PplWare Mobile

Apple terá de começar a pagar os €13 mil milhões de impostos


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

57 Respostas

  1. Belmiro says:

    É uma vergonha uma empresa destas andar com “esquemas” (assim como a Amazon, etc etc) mas parece-me não que só a Apple leve multa. Quem permitiu isto na Irlanda devia ser fortemente penalizado e investigado, a maioria recebe uns milhões em offshore em troco destas benesses á custa dos contribuintes. Mas como a Apple devem haver centenas de multinacionais …

  2. int3 says:

    Isto é triste. países que nem 10% de imposto sobre rendimentos tem e nós aqui com 21% + derrama , etc…
    Depois claro que as grandes empresas tem a sede fiscal nesses países, paraisos fiscais.

    • henriqueA says:

      Vem pro Brasil, pagamos 30% do nosso salario ao governo e mais de 45% (varia muito da categoria)dos valores dos produtos são impostos. Sem contar as burocracias para quem quer abrir novas empresas.

      • int3 says:

        11% aqui para a segurança social, e depois há uma tabela de % a descontar de IRS conforme os rendimentos. eu além desses 11 ainda desconto mais 18 quase 20% .

        • henriqueA says:

          mas voces tem serviços né

        • PeterSnows says:

          11% paga o trabalhador.
          a empresa paga 24,5%

          Assim,quando recebes um salário de 100 eur, tu recebes 89€ (100-11) a empresa gasta 124,5€. O estado recebe 35.5€.
          89/124.5 = 0.71
          O que quer dizer que o estado só em Seguranca Social leva 28.5%

          Depois ainda pagas IRS, IVA, Impostos automóvel ,IMT, IMI, portagens, Taxas na factura EDP, Taxa de subsolo, Taxas Municipais, Imposto Selo, multas, …

  3. B@rão Vermelho says:

    Esta coisa de união europeia, de união tem muito pouco, acredito que se faça acordos para captar investimento estrangeiro, agora fazer isto em segredo é nem querer recuperar o imposto em dívida é uma comédia.
    Nos por cá se pagares o imposto de circulação 1 minuto depois do prazo 15€ de multa.
    Estamos entendidos viva a Irlanda.
    Quanto a Apple coitados precisam destes descontos para conseguir respirar, e como prémio o tlf mais caro de sempre, se calhar é uma ajudinha para pagar o imposto em falta.
    Atenção a Apple só o fez porque alguém disse que podia fazer, e seria bonito ver o antes e depois do património de quem aprova estas medidas.

    • Rui says:

      Não digas disparates. União Europeia de união tem muito pouco……
      Pois meu caro, se não fosse a DGCOM da UE, nunca na vida apanhavam a Apple. Se não fosse a abertura de fronteiras, tinhas de ter passaporte para passeares pela Europa, tinhas de parar em todas as fronteiras……. não fales do que não sabes. Todos os países ganharam e muito com a UE, nem que fosse só pelos subsídios, pela legislação comum (70% da nossa legislação vem da UE), Educação (Erasmus, Sócrates não o político, bolsas europeias), normas de higiene alimentar……..

      • B@rão Vermelho says:

        Taxa de juros altíssimos para “ajudar” Portugal, convenção do escudo em euros mal feita, cotas de pesca ridículas impostas a Portugal quando temos uma das maiores áreas de pesca da união, cotas há produção de leite quando temos os Açores e muito mais.
        É confortável utilizar o euro, é, e responde-te desde a Tailândia onde estou de férias neste momento depois de já ter estado no Vietname e Camboja, e tenho direito a minha opinião, não estou à espera que concordes mas que a respeites.

        • Rui says:

          Mas tu insistes em dizer mentiras! Parece a cassete do BE e do PCP, pagamos juros altos! Tens o tio google para te informares melhor. Meu caro e para outros que não sabem do que falam, Portugal pediu 78 mil milhões de euros à UE e ao FMI. A taxa do FMI é que podes dizer que é alta, porque pagamos 4,5% ao ano, mas como muito bem lembra o FMI, é essa a taxa de juro que cobra a qualquer país, seja pobre ou rico! A UE emprestou ainda com condições muito melhores, empréstimos entre 14 e 30 anos com taxa de juro média de 2,2% ao ano! Nem os americanos pagam tão pouco por empréstimos desses!!!!!!
          E nós recorremos ao empréstimo da troika, porque o mercado pedia-nos mais de 7% ao ano em 2011!!!!!!
          Neste momento e graças ao BCE que compra toda a dívida dos países do euro que os mercados não queiram (para baixar artificialmente as taxas de juro), temos taxas de juro ridiculamente baixas, mais baixas do que qualquer país do mundo, excepto obviamente os restantes países do euro!!!!

          Mas se tens dúvidas do que afirmo, pesquisa por bloomberg portugal 10y, bloomberg usa 10y (taxas de juro a 10 anos e vê as taxas de juro que nos pedem em empréstimos a 10 anos. Eu dou-te uma ajuda, taxas de juro de empréstimos a 10 anos:
          – Portugal = 1,875%
          – Estados Unidos = 2,335%
          – Brasil = 10,255%
          – Rússia = 7,64%

          Resumindo, tu ainda achas como dizem os aldrabões do BE e PCP que estamos a ser roubados nos juros? Só se vier dado é que é justo, não é verdade?

          Deixo-te uma entrevista do Tsipras, Primeiro-Ministro Grego, outrora radical de esquerda, o que ele acha da UE: Tsipras diz que nunca quis sair da UE. Ia para onde, “para outra galáxia?”

          http://www.jornaldenegocios.pt/economia/europa/uniao-europeia/detalhe/tsipras-diz-que-nunca-quis-sair-da-ue-ia-para-onde-para-outra-galaxia

          Meu caro, neste mundo ninguém dá nada a ninguém. Tudo tem um preço, tudo tem aspectos positivos e negativos, mas não venham atirar areia aos olhos afirmando que só temos aspectos negativos por estarmos no Euro e na UE. Já agora, se não tivesses euros, já imaginaste o que te custava para comprares petróleo? Quem ía aceitar escudos?

          • Rui says:

            temos taxas de juro ridiculamente baixas, mais baixas do que qualquer país do mundo, excepto obviamente os restantes países do euro!!!! Queria dizer que praticamente qualquer país do mundo……

        • Rui says:

          Falaste nas pescas… deixo-te outro artigo muito interessante, a explicar o que se passou, mas posso resumir-te, em 1974 abandonamos o mar e em 1986 rendemo-nos aos subsídios…..
          https://www.publico.pt/2012/10/04/economia/noticia/serie-mar-portugues-pesca-um-mar-de-oportunidades-perdidas-1565796

      • Vituku says:

        +1
        Rui, não vale a pena tentares ensinar isso a trolhas que discutem politica de tasca, que criticam sem sequer quererem contribuir com nada para uma sociedade melhor, porque contribuir para a sociedade não é só trabalhar, temos ainda obrigações como cidadãos para com a nossa sociedade, algumas dessas são: a solidariedade para com os outros, a humildade (porque só com ela conseguimos ter abertura de espirito para aprender e consequentemente evoluir), etc.
        Se não fosse termos integrado a União Europeia seriamos um País do Terceiro Mundo. E se não estamos melhor a culpa só se atribui ao nosso povo, muitos empresários receberam subsídios para mudar de ramo, para investirem capital nos seus negócios para poderem nivelar-se com a concorrência estrangeira, e o que fizemos nos? Compraram casas de ferias, carros caros, passaram-se muitas ferias de luxo, mudaram de casa para casas milionárias, quando entraram regras para esses investimentos, montaram-se esquemas para o subsidio ser maior que o necessário, para se poder lucrar na mesma, as empresas passavam facturas pro-forma de valores muito inflacionados para que esse valor fosse pago pela então CEE, o interessado ficava com o bolo todo da diferenca entre o preco fictício e o verdadeiro, e as empresas que forneciam o material não se importavam com isso, sempre era mais uma venda que era efectuada. Compravam-se carros topo de gama registados como carros de trabalho para as empresas, e muitas vezes era mais que um, para empresas que nem sequer precisavam de automóvel de serviço. E o povo ainda se queixa?
        A única coisa criticável e que não é da responsabilidade do povo, é a forma como a moeda única foi introduzida, não havia condições para os países de moeda mais fraca aderirem a uma moeda muito mais forte que a usada ate então, teria de haver uma valorização da moeda a níveis compatíveis com a nova moeda, o problema é que levaria imenso tempo, mas era um mal necessário e que não iria retirar o poder de compra como retirou pelo menos aos menos abastados.

        • B@rão Vermelho says:

          Vou repetir, é a minha opinião não espero que a aceites mas que a respeites.
          Falas de cidadania, pois digo-te que estou agora na Tailândia para descansar 6 dias, volto a Portugal na 6 feira, estive 15 dias no Vietname, 10 no Camboja a distribuir, livros, canetas e roupas que andei a pedir a instituições e organismos públicos em Portugal para dar a quem precisa e acredita que há muita falta, principalmente no Camboja.
          E tu o que tens feito pelos outros?
          Se quiseres contribuir estás avontade, no próximo ano será Laos e Mianmar.

      • PeterSnows says:

        +1
        as pessoas esquecem as coisas boas. Não dão valor ao que têm.

    • AppleCare says:

      O telemóvel mais caro nem sequer é iPhone X! O solarin custa 20000$, e é descrito como o smartphone mais seguro de sempre, e é Android!

  4. Adalberto says:

    Os Apple´s fans pagam não se preocupem.

    • Luis says:

      O problema é mesmo esse, quem compra os produtos já pagou os impostos, a Apple é que não o devolveu.

    • Pérolas says:

      É verdade, mas, convém não esquecer que ao comprarem equipamentos appl€ estão a dar aval e a serem colaboracionistas com este tipo de esquemas!!!

      • Sujeito says:

        Como se as outras não fizessem trapaceiras igualmente reprováveis e muitas bem piores.

      • Jorge Carvalho says:

        Então não usas Windows , não compras na Amazon , não usas nada da Google , etc…

        Abc

        • Pérolas says:

          A microsoft está acusada? A amazon está acusada? A google está acusada? Seja como for não compro nada a qualquer um dos 3.

        • Vituku says:

          Então isso é desculpa para nos juntarmos aos incumpridores e lhes darmos os parabens?
          Sendo assim porque não vais entregar o teu ordenado ao Socrates e lhe agradeces por roubar descaradamente e ainda nos querer fazer de parvos? Afinal de contas há mais a roubar, por isso deveríamos facilitar-lhes a vida, dar-lhes suporte, e agradecer-lhes pelos serviços prestados?

          • Pérolas says:

            Creio que está desenquadrado com a minha resposta e pode existir por ai alguma «dextra projecção Freudiana». Se leres bem não facilito a vida aos incumpridores, pois, [não compro nada a qualquer um dos 3]. E tu com quais incumpridores colaboras?

      • Luis says:

        Então os es-clientes do BES são todos um trafulhas?

  5. Asdrubal says:

    Só corrupção… e ainda falam de Portugal.

  6. Rui says:

    Os americanos já responderam a este ataque à Apple, quase destruíram o Deutsche Bank e puseram de gatas a VW. Um mistério que a VW e o Deutsche Bank tenham chegado a acordo com os EUA de pagarem respectivamente 7,1 e 4,3 mil milhões, quase a soma da multa da Apple! Isto é que é pontaria.
    Ou para quem anda mais desatento no mundo, tratou-se de uma guerra económica entre os EUA e a UE (que tem por parceiro mais forte a Alemanha). São tudo coincidências.
    E não é só a Apple a fugir aos impostos na Europa, vejam lá as facturas da Microsoft se não vêem da sede da Irlanda!!!!!

    • Sujeito says:

      E as do Mcdonalds, Starbucks etc.

    • JJ says:

      E acho bem… Seja nos EUA ou na UE…
      As empresas de fora, tem de pagar o que é devido! Não é beneficiarem de mais vantagens do que as empresas da “casa”.

      • Rui says:

        Pois….. só falta fazer isso com a China que paga miseravelmente e coloca aqui os produtos sem pagar praticamente taxas nenhumas. Quando as economias europeias perceberem porque é que estão a empobrecer (deslocalização da indústria para o oriente) e outros estão a enriquecer (China, Coreia do Sul, etc……), já será tarde de mais.

  7. Jorge Carvalho says:

    Só acho giro que quem é obrigado a pagar é a Irlanda , mas a Apple é que anda ao barulho…
    E a Amazon ?
    E a Google ?
    E a Microsoft ?
    Todas têm o mesmo tipo de acordos na Irlanda.

    Abc

    • JJ says:

      A Microsoft já pagou e bem muitas multas na UE! Multas até de coisas que não faziam sentido, como ser obrigada a “publicitar” produtos da concorrência gratuitamente e ainda pagar multa.
      A Google, também já teve de pagar boas multas.
      Agora, foi a vez da Apple…

      A Irlanda não tem de pagar nada… A Apple é que tem de pagar a Irlanda. A UE esta a exigir que a Irlanda cobre o mesmo tipo de impostos que cobra as outras empresas, para não haver favoritismos!

  8. Joaquim Fernandes says:

    “impostos mal pagos”..lol. Não será antes, impostos não pagos? Ou melhor fuga ao fisco?…
    É surreal, as instituições da UE que nos ameaçam por não cumprimento do défice tem esquemas destes….
    Parece que já ninguém se lembra, quando o a Juncker era ministro do Luxemburgo permitia o mesmo esquema a muitas multinacionais.

    • Vítor M. says:

      Não será fuga ao fisco se o governo do país é que estipulou a forma de pagamento desses impostos. Não foi a Apple que disse que não pagava ou que pagava parte, foi o governo irlandês. Contudo, segundo as regras da UE, que o governo irlandês tem de seguir e saber (não é a Apple que tem de ter essa informação) os impostos pagos foram mal efectuados, havendo, segundo a CU, lugar a uma correção. A Apple não deixou de pagar impostos atenção, só que não pagou o que supostamente a UE quer se seja pago. E segundo parece a Apple não se negou a colocar o dinheiro, mesmo não havendo uma decisão final, pelo que a Apple refere o dinheiro estará lá, apenas não a UE não lhe pode mexer até ser dada a conclusão do processo.

      O problema é haver cenários fiscais como o da Holanda, Luxemburgo… entre outros. São os Estados que pressionam a UE a vergar perante as suas necessidades, por isso é que alguns países têm certas benesses fiscais e outros não. Obviamente as empresas, tal como muitas portuguesas o fizeram, escolhem colocar as suas representações onde for “mais barato” em termos de impostos… obviamente!

      • Tiago says:

        Também foi por fuga ao fisco: http://europa.eu/rapid/press-release_IP-16-2923_en.htm

        0.005% de impostos quando o concordado eram 1 ou 2% (não tenho a certeza absoluta deste valor).

        • Vítor M. says:

          Olha lá logo o título: Ireland gave illegal tax benefits to Apple

          • Tiago says:

            Vítor, se há coisa que não aprecio é que me mandem areia para os olhos. Eu sei ler perfeitamente, apenas mencionei que eles também foram condenados por fuga ao fisco. Eu não concordo, por princípio, que a Apple seja condenada por ter um acordo. Concordo, no entanto, que sejam condenados por evasão fiscal. Eles foram condenados por ambos, contradizendo a informação do vosso artigo (traduzido de uma fonte incorrecta).

          • Vítor M. says:

            Tu é que estás a tentar atirar areia para os olhos dos outros, até porque logo no início diz o seguinte: A Apple aguardava a decisão da UE sobre os impostos que, supostamente, não pagou e deveria ter pago, conforme apontavam as autoridades comunitárias.

            Depois, o documento de 2016 da CE diz o seguinte: Commissioner Margrethe Vestager, in charge of competition policy, said: “Member States cannot give tax benefits to selected companies – this is illegal under EU state aid rules. The Commission’s investigation concluded that Ireland granted illegal tax benefits to Apple, which enabled it to pay substantially less tax than other businesses over many years. In fact, this selective treatment allowed Apple to pay an effective corporate tax rate of 1 per cent on its European profits in 2003 down to 0.005 per cent in 2014.”

            Portanto, acho que tu estás é a atirar areia para os teus olhos 😉 ora vê bem o dissemos, os artigos que estão linkados no mais recente artigo e repara como és tu que estás a distorcer a verdade 😉

        • Rui says:

          A Irlanda inventou uma taxa para oferecer à Apple que fosse mais benéfica que os 12,5%, e cozinhou com a Apple essa taxa para facturar todas as vendas da UE através da Irlanda…… ganhavam os 2 se a DGCOM não se mexesse!!!!!

          • Vítor M. says:

            A Apple, como empresa, apenas aproveitou a abertura da Irlanda, não foi a Apple que decidiu pagar a taxa que lhe apetecia 😉 e por isso nesta altura a empresa acredita que não irá perder o caso. Por isso quer o dinheiro caucionado mas a render 😀

  9. Ricardo says:

    Lá foram os lucros dos últimos anos. Em termos de números isto significa quanto na queda de lucros?
    Se a Apple pedir doação, aposto que isso pagava se rápido. Ha fanáticos para tudo

  10. Paulo says:

    Olha a Irlanda a sair junto com o Reino Unido…

    • JJ says:

      Se a Irlanda sair da UE…
      Essas empresas retiram de lá as suas sedes. A vantagem dessas empresas terem lá sede, não é só por causa dos benefícios fiscais, mas por ser um país da UE e assim ser mais fácil vender para os restantes países da UE.

    • Rui says:

      Pois sim, e depois lá se ía a vantagem de estar dentro da UE e poder facturar as vendas de outros países europeus. Assim que saísse, cada país ía passar a tributar tudo o que fosse vendido através da Irlanda à taxa que bem entendesse! Lá se ía a grande vantagem!!!!!!

    • Vitor says:

      A Apple tem a sua sede fiscal europeia na REPÚBLICA DA IRLANDA…quem pode sair da UE com o brexit é a IRLANDA DO NORTE!! Na republica da Irlanda a moeda é o Euro….na Irlanda do Norte é a libra!! Não façam “confusão” ou falem do que desconhecem…que eu tenha conhecimento a Republica da Irlanda não pediu a saída da UE!!

  11. diogo says:

    Grandes esquemas. Eu sinceramente não acredito que a apple vá pagar isto ou se vai pagar alguma coisa. Como não sei se a google, a microsoft e outras empresas pagaram aquelas quantias.
    Estas empresas têm os melhores advogados a trabalhar. vão até às ultimas.
    Agora se a questão é politica (europa vs america) a história já vai ser outra.

  12. helder11 says:

    A Apple troca o dinheiro para bitcoin, e no fim se tiver mesmo que pagar já duplicou o investimento inicial! Sai exactamente com o mesmo lucro…se não sair com mais

  13. Helder Monteiro says:

    Caro Vitor M.,

    Vou repetir aquilo que escrevi em Agosto de 2016, para que possa entender o que os grandes grupos fazem por esta Europa fora.
    Não vale a pena tentarmos justificar fugas reais a impostos, mesmo tendo  « um gosto especial » pela marca em assunto.

    O que a Apple fez chama-se em linguagem económica “Técnicas de optimização fiscal”, técnicas essas, largamente utilizadas por esta Europa fora por multinacionais de todas as proveniências (europeias, americanas, asiáticas, etc…).
    Vou-lhe dar um exemplo de um caso que esta a decorrer com a Apple, e que tem tudo a ver com esta decisão na CE (Comissão Europeia)
Dou-lhe o caso francês, publico, largamente discutido desde Abril de 2016 e ainda a decorrer: (as contas das empresas francesas são publicas e acessíveis a todos… http://www.infogreffe.fr)

    Antes de mais dizer que as empresas em França podem escolher as datas para fecho do ano fiscal.

    1 – A Apple facturou no final do exercício, fechado em Setembro de 2015, cerca de 619 M€. Este valor é a soma de duas empresas que detém: Apple Retail France – 554 M€ e Apple France – 64 M€.

    2 – Declarou cerca de 39,4 M€ de lucro, o que corresponde a cerca de 12,9 M€ de impostos sobre as sociedades que pagou em França para o ano de 2015. (equivalente ao IRC português).

    3 – Até aqui tudo bem…é depois dos números da facturação da Europa que o fisco francês estranhou.
Receita (Facturação) operações zona Europa – 44.500 M€ – Será que o mercado francês representa 1,4 % deste total??
    
4 – A isto chama-se optimização fiscal! Que consiste em transferir parte das receitas para filiais noutros países com fiscalidade mais vantajosa (Irlanda, Luxemburgo, etc…)
    5 – O fisco francês estima que as receitas reais da Apple em França são de 5.750 M€ (cerca 13 % do mercado europeu). Este valor corresponderia a cerca de 600 M€ de impostos a pagar e não os 12,9 M€ pagos.

    Neste momento este processo ainda esta a decorrer em França.
    Quero lembrar que a Apple pagou 318 M€ ao fisco italiano no final de 2015 para os exercícios de 2011 a 2013, pelas mesmas habilidades.
Em Fevereiro de 2016 a Google (Alphabet), foi condenada pelo fisco francês a pagar 1600 M€, também pelas mesmas habilidades em anos anteriores.

    Concluindo:

    O beneficio fiscal irlandês concedido à Apple era conhecido da CE. O problema é a Apple transferir receitas das operações realizadas na Europa e outros países para a Apple Sales International e aproveitar-se de um beneficio, que devia ser exclusivo às operações irlandesas.
    Neste momento (Dezembro de 2017), e sabendo desta primeira vitoria contra a Apple, a França ja fez saber que esta a estudar forma de recuperar os seus impostos nesses 13 mil milhões.

    Independentemente de gostarmos mais ou menos dos produtos da Apple, temos que estar conscientes que eles também têm que pagar os devidos impostos.

    Cumps,

    • Vítor M. says:

      Não sei se a sua justificação tem ou não a ver com o gosto á marca, para mim se têm de pagar… que paguem que também pago. E não tenhamos pena da Apple, o que não lhe falta é poder económico e financeiro para o fazer… assim sendo, e verificando os dados que deixou, é a confirmação que a Apple apenas se aproveitou de facilidades e veleidades concedidas não só pela Irlanda mas como de todo um sistema europeu que, como sabemos, confere a alguns países certos benefícios fiscais que tornam atrativo o mercado e com isso cativam as empresas a terem “movimentos” financeiros nesses países (prejudicando mesmo o mercado dos seus países de origem, basta ver o que aconteceu com algumas empresas portuguesas que se deslocaram para lá). Quem criou o vício? Claro, foram os mesmos que agora querem cobrar á Apple, à Google e todos os outros visados. Pois claro… ou acham que as empresas não têm departamentos financeiros, observadores fiscais e jurídicos a monitorizar todos os “buracos” cavados pelos governos para poderem pagar menos?

      Durante 10 anos… 10 anos ninguém deu conta 😉 vá… vamos lá assobiar todos para o lado.

      • Rui says:

        Esse é o calcanhar de aquiles da UE e só é possível eliminar no dia em que existir harmonização fiscal na UE! Mas o problema é que há países como a Irlanda, que cobram o mínimo possível às empresas, porque entendem e muito bem que devem atraír o máximo de investimento estrangeiro, porque isso vai gerar muita riqueza no país, nem que seja só pelos postos de trabalho criados. Outros países porém, especialmente governados pela esquerda e pela extrema esquerda, acham que devemos aumentar os impostos às empresas (como estamos a fazer agora em Portugal), porque os donos das empresas são uns “capitalistas” que enriqueceram ilegitimamente! Com mentalidades destas, obviamente nunca vai haver harmonização fiscal possível!
        O que é que fazem as empresas que têem dezenas ou centenas de peritos fiscais? Obviamente vão instalar-se em países que pagam o mínimo possível! Mas este facto é muito complicado explicar ao BE e PCP!!!!!
        Vejam lá como é possível as empresas quase todas do PSI20 nacional terem a sede fiscal na Holanda principalmente, mas também no Luxemburgo e Irlanda!!!! Porquê? Porque por exemplo não cobram absolutamente nenhum imposto a lucros do grupo que venham de fora da UE! E taxa muito pouco a distribuição de dividendos! Se quiserem, eles fazem mais ou menos o mesmo que nós fazemos com os vistos gold dos reformados (que tanta críticas tem dos países nórdicos, porque muitos idosos fogem para Portugal e deixam de pagar impostos)!

  14. sakura says:

    Só espero que a apple devolva os impostos da facturação feita em Portugal.
    ja agora a taxa é de
    https://www.economias.pt/taxa-de-irc/ e era de 25%, e durante anos a apple pagou 0.01% não sabia que estava a vender para Portugal? parte desses impostos são vossos.
    mas é o capitalismo selvagem em todos os níveis e sim essa companhias são umas miseráveis. não quero que as pessoas deixem de comprar apple, só quero que a apple cumpre a Lei como todos.
    “”Não será fuga ao fisco se o governo do país é que estipulou a forma de pagamento desses impostos.”” Sim para esse pais não para os outros e como há um vazio legislativo
    a apple aproveita-se, como dizem em Pt “”a ocasião faz o ladram”” e nem todas as multi Nacionais se comprotam como a apple, alias já mudou a sede fiscal.

  15. LC says:

    OFF TOPIC
    Bom dia, PPL

    Tendo em vista que o próprio artigo está relacionado com impostos, e neste momento estou a realizar uma Dissertação no âmbito Fiscal, agradecia que os ESTUDANTES respondessem ao inquérito que deixo infra.

    Obrigado.

    https://goo.gl/forms/zGTjVcok6dxPP4Ky2

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.