Última hora: Apple tem em dívida 13 mil milhões em impostos


Destaques PPLWARE

106 Respostas

  1. David Guerreiro says:

    Isso são trocos para a Apple. Com os preços a quem vendem os idevices, e com a quantidade de gente disposta a pagar isso tudo, o dinheiro corre com mais força que o Douro nas cheias.

    • LG says:

      …esses estão no Panamá 😛

    • Marco Chapita says:

      eu gostei foi da indignação,ate parece que es dono da empresa,ou que é uma empresa portuguesa que contribui para a nossa economia. se devem tem que pagar,nao tem que cobrar td aos pobres e aos gigantes fazem vista grossa.

      • Jorge Carvalho says:

        isso é ver a questão toda ao contrario. È agir retroactivamente sobre um Acordo realizado por um pais com uma empresa e uma terceira entidade vir declarar que a empresa é que não pagou. Se a Irlanda não podia fazer aquele tipo de acordos , então a Irlanda é que deveria pagar a multa.
        A Microsoft tem um acordo semelhante 🙂 Porque achas que andam todos por lá ?

        Abc

        • Vlad says:

          Santa ignorância. A Apple vai ser multada? Não, vai ser obrigada a pagar o que deve mais os juros.

          • Rui Miguel says:

            Pagar o que deve?

            A Apple pagou aquilo que a Irlanda lhes apresentou.

            Se a Irlanda cobrou menos que o que aquilo a UE quer, então eles que se entendam.

          • Jorge Carvalho says:

            Deve a quem ?!

          • Vlad says:

            Será que a Apple se esqueceu que o país em questão faz parte da união europeia, e como tal tem que respeitar as leis em vigor nesta, independentemente do que o governo do país em questão tenha acordado. Caso vcs não saibam os países que fazem parte desta organização não são totalmente soberanos.

          • joao magalhaes says:

            Pois, parece que em Portugal também nós fomos obrigados a pagar mais impostos além dos que já tínhamos pago. A Apple sabe muito e a Irlanda também, agora incham e pagam. Incrivel, made in China, fuga de impostos na Irlanda mas ” developed in the USA “

        • Alvega says:

          Pois eu discordo em absoluto.
          Isso é dar-me a mim próprio razio.
          Os Empregados públicos, políticos, boys, que sao PRINCIPESCA E PORNOGRAFICAMENTE PAGOS, tomam as decisões levianamente muitas vezes ao abrigo de corrupção e quando toca a pagar ….paga o Pais.
          Pois o Pais sou eu e muitos mais que nao sou tido nem achado para me pronunciar sobre negociatas muitas vezes ilegais, e quando sou chamado a pagar nao me posso pronunciar sobre o facto.
          Posto isto:
          A Apple, Microsoft e todas as demais estao a quebrar a lei ?
          Seja tem de pagar.
          Estas e outras empresas sentem-se prejudicadas pela quebra de contratos ou o que seja ?
          Metem um processo contra quem redigiu e assinou esses contratos….simples nao ?
          O que é que um indigente de um qualquer pais tem de andar a pagar as mordomias de uns supostos seres superiores….superiores em malvadez e sacanisse.

        • APereira says:

          A UE que comece com essas cenas e daqui a nada esta a Republica da Irlanda a querer sair…

          Depois é só juntarem-se ao UK que entretanto já está fora e voilá, temos o UK a crescer e a tornar-se a próxima UE.

    • Vlad says:

      O facto dessas empresas também estarem na Irlanda não significa que estas estão a pagar menos impostos que as restantes empresas sediadas neste país.

    • Carlos says:

      Tem calma homem, também há de chegar a vez deles.

      Sabes que isto da União Europeia, com as sestas e tal, anda tudo devagarinho, não é assim a correr à maluca!

  2. Kabindas says:

    Ui, até doi … !!!

  3. Rui says:

    Só vigaristas. O que está aqui em causa, não é as empresas pagarem menos impostos na Irlanda, isso é legal i legítimo. O que não é legal é a Apple ser umas das empresas que paga quase 0% de impostos enquanto as restantes pagam 13%. Isso é que é ilegal!!!!!

  4. Rui says:

    Para uma empresa que tem mais de 180 mil milhões de dólares em offshores, não é muito!!!!
    http://bgr.com/2015/10/08/apple-google-microsoft-billions-taxes/

  5. Pérolas says:

    Parece que comprar apple é estar a contribuir e apoiar este tipo de actividades…

  6. Lumia 630 DS says:

    Falência técnica da apple?

    • Zéi says:

      Na volta, Segundo a Apple «terá um impacto profundo e prejudicial sobre o investimento e a criação de emprego».

    • Luis says:

      Falencia não digo ,mas que é um rombo grande é .A apple não tem qualquer problema em contrair um empréstimo desse dinheiro ,e o que não faltarão é bancos a querer emprestar

      • Daniel says:

        Na verdade não haverão muitos não. Na Irlanda não haverá nem um, na Europa terás alguns Alemães e Britânicos no entanto os em Londres estão mais preocupados em preparar a saída de Londres para outras paragens, e na Alemanha estão preocupados com não se exporem muito a crédito. Não te esqueças que há um limite a que os bancos se podem expor a crédito antes de excederem o limite de tier, isso coloca muitos bancos fora da corrida (quase todos na Europa), a não ser que a Apple queira pedir milhentos empréstimos e pagar a conta de todos eles. Para teres uma ideia, o Deutsche Bank que é o gigante que é bem que tem de fazer um aumento de capital, actualmente, para chegar ao limite mínimo de tier 1 de 12.5% em 2018… a Março deste ano estava a 11.1%.

        13 mil milhões não são trocos…

  7. MiguelDias says:

    Os tolinhos a comprar equipamentos de 150$ a quase 1000$ pagam isso tudo com a saida do iphone 7.

  8. Joao says:

    Gosto muito da Apple mas se é ilegal deve pagar o que deve e ainda levar uma multa pesada. O mesmo se aplica à Irlanda. Se não cumpriu as leis europeias deveria ser penalizada. Mas só a Portugal é que vêm com a ameaça de sanções por décimas na meta do défice.

  9. Number5 says:

    Será que pagam na próxima hora que vem!

  10. papagaio says:

    eheheh…abençoado $$$
    andamos todos a dormir.

  11. Serato says:

    Sem stress… vêm aí os novos equipamentos, e como sempre, os preços serão aumentados…..

  12. censo says:

    Deve quase tanto como os portugueses devem às finanças. A diferença é que fogem das finanças para ir comprar idevices!!!

  13. me and me says:

    normal… como a apple existem outros iguais.
    sem pagar impostos é facil conseguir ter muitos lucros…

  14. Kendimen says:

    iMpostos está indisponível na App Store 😀

  15. Ricardo M. says:

    Depois vem falar dos lucros excêntricos. Façam outras vez as contas. Pior ano da Apple sem dúvida. A queda é iminente! Como é possível ter estagnado tanto. Aquele Tim está a trabalhar para o google só pode.

  16. Str says:

    Epa são muitos Iphones. Alguém vai ter de pagar isto eheheheh

  17. Manuel says:

    Esta é boa, fazem um contrato com Irlanda, pelo vistos a Irlanda não o podia fazer, a Apple paga. Ou os advogados da Apple estão todos checheu ou vão ter uma sorte… Claro que sou totalmente a favor da Apple pagar impostos, tal como todas as outras empresas, agora estar tentar denegrir os mesmos é que não.

    • winetree says:

      Na prática o que isto significa é que qualquer empresa a operar no espaço europeu pode ser chamada a pagar impostos adicionais porque o a comissão europeia acha que eles pagaram pouco, mesmo que essas empresas não tenham quebrado nenhuma lei (que parece ser o caso da Apple). Suspeito que a comissão europeia se vai debruçar sobre mais empresas não-EU e vai continuar a ignorar as empresas alemãs… mas o povo aplaude!

  18. João Reis says:

    Sou fan da Apple, alias sou fan de tudo que tenha qualidade e excelência no sentido prático, não na beleza estética.
    Sobre impostos ninguém aqui sabe, isto é uma questão politica nada tem haver com os equipamentos.

    A Apple é gananciosa tal como todas as outras multinacionais, a Google arranja paraisos fiscais a Apple quando pdoe também, é uma questão mais politica/economica que pode e deve ser discutida.

  19. MLopes says:

    talvez demasiado alarmismo. mesmo que a posição da comissão vingue, face aos anos em causa, não sei se não haverá questões de caducidade e prescrição…coisas para alguém com tempo e interesse na matéria debater já que eu não sou acionista nem advogado da apple

  20. May says:

    “os telemóveis são baratos porque fogem aos impostos, bla bla bla…”
    Lá se vai mais uma iTeoria.

  21. Zéi says:

    Carta aberta do Tim Cook para toda a comunidade Apple.
    http://www.apple.com/ie/customer-letter/

    • winetree says:

      Não, isso não interessa. A Apple é má, são ladrões, etc, etc.. A comissão europeia é que está cheia de gente séria e idónea (como a nossa experiência com a Toika nos tem ensinado…).

  22. winetree says:

    Portanto, a comissão europeia decide que a Apple (a maior pagadora de impostos na irlanda e no mundo) tem de pagar impostos adicionais ao governo Irlandês que diz que não, que recebeu o que devia receber. Como é a apple, e todos sabemos que a Apple é o papão (em conjunto com a Alphabet e a MS que vão alternando entre o lado negro e o lado da luz) , o pessoal bate palmas e diz que esses ladrões têm de pagar… Os desgraçados dos 6000 funcionários da Apple na Irlanda que se lixem, e os outros europeus todos que têm um carro do grupo VW que foram enganados, também que se lixem. A Apple é que é má porque os seus produtos são caros! 🙂

    • Luis Araujo says:

      A Apple teria de estar montada em alguma país da UE para evitar dupla tributação.
      Não pode acontecer é existir dumping fiscal, um país como a Irlanda praticar impostos especiais a x empresa apenas para demover a não ir para outro país. A Irlanda pode ter impostos baixos para todos e ser competitiva em relação aos outros países, não pode é ter apenas para x empresas esse tipo de impostos baixo.

      Concorrência desleal dentro da UE.

    • Rui says:

      Não sei que nome dás, mas o que se passou é claro, as empresas na Irlanda pagam 12,5% de impostos sobre os lucros, e a Apple fazia passar todas as vendas da Europa, África e Ásia pela Irlanda, pagando a bagatela de 0,005% de imposto!!! Ou ainda, pagava 15€ por cada 1 milhão de lucro!
      Isto só tem um nome e não é nada bonito! As outras empresas na Irlanda não têem semelhante tratamento!!!!

      • Rui Miguel says:

        Esses 0.005% é propaganda da UE.

        A Apple pagou a conta que a Irlanda lhes apresentou, não tens razão nenhuma.

      • winetree says:

        Então diz-me lá que outras empresas na Irlanda não têm semelhante tratamento? É igual para todas as empresas que façam vendas a partir de lá, não é ilegal, pode é ser imoral. Mas agora a comissão europeia tem o direito de passar por cima da soberania do governo Irlandês?? É que a CE afirma que a Apple tem de pagar esses impostos adicionais à Irlanda e eles dizem que não têm de receber mais nada… 2º – não faz passar todo o seu negócio pela Irlanda, faz passar uma parte significativa e não o faz de forma ilegal, mais uma vez pode ser imoral, mas quantas empresas não fazem o mesmo… E as que vendem a partir de países com moedas fora do EU ou USD para ganharem mais uns trocos com câmbios?
        E as empresas europeias que fazem o mesmo? E que fazem passar todo o seu negócio (compras) pelo luxemburgo e quase não pagam impostos?

      • Rui says:

        É pá, parece que nem leram a notícia. A DGCOM já anda com a Irlanda debaixo de olho à muito tempo. Ao cruzar os dados da Apple (informação contabilística e financeira) conseguem chegar ao volume de facturação da Apple e também conseguem perceber qual a taxa de imposto. No caso da Apple chegaram à conclusão que estavam a pagar 0,005% de imposto, quando as outras empresas menos conhecidas e com sede na Irlanda, pagam 12,5%.

        Era o mesmo cá em Portugal a Auto Europa pagar 1% de IRC e o café aqui ao lado paga 21% sobre os lucros. Obviamente é uma situação ilegal!

        • winetree says:

          Eu li, mas de várias fontes. Esses 0,005% que apregoas são as contas de merceeiro que a CE fez. Ou seja eles chegaram à conclusão que em 2011 a Apple Sales International lucrou 16 bilhões de EUR e só 50 milhões foram alocados à sucursal da Irlanda. E isto é que é o problema. A Apple paga os 12,5% do valor que fatura na Irlanda, mas existem as subsidiárias Apple Sales International, e a Apple Operations Europe não são (segundo a Apple) residentes na Irlanda, portanto não pagam imposto na Irlanda (nem na EU, que é o que chateia a CE).
          Portanto é mentira que só paguem 0,005%, pagam 12,5% como as outras empresas, mas só a subsidiária da Irlanda é que paga impostos na Irlanda, as outras não.
          Explicando doutra forma. Eu compro um macbook cá, mas ele é enviado de um hub na Irlanda, mas é vendido pela Apple Operations Europe, que (embora tenha europe no nome) é sediada na China, onde são feitos os MacBooks, e responsável por fornecer a EMEA. Agora, a AOE tem de pagar impostos onde? NA china, na Irlanda, em Portugal ou em todos?
          Por isso é que o governo Irlandês diz que a Apple não lhes deve nada e a Apple diz que não infringiu nenhuma lei….

    • Zéi says:

      Exacto tem bastante lógica pagarmos forte e feio em impostos e estas empresas pagarem perto de 0. Mas como é a Apple ainda há quem defenda. Todas as empresas deviam pagar o mesmo. Eu só em IRS pago 40% como é que posso aceitar que paguem estas percentagens irrisórias. Se querem pagar menos que reduzam os lucros….

  23. Luis Araujo says:

    Tanta gente preocupada com Apple, Google, Microsoft… da pena tanta ignorância.

    A mim preocupa-me mais viver numa União Europeia, que de união não tem nada, caminho lentamente nesse caminho.

    Ter países que fazem dumping fiscal, beneficiando disso e prejudicando outros países.
    A Irlanda anda a anos a viver disto, não é só a Apple, só agora depois de Luxemburgo sai este caso da Irlanda a luz do dia. Fosse Portugal já tínhamos sido encostados na Parede há muito, nem seria Apple condenada a pagar, seriamos nós.

    Acordem para a vida, deixem de guerras inúteis que não vos da nada, usem o dispositivo que querem, mas andar a defender empresas que pertencem a grandes acionistas, que certamente vos davam uma cuspidela na cara. Eles têm milhões que se defendam.
    Já pensaram que cada vez mais as empresas só pensam na sua grande maioria em pagar menos, para encher os bolos dos acionistas, é um ciclo, e vocês ainda defendem esses sujeitos com unhas e dentes.

    Se a ignorância pagasse imposto, não havia défice em Portugal.

    • Rui says:

      Também estás a contribuir para a ignorãncia!
      Não está em causa a Irlanda ter um imposto às empresas de 12,5%, o que está em causa é a Apple fazer passar pela Irlanda todas as vendas da Europa, Ásia e África e pagar apenas 0,005% de imposto pelos lucros declarados!!!!!!
      Percebeu agora?

      • Rui Miguel says:

        Vai ver quanto é que a Jerónimo Martins paga na Holanda, e quando é que a Autoeuropa paga em Portugal, a fazerem diesels que matam as pessoas.

      • Jorge Carvalho says:

        A Irlanda negocia com as empresas (algumas , a BP também usufrui ) acordos de isenção ou taxa diferente. Tal como Portugal fez com a Autoeuropa .

      • Rui says:

        Não é a mesma coisa. A Apple regista as vendas de toda a Europa, Ásia e África na Irlanda!!!!! A pagar 0,005%!!!

        Era o mesmo que a Auto Europa facturar todos os VW vendidos em todo o mundo e pagar 1% de IRC. Obviamente para o estado português e VW era um excelente negócio, mas todos os outros países saíam a perder, perceberam!?
        Porque é que imploram em Portugal para baixar o IRC, que ainda assim não é muito alto, é de 21%? Para as sedes das SGPS não fugirem para a Holanda ou outro país com impostos mais baixos.

        Mas o caso da Apple é diferente, leiam bem a notícia para perceberem o que fazia a Apple!

      • winetree says:

        Rui, a Apple não paga apenas 0,005% de imposto pelos lucros declarados. Isso é mentira!
        Paga 12,5%. A CE é que julga que se a Apple Internacional tem 50 biliões de lucro, devem ser todos taxados na Irlanda…

        • Rui says:

          Winetree? Já comprou algum equipamento da Apple? Eu já, pela internet, e a factura apareceu com a sede fiscal na Irlanda!!!!

          Tenho uma factura à minha frente com o seguinte cabeçalho:
          Apple Distribution International
          Hollyhill Industrial Estate
          HollyHill, Cork
          IRELAND

          Não estou a inventar meu caro…. e tenho a firme certeza que as facturas de toda a gente da Europa, Ásia e África têem a mesma informação!!!!

          • Jorge Carvalho says:

            Compras online são efectuadas na Irlanda. As físicas não.

          • João RS says:

            Eu já, e veio de Itália.

            E agora?

          • Sergio J says:

            Se fizeste uma compra Online, onde querias que fosse facturado, em Portugal? Claro que não. É onde eles têm sediadas as vendas online, neste caso a Irlanda.

          • Winetree says:

            E? Isso significa o quê? Se o produto custar 500€, e a ADI lucrar 50€ com isso, paga imposto sobre o lucro que tem (não estamos a falar de IVA) e a outra sucursal que o fabricou na China e enviou para a Irlanda paga imposto sobre o lucro de onde esta fiscalmente sediada. O tema aqui é que a CE alega que essa outra sucursal não existe ou é fictícia e que a sucursal na Irlanda deve pagar impostos sobre o valor total.

  24. PastelDeNata says:

    Acho interessante toda esta preocupação com os lucros da Apple não declarados devidamente.
    Quantos de vocês estão vestidos e calçados com uma data de produtos sobre os quais não sabe nada acerca das empresas que o produzem? Sobre os lucros que essas mesmas empresas apresentam a usar e abusar de mão-de-obra que só não é gratuita porque lhes dão um pão a cada 12 horas? Sobre a forma como fogem aos impostos essas mesmas empresas? Sobre empresas portuguesas que fazem o mesmo e aí sim nos prejudicam directamente?? Não sejam hipócritas.
    Não defendo a Apple, prefiro atacar a ignorância. Acho que podiam todos fazer o mesmo.

  25. Alex says:

    A Irlanda também devia pagar alguma coisa, embora muitos o façam ,é uma injustiça que membros da EU usem “artimanhas” para atrair grandes negócios. Eventualmente a única vantagem da Irlanda para a Apple é mesmo a possibilidade de negociar um imposto menor – “excelente” para uma saudável concorrência baseada no mérito.

    • Rui says:

      Não é só isso. O que a Irlanda fez é claramente ilegal e imoral, mas não é o único a fazer isso. Eles acordaram com a Apple, em vez de pagarem 12,5% dos lucros gerados na Irlanda, vocês facturam tudo o que vendem na Europa, Ásia e África aqui na Irlanda e pagam apenas 0,005%. Quem sai a ganhar é a Apple e a Irlanda que fica com os impostos que deviam ser cobrados por outros países…….. porque 12,5% do lucro das vendas da Irlanda é bem menos que os 0,005% de talvez 70% de todo o mercado da Apple!!!!!!

      • A says:

        Isso que dizes é mentira, a Apple ou qualquer outra empresa, pagam impostos no país em em vendem os seus produtos, ou tu achas que os 23% de IVA que pagas em Portugal vão pra onde? No caso da Apple, tem NIF Português, logo pagam impostos cá. Se depois a holding é noutro País, já é outra questão. Agora dizeres que todas as vendas são facturadas lá, é mentira. Nem podem ser, porque Ásia e África não pertencem à comunidade Europeia, logo teriam de pagar sempre os direitos aduanéiros.

        • Rui says:

          Compra qualquer coisa da Apple pelo site (www.apple.pt) e depois vê de onde vem a factura…. é da Irlanda. Não conheces os impostos, tu pagas IVA se existir e é no país de origem, não é no destino!!!!!

        • bill says:

          Entao agora quem paga o IVA é a apple… mas esta tudo doido?
          quem paga o IVA é quem compra!!! Arre

      • Winetree says:

        E lá está a insistência nos 0,005%… Esse é o valor que a CE acha que eles pagam em relação ao que a Apple fora dos US lucrou. A Irlanda não está a cobrar só 0,005% de impostos, está a cobrar o mesmo que cobra a outras empresas, só que não incide sobre o valor que a CE alega ser o devido.

  26. luislelis says:

    Penso que esta a passar ao lado o cerne da questão.
    1 imoral quando todas as outras empresas pagam e não teem o poder de negociar com governos.
    2 imoral em termos de concorrência.
    3 imoral em termos de cidadão que tem de pagar mais impostos devido a fuga de impostos de quem pode e deve pagar.
    4 imoral a jogada de bastidores para beneficiar amigos
    5 imoral em termos de mensagem democrática (afinal não somos todos iguais)
    6 imoral os ricos terem o direito legal de não pagar os impostos devidos

    Estou seguro q não será pago mas deve ser aproveitado o momento para mudar a lei e a moral.
    Falamos de Apple, microsot, pingo doce, bancos, etc etc.

    Estranho algumas pessoas ainda acharem que e desculpável ou legal eu ter de pagar mais impostos pq outros sabem como fugir deles ou porque fazem acordos com governos.

    Imaginem o seguinte exemplo hipotético.
    Autoeuropa faz acordo de pagar 1%. Os empregados da mesma pagam 23%.
    O empregado q ganha 1000 por mes nao tem uma escola decente para os filhos, tem de pagar a auto estrada mais cara, iva mais alto, gasolina mais cara etc etc etc.

  27. int64 says:

    Situação caricata, a Apple não quer pagar e a Irlanda não quer receber

    *Why Ireland Doesn’t Want Apple’s $14 Billion In Unpaid Taxes*
    http://www.thedailybeast.com/articles/2016/08/30/apple-must-pay-ireland-13-billion-in-unpaid-taxes.html

    • winetree says:

      E a CE ainda diz que se outros países tentarem recuperar impostos “devidos” da apple, que pode reduzir o valor que eles têm de pagar à Irlanda…. muito bom!

  28. Pintor says:

    A ver é se as acções descem mais um pouco que ainda ganho uns trocados

  29. LG says:

    “We never asked for, nor did we receive, any special deals”… então 0.005% devia ser perfeitamente aceitável…

  30. Asdrubal says:

    E a irlanda sai da crise…. lololol.

  31. Pedro V says:

    Lembra-me empresas chinesas com “armazém na Europa” para fugir à alfandega….

    • Winetree says:

      Olha é mesmo algo do género. Essas empresas chinesas escolhem um país da EU onde a Alfândega e as taxas não sejam absurdas como as nossas, e depois exporta para o resto da EU a partir desse país.
      A Apple tentou fazer o mesmo com a Irlanda, mas agora a CE diz que não pode ser…

  32. diogo says:

    Pagar de impostos 50€, por cada milhao de lucro, parece pouco, esta é a minha opinião, a apple com ajudas de custo estado tambem nao me parece uma empresa de porte pequeno para ter essas regalias, e o total de impostos perfaz 13 mil euros por cada habitante na irlanda.
    E esta hein!!

  33. Helder Monteiro says:

    Caro winetree e outros fãs da Apple,

    O que a Apple fez chama-se em linguagem económica “Técnicas de optimização fiscal”, técnicas essas, largamente utilizadas por esta Europa fora por multinacionais de todas as proveniências (europeias, americanas, asiáticas, etc…).

    Vou-lhe dar um exemplo de um caso que esta a decorrer com a Apple, e que tem tudo a ver com esta decisão na CE (Comissão Europeia)
    Dou-lhe o caso francês, publico, largamente discutido desde Abril de 2016 e ainda a decorrer: (as contas das empresas francesas são publicas e acessíveis a todos… http://www.infogreffe.fr)

    Antes de mais dizer que as empresas em França podem escolher as datas para fecho do ano fiscal.
    1 – A Apple facturou no final do exercício, fechado em Setembro de 2015, cerca de 619 M€. Este valor é a soma de duas empresas que detém: Apple Retail France – 554 M€ e Apple France – 64 M€.
    2 – Declarou cerca de 39,4 M€ de lucro, o que corresponde a cerca de 12,9 M€ de impostos sobre as sociedades que pagou em França para o ano de 2015. (equivalente ao IRC português).
    3 – Até aqui tudo bem…é depois dos números da facturação da Europa que o fisco francês estranhou.
    Receita (Facturação) operações zona Europa – 44.500 M€ – Será que o mercado francês representa 1,4 % deste total??
    4 – A isto chama-se optimização fiscal! Que consiste em transferir parte das receitas para filiais noutros países com fiscalidade mais vantajosa (Irlanda, Luxemburgo, etc…)
    5 – O fisco francês estima que as receitas reais da Apple em França são de 5.750 M€ (cerca 13 % do mercado europeu). Este valor corresponderia a cerca de 600 M€ de impostos a pagar e não os 12,9 M€ pagos.
    Neste momento este processo esta a decorrer em França.

    Quero lembrar que a Apple pagou 318 M€ ao fisco italiano no final de 2015 para os exercícios de 2011 a 2013, pelas mesmas habilidades.
    Em Fevereiro deste ano a Google (Alphabet), foi condenada pelo fisco francês a pagar 1600 M€, também pelas mesmas habilidades em anos anteriores.

    Concluindo:
    O beneficio fiscal irlandês concedido à Apple era conhecido da CE. O problema é a Apple transferir receitas das operações realizadas na Europa e outros países para a Apple Sales International e aproveitar-se de um beneficio, que devia ser exclusivo às operações irlandesas.

    Independentemente de gostarmos mais ou menos dos produtos da Apple, temos que estar conscientes que eles também têm que pagar os devidos impostos.

    Tomara eu ter a capacidade financeira optimizar os meus impostos e não pagar quase nada.

    Cumps,

  34. Paulo Seichinha says:

    Isto significa que o iPhone 7 vai custar 2000 Euros ?

  35. me and me says:

    Nao entendo a vontade de tanta gente querer defender alguém ou instituição que activamente foge aos impostos.
    Ter regalias fiscais é uma coisa, agora pagar 0,005% de imposto é simplesmente ridiculo.
    Fazemos assim, eu pago 0,005% de imposto e vocês pagam 23% de imposto.. É justo não é?

    A UE não manda nos países, mas manda no comércio feito na união europeia. Apesar de a Apple não baixar preço mesmo pagando uma milionesima do imposto, retira a competetividade aos demais… É isso que todos têm de entender…

    Sei que aqui temos a cultura da fuga aos impostos, mas o valor que a Apple tem de pagar é quase 10% da nossa divida publica… Think about it

  36. luislelis says:

    luislelis O seu comentário aguarda moderação.
    30 de Agosto de 2016 às 16:41
    Excelente trabalho pplware continuem assim

  37. bill says:

    o que mais me enoja, sao estas empresas gigantescas ainda terem a lata de escrever uma carta em jeito de chantagem com a ameaça de despedimentos. ta bonito

  38. AlexX says:

    Se tiver que os pagar bem que vai abanar.
    Com isto, sigo achando que os clientes fazem bem em comprar Apple. Mal é criticar quem compra coisas vindas da China porque não pagam impostos. Com esta notícia esses críticos têm agora uma boa oportunidade para ficarem bem caladinhos.

  39. JJ says:

    Eu já vi empresas americanas, a serem multadas, por coisas muito menos graves, porque na UE existe regras para a concorrência.

    Por exemplo, a Microsoft teve de pagar multa e foi obrigada a ter um alerta para mostrar que havia outros browsers alem do IE, porque a comissão europeia, entendia que era concorrência desleal.

    Neste caso, será o mesmo. A Apple esta a beneficiar de um imposto especial, estupidamente baixo, em comparação a outras empresas do género. Não estamos a falar de uma diferença de 1% ou 2%, nem de 5%. Estamos a falar de um imposto, quase igual a zero. Isto é claramente concorrência desleal.

    • Rui says:

      Eu chamo-lhe outra coisa, é fuga descarada ao fisco!
      As empresas portuguesas com as SGPS no estrangeiro, ainda pagam os impostos em Portugal, mas neste caso nem isso.
      Não tenho simpatia nenhuma pelo que a Apple faz!

  40. papagaio says:

    com tanto universo para desbravar…e nós aqui com este debate ..piquenino..piquenino..(biliões …mas piquenino)

    “Quando um dedo aponta para o céu, o tolo olha para a ponta do dedo.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.