pois tem de experimentar iPhone e já vai meter o Pixel a venda 😀
            As capas bonitas é o principal fator imagine-se lol, meu ricos 1.000€ e alguns €, mas gosta também da imagem e das câmeras mas… As capas bonitas que pode ter lol… Vamos ver como como corre!

          • Vítor M. says:

            Tens visto que os recondicionados vivem à custa da Apple.

  11. Nuno says:

    A Apple para mim tem 1 problema, desde o iPhone 1, Bateria, ao fim de 2 , 3 anos , não sei se intencional ou não , iPhone a bateria dura pouco,..tenho M62 e dura 3, 4 dias .

  12. Calm says:

    Há mais vida para além do Apple ou da Google.
    Há o /e/OS baseado no Lineage, o Iodé, Caliz, etc que têm Android sem serviços google.
    E com atualizações de segurança pelo menos bimensal. As aplicação Android funcionam quase na totalidade.
    São alternativas a ter em conta.

  13. André F says:

    Acho que Estas pesquisas deviam avaliar a opinião de quem mudou de um topo de Gama Android para um Iphone.
    90% dos Androids são equipamentos low cost ou intermediários coisa que nunca existiu na apple.

    E como é obvio um equipamento de 100 dólares não vai ter o mesmo desempenho, qualidade, durabilidade, como as funções de outro que custa 10, 12, 15 vezes mais caro.

    Nunca vi comparativos entre um vw polo 1.0 e um Bmw série 5 V8, mas parece que os pessoal ai do ramo das tecnologias adora comparativos do tipo entre smartphones.

  14. Heriberto says:

    Pois como já vários comentários referiram, preferir IOS ou Android é uma questão de preferência. Alguém muito focado na fotografia encontrará sem qualquer dúvida melhores opções em topos de gama Android, além da maior liberdade e facilidade de utilização em vários ambientes, exemplo transferir ficheiros para e de PC.
    Agora há um facto que em geral os adeptos do IOS não gostam de ouvir: muitas “novidades” neste OS já existiam no universo Google / Android. Claro que o contrário também acontece, porém isto nunca foi motivo de ocultação por parte de utilizadores Android. Talvez porque habituados a um “campo de visão” mais largo, mais flexível ?…

    Eis uma publicação PPLWARE acabada de ser publicada: https://pplware.sapo.pt/apple/apple-volta-a-copiar-a-google-e-o-android-as-novidades-do-ios-17-que-ja-se-conhecem-ha-anos/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.