Quantcast
PplWare Mobile

iOS 16: Afinal há muito do Android nesta nova versão do sistema da Apple

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. someone says:

    Cada vez mais é um facto que as principais marcas “copiam” na sua forma para o seu universo de produtos. Não vejo mal nisso…apenas só vejo vantagens…o utilizador só tem a ganhar no momento da decisão da preferência do dispositivo/universo que quer usar no dia-a-dia.

    Quantas vezes a propria Google não “copiou” funcionalidades vindas de uma marca (tal como a Samsung) e implementou nativamente no sistema operativo Android?

    • Renato says:

      Copiar não tem mal, todas o fazem. A questão é perceber porque motivo a Apple demora tanto tempo a implementar funcionalidades tão simples.

      • Vítor M. says:

        Porque quer trazer as novidades com qualidade. A Apple apresenta depois, mas com qualidade. Um exemplo claro é o modo Percursos com várias paragens na app Mapas. Está bem mais simples de usar que o Google Maps, por exemplo. Está mais fácil de construir o percurso no Mac e partilhar em tempo real com o iPhone e usar no CarPlay, por exemplo. Já podia, de facto, ter lançado isso (apesar dos utilizadores Apple ter isso no Google, o tal melhor dos dois mundos), mas nativamente e com suporte do Apple Watch e CarPlay, é outra qualidade.

        Claro, para a Apple, ter nalguns casos a Google como cobaia 😉 dá jeito, aparece depois com um melhor produto, mas ao inverso funciona igual. Por exemplo, o Apple Pay é uma escola para a Google. O melhor disto tudo é mesmo o utilizador ter acesso quer às novidades Apple, quer às funcionalidades Google no mesmo dispositivo. Isso é único.

        • Tiago Rodrigues says:

          Concordo em pleno consigo Vitor!

        • V.T. says:

          É verdade Vitor… iOS é só vantagens….
          As funcionalidades só chegam passados 3 ou 4 anos, mas ter tudo num dispositivo é único! LOL
          Vá, vai lá mas é comprar um carregador USB-C.

          • Vítor M. says:

            As que conheces sim, duas, que não conheces mais nenhuma. Por exemplo, o Apple Pay (eu sei que tu não sabes usar e nem tens no teu iPhone X fantasma) é um fantástica ferramenta, que não tem paralelo no Android (o que existe é residual). Outro assunto é a segurança, mas isso não estás habituado (maus hábitos). E por isso não deste conta que ao nível da segurança o iOS, com os métodos usados entre o Safari e o iCloud (e agora com uma funcionalidade para pessoas expostas a relacionamentos abusivos).

            Repara, as próprias funcionalidades nativas na app Mail são algo que veio trazer usabilidade em muitos aspetos, que tu não percebes porque usas o mail de forma residual (não tens como opinar sobre o que veio é ou não inovador).

            Outra área que te escapa é onde se encaixa a aplicação Saúde, por isso não percebes nem imaginas o potencial. Para teres uma breve ideia, coisa que não te ocupa muito tempo e vai-te dar conhecimento, esta app consegue hoje uma gestão não só dos hábitos dos utilizadores, como dos indícios de saúde e bem estar. Longe está a concorrência, muito longe.

            Nos Mapas, há novas funcionalidades o que torna o mapas muito mais útil e é hoje dos melhores, cada vez mais perto do Google Maps. 😉 e vai ultrapassar mais ano menos ano. No entanto, como sabes, os utilizadores Apple têm o melhor dos dois mundos 😉 sim, porque o Apple Watch depois tira proveito destas ferramentas para uma navegação por impulsos hápticos (depois explico.te). 😉

            Abraço.

        • B@rão Vermelho says:

          Na minha modesta opinião a demora pode ser um pau de dois bicos, a Apple corre o risco de o utilizador sentir necessidade de uma ferramenta/opção em particular e para poder ter acesso a isso, ter de recorrer a concorrência e depois já não voltar.
          Não acho mal nenhum nestas coisas, alias até acho bem mais interessante que as guerras de patentes, imaginem estar a utilizar um Iphone ou um Samsung, referi estas duas por serem seguramente as mais cobiçadas ou outra marca qualquer e quando utilizar a tecnologia que foi “copiada” e aparecer uma referencia a marca concorrente, tipo, só foi possível graças a marca X.
          Acho que têm mais impacto que os processos em tribunal.

          • Vítor M. says:

            Bom dia.

            Na minha modesta opinião a demora pode ser um pau de dois bicos, a Apple corre o risco de o utilizador sentir necessidade de uma ferramenta/opção em particular e para poder ter acesso a isso, ter de recorrer a concorrência e depois já não voltar.

            Pode acontecer, mas dá um exemplo. Isso é normal e a Apple quer isso. Não podemos esquecer que a Apple tem um enorme número de developers e vive muito disso. Não pode tapar a oportunidade deles ganharem dinheiro. E por isso é que a App Store dá muito mais dinheiro, quase o dobro, do que dá a Play Store. Que me interessa, enquanto developer, fazer uma app de borla para Android se posso fazer uma app que custa 2 euros na App Store e lá vendo muito mais com menos instalações?

            Esse é o ponto. Para que vai a Apple desenvolver aplicações para tudo para depois os programadores só fazerem de borla? Tu gostas de trabalhar de borla? A Apple sabe que tem de ter uma gestão equilibrada. Repara, a app Câmara sempre foi “pobre”, mas isso deu oportunidades aos programadores venderem apps super completas no iOS. E por isso é que a riqueza de aplicações na App Store é maior que na PlayStore.

            Outro exemplo é a app Meteorologia para iPadOS. Até hoje, ao iPadOs 16, não existia, assim como ainda não existe a calculadora. Isso permite aos programadores venderem as suas criações. Achas que a Apple não portava a app de iOS para iPadOS?

            Depois há também a necessidade de oferecer sem ser em massa. Como a Apple tem o melhor dos dois mundos (o que a Apple oferece e o que a Google oferece) não precisa de ir produzir quando a Google já o faz e a Google está dentro do ecossistema Apple. Está dentro da App Store, paga para estar no Safari, está associada ao Apple Watch… portanto, a Apple sabe que o seu utilizador não precisa de ir “fora do ecossistema”.

            A Samsung teve o seu auge quando copiou o iPhone (e como foi condenada em tribunal). Depois disso, está por conta própria, mas dependente da Google, sem a Google a Samsung não vive no segmento mobile. Foram isso, é um excelente player no mercado tecnológico. Curiosamente nunca conseguiu que o Tizen andasse, nem nos relógios 😉

          • B@rão Vermelho says:

            @Vitor M, Eu em tempos até já dei um exemplo que se passa comigo, quando estou a receber uma chamada no tlf de serviço que é um Iphone 8 e se não tiver o número da pessoa que me está a liga guardado na minha lista de contactos, para enviar um SMS durante a chamada é quase impossível, no Android posso enviar a mensagem mesmo não tendo o número da pessoas nos meus contactos, ou então gravar uma chamada no Iphone ainda não é possível mas é uma coisa normal no mundo Android, são dois bons exemplos.
            Não estou de maneira nenhuma desvalorizar a Apple, só dei a minha opinião, e o Vitor até concordou mas pediu exemplos.
            Com certeza há mais coisas, que fazem falta, que há num sistema que não existe no outro e aos poucos vão se juntando cada vez estão mais parecidos Ios e Android.

          • Vítor M. says:

            Esse cenário até vou testar. Acho que consigo enviar um SMS até quando aparece a chamada a entrar, mas vou testar. Contudo, há milhares de cenários e poderá o SO não responder a todos. Quando ao gravar as chamadas, concordo que deveria ser possível, mas é uma violação da lei e a Apple aí ainda não percebeu que deveria ficar à responsabilidade de cada um. Outro problema que deveria ser solucionado no iOS é o não podermos bloquear chamadas sem ID. Eu, já não as atendo, quem quiser que se identifique, mas tal como no Android se pode, no iOS deveria ser possível, que era logo ativado o bloqueio.

            Outro problema que não percebo é não haver Siri em português de Portugal. É apenas uma teimosia da Apple que não se percebe, tendo em conta que na Acessibilidade o português de Portugal está muito bem conseguido e os comandos são limpinhos, o iPhone percebe tudo.

            Fora isso, não há nada que no Android queira no iOS. Sistema de pagamentos é de outro nível no iOS, em breve além dos bilhetes de embarque, como seguimento de informação por mapa nas mensagens, haverá outros cartões, alguns poderão ser mesmo o CC e a licença de condução, o facto de termos um sistema como o Face ID ou o Apple Watch para inclusive desbloquear os equipamentos sem necessidade de códigos é outra das mais valias. O facto de haver um look&feel permite ter um sistema mais elegante. A interação entre a app Casa e o iPhone (mal chego perto de casa, o sistema ativa a iluminação, se programado ativa outros sistemas), integração perfeita entre o Macbook, o iPad e o iPhone. E muitas outras coisas (Rede Encontrar), etc etc etc…

            Depois ter o melhor da Google também acessível é um ganho extra. Muitas das apps que uso são da Google, mas com tudo emparelhado Apple. E funciona muito bem.

            Há coisas que nunca o Android vai conseguir, principalmente no que toca ao ecossistema, pelo mundo fragmentado de equipamentos. Isso nunca terás, até porque a própria Google não consegue meter cá fora hardware que combate os seus próprios concorrentes, os outros dispositivos Android que estão a comer espaço à Google com as suas próprias lojas de apps. Isso é um handicap terrível da Google.

        • Josemar says:

          Acredito que Apple é muito sábia. Já está a se esgotar as inovações ou novas funcionalidades para smartphones. Então é preferível polir os aplicativos já existentes e ir aplicando inovações mais lentamente para prolongar a vida de um dos seus principais produtos, a Apple agora está a olhar o ecossistema Android e absorvendo o que ele tem de melhor e dando seu toque pessoal, mas isto a conta gotas para que a fonte de inspiração não seque, por isto há atrasos de anos para algumas inspirações e implementações.

          • Vítor M. says:

            Como está a esgotar? Se ainda agora apresentou uma mão cheia delas e muitas ainda nem as referiu que só vão aparecer nas futuras versões beta e com o aparecimento do iPhone 14?

            Repara, a Apple domina no segmento dos pagamentos, tem o segundo mais popular sistema de streaming de música, tem a mais lucrativa loja de aplicações, domina no segmento dos smartwatches, cresceu substancialmente no segmento das colunas inteligentes, domina do segmento automóvel com o CarPlay, tem dentro do seu ecossistema as melhores ferramentas da Google, da Microsoft, e dos outra grandes players…

            Por exemplo, a Apple na vertente saúde tem apostado bastante e isso é uma área com muito potencial. Longe de estar esgotada.

            Vês outro segmento onde está a acrescer, o do software para automóveis 😉 repara no novo CarPlay 😉

          • Fausto Távora says:

            Permita me a questão se o senhor Vítor M. recebe à comissão da Apple? Sempre que existem notícias de Apple vs. Android, lá veste a capa de Paladino da Apple e cá vem defender um e atacar outro…

          • Vítor M. says:

            O meu ganho é combater comentários ignorantes. Não ataco nada, mas não quero que tenham uma ideia completamente errada do sistema operativo que não conhecem. Só isso. O meu ganho é informar para algumas pessoas serem mais esclarecidas um bocado. Espero ajudar o Fausto nesse sentido também, visto que não percebeu, ou não quis perceber, a informação partilhada.

            E não, não tenho por intenção dizer ámen consigo só porque fica bem na fotografia 😉 nada disso, aqui trocamos ideias e apresentamos factos. Gosto do bom diálogo.
            Normalmente as pessoas com menos argumentos e pouca informação, perguntam quando o outro recebe por ter opinião… estão habituadas a não ter e por isso… estranham as pessoas terem opinião com base nos factos.

            Meu caro… bom dia de Portugal.

      • Miguel says:

        näo quero ser porta voz da Apple, nem täo pouco defende-los. a minha opiniäo, a Aplle só implementa novas funcöes, novo Hardware, quando eles proprios conseguem asseguram que os recursos existentes Hardware/Software comportam tais funcöes.

        a politica usada é correcta, normalmente (99%) das actualizacöes feitas em Hardware/Software funcionam sem problemas com productos da Apple, e com a seguranca desejada.

        porque näo implementaram antes, provalvelmente porque näo tiveram as solucöes indicadas para que tudo funcionasse perfeitamente.

  2. Carlos Santos says:

    este novo iOS podia na sua grande maioria dos casos ser apenas um update da app…

    • Vítor M. says:

      Muitas funcionalidades são updates das apps. Mas só com passos menores a cada versão se pode chegar por vezes a ofertas mais completas. Olha um caso é o CarPlay, cada vez está mais completo e com um design muito interessante. Claro, é um upgrade, mas tem de ser assim.

      Os upgrades de segurança são outro exemplo,. Poderia haver uma app nova para algumas das funcionalidades, mas a Apple prefere organizar sem distribuir (fragmentar) as categorias. Como a nova funcionalidade para pessoas em situações de violência doméstica ou relacionamentos abusivos. Podia aqui a Apple ter um app só para estes cenários. Mas não é mais interessante ter isto organizado num conjunto?

      Outro caso é a Compati­bilidade Matter. Poderia ser uma nova app, mas para quê? Se pode estar integrada na app Casa porque é tudo gestão Homekit? 😉

      Depois, sim há e bem, as normais atualizações e melhorias nas apps, como no Mail, no Safari, na mensagens, Fotografias, FaceTime, Saúde, Watch, Mapas, Lembretes, Notas, Apple Music, Apple TV, Apple Pay, Carteira, Meteorologia, etc etc etc.

      Uma boa novidade é a Partilha com a família. Vem trazer, por exemplo, ao iPhone do Pai ou da Mãe o controlo dos equipamentos dos filhos, com o poder de permitir ou restringir as suas ações remotamente. O que é TOP.

      • B@rão Vermelho says:

        Essas restrições também podem ser usadas por casais mais ciumentos 🙂

        • Castro says:

          mas quem é que se vai sujeitar a que a sua conta no seu próprio iPhone se torne uma conta de criança sob alçada do controlo parental?

          • B@rão Vermelho says:

            Eu estava a ser irónico, mas o que não falta por ai são pessoas capazes de tal coisa, ou achas que a violência domestica é um mito, se alguém é capaz de bater noutra por ciúmes, queres ver que não consegue colocar o tlf da vitima como quer e bem intende.

          • Castro says:

            B@rão Vermelho, violência doméstica existe, mas daí a uma pessoa se deixar rebaixar ao ponto de se ver a si como uma criança que necessita de supervisão, ainda vai uma longa distância. Fazer isto num telemóvel não é uma coisa que alguém possa fazer às escondidas, send que também requer mudanças na conta Apple associada.

  3. Pjs says:

    Escândalo total foi o update do Ipad. Só quem tem o M1 é que tem o melhor do IpadOs 16, o resto que se vire…

    • AppleFanHB says:

      E acredita que nos próximos anos (aposto em 2 no máximo), tudo o que não seja processador Apple Silicon deixará de ter suporte de software por parte da Apple, eles não teem interesse em manter suporte para dois tipos de processadores quando teem o deles que é superior em tudo

  4. António says:

    Só tendenciosos por aqui!

  5. Marcos Correia says:

    “Ditado inteligente e tratado totalmente no dispositivo”…….e colocarem a lingua PT-PT?
    No meu caso o Siri consegue perceber melhor selecionado o ENG-US do que em PT-BR.

  6. Bruno says:

    Sobre a questão da segurança, disponibilizo um vídeo que põe a nu as vulnerabilidades tanto de Android como de IOS.
    https://www.youtube.com/watch?v=7YpJQT55_Y8

    • Vítor M. says:

      Apesar desse vídeo não mostrar o iOS, mas sim o iPadOS (sim há diferenças no comportamento do uso de cabos (acessórios) estranhos à Apple) e apesar desses cabos não andarem por aí a torto e a direito (penso que custam mais de 100 euros), também existem para Lightning e a Apple, no iPhone, pergunta ao utilizador se confia ou não nesse cabo e tem de colocar o seu código de acesso. Não invalida que as pessoas não sejam enganadas e deem acesso fácil ao seu iPhone. Mas até podem ser enganadas a meter o seu código secreto.

      Mas isso não apareceu agora, https://pplware.sapo.pt/gadgets/hardware/o-mg-cable-atacado-cabo-usb-wi-fi/ já me 2019 havíamos escrito sobre isso 😉

      Não há impossíveis na tecnologia, há sim uns sistemas mais fáceis e outros mais complexos. Acima de tudo, que é o lema do Pplware, tem de haver utilizadores informados. Essa é a melhor arma contra o malware e outro tipo de crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.