Produza a sua própria energia elétrica mas tenha estes cuidados

Por Rafael Moreira para Pplware.com

Destaques PPLWARE

47 Respostas

  1. Joao MS says:

    Nao é possivel armazemar a energia produzida ppr estes paineis?

  2. Paulo T says:

    Só uma questão, utilizar equipamentos como, ferros, aquecedores, etc, não pode queimar o inversor devido as resistências?

  3. Filipe says:

    Posto isto parece o que não é , pois o sistema não é eterno e quando chega a hora de estar rentabilizado , em 90 % dos casos tem de serem renovados e volta tudo novamente para ser rentabilizado . Ou seja , nem daqui a 100 anos conseguem retirar proveitos dos gastos empregues … em Portugal ainda é uma moda muito nova , estou a falar de casas particulares , pois nas empresas tem maneira de por baixo da mesa irem buscar o pagamento dos painéis , os Portugueses pagam – nos em subsidiários de fundo perdido . Doutorado em Ciência do Ambiente à mais de 30 anos .

    • thony says:

      Muito muito obrigado Amigo

    • Telmo M. says:

      Vale sempre a pena. Se de facto o prazo de rentabilização for válido, só o facto de se estar a utilizar energia limpa já faz valer a pena. E mesmo que produzam 70% da sua capacidade inicial após 25 anos, ainda produzem, e podem só acrescentar mais um ou dois painéis nessa altura. Já para não falar que cada vez faz mais sentido usar energia solar (já é mais rentável que combustíveis fósseis), e a tendência é de melhorar.

    • Luis Cabral says:

      Parece-me que os seus 30 anos de nada valeram… O desconhecimento e desinformação neste comentário são gritantes. Diria mais, um tipo Português (ou velho do restelo) a atacar o que não sabe e induzir erradamente as pessoas em erro (ou talvez o seu conhecimento tenha 30 anos, tal como o seu “doutoramento”).

      Talvez lhe sugira um outro doutoramento nesta área (vá, uma simples formação ao fds chega para retirar as dúvidas mais básicas) antes de vir comentar o que claramente não sabe nem domina… Enfim

      • A Testar says:

        Tu nem sabes o que é um velho do restelo, pois se soubesses não o utilizarias neste exemplo. Provavelmente o teu conhecimento vem do senso comum.
        Sobre a rentabilidade, todo este tipo de “modas” nunca trazem dinheiro a ninguém a não ser a quem vende este tipo de material. Será o teu caso? Ah e tb tenho muita experiência de vida… será que vais dizer que eu só sei que nada sei?

    • A Testar says:

      Parabéns, eu tb concordo com o seu ponto de vista. Quem vende isto que demonstre que há viabilidade neste sistema. Como utilizador e que não o faça como vendedor. Eu sei que a maioria das pessoas acredita em tudo o que lê e ouve, sem colocarem dúvidas sobre as fontes das notícias e com que intenção serão as mesmas criadas. De qq forma, agradeço o seu comentário. para os restantes leitores, só digo que o pior cego é o que não quer ver.

      • Rafael Moreira says:

        Boa tarde,

        O meu nome é Rafael Moreira, fui eu que escrevi este artigo, e terei todo o gosto em lhe mostrar “in locco” um destes sistemas a funcionar, explicar como funciona, e a poupança que lhe pode trazer… Inclusive sistemas com mais de 5 anos! (ou seja, já tiveram pelo menos o seu retorno).

        Imagino que alguma coisa de errado lhe tenha acontecido com um sistema deste tipo, ou até tenha tido alguma má experiência, mas isso não lhe dá o direito de por em causa tecnologia com muitos anos, muito estável, e o trabalho e conhecimento das pessoas…

        Se tiver algum conhecido com algum sistema destes (que provavelmente terá), aconselho uma visita ao local para poder tirar mais informações sobre o mesmo…

        E por favor, não sejam “profetas da desgraça”, tentem contribuir de forma positiva para a discussão com argumentos sólidos, com lógica e sobretudo factuais…

        Melhores cumprimentos,
        Rafael Moreira

  4. Filipe says:

    …e nem se metam com baterias , caso afundam ainda mais o orçamento , viciam tal como por exemplo a dos telemóveis e tem um fator de carga e descarga repetido e limitado no tempo , depois lixo . Comprem outra .

    • Telmo M. says:

      As baterias que viciam são as de níquel cádmio (Ni-Cd), e esta química não é utilizada em instalações solares. Há uma baixa possibilidade de as baterias de níquel hidreto metálico (Ni-MH) podem desenvolver efeito de memória (viciar), mas também não são utilizadas em instalações solares.
      As baterias de chumbo (Pb) sim, são usadas em instalações solares e não têm qualquer efeito de memória. Têm é pouca eficiência, poucos ciclos de vida (que piora quando são muito desgarradas por cada ciclo – mais de 30%) e com isto perdem capacidade ao longo do tempo. Mas isto é diferente de viciar (efeito de memória). Simplificando, as tecnologias de lítio actuais são vastamente superiores às de chumbo e o seu preço está-se a tornar melhor que a tecnologia de chumbo. Os defeitos são os mesmos, mas mais reduzidos.

  5. RM says:

    Muito bom artigo. Hajam mais deste tipo. Obrigado.

  6. Sérgio J says:

    Não se esqueçam de ao fazer a análise de quanto tempo leva a rentabilizar o investimento levar em consideração o custo do dinheiro. São muitos anos e esse factor deve ser também levado em consideração.
    Para quem o pensa fazer, bons investimentos.

    Na minha opinião opinião vale mais pela consciência ecológica do que pela rentabilidade financeira.

    • Rafael Moreira says:

      Boa tarde Sr. Sérgio,

      Sim, sem dúvida que esse é um factor importante, essencial diria mais… Nada disto tem interesse se o mesmo não for um investimento rentável.

      No entanto, aconselho a que se informe melhor sobre custos, rentabilidades e garantias dos diferentes equipamentos pois pode ficar positivamente surpreendido…
      Contudo, concordo, a consciência ecológica também pode e deve ser um factor importante para si e para todos nós…

      Melhores cumprimentos,
      Rafael Moreira

  7. Técnico Meo says:

    Mais simples do que tudo é o que tenho cá em casa: um painel monocristalino de 150w, 3 baterias de 100 amp normais, um regulador de tensão e uma bicicleta ligada a um alternador. Estou alimentar directamente do regulador de tensão saida 12v imensos equipamentos que já existem nas nossas casas que usam os 12v. Também podia alimentar directamente das baterias, mas quando estão á carga podem atingir os 14v. Alimento um monitor de 23 pol de 12v, mini pC de 12v, powerbank de 20.000 mha com saidas de 5v 12v e 19v, router meo 12v, box meo 12v, um radio-transmissor amador 12v, e uma smartv de 40 polegadas também a 12v. As baterias não as deixo baixar dos 60%. Os inversores de onda quadrada perdem muita eficiência e geram muita RFI. Assim é mais simples. Quando a tensão das baterias baixa muito por falta de sol salto para cima da bicicleta agarrada ao alternador e muitas horas de pedalada. Já lá vão 8 kilos 🙂

    • Pintasilgo says:

      Essa partiu me todo, isso sim é eficácia de recursos 🙂

    • Raul Vidal says:

      Se questionar a realidade da “sua situação”, uma coisa que já me passou varias vezes pela cabeça foi mesmo a questão da possibilidade de ter tomadas em certos pontos da casa de 12v ou 24v.
      Hoje em dia temos muitos equipamentos que usam tensões inferiores a 24v (Iluminação LEd, Televisões, Carregadores de telemóveis, Impressoras, Box’s, Alarmes, Computadores portáteis, Consolas, etc (Basicamente toda a panóplia de electrónica)

      E na conversão DC 12V -> AC230 V, e no final a conversão novamente para DC 24/19/12/9/5/3.3v perde-se muito.

      E há outras formas de produzir energia alem da solar que poderiam alimentar todo “esse sistema”.
      Vejam o caso de num dia de chuva a quantidade de agua que desce por as condutas da água.
      A questão de ser “ciclista estático” Conheço varias pessoas que praticam em casa, e poderiam reaproveitar a energia.
      E há muitas outras formas, seria um sistema melhor dimensionado.

    • Jose Fonseca says:

      atencao aos gases que saiem da bateria nao os respire frequentemente Abracos e fez uma coisa maravilhosa obrigado por ter partilhado.

  8. Vida says:

    Muitas vezes deixamos fazer alguma coisa porque gasta muita electricidade, desde cozinhar no forno ou no grelhador, também podemos deixar de ligar um ar-condicionado ou um aquecedor porque gasta muito. No meu ponto de vista, acho difícil poupar, mas acredito num dia a dia mais agradável sem pensar tanto na factura energética. Neste momento as baterias estão mais baratas podemos fazer as contas ao que consumimos numa media diária e comprar de acordo com o dobro da capacidade que gastamos, no sentido de fazer o mínimo de ciclos de baixa descarga para não rebentar com as baterias num curto espaço de tempo. Quem faz uma casa de raiz deve deixar tudo preparado para um futuro próximo.

    • Vida says:

      Durante o dia podem programar maquina da roupa e da loiça para as maiores horas de sol para gastar directo dos painéis e não utilizar de noite pelas baterias. Quem está em casa pode sempre tentar almoçar comida feita no forno. Alguns hábitos têm de mudar e temos de aprender a usar o energia gerada pelos painéis.

  9. Pedro Pereira says:

    Por acaso gostava de saber isso melhor pois como vou construir uma moradia em breve penso que por lei sou obrigado a instalar um painel solar. No entanto falta saber se vale apena investir a serio num ou apenas o mais simples para aquecimento de agua..E’ algo que realmente gostaria de saber valores e o tempo que demoraria a ir buscar o investimento feito. A questao e’ que posso muito bem pagar 5k, 10k ou 20k nisto mas falta saber se valeria apena e se em pcs anos la tenho de substituir e ter tido algumas manutencoes pelo caminho…

    • João Carlos Castro says:

      Vale a pena se fizeres construção alternativa é dimensionada ás tuas necessidades actuais reais, por exemplo, com contentores marítimos podes ampliar quando precisares de mais espaço, não tens que pagar uma pipa de massa em licenças, não pagas IMI, não és obrigado a colocar sistema solar térmico, o terreno pode ser mais barato, podes ser tu a construir, e para 120m2 com 40 000eur tens uma casa de luxo. Há mais vantagens que se quiseres te posso enviar por e-mail.

      • Pedro Pereira says:

        Sim se puderes agradecia. Só para ter uma ideia.

        • tetris says:

          Ja tive oportunidade de analisar esse tipo de construção (construção alternativa) e francamente foi uma desilusão. Por cerca de 400€ / m2 consegues em administração directa construir uma moradia com qualidade. Mas atenção isto requer MUITA disponibilidade de tempo e muitas horas de estudo e planeamento . ” la diz o ditado que depressa e bem nao ha quem .. “

      • José Carlos Santos says:

        Boas, agradecia que me envia-se mais informação sobre este tipo de construção.
        Obrigado.

  10. Maria says:

    Boa tarde,

    artigo excelente, mas tenho uma dúvida, na afirmação “As células monocristalinas têm um melhor comportamento com radiação difusa…” , já vi outras fontes que afirmam que as células policristalinas é que têm esse comportamento. É possível dar uma breve explicação do porque da sua afirmação? . Obrigado

  11. David santos says:

    Excelente post. Gostava que fizessem o mesmo para energia eólica para auto consumo.

  12. Tetris says:

    Ja tive oportunidade de analisar esse tipo de construção e francamente foi uma desilusão. Por cerca de 400€ / m2 consegues em administração directa construir uma moradia com qualidade. Mas atenção isto requer MUITA disponibilidade de tempo e muitas horas de estudo e planeamento .

  13. Ricardo says:

    Interessante! Também gostaria de mais informações sobre as construções alternativas.
    Att

  14. Armindo Correia says:

    boa noite
    mandei um mail para o senhor Rafael Moreira
    mas ainda não tive qualquer resposta
    abraço

  15. Jose Fonseca says:

    E engracado que podemos comprar mas so os que o Estado autoriza e depois um dia teremos de pagar o Sol que usamos ou nao atraves do imposto de solaridade do imovel kkkkk mafiazinha que nunca mais acabas…..
    Eu compro o que quiser e me apetecer e nao injecto nada em ninguem muito menos na rede pois e um pessimo negocio para nos para eles e bom, e sou contra o imposto pois pode haver gente sem paineis e se houver acho que isso e um assunto privado de cada um, a EDP que se cuide pois nao temos de alimentar uma maquina que so nos gera despesas nas carteiras e que agora de forma vigarista nos quer sugar o nosso dinheiro atraves da quantidade de sol que apanhamos na nossa casa. Um povo Livre e cada vez menos termos encargos com estas coisas e para isso que existe uma razao colectiva e nao para perpetuar a exploracao das pessoas que constituem a Nacao, taxem e gerem dinheiro com coisas de facto necessarias para o colectivo em vez de andarem a perpectuar formas de ecnomicas erradas e standards errados deixem de penalizar as Pessoas. Nao querem suavisar a vida economica das pessoas em termos de recursos energeticos querem e manter empresas milionarias ao abrigo de uma ideia de colher receita para tapar buracos orcamentais e para satisfazer a ganancia de uns quantos, isto nada tem a ver com Democracia meus Senhores uma vergonha.

  16. Jose Fonseca says:

    Por razao motivada pela crise gerada pelas politicas mal calculadas a que o povo esta alheio pois nunca foi referendada nenhuma opcao em relacao a liberalizacao do comercio do dito free market acho ate que os produtos essenciais como leite o pao peixe carne etc deviam ser retirados da taxacao de IVA por serem basicos para a sobrevivencia das pessoas e ao mesmo tempo para dar um pouco mais de margem aos produtores descendo os precos ao publico para equilibrar salarios com poder de compra e para proteger os produtores, em detrimento dos distribuidores no caso haveria precos tabelados para cada produto considerado basico, para precaver os abusos da isencao do IVA.
    Estimular o consumo faria as empresas aumentar a producao.

    O Estado deixa as pessoas num lindo sarilho constantemente para sermos cidadaos desta comedia temos de pagar eternamente as erroneas decisoes de todos aqueles que claramente foram votados para estar la mas cujas decisoes catastroficas que foram nunca sao chamados a atencao so os vejo cavalgar cada vez mais em torno de tachos e paraisos onde se ganha dinheiro facil em detrimento da nossas liberdades e garantias constitucionais nunca ninguem tem a coragem de dizer eu errei ou enganei-me sera que e dificil de dizer que errei ? sao assim todos tao bons ? nunca se enganam e tem sempre razao pelo menos o Cavaco Silva teve a coragem de assumir a cavalidade que e a arrogancia politica a toda a escala quando se referiu a ele proprio nesse proposito obsceno nunca antes ninguem a proferiu todos se calam naquilo que e a maior das verdades alguma vez ditas nao se enganam e tem sempre razao, porque e assim com esta arrogancia que se implanta um Estado explorador e castrador das nossas Liberdades e garantias, Isto e uma Democracia para eles, que nos submetem a esta Ditadura em que conforme se pode ver uns obedecem e outros ditam mesmo errados que estejam. Onde anda o 25 de Abril onde ? Liberdade e Democracia ? onde ? Estado de Direito por Linhas Tortas … Valha-nos Deus.

  17. Jose Fonseca says:

    Um investimento em material para produzir electricidade tem de contar sempre com varios factores um deles e o do valor investido versus tempo.
    e Neste capitulo temos de considerar ainda outros como o tempo util de vida do Sistema dos seus componentes principais e o preco das manutencoes preventivas e as correctivas.
    Depois de fazer os calculos todos pode dizer adeus a esta palhacada toda da energia gratuita pois ainda fica mais cara.
    As contas sao boas de fazer!
    Depois quando amortiza a despesa estara certamente disposto a voltar a investir num novo ou reformar o velho sistema ? sorte a Sua e conseguir chegar ate a essa fase da amortizacao sem ter gastar ainda mais.

    Fornecer energia a rede e um pessimo negocio eles estao a comprar e decidem qual e o preco de uma coisa que e pertenca que quem a produz e ainda como ja e habitual pagam impostos sobre o que e vosso e vendido pela rede ou seja a empresa publico privada decide qual e o valor daquilo que voces produzem e ainda vos retira sob a forma de imposto uma grande parte tudo para o bolso deles e voces ficam contentes grande acordo esse Heyyy. Ganham duas Vezes meu Deus.
    E agora com uns miseraveis centimos por KW/h voces querem amortizar o que ? da ate para chorar quase ou nao ?
    Contratos Loeninos unilaterais a moda do Estado Portugues cuja arrogancia ja vem de longe sobejamente conhecida. Assim como as regras de contagem electrica e regras do Regulador de energia electrica uma autentica vergonha penalizadora para os consumidores em varios aspectos que um dia poderei comentar.

  18. Jose Fonseca says:

    A energia Reactiva que e uma consequencia da ma filtragem dos equipamentos um efeito produzido por pequenos motores de electrodomesticos e outros equipamentos de iluminacao etc ao passer em modo reverso no contador de energia tem um efeito terrivel no valor das facturas todos os meses pois este tipo de energia reversa e uma consequencia parasita um fenomeno da electricidade que e explorado pelas empresas de distribuicao de energia sendo assim e tendo em consideracao que a energia reactiva e uma fluxo de corrente electrica produzido na sua casa e passa pelo contador em sentido digamos reverso eles taxam esta energia a valores altissimos com se nos estivessemos a consumir do lado certo 3 ou 4 vezes mais. A energia reactiva leva empresas por vezes a Loucura quando por falha de alguma filtragem ou algo do genero de produz este fenomeno da reactiva na sua rede domestica tambem acontece mas na sua factura nao consta nada acerca dos niveis de energia reactiva detectado nem consta nada acerca do valor em cobrado devido a energias reactivas ora aqui fica mais uma deixa.

  19. Jose Fonseca says:

    Produzir energia e uma coisa romantica e sem sentido, ou entao e porque de facto nao tem outra chance de poder ter energia electrica e esta solucao so e boa nesta circunstancia pois nao tem outra Solucao.

  20. Nuno Rosa says:

    Uma questão relativa à fixação da estrutura dos paineis ao telhado.
    Eu tenho telhado inclinado com telhas. Estive a ler o seu aviso para ter cuidado por causa da fixação poder comprometer a estanquicidade da estrutura. Como é que a estrutura pode ser fixada sem haver furação da placa e assim nao comprometer a estanquicidade?
    Eu estava a pensar colocar algum sistema de isolamento no telhado para evitar perdas de calor por lá e para reparar qualquer. A instalação da estrutura futura de paineis fotovoltaicos pode comprometer o isolamento e estanquicidade do telhado? Como posso evitar isso?

  21. Sónia Serra says:

    Boa tarde Sr. Rafael.
    Tenho instalado um sistema de microprodução mas queria saber se posso instalar um sistema que me elimine o custo da fatura de eletricidade mensal.

  22. JOSE says:

    Boa tarde, tenho dois paineis solares com inversor a ligado a minha casa, no inicio do mes liguei mais 1 painel agora já estou a produzir a mais do que gasto, mas agora estou desconfiado o que vai para a rede o contador da edp está a contar, como posso resolver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.