PplWare Mobile

Microsoft: Se usa o Office 2011, não instale o macOS High Sierra


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

29 Respostas

  1. JJ says:

    Então se o suporte do Office 2011 termina, que quiser tem de adquirir uma versão mais recente.

  2. David Piçarra says:

    Lol ninguém quer saber do mac nem a própria Apple

  3. Elypse says:

    É só comprar uma nova versão do office e instalar o macOS. Acreditem é muito bom…

    • DOUGLAS MAGALHAES FERREIRA says:

      E ainda tem a possibilidade de fazer a assinatura anual, que, além do Office, vem com 1 TB no OneDrive.

      E se assinar a versão Home pode dividir entre cinco pessoas e cada uma terá 1 TB mais os aplicativos. Sai muito barato.

      Pra quem paga qualquer serviço em nuvem pode ser interessante.

  4. censo says:

    Alguma vez o suporte tem de acabar. Falamos do office 2011. Onde já vai o 2011 …

  5. Fausto says:

    Quer usar Office antigo? Então usa Windows.

  6. Guto says:

    “Desde muito cedo que a Microsoft percebeu que deveria estar presente no macOS, dando aos utilizadores a possibilidade de usarem o Office”

    Na verdade o Office nasceu no Mac, então isso não faz o menor sentido

    • Vítor M. says:

      Não, o Office da Microsoft não nasceu no Mac.

      • DOUGLAS FERREIRA says:

        Na Wikipédia tem a informação de que a primeira versão do Office para Mac foi lançada em 1989, enquanto a primeira versão para Windows, em 1990.

        Mesmo sendo uma fonte não tão confiável, eu não duvido que o sistema da Apple tenha recebido a suíte antes do Windoés, já que o Mac OS era muito mais avançado e bastante popular.

        Seria interessante uma pesquisa mais seria sobre isso.

      • Helder says:

        Não, mas as primeiras versões totalmente gráficas foram para Mac.

        Engraçado que o primeiro programa do futuro Office, o Multiplan (antecedente do Excel) saiu primeiro para Apple II.

        Porque a Apple estava a ganhar à brava com o VisiCalc, que foi o primeiro programa do género, e que foi das melhores formas de vender computadores.

  7. Jgmachado says:

    Um dos grandes problemas do office 2016 para Mac é que ele andou para trás em relação ao office 2011.
    Um exemplo é o VBA. Quem usa o vba no 2011, vai descobrir que no 2016 a MS não colocou o VBE no Excel. Até o momento só promessas.
    Se você usa o visual básic aplication no Excel 2011, é aconselhável realmente não migrar para o novo sistema, pelo fato da Microsoft não ter instalado esta ferramenta no office 2016.

    • DOUGLAS FERREIRA says:

      Mas o VBA não é a linguagem responsável pelas macros no Excel? Estou perguntando pois já fiz algumas macros no Excel 2016 no Mac e não tive problemas.

      • Helder says:

        É, e o que ele diz não faz sentido nenhum…

      • Jgmachado says:

        O problema não está em criar macros e rodar macros , mas editar e desenvolver rotinas em vba. Pois existe um editor de vba que é o VBE (visual basic edition) que é onde usuários que conhecem a linguagem trabalham para aproveitar todo o potencial do excel

  8. Welldone says:

    A limitação não é da Microsoft, a Apple é que corta suporte para tudo. Se fosse ao contrário a culpa era da Microsoft.

    • JGMachado says:

      Permite-me não concordar contigo sobre este assunto. Acredito que a MS tem sua parcela de responsabilidade e é grande. Outro problema sério do Excel 2016 e anteriores, é que ele só usa um núcleo de processador para funcionar. Isto mesmo, se você tiver o ultimo modelo do computador da Apple com 4 núcleos no computador ou o novo iMac com 18 núcleos no processador, o excel para Mac só usa um núcleo ou core. Isto é um absurdo, já que o programa é uma planilha de calculo e seus concorrentes como a planilha da google ou o número da Apple não tem esta absurda limitação. O que prejudica em muito os usuários do Excel.
      Daí a pergunta, se as outras empresas de software para Mac utilizam todos os núcleos do Mac para aproveitar ao máximo o computador, porque o excel da Microsoft não ?
      Outro detalhe, outros programas da MS como o Skype utilizam todos os núcleos do Mac para funcionar, ou seja a MS tem a tecnologia para implantar esta importante função do Excel para Mac.

    • Douglas Ferreira says:

      Se for pensar dessa maneira, então a culpa de não ter Office no Linux é de quem? Da Linux Foundation? Ou é da MS que não desenvolveu uma versão para o sistema?

      O desenvolvedor do programa tem que garantir o seu funcionamento no sistema enquanto tiver suporte. Se a culpa for da Apple, então softwares antigos da Adobe, por exemplo, que funcionavam no Windows 95 e não funcionam no Windows 10 deixaram de funcionar por culpa da MS?

  9. JGMachado says:

    Caso você seja usuário do excel para Mac, e queira pedir a Microsoft implantar novos recursos no excel como VBA e utilização de todos os núcleos do processador do mac no Excel, suporte ao Power Components (Power Pivot, Query, Map e BI) etc , entre no link abaixo e vote.
    https://excel.uservoice.com/forums/304933-excel-for-mac/filters/top

  10. ricardo says:

    Nao instalem o high sierra para nada!
    estou sem macbook á
    3 semanas…..

    primeiro problema que tive em 7 anos, depois de ter abandonado windows…. vá lá…. 6 anos e 11 meses sem dores de cabeça 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.