Quantcast
PplWare Mobile

7 funcionalidades que o El Capitan “roubou” ao Windows 10

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. sniperpt says:

    Ainda bem para melhorar o mac, o quer dizer que essas funções são boas e úteis, e melhoram a funcionalidades dos sistemas.

    Agora vem aí a guerra do costume.

    • JBM says:

      O que não se percebe é que pelo menos 4 dos itens já existiam em versões anteriores do OS X.

      • Mikes says:

        Acho que o tema negro realmente já existia no Yosemite – mas acho que não funciona tão bem como no windows 10 no ambiente em geral.
        O task view existia mas não com esta organização mais eficaz.
        O Spotlight é realmente muito bom, mas só existia dentro do sistema.
        Podemos também afirmar que os múltiplos desktop virtuais foi novidade no w10 e no OSx já existia há muito (tal como nas distros Linux).
        Que quatro coisas te referes que já existiam?

        • JBM says:

          O tema negro já existia na versão anterior do OS X, simples
          O que quer que se tenha quer dizer do Mission Control não será certamente que copia o Windows 10. A nova organização não se assemelha à do Windows em que todas as janelas são reduzidas à mesma altura e apresentadas em linha. A nova organização é aliás semelhante ao Exposé em versões mais antigas, apenas mais inteligente na posicionamento relativo.
          O spotlight já fazia pesquisa dentro de documentos (há muitos anos) e na internet – é o que é mencionado.
          Mapas já fazia o que é dito.

          No safari não será certamente o Windows que é imitado, e há anos que se podem colocar links de páginas da internet nos mais variados sítios no interface.

        • Leandro says:

          Não só no MAC, mas alguém que usa o compiz no Linux já tinha estas opções, não vi quase nada de novo no windows, é só a midia que da visão demais aos proprietários, ou então é mal informada sobre a tecnologia.

          • JJ says:

            As coisas que viste no novo Windows… também já existiam em Windows!

            Se dizeres que antes eram coisas feitas no Windows por programas de terceiros, concordo. Agora dizer que não existiam em Windows é “estar mal informado sobre a tecnologia”…

        • dias says:

          ja tenho virtual desktops desde o tiger não e nativo mas e so instalar a app

      • jorge says:

        nem mais… e há certas melhorias que não passam de melhorias!! o osx já tem as funcionalidades bem antes que o windows 10… vai é acrescentando parâmetros..
        mas lá está.. é a mesma guerra.. no entanto só percebe quem já usou windows e mudou para osx..

        o resto fala sem saber!!

    • Maxx says:

      Kkkkkkkkkkkk esse aí eh noooob, mission control comparação de alt +tab kkkkkk até a função alt e tab tbm tem no Mac OS desde Ac kkkkkkk morto com a matéria

  2. Liberal da Cerca says:

    essa do alt+tab (cmd+tab) só pode ser para rir…. isso já existia nos anos 90 no macOS…. o mulitask foi invenção da apple…

  3. Pedro Simões says:

    Pensei que trouxesse grandes mudanças, mas nem por isso!
    Sinceramente até gosto, melhorar o que está em vez de andam a inventar e dar m*rd*.

  4. RenatoNismo says:

    mais inovações

  5. Mycro says:

    Ao windows 10 ou ao linux? É q boa parte dessas já uso há algum tempo em linux. Não acho mal que utilizem, se são uma mais valia num sistema não deixan de ser boas por serem usadas num sistema duferente do que usamos.

  6. Bob says:

    Eu pouco uso OS X, e acho bem 🙂

    A imitação é o melhor elogio que se pode dar! Ambos têm o seu mercado, e nada melhor do que concorrência para tornar a evolução mais rápida.

    • TKOmnia says:

      Quando é a Apple a imitar, é elogio. Quando são os outros a copiar, é botar fogo nos gajos…

      Double standards. Double standards everywhere

  7. Tiago says:

    Pergunta estúpida?!o swipe com 3 dedos já existe desde o snow leopard…a diferença é ser inteligente?!!!

  8. Drived says:

    Sim, que comece a festa! Fanboys Windows de um lado, fanboys apple do outro… e claro que também têm de vir outros dizer que Linux é que é!…

  9. david.pt says:

    Eu não sou amante dos produtos da apple mas não percebo porque insistem em usar as palavras “roubou” e “Copiaram” . Acho perfeitamente normal basearem-se nas ideias da concorrência. Não se trata de nenhuma cópia, no máximo podem ter-se baseado nas ideias da concorrência. Copia são aqueles equipamentos que até copiam os logos……

  10. ricardo M. says:

    Nossa!! Inovou a Apple. Agora sim, estão a começar a ter um sistema operativo em condições.
    Volta Steve, pelo menos ias ser original, nem quero ver comentários que vão passar aqui.
    Tou só a espera que saia o Surface pro 4, próxima aquisição.

  11. millers says:

    agora não dizem que a apple copia. se fosse a samsung a fazer algo. era só comentários. 😀

  12. JBM says:

    ?Visão unificada do Task View?
    Onde é que isto apareceu primeiro no Windows? Será que nunca viram o Exposé e o Mission Control no Mac ao longo dos anos? E quem é que chama a isto task view no Mac?
    A mudança que houve apenas retorna a organização do Mission Control à lógica do Exposé em versões mais antigas do OS X.

    ?pesquisa inteligente do Spotligh?
    outra coisa que não se percebe, o que é descrito como novo já era feito pelo Spotlight em versões anteriores.

    ?Um tema negro para ser usado?
    Outra coisa que já existia antes na versão anterior ao El Capitan. E não tem nada a ver com proteger a vista mas para reduzir a interferência na percepção de cores em programas de imagem ou video.

    ?O Safari?
    se se vai falar em roubo, não será certamente ao Windows

    ?Mapas?
    Não se percebe o que é que querem dizer que foi copiado. E as direcções já podiam ser enviadas para um iPhone logo desde o Mavericks.

    • JBM says:

      e relativamente a dizer que o Windows permite ainda mais como prender um link no menu iniciar, isso é uma coisa que se pode fazer há anos no Mac.

      • Mikes says:

        No windows 10 um link metido no menu inicar como tile, este torna-se dinâmico se a webpage for dinâmica (p.ex., actualiza o tile com noticias).
        O osx não tem tiles nem é dinâmico, portanto, não faz isto.

        • JBM says:

          Se quiser informação dinâmica posso ter widgets, quer no dashboard (onde até posso manter uma secção duma página actualizada, para além doutros widgets), quer no centro de notificações.
          E a função mencionada no Windows pode nem sequer funcionar na página, tornando-se somente um link

          • Realista says:

            Também se instalares o Windows 10 num Mac ficas com tiles…

            Há cada um

          • Mikes says:

            Widgets? Aquele lixo?

          • JBM says:

            O quê?
            Por acaso sabes quais são as diferentes opções que se tem para ter informação no OS X sem ter que ir a um site ou usar uma aplicação?

          • JBM says:

            Mikes
            lixo? encontras muitos widgets úteis, até tenho pena que alguns criados para o Dashboard comecem a deixar de ter suporte. E para quem quiser pode também usar o sistema de notificações para ir recebendo informação de forma dinâmica.

          • Mikes says:

            Sabes quantos uso no imac?
            Zero.
            Widget para mim é igual a inutilidade.

          • JBM says:

            Isso será por nem sequer te dares ao trabalho, provavelmente por nem sequer usares como máquina pessoal, pois há muitos e de qualidade no Mac.

    • Miguel says:

      Eles são demasiado cegos para ver isso, não percas tempo…

  13. Miguel says:

    Pessoalmente, estou satisfeito em ver estas imitações, quer no software com o OSX El Capitan, quer no hardware com o iPad Pro. Só mostra que a Microsoft continua no rumo certo ao apostar tudo em primeiro lugar na produtividade e deixar-se de andar atrás de tendências “cool” dos SOs mobile. Fiz a escolha acertada em continuar como cliente do ecossistema da Microsoft, inclusive do Windows Phone, mesmo no período entre 2011-2014 (final do reinado do Ballmer), em que todos davam a Microsoft como morta e enterrada. Que continuem assim.

    • ricardo M. says:

      +1 muito contente com o meu lumia. E com estas apostas da Microsoft. Que grande ecossistema.
      Para quando a review ao xperiaz5? Ate a Deco proteste lançou uma review.

  14. Não interessa says:

    Quando à parte do swipe para ver todas as apps abertas isso já existe no mac os x pelo menos desde do mountain lion. Por isso, não entendo como foi “roubada” do windows 10. Quanto à parte do split view, isso nem é do windows 10 que o ubuntu pelo menos já tem isso há uns anos.

    Nem entendo o porquê do swipe com 3 dedos ter sido considerada um “inovação” do el capitain quando já existe há tanto tempo no OS X

  15. Astro says:

    Esta do “roubou” deveria estar entre aspas, por várias razões. Uma delas, e como é evidente, a Apple quanto muito poderia ter evoluído um sistema que há muito tempo que está desenhado desta forma e não mudou nada ao estilo “radical”, como fez a Microsoft do XP para o Vista e do 7 para o 8… onde no primeiro “buscou” aquela ferramentazinha para o ambiente do Vista, com as horas, etc., que no OSX existia desde “o século passado” denominada Dashboard. Para o 8 criou uma “view” do ambiente de trabalho inspirada na apresentação das apps do Mac quando se fechavam 3 dedos no trackpad…
    Enfim, a Apple não só não criou nada de novo baseado no Windows 10 (ou noutro WIN qualquer, como o argumento faz querer, mas o contrário, como é sobejamente sabido. Mas vamos por partes: Algum dia o “Outlook” tem a ver com a forma como o “Mail” está estruturado e ainda por cima em rede com o iPhone? Se alguém o confirmar uma certeza eu tenho, nunca utilizou o “Mail “da Apple. Depois, o OSX, que contém ferramentas de edição de imagem desde a “pré-história”, “obrigou” a Microsoft, não a uma evolução, mas a um retorno à estabilidade com o WIN7 que pouco ou nada tem a ver com o seu Homólogo da Apple, o poderoso OSX Snow Leopard! Mas existe comparação de um com o outro? Onde estão as múltiplas capacidades de printscreen que o OSX tem ao tempo? Onde está o leitor de PDF!!! integral, que é apanágio do OSX desde que adquiri o primeiro em 2003 e só surgiu no WIN8 através de uma aplicação muito manhosa… Há quanto tempo eu gravo vídeo do ecrã em streaming num OSX! Há quanto tempo eu instalo aplicações no OSX arrastando simplesmente para a pasta de Aplicações! Voçês falam do Spotlight? Mas algum dia se pode comparar o Spotlight do OSX com a porcaria do Windows Search, que demora uma eternidade a procurar seja o que for enquanto que o Spotlight não só é uma flecha como também separa tudo por tipo de ficheiro? Como é que é essa história do ALT+TAB? Deixem-me rir! O ALT+TAB no Windows coloca uma barra com as aplicações no ecrã – algo que o OSX também faz, mas nunca se pode comparar com a divisão das aplicações por todo o ecrã! Nem o “Aero” nuunca conseguiu fazer isso! E se agora se pode ver essa novidade (!) num Windows é porque eles a copiaram do OSX.
    Se uma entidade “roubou” de uma forma descarada a outra, desde sempre, foi a Microsoft! Se bem que a Apple também roubou – essa sim, deliberadamente – a Xerox, com o GUI e o UNIX, mas isso é outra guerra…
    E já não vou falar nos ficheiros temporários que o Windows “cria” e o OSX não (cria-os sim, mas não permanecem, que é o que interessa). A Apple faz computadores meus senhores. Cria conceitos. São a vanguarda na edição de vídeo, tratamento de imagem, som, etc. A Adobe por exemplo nasceu para a Apple! Nem existia sequer para o Windows, que por essa altura corria no MS DOS!!!!!
    A Microsoft se quis acompanhar a Apple teve de correr isso sim. E apanhar tudo o que podia! O Windows é ainda um sistema operativo quase obsoleto comparativamente com o OSX. A forma como formatamos um disco, a forma como criamos partições, que são autênticas dores de cabeça num Windows, a forma como instalamos vários sistemas operativos na mesma máquina sem recurso a máquina virtual, já são histórias para o OSX que o Windows ainda não conheceu…
    Só deixo uma questão para terminar: Será que alguém utiliza o Internet Explorer no Windows? Fruit for thought!

    • Mikes says:

      Já não usas windows há quanto tempo? Para aí desde o xp?

    • Miguel Sousa says:

      No caso da Apple são obrigados a usar o Safari, pois ele está protegido. Coisa que a união europeia proibiu a Microsoft de fazer com o IE… Em troca a Apple ofereceu 3400 Ipads e 6000 iphones aos membros do parlamento europeu. (nisto a Microsoft terá de melhorar…)

      Por outro lado, os sistemas Apple, só precisam de ser configurados para 3 arquiteturas de hardware… obviamente, tem de estar mais funcionais e aperfeiçoados do que um sistema que tem de suportar mais de 87 milhões de periféricos diferentes.

      E o que falas como sendo “novidades” da Apple, já existiam nas várias versões do Windows… Só que, lá está, é impossível a Microsoft poder ter ferramentas que falas, porque não podem ser maleáveis a funcionar com milhões de arquiteturas. A Apple monta o sistema para funcionar com 3 arquiteturas diferentes… podem testar TUDO, pois só 3 tipos de hardware vão usar aqueles serviços. Também é por isso que qualquer aparelho Apple adquirido tem um valor de 143 dólares para o sistema operativo e a sua manutenção pelo menos para 3 anos de utilização. (tem estado a permitir 5 para os equipamentos móveis e 8 para os Imac)

      • JBM says:

        Ninguém é obrigado a usar o Safari no Mac.
        E o que a União Europeia fez à Microsoft foi por esta ter sido condenada pela prática de abuso de posição dominante.
        E essa da Apple ter oferecido iPads e iPhones, donde é que desenterraste essa ideia? talvez isso explique o resto do que dizes

        • JJ says:

          A Microsoft tambem não obrigava a utilização do IE.

          • JBM says:

            Não vou estar para aqui a recontar a história das condenações da Microsoft na Europa e nos Estados Unidos. Tens muitos sítios onde poderás ler o que a Microsoft fez para prejudicar a concorrência, entre eles a Netscape, sendo que nada do que aconteceu tem paralelo com a Apple ter um browser seu no seu sistema.
            E muito sinceramente, relê os comentários…

        • Rui says:

          Não podes remover o safari no IOS, ora tenta lá. O IE pode ser removido por qualquer utilizador do windows, só que ninguém o faz, porque não existe browser mais completo e que funciona a 100% em qualquer site. Sou utilizador do firefox e o IE é utilizado todos os dias, devido à compatibilidade com todos os sites.

          • JBM says:

            Que eu saiba estamos a falar do Mac.
            Quanto a remover o Safari do iOS, não não podes, mas todos podem usar a tecnologia por detrás do Safari nas suas aplicações e o Safari tem quase todo o seu código disponível para outros verem. E ter lá o Safari não impede de usar outro browser.
            E se falas em iOS então não digas que podes remover o IE pois isso não é possível no Windows Phone

          • ricardo M. says:

            Olha ai o que os utilizadores do iphone fazem quando recebem o seu iphone novo. É a primeira pasta a ser criada.
            https://instagram.com/p/8Wv5MrEbev/

        • Mikes says:

          A MS foi obrigada a meter um menu de opções de browsers. No OSx esse menu não existe.
          A diferença é que o OSx só tem para aí 5% de share, o que se torna irrelevante.

          • JBM says:

            vai ler a história dos casos na Europa e Estados Unidos para perceber o motivo! A diferença não está só no OS X ter 5% e a Microsoft ter posição dominante, mas naquilo que a Microsoft fez e que foi considerado um abuso dessa posição, desde pressão aos fabricantes, ocultação de informação importante do sistema a aplicações Windows concorrentes, etc. Era uma prática generalizada da Microsoft que não foi só com o browser

          • JJ says:

            JBM… acho que andas a misturar coisas diferentes.

            O caso do IE da Microsoft é simples de explicar, e nada tem haver com pressões sobre fabricantes ou ocultação de informação. Foi simplesmente pelo facto do IE vir por defeito instalado no Windows e por defeito ser o programa que abria weblinks. Isso fez com que a Microsoft fosse obrigada a ter um menu para a escolha de um browser.

      • Miguel says:

        E tu róis-te de inveja, não?!

      • Vitolas says:

        Que tentes justificar o porque de pagares um valor completamente inflacionado pelos produtos da apple é uma opção tua,mas pelo menos não uses argumentos ridículos e tão falsos como os implantes mamarios de muitas mulheres para tal coisa.

    • JJ says:

      Num só comentário… tanta barbaridade. É incrível!

    • Censo says:

      Astro…tens de sair de órbita e voltar à terra. Tas com falta de oxigênio. Quando cá chegares experimenta uma coisa chamada Windows 10.

    • Daniel says:

      Nunca li tanta porcaria num só comentário, parabéns !

  16. Pedro says:

    Com tantas coisas “roubadas” ao win10, este sistema operativo só falta também roubar os problemas com as atualizações e instalação da malta da Microsoft. E ainda bem que o cortana funcionou bem com o CEO da Microsoft, já tinha saudades destes episódios!

  17. Miguel says:

    Um pouco mais de cuidado na escrita de artigos ajudava. Porque 4 dessas funcionalidades já existiam antes do Windows 10, que talvez tenha ele copiado o Mac OS, que nesta versão viu apenas melhorias e ajustes. Insinuar que o Mission Control é cópia do windows 10, quando já existe antes de no Windows o CTRL-TAB mostrar algo de jeito é confundir os leitores. Um pouco mais de pesquisa e cuidado em dizer que x se baseou em y, quando como já referido, muitas destas coisas já existiam no Linux muito antes de sequer haver Windows 10, que se recorde, foi lançado depois de o El Capitan ser anunciado com estas funcionalidades já….

    • Cenas says:

      Alt+Tab – windows 3.0 – 1990
      Mission Control – Antigo Exposé – Mac Os 10.3 – 2003

      Just saying…

      • JBM says:

        O mission control não é o Alt+Tab
        Se fizeres o Alt+Tab no Mac não vais parar ao Mission control apenas transitas rapidamente entre aplicações.

        • Mikes says:

          No windows o “mission control” é o alt+tab,,, ou o Win+tab

          • JBM says:

            e? Isso torna o Mission Control o Alt-TAB?
            Alt-TAB foi criado para transitar entre aplicações
            Exposé foi criado para transitar entre janelas, podendo apresentar todas as janelas de todas as aplicações abertas.

          • JJ says:

            “Alt-TAB foi criado para transitar entre aplicações
            Exposé foi criado para transitar entre janelas”

            Isso não é a mesma coisa!?

            E no WinVista, se não estou em erro, com o ALT-TAB já se via todas as janelas e não só os icons.

          • JBM says:

            JJ
            acho que fica bem explícito como não é a mesma coisa. Num só serve para saltar entre aplicações, no outro pode servir para saltar entre janelas da mesma aplicação. E isto sem falar da função que é mostrar janelas miniaturizadas para ajudar como referência visual.

            Win Vista? Fazes ideia quando é que apareceu o Exposé no Mac? 3 anos antes do Vista

          • ricardo M. says:

            Quem nasceu primeiro? A Apple ou Windows? Quem veio imitar cá para o mundo?

          • JJ says:

            Janelas da mesma aplicação?
            Continuou a não ver a diferença.

            Sempre que se faz Alt+Tab, se tiver dois docs do word abertos, mostra os dois.

            Qualquer das formas para mim é indeferente que fez isso primeiro.

          • JBM says:

            ricardo M.,
            antes da Microsoft ter o Windows ou até o DOS já a Apple andava a criar sistemas operativos e a vender computadores com esses sistemas.
            JJ
            O alt+tab foi criado para saltar entre aplicações – recordar que antigamente documentos numa aplicação corriam dentro de janelas na janela da aplicação. O que tu podes fazer hoje no Windows com o ALT+TAB não altera isso, e conseguires ver miniaturas de todas as janelas é muito mais recente no Windows do que no Mac.

          • JJ says:

            JBM… até podias estar apresentar bons argumentos, mas com este comentario perdes cerdibilidade…

            “antes da Microsoft ter o Windows ou até o DOS já a Apple andava a criar sistemas operativos e a vender computadores com esses sistemas.”

            A Microsoft fundada em 1975, a fazer interpretadores BASIC para o Altair 8800. A Apple foi fundada em 1976 com o seu Apple I.

            No aspecto de quem nasceu primeiro no desenvolvimento de sistemas, aqui foi a Microsoft. Se disseres que a Apple começou com os sistemas user friendly primeiro, sim é verdade, mas mesmo assim não ganhou assim tanto mercado.

          • JBM says:

            JJ
            nada do que a Microsoft fez no Altair é considerado um sistema operativo, por isso sim, antes da Microsoft ter um sistema operativo já a Apple tinha criado o seu.
            Só em 1980 é que a Microsoft teria o seu primeiro sistema operativo.

    • Mikes says:

      O windows foi anunciado/apresentado no ano passado 😉

    • Miguel Sousa says:

      O el capitan foi anunciado já o Windows 10 preview tinha mais de 630 versões.
      E as funções de que falas, foram criadas muito antes de o IOS existir.
      O alt+tab foi a novidade… no Windows “só” há 25 anos atrás. Ainda nem era um sistema operativo. Tem evoluído nos sistemas Windows e foi copiado pela Apple. (ao ponto de terem tentado patentear a mudança de aplicações usando 2 teclas em simultâneo em 2007… deve ser por isso que dizes que eles é que inventaram isso, felizmente o gabinete de patentes mandou-os mudar o nome pois era algo que já existia e não podia ser patenteado.)

  18. José do Mac says:

    O autor desta notícia provavelmente usou um OSX pela primeira vez depois de ter o Windows 10, porque se usasse um Mac, digamos desde 2004, teria uma opinião contrária!

    • O autor desta notícia usa o OSX diariamente desde 2008 e não quer outro sistema operativo, mesmo tendo acesso ao Windows 10 desde as primeiras versões.

      É também utilizador do OSX El Capitan desde as primeiras versões beta públicas e conhece bem a forma como este sistema tem evoluído. Já o tinha sido com o Yosemite, com a mesma boa experiência.

      Por isso está perfeitamente capacitado para escrever este artigo ou outro qualquer que diga respeito ao OSX, de forma isenta e esclarecedora.

      Por essa razão não se revê nessa crítica e nem em qualquer outra que façam.

      E já agora, se o virem por aí avisem-no disso!

      • Rui C says:

        Bem respondido.

        Ultimamente todos os que escrevem artigos no pplware em que a noticia é Apple , android ou microsoft são acusados de imparcialidade ou de falta de rigor.
        Já era altura de mudarem de cassete quando não gostam do que é dito, com conhecimento de causa.

        My 2 cents.

      • JBM says:

        a minha pergunta é como é que há coisas que são ditas neste artigo que já existem no Mac há anos.

        • Mikes says:

          A maneira como funcionam e como evoluíram são bastante Windows 10

          • JBM says:

            desculpa? onde é que o Mission Control tem alguma coisa a ver com o Windows 10?
            Onde é que o tema negro tem alguma coisa a ver com o Windows 10, se apareceu antes do Windows 10 ter sequer sido apresentado?
            Spotlight, mapas já faziam tudo o que é indicado no texto antes de existir o Windows 10. etc

        • JBM says:

          acho que não é preciso responder. Podemos encontrar os factos errados num artigo do PCWorld, até fazem o mesmo engano em chamar Task view ao Mission Control

          • Mikes says:

            São nomes diferentes para a mesma funcionalidade.
            É a mesma coisa que a Apple chamar ao se stylus do ipad pro de Apple Pencil – marketing e a mania de terem nomes diferentes para a mesma coisa.

          • JBM says:

            A questão é que implicaram por, suponham eles, a Apple ter agora ido copiar o nome usado pela Microsoft entre outras coisa; o que obviamente não é verdade mas coincide com o mesmo erro que é feito aqui.

      • Jorge Rodrigues says:

        Como foi apontado aqui há no artigo “novidades/ roubos ” que não passam de evoluções no OS X
        Acho o artigo bom mas o titulo um disparate brutal.

        Mas quem sou eu para mandar a boca que só uso o OSX desde o Tiger em 2007 e Windows desde 1996 ….

      • ze says:

        O autor desta notícia nao devia postar comentarios onde mostra a falta de imparcialidade e apoio corporativo.

        • É estranho esse juizo quando eu apenas me limitei a descrever e mostrar a minha experiência…

          Sou imparcial porque uso Mac e estou a ser acusado de não o fazer? Estranho!

          Quanto ao apoio corporativo… Então eu escrevo “contra” Mac e sou utilizador Mac? Dupla personalidade a minha? Estranho.

    • Miguel Sousa says:

      Pronto… diz lá que a Apple inventou a mudança de aplicações usando 2 teclas em simultâneo. Foi um pouco mais tarde do que dizes, talvez saibas que essa soberba invenção da Apple, apresentada em 2007, afinal já existia nos computadores… em 1991. Com a única diferença que começou num programa de ambiente que dava pelo nome de Windows e funcionava em ambiente DOS. Simples pormenores…

      • JBM says:

        O que a Apple criou foi o Exposé (diferente do Alt+Tab) em 2003, que permite visualizar todas as janelas abertas e transitar entre elas de forma mais fácil por referência visual dos conteúdos das janelas.
        O Alt+Tab no Mac já tem mais de 15 anos, no mínimo, por isso nem se entende essa da Apple em 2007 ter inventado algo que já existia

        • JJ says:

          Isso é exactamente o mesmo que faz o Alt+Tab, simplesmente com uma apresentação diferente. Resumindo… é a mesma função, executada de forma diferente. Agora, não se pode dizer que são coisas diferentes!

          O ponto aqui é: a quanto tempo existe esse tipo de função no MAC? É que no Windows existe desde o 3.0.

          Para mim, isso é irrelevante!
          Só acho parvo, andar a dizer que eu fui primeiro que o outro, quando muitas vezes as coisas já existem (de maneiras diferentes) em ambos.

          • JBM says:

            Mesmo?
            então explica como é que tu consegues com esse teu ALT+TAB visualizar somente as janelas abertas duma única aplicação?
            E explica como é que o ALT+TAB fazia o que dizes no Windows 3 se não havia janelas separadas para cada documento numa aplicação?
            O Mission Control/Exposé tem funcionalidades diferentes e mecanismos diferentes do ALT+TAB.
            E se queres insistir que faz o mesmo só porque são formas de transitar dum lado para o outro, então podemos começar a falar das formas que o Mac tinha de transitar dum lado para o outro antes de surgir o Windows

  19. luis says:

    Não tinham um titulo mais sensacionalista ? ahah

  20. Mikes says:

    Das que mais ansiava no OSx era mesmo o split view – que muitos ifans negavam a sua utilidade.
    Desde o w7 que sinto falta desta função no OSx.
    Espero é que no OSx funcione bem – mas já li que nem por isso e não é tão fácil de usar como no windows (ainda não instalei o Capitão, estou com algum receio de dar cabo do imac e é uma máquina de trabalho que nao me dá jeito ter problemas – já bastaram o do yosemite que agora está tão estável)

    • JBM says:

      arranja um bom disco externo ou cria outra partição no computador para instalares e experimentares o novo sistema. É a melhor forma de perceber se o sistema não cria problemas, sem estragar nada.

  21. Francisco Almeida says:

    A verdade é que noto que o OS X é actualmente o melhor sistema operativo. Na minha profissão trabalhos com poderosos programas, como o AutoCad, Adobe Premier, Autodesk 3ds Max 2016, Photoshop, illustrator, etc… e em todos os programas que correm em Windows e OS X, o Mac da uma abada ao Windows e olhem que o desktop Windows é bem recente.

    Portanto, isso deve-se a um grande trabalho da Apple a preparar o seu SO.

    • Mikes says:

      Eu uso praticamente isso tudo em ambos os sistemas e não noto superioridade do mac.
      Para mim, e para muitos designers, essa ideia é actualmente um mito urbano.
      Importante é ter o Windows bem tratado, a máquina bem optimizada e o rendimento é identico.

    • JJ says:

      Lá por ser um desktop Windows recente, não quer dizer que esteja preparado para correr esse tipo de programas!

      Um desktop Windows capacidade para correr esse tipo de programas, tem um desempenho tão bom como um MAC.
      E quem gasta 1500€ num MAC para trabalhar com esse programas, mais ou menos pelo mesmo preço tem um desktop Windows com capacidade trabalhar com esses programas de igual forma.

      Essa de dizer que o desempenho de um MAC nesses programas é melhor… já não resulta actualmente. Até porque começam a surgir mais empresas que estão apostar em postos Windows para trabalhar com esse software.

    • Censo says:

      A máquina com Windows tem ssd ?

    • Xis says:

      Mentira…
      Até os programas de produção de áudio, que há uns anos só funcionavam bem em MacOS, já correm melhor em sistemas Windows.

      • Mikes says:

        Antigamente as empresas de software ligadas a multimédia mesmo que tivessem software para Windows, não o optimizavam como o faziam para OSx.
        hoje em dia as empresas já optimizam o software para Windows e ate a pensar em versões especificas, p.ex., updates específicos para Windows 10.
        Desde que as empresas de software abriram os olhos e perceberam que estavam a deixar de fora 80% de potenciais clientes, perceberam que se calhar ficarem presos a uma plataforma pequena era erro e, vai daí, começaram a optimizar e a desenvolver versões para Windows também.
        Hoje em dia temos inclusivamente as marcas de hardware a lançar produtos direccionadas ao mercado profissional Windows.
        Longe vai o tempo em que o Final Cut era o melhor editor de vídeo.

    • ricardo M. says:

      Prontos, és tu e que és diferente. Tenho vários amigos arquitetos, e todos eles trabalham no Windows. E dizem todos os mesmo, que se quisessem umaç Mac com a performance que tem no windows, iam ter que pagar o dobro. Eu olho para o computador dele e ate me passo, tem la 8 gpu a funcionar ao mesmo tempo, para renderizar mais rápido. Num Mac oa ter que pagar o dobro. E faz tudo sem problemas e fluido, pudera! Com uma configuraçao daquelas!

  22. Joao says:

    A Microsoft inventou a pesquisa e a Apple copiou! LOL

    • Mikes says:

      O artigo não diz isso. A pesquisa do windows evoluiu para uma pesquisa abrangente a várias fontes, ou seja, para a mesma palavra a pesquisa dá resultados para o encontra internamente no sistema, na loja e na Net – e se não te apetecer escrever, basta chamares a Cortana (o windows 8.1 já fazia isto em parte, mas com resultados menores e menos integrado).

      • JBM says:

        A versão anterior do OS X também já fazia pesquisas em várias fontes (loja, Net) e tudo integrado. A diferença é que agora se consegue obter resultados ainda mais granulares

  23. camones says:

    É impressão minha ou o Spotlight só está a funcionar dentro do sistema? Por aqui nada de sugestões ou pesquisa web! Talvez na imagem fornecida no artigo apareça o “pplware” pelo facto de estar no histórico do safari! De resto, julgo que em Portugal o spotlight continua igual sem qualquer novidade!
    https://discussions.apple.com/thread/7251021?start=0&tstart=0

    • camones says:

      Acresce a observação de um eventual “bug” a confirmar pelos restantes comentadores.
      Quando no “task view” se adiciona uma nova “secretária” (vulgo ‘desktop’), ocorre inúmeras vezes o seguinte problema. Ao criar um novo desktop e, no imediato, mudar para esse novo ambiente de trabalho, a barra de menus superior deste novo espaço surge apenas com os ícones à direita e sem qualquer texto na parte esquerda (“finder”, “ficheiro”, etc.). Só carregando nessa zona da barra é que o texto aparece (ou fazendo o gesto no trackpad para abrir a task view). Nem sempre isto sucede à primeira. Por vezes ao criar um segundo desktop aparece tudo ok mas se de seguida criar um terceiro ou quarto o problema já aparece!
      Isto ocorre com mais alguém?

  24. Tiago says:

    Volto a comentar! A função SWIPE com 3 dedos está disponivel desde o snow leopard!!!não sou defensor do OSX mas essa é uma das funções mais simples que existem desde essa versão!

  25. Oscar Ferreira says:

    Organização das janelas
    No Mac, visualização organizada das tabelas está disponível desde 2003, designando-se na altura por Exposé.
    No Windows, visualização semelhante somente a partir do 10

    No Mac, Desktops virtuais existem desde 2007, na versão 10.5. Chamava-se Spaces.
    No Windows, novamente, está disponível apenas no 10

    Tema
    Claro que o Windows permite alterar o tema há muitos anos. No entanto, mais uma vez, o artigo encontra-se errado pois este tema já existe desde 2014.

    Pesquisa
    No Mac, uma pesquisa eficaz para servir de launcher existe desde 2005. No entanto estava limitada, primeiro à própria maquina e, mais tarde, a outros Macs na rede. A partir de 2014, o Spotlight passou a pesquisar na web.

    No Windows, uma pesquisa do género chegou mais tarde com o Windows 7 (ou terá sido com o Vista?). Em todo o caso, penso que somente no Windows 8 permitiu funcionar realmente como launcher de aplicações pois só aí a rapidez para apresentação dos resultados se aproximou da do spotlight. Quanto à pesquisa online, confesso que não sei quando tal funcionalidade foi incluída no Windows.

    Funcionalidades do Safari
    Não é muito correto referir aqui o Edge pois este foi disponibilizado poucos meses antes da última versão do Safari. Não me parece que seja correto considerar uma cópia

    Split View
    Esta sim uma excelente adição ao Mac e umas das funcionalidades mais úteis do Windows (desde o 7). No entanto, a possibilidade de fazer split em quatro partes só foi introduzida no 10, mas espero que a próxima versão do Mac a copie também 🙂

    • JJ says:

      Pronto… mais um… nem vou falar dos outros pontos, mas aqui estragas logo tudo:
      “No Mac, Desktops virtuais existem desde 2007, na versão 10.5. Chamava-se Spaces.
      No Windows, novamente, está disponível apenas no 10”

      Desde do Win95 é possível ter desktops virtuais. O ponto é que isso era possível através de programas de terceiros. Portanto, no máximo, o que se pode dizer é que a Microsoft só incluiu essa funcionalidade de origem, no 10. Mas ela esta disponível desde do Win95.

      A Microsoft nunca precisou incluir determinadas funcionalidades, porque sempre teve uma boa comunidade a produzir software com essas funcionalidades. Ao longo dos anos, foi incluindo essas mesmas funcionalidades, por uma questão de mercado, visto que muito desse software de terceiros deixou de evoluir e os hábitos dos consumidores também se alteraram.

  26. Pedro Barradas says:

    Pedro Simões, se como diz é utilizador OS X a tanto tempo, nao percebemos o titulo “7 funcionalidades que o El Capitan roubou ao Windows 10″…

    É que pelo menos o Yosemite já nem recuo mais no tempo, já possuia estas funcionalidades!

    Não quero ser ruim, mas é questão para questionar…será que este artigo foi patrocinado pela Microsoft? Não tenho nada contra, mas é estranho.

    Bom trabalho! Abraço

  27. Desconhecido says:

    Esqueceram-se de pôr o “Siri”

  28. LG says:

    Só vejo Sherlocks nos comentários a investigarem o nascer das Features em diferentes SO. Bom artigo de comparação. E já agora aos Sherlock: sejam mais humildes. Nenhum SO é melhor que outro

  29. Fan says:

    Será que o novo El Capitan também já tras a funcionalidade mais antiga da Microsoft, mais propriamente Windows: “O programa deixou de responder”..algo que acontece em praticamente toooodos os programas windows, se não todos mesmo!

    Nem se compara um sistema com o outro quanto mais “roubar” funcionalidades Windows..se a Apple adiciona funcionalidades que até já existiam em Windows é porque roubou ideia..se a Microsoft adiciona funcionalidades que já havia no OS X já é uma excelente ideia porque o sistema está a ser complementado com coisas que já existiam, úteis e que faziam falta..cresçam sff, antes de publicarem artigos ridículos com títulos destes..

    • Mikes says:

      Sempre é melhor receber essa mensagem que o programa boquear e não sabermos – apenas vemos aquela rodela irritante às cores a andar à volta (como acontece no OSx).

  30. rui says:

    Aqui se vê o pessoal com as coisas do costume. A realidade é simplesmente uma: a apple sabe fazer marketing de uma maneira que, quem tem coisas da companhia continua cego e numa realidade diferente, e ainda consegue apanhar mais alguns. Pega em coisas que já existem, dá-lhes outro nome e cores e chamam de inovação. Mas quando vão apresentar isso, sabem enganar e levar as pessoas bem levadas. Começo a pensar que na apple devem trabalhar os políticos a nível mundial, ou então tiveram formação no mesmo sítio. É o poder do marketing bem feito, minha gente. Mas como tudo, só cai quem quer. E pelos vistos há muitos a cair e a chamarem todos os nomes e mais alguns a quem tem os olhos abertos e não quer cair.

  31. Fernando says:

    Microsoft enganou se no nome quando lançou o windows 10 porque o nome correcto era Windows X

  32. João Terra says:

    E a MS rouba aos outros também. ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão

  33. Manel says:

    Eu digo mais! Eu tinha um comodore amiga que fazia isso tudo nos anos 80. Esta geração nova é que copia tudo! São tudo uns copiões é o que é!

  34. Realista says:

    Revolucionari… wait what?!

  35. halnaweb says:

    Deixando a “pêra e batatada” Windows versus Mac com Linux à mistura, alguém notou verdadeiros aumentos de perfomance? Alguém usa Unity3d 5 no mac com o esta ultima versão do El Cap. e notou alguma diferença?

  36. Pinho says:

    Esta artigo está…todo ao contrário, ou então é a piada do ano!

  37. MB says:

    Agora peçam a alguém que utilize linux ou osx há mais de 3 dias para reescrever o “artigo”.

  38. Daniel says:

    Este artigo foi escrito claramente por alguém que nunca utilizou OS X.

    1 – Task view unificado – apelidado de Mission Control, surgiu em 2010 com o OS X Lion, sendo uma junção do Exposé (que permitia saltar entre janelas) e Spaces (que permita criar ecrãs virtuais).
    Alt + tab não tem nada a ver com o Mission Control, pelo menos no Mac. Uma função que utilizo desde sempre quer em Windows, quer em OS X (embora tenha uma implementação ligeiramente diferente – no Windows salta todas as janelas, no OS X salta por aplicação).

    2 – Pesquisa inteligente no Spotlight – se por pesquisa inteligente considerarmos o “uso da escrita natural para realização de determinadas tarefas”, então isto já existe há imenso tempo noutros sistemas operativos (Android, iOS, Windows Phone e agora Windows 10) e outras aplicações (Google Now, Alfred, Quicksilver, etc.).

    3 – Todas as funcionalidades apresentadas na Mail.app já existiam no iOS. A nova actualização só vem fazer aquilo que a apple está a fazer desde 2010 – paridade de características entre o iOS e o OS X.

    4 – As direcções nos mapas já podem ser enviadas para o iPhone – isto já existe desde 2013, com o Mavericks.

    5 – Um tema negro para ser usado – existe desde o Yosemite. Agora ter temas diferentes é roubar do Windows 10? Posso enumerar um conjunto de sistemas operativos que fazem o mesmo, antes do próprio Windows 10. Aliás, o Macintosh OS 9 (década de 1990) já tinha um sistema de “theming” no sistema operativo onde os utilizadores podiam criar o próprio tema a própria Apple geria temas de 3rd parties.

    6 – O Safari tem agora acções dedicadas aos separadores. Funções foram roubadas do Chrome. O Chrome não faz parte do Windows 10. Logo, não foram roubadas do Windows 10 (lógica da batata).

    7 – Split View e a arrumação das aplicações – única das funcionalidades que concordo que foi roubada do Windows.

    • Fabiano Cardoso says:

      Só reforçando, a maioria dos recursos já existia com outros nomes, feitos de outras formas ou integrado por programas de terceiros. O Daniel disse por exemplo as abas do Safari “roubadas” do Chrome. Na verdade para aqueles que utilizam a internet desde os primórdios, sabe que o Netscape Communicator já tinha isso.

  39. ZeTolas says:

    Acho engraçado os comentários da treta… Seja de raiz ou por software de terceiros quase todas as funcionalidades já podiam ser feitas em Win, iOS, Linux ou algo que o valha… Agora este copia aquele… Todos copiam alguma coisa, se é bem feita acho bem que seja copiada ou adaptada ao ecossistema que representa, seja ele qual for.

  40. Carlos says:

    Pedro Simoes tens algum problema em aprovar críticas?
    É que se for para escreveres aquilo que queres nos artigos deixa de o fazer 😉
    1ª mensagem: “Artigo é ridículo do início ao fim”.
    2ª mensagem Artigo/autor ridículo!

  41. Mário C says:

    Estou abismado com esta notícia… Realmente quem não sabe é como quem não vê…. Estas funcionalidades já existiam nas versões anteriores do OSX, qual o espanto? Comparar OSX com Windows??? É comparar alhos com bogalhos… Só há uma coisa que “invejo” no windows é a organização das janelas, mais nada! Enfim, são as chamadas “notícias para o barulho!”

  42. Guilherme says:

    Olhando para as features apresentadas apenas o slipt view é que foi copia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.