PplWare Mobile

Apple Watch salvou piloto de jetski de se afogar


Fonte: WBMM

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Tiago Pinto says:

    O apple watch ainda não deverá estar disponível via rede LTE da NOS (a não ser que hajam novidades que eu desconheço).

    https://forum.nos.pt/novidades-16/esim-ja-disponivel-na-nos-11717/index7.html

    • JJS says:

      Pois… a mim também não me parece que esteja disponível.
      O que me dizem é que a Rede NOS não suporta ainda VoLTE, necessária à realização de chamadas de voz a partir do Apple Watch.
      Eu tenho um modelo Apple Watch 4 com LTE e quando tento adicionar um plano de dados na NOS diz-me que não está disponível.

  2. Raposao says:

    Não se usa motos aquáticas em águas agitadas. Apple mais uma vez interferindo na seleção natural.

    • Rrrrrr says:

      tambem nao se mete o pé na água quando está bandeira vermelha.
      tambem nao se conduz sobre o efeito de alcool.
      tambem se pára sempre nos vermelhos.
      -.-

  3. Dot says:

    Grande Vítor, sempre com jeito para a publicidade.
    Por acaso, tenho a ligeira sensação (mas só ligeira) que nos EUA, por ano, muito mais pessoas são salvas por cães do que por o que vendes, mas não é tecnologia não é. Não merece um post.

    • Pedro says:

      por isso é que o pplware é um site de tecnologia e não de animais! Se calhar é por isso que não vemos muitas notícias de cães a salvar pessoas! Talvez quando alguma for salva por um cão robô talvez seja notícia aqui. Admito que parece publicidade porque há outros relógios provavelmente tao
      Bons quanto o Apple Watch, e não vemos notícias deles aqui a mostrar como salvam vidas, mas não é com argumentos idiotas desse tipo que consegues passar a mensagem.

      • Dot says:

        Então eu dou-te um argumento mais ao teu nível, de esperto.
        É um post puramente publicitário, mesmo não usando o mundo inteiro, mas “apenas” os EUA, do ponto de vista estatístico, é totalmente insignificante o número de “casos reportados”.
        Simplificando para tu perceberes bem, é totalmente estúpido tomar algo insignificante como um geand acontecimento, principalmente se na mesma “classe” de acontecimentos, há características com muito maior significância.
        Assim está melhor? Já percebeste porque é que não é notícia e sim publicidade?

        • Vítor M. says:

          Viva Dot. Sabes bem que não tem nada de publicidade, até fico espanto como engendraste tamanho esquema. Aliás, com esse rebuscado plano, fazes lembrar os terraplanistas, 😉 que quando não percebem, ou é publicidade, ou CGI ou burla. Estás igual meu caro. O assunto é relevante, foi muito bem explicado. Abraço.

          • Dot says:

            Viva Vítor, podes, por exemplo, explica lá este pedaço de publicidade que escreveste: “Cada vez se percebe que a utilização da função ECG veio fazer a diferença”
            Onde é que mediste isto? Quais são os dados? Ou é só técnica de terraplanista de publicidade?

          • Vítor M. says:

            Claro que se estivesses dentro do assunto saberias, tal como a Apple referiu na última keynotes. Mas se não viste, não vais perceber (ainda está online no YT). 😉 Como te disse, sem argumentos, a tua opinião fica descalçada, tipo a cena que é o sol que roda em volta da Terra 😀 . Não faltam dados meu caro, sobre os números das vendas e da penetração do Apple Watch no mercado dos smartwatches.

            Abraço.

          • Rrrrrr says:

            Dot, acho que estas apenas a destilar odio pela marca em vez de realmente ver as funcoes que realmente sao uteis ás pessoas em momentos que menos se espera. Nomeadamente o ECG, o sensor de quedas, o botao SOS. Nao se trata apenas de specs mas sim de funcionalidade. Existem muitas pessoas que usam este relogio por essas mesmas funcoes. Acho que constatar isso mesmo nao parece ser publicidade.
            Pessoalmente sei de casos de pessoas que o usam quando vao correr ou andar de bicicleta grandes distancias e nao levam telemovel. O relogio serve nao so para fazer o tracking do exercicio como para pedir ajuda ou fazer alguma chamada de urgencia.
            Conheco casos de pessoas idosas usarem o relogio porque os filhos quiseram, de maneira a que se por alguma eventualidade tenham alguma queda aparatosa inesperada, seja enviado um sinal de alerta.
            Tens de ver alem da marca.
            Estas features sao bem vindas, e podiam ate existir nos dispositivos da concorrencia.

        • just saying says:

          quando se trata de vidas, nada é insignificante. Nem esse teu destilar de ódio atrás de um teclado. 😉

        • Pedro says:

          Percebo a tua necessidade de insultar…não é incomum em gente com fraca capacidade argumentativa! Da próxima vez, lê com atenção as coisas antes de responder, terias feito melhor figura, porque eu concordei com a tua afirmação de que era um post publicitário! Apenas discordei dos teus argumentos! Mas agora que vejo mais textos teus, começo a entender que não foi um acaso aquele teu primeiro comentário…tens mesmo dificuldades de expressão e pelos vistos de leitura também! Consegues perceber agora ? Estará mais ao teu nível este comentário? Nem usei palavras complicadas para conseguires perceber. Se for preciso vai ler outra vez o meu comentário, mas lê devagar para não te atrapalhares.

          • Dot says:

            Insultar? Onde? Tu chamas os outros idiotas e és insultado?
            Dificuldade de leitura? Um tipo liga para as urgências e é uma grande notícia? Tu mesmo achas publicidade. O meu argumento é uma caricatura sobre o ridículo do argumento da publicidade. E eu é que tenho dificuldades…

          • Vítor M. says:

            Caros, não há necessidade de se agredirem. Parem lá com isso. Vejam as coisas do ponto de vista tecnológico e usem os gadgets.

            Cump.

            PS: Dot, é velho o adágio, quem semeia ventos, colhe tempestades.

    • jose says:

      Pena isso acontecer, da forma como tratam os animais desde a aneutasia dos mustangs às puppy mills, era povo que devia morrer.

  4. Ricardo M. says:

    Hahaha tem de lhe fazer um desenho. Terraplanista só podia.

    • Vítor M. says:

      A questão é que o Dot, e outros como ele, podiam esquecer a clubite e falar de evolução tecnológica. Assunto que vale a pena debater e dar exemplos de sucesso para que as pessoas saibam o que existe. Depois, é igualmente interessante ver como estes pequenos gadgets podem ser fundamentais. E já o são na verdade. A Apple é um exemplo de como um mercado fértil, como a saúde, pode ser a aposta certa. E nós agradecemos 😉

      Além disso, como sabemos, as marcas vão umas atrás das outras e todas têm feito um fantástico trabalho no que toca a apps e dispositivos para a saúde e bem-estar.

  5. Filipe F. says:

    Interessante o ponto de vista. Não foram os serviços de emergência que salvaram o piloto. Foi um relógio no pulso. Aqueles títulos sensionalistas.
    Quando ligo para o 112 pelo telemóvel posso dizer que o telemóvel salvou alguém, ou devo dizer que foram os médicos que socorreram?

    Menos fanatismo. Enquanto isso esta semana um carro novo ardeu devido a um iPhone em chamas e nao foi notícia aqui, e um outro na cama de uma criança também não foi notícia mas quando é a concorrência exatamente nós mesmos tipos de casos isolados e insignificantes é notícia.

    Moral da história, Apple watch salva vidas, médicos em risco de perder o emprego

    • Vítor M. says:

      Tudo é notícia, desde que seja tecnológica claro. O facto da tecnologia salvar pessoas, como foi o caso, parece que te incomodou, mas foi um facto. São muitos os casos e variados. Desde a utilização do ECG, que tem ajudado muitas pessoas, os sensores que detetam quedas acidentais, o facto de teres um Apple Watch com LTE e sistema SOS Emergência e outros recursos muito interessantes, ajudam a dar popularidade a este gadget. Algum mérito deve ter para ser desde que saiu o smartwatch mais vendido… mesmo tendo um preço alto. Acredito que não seja esse o motivo que te incomoda, mas sim ser Apple. Mas poderia ser outra qualquer marca, desde que fosse, claro. É essa a ideia, seja qual for a marca, interessa divulgar, quer tu, eu ou outra pessoa goste ou não.

      Abraço Filipe.

  6. Caetano says:

    Ai é para fazer filmes ou séries de ficção?
    Isto vai num caminho tal que, veremos casos em tribunal contra as operadoras reclamando que a coisa não funcionou quando devia, ou para resolver casos passionais em que a coisa funcionou mais do que devia.!

  7. Njag says:

    Só gente revoltada por a sua Xiaomi Mi Band de 30€ não fazer o mesmo.
    Calma amigos por esse preço não podem ter tudo, mas também não me posso esquecer que a Mi Band faz uma coisa que o Apple Watch não faz que é medir o ritmo cardíaco a um papel.

  8. Vitor says:

    Quando vi o titulo do artigo até pensei que o Apple Watch se tinha “transformado” numa boia…ou braçadeiras insufléveis! rsrs

  9. Vitor says:

    *insufláveis

  10. Sílvio Pinto says:

    oh apple fan, aceita lá os meus comentários…

  11. Luciano dos Santos says:

    Gostei dessa tecnologia, gostaria de possuir um,

  12. John says:

    O sistema SoS (112) funciona em qualquer rede. Até funciona sem cartão.

    • Dot says:

      Então é Apple. Só a Apple para por o sistema SoS a funcionar.
      Já se lembraram de falar com a Apple para meter o siresp a funcionar?!
      Era ver bombeiros com o relógio “inteligente” da Apple a combater incêndios. Até iam mais motivados, porque qualquer coisinha e o relógio está lá para salvar. O que achas Vítor M.?

      • Vítor M. says:

        Caríssimo, era até interessante divagar contigo sobre este assunto, mas não ias perceber. Primeiro porque já percebemos que não dominas o tema, segundo porque não ias perceber as tecnologias porque desconheces o produto. É como estar a falar para um terraplanista, tu e ele têm a mesma visão. O que não permite uma conversa normal.

        Abraço.

        • Dot says:

          Eu sou da área de tecnológica (já vai para muitos anos) , não sou da área de gestão.
          Portanto verás que consigo perceber o mais eloquente argumento/explicação que tu tenhas para dar.
          Tens é de ter algum, porque argumentos como ” a Apple referiu na última keynotes.” é para rir.
          Epa, tecnologia, não keynotes, isso é para a “área de gestão”.
          A Opel já ao tempo que tem um sistema (com subscrição) que permite entre outras coisas, que em caso de acidente tu nem tenhas de ligar para lado nenhum, podes até estar inconsciente, o próprio sistema envia pedido de ajuda com dados como a tua localização. Já tem anos isso. Em 2017 até escreveste sobre o sistema ve la tu, portanto, quando é que escreves quantas vidas salvaram os carros Opel? Mas faz um TITALU dos que só tu sabes fazer, tipo : “Opel, a ex nazi que salva vidas” , ou melhor, “Opel a salvar vidas desde a grande guerra”
          Aproveitas e fazes a publicidade à apple, dizes que já emparelha com o telemóvel maravilha, que por sua vez está emparelhado com o relógio salvador de vidas.
          Bolas, com esta “combinação” até me sinto imortal…
          P.S: Venha de lá tais divagações, a única parte que tenho muitas dificuldades em seguir são keynotes, porque são basicamente palha.

        • Dot says:

          E não percebo a insistência em falares do “terraplanista”.
          Porque é que a terra tem a forma esférica e não a forma de donut?
          Sabes? Dá a tua melhor explicação do assunto, visto que gostas tanto. Estou extremamente curioso.

        • Dot says:

          E não percebo a insistência em falares do “terraplanista”.
          Porque é que a terra tem a forma esférica e não a forma de donut?
          Sabes? Dá a tua melhor explicação do assunto, visto que gostas tanto. Estou extremamente curioso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.