Quantcast
PplWare Mobile

Router Fiber Gateway MEO: Como ligar um segundo router?

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Rafael Oliveira says:

    Para que colocar um segundo router? os novos routers da operadora já começam a ser bons o suficiente. Não vejo vantagens em colocar outro router.

    melhores cumprimentos.

    • Casimiro Alves says:

      as vantagens sao para os clientes empresariais!!! Finalmente fazer barulho deu sucesso!

    • Miguel Ribeiro says:

      Eu vejo imensas vantagens, como tal, uso outro router ligado ao da operadora.
      Depende das necessidades.
      No meu caso, uso o Asus RT-AC5300, que faz muito mais do que o router da operadora.

      • Nathan Yure says:

        Eu tenho um router Asus RT-AC 3200 e o que me fez decidir qual operadora contratar foi exatamente a possibilidade de usar um segundor router.

    • Francisco Esquina says:

      Podes não ver, mas elas existem.

    • Alexandre Machado says:

      Discordo, também uso dois routers RT-AC87U (Divisão de Baixo) e RT-AC88U (Divisão de Cima) e tem mais funcionalidades e actualizações versus os das operadoras.

    • Joao says:

      Por exemplo para alterar o servidor de DNS, coisa que esta’ (na minha opiniao) estupidamente bloqueada neste equipamento.

    • arc says:

      Claro, bons o suficiente, mas ainda muito restritivos em termos de funcionalidades extra para um utilizador avançado. Daí a recorrência para quem pode e deseja funcionalidades mais avançadas, a optarem por routers que não se encontrem sob a alçada de um ISP.

    • rfas says:

      Boas
      Na sexta feira passada, estava com esta necessidade, pois por DMZ não funcionava exactamente como eu queria, principalmente na questão do acesso externo via ddns. Hoje sai esta noticia e fui verificar e já lá estava a dita opção e funciona bem!

    • Hugo Freitas says:

      Eu uso um router meu maioritariamente por privacidade. Não me agrada ter alguém do ISP com autorização para me andar a vasculhar a rede doméstica.

    • spyvspyaeon says:

      Uma boa justificação é os router da operadora não permitem acesso de administrador. Isso para quem necessita de configurações especificas é um pesadelo de limitação, para além de outras vantagens, jogos online (portforward), cameras IP, router como wifi extender, criar rede interna em casas grandes. O tema aqui muitas vezes é que o cliente desconhece esse facto e outros modelos da operadora não permitem fazer o que este faz mas isso é sempre com base na questão que o router é da operadora. Como cliente, para não viver em um loop de insatisfação e poder fazer o que me dá na gana, quando preciso e sem depender de alguém é ter o meu 2º router em bridge em uma pequena rede interna que fiz. Se só tivesse o router da operadora estaria bem lixado (que vem incluído por contratar o serviço, tal como paga-se aluguer da box).

      hoje em dia nem é muito caso, em última analise compras um router bom, e dura-te uma vida e é teu, seja na operadora A ou na B e excluis logo o problema de routers com restrições ou limitações.

  2. Fernando says:

    Como actualizo o firmware??!!

  3. arc says:

    Nada como esperar pela actualização do firmware via ISP, isto no caso de ser possuir o Router Fiber Gateway da MEO.

  4. Mc says:

    Instalaram-me a semana passada quando migrei para pacote giga. Este meu S6 edge sò liga à net via vpn senão è uma lentidão, quer em 2.4 quer em 5 GHz. Tanto o Toshiba como o Vaio idem aspas. Os fixos têm os dns da google. Deve ser a Sofia…boa m###a

  5. Bruno Neves says:

    Eu tenho a minha box ligada a um segundo router, que esta a uns 20m do da meo. So que o router so permitia velocidades ate 100mbs (tenho net de 200mb)
    Entao comprei um novo, com norma AC e que aguenta at 1000mbs, mas agora ao ligar o cabo do novo router a box ela so consegue dar cada canal 10s e depois vai abaixo?
    Este metodo vai resolver este problema? ou algum conhece uma possivel solução?

    • Diogo says:

      Viva,

      Tens de desactivar a opção IGMP Snooping, tambem conhecido por “multicast filter” no teu segundo router.

    • Bruno says:

      Este novo router com norma AC está ligado ao router da MEO ou funciona como router independente?
      Vê se encontras uma opção no router chamada IGMP Snooping e ativa.
      Nos routers Asus podes encontrar esta opção em “Lan” – > “IPTV”
      Eu tenho as opções IGMP Proxy e IGMP Snooping ativas e funciona bem

      • Bruno Neves says:

        O meu router da MEO esta no sotao, onde a ligação entra em minha casa, e posteriormente vem um cabo pela parede ate a sala onde ligo ao router e depois a box, para ela desbloquear os canais.
        So que com este novo router da Xiaomi, a box bloqueia passado 10s.
        OK, quando chegar a casa vou tentar encontrar essa opção, não sei ser facil pq na interface web esta tudo em ingles XD

  6. Mc says:

    Instalaram-me a semana passada quando migrei para pacote giga. Este meu S6 edge sò liga à net via vpn senão è uma lentidão, quer em 2.4 quer em 5 GHz. Tanto o Toshiba como o Vaio idem aspas. Os fixos têm os dns da google. Deve ser a Sofia…boa m###a

  7. Boneco dos bots says:

    Ainda não tenho este firmware, como posso pedir atualização?

  8. Bob says:

    FINALMENTE!!!! 😀

    É dificil ter o modo bridge, para os clientes que quiserem usar…. não só empresariais (apesar de sim, agora já os considerar como hipotese para clientes).
    Quem não precisar, não se preocupem com o botão ali. Não incomoda.

    Assim que aparecer no meu, vou testar.

    • Bob says:

      Confirmo que ainda não tenho este firmware.
      Por outro lado, voltaram a alterar a password de acesso ao router, e deixar toda a gente aceder ao mesmo…..
      (dado que a password é pública…..)

  9. Raul Ramos says:

    Pera lá…. eu nem sequer tenho o primeiro de fibra (sem fibra na zona) já vós ides no segundo? 🙁 :P.

    Há muitas vantagens em colocar um segundo router mas por motivos de segurança é o meu motivo principal. substituir é melhor ainda. Quanto tempo leva uma operadora a corrigir uma falha? meses, no melhor das hipóteses semanas e depois de um par de anos provavelmente nunca e quem saberá ao certo que serviços o router têm que podem estar a fazer auditorias à rede interna mesmo personalizando o DNS visto a maior parte das transferências serem encriptadas. O meu segundo motivo é melhores ferramentas e mais personalizáveis, por exemplo o Dynamic DNS, a maioria tem uma dúzia de fornecedores o que eu uso tem trinta e tal (pfsense) sendo um deles genérico e personalizável, serviços como Snort ou Suricata (inspetores e bloqueadores de pacotes de fonte aberta), FreeRadius (servidor de autenticação e de contas). E não estou a falar de empresas, isto tudo em casa.

    Para quando uma operadora fornecerá uma config para usar e iniciar configurações em routers comerciais ou de fonte livre como pfSense. Eu sei que o telefone por ip precisa de ser configurável e compatível mas dariam alternativas. Porque tem que ser tudo material deles?

    Boa semana

  10. Balmer says:

    Noice.

    Para clientes Fibra NOS e Vodafone, isto é de momento possivel? NOS tinha ficado com a impressão que a opção tinha sido retirada por alguma razão, mas posso estar completamente errado.

    • Márcio Correia says:

      Boas,

      Pelo menos na NOS entrando com o super utilizador tens lá a opção, ainda pouco tempo adquiri um Asus AC87U e posso dizer que a diferença é do dia para noite… Não só a jogar e a navegar, mas também internamente (quem tem NAS e outras coisas como eu entende perfeitamente o que estou a dizer!!!).

    • Arlindo says:

      Sim, na NOS é possível em qualquer dos routers. Seleciona nas opções “ativar modo bridge”.

      Nos routers 1.0 – 3.0, tens de entrar com as credenciais: home_admin (user) + zonnetadmin (password)

    • Pedro says:

      Na NOS pode-se fazer outra coisa e evitar o modo bridge: ligas um cabo do ont a um switch. Do switch ligas um cabo ao modem da NOS e outro ao outro modem. Assim ficamos a trabalhar mesmo independente e com 2 ips

  11. Miguel says:

    Ola..
    Eu não tenho essa opcao. É porque o firmware ainda não foi actualizado??? Tenho um segundo router a 20 mts de distancia porque a minha casa tem 3 pisos e ele esta ligado ao router do MEO mas com DHCP desligado para ter wifi.

  12. Jorge Manuel Veloso Duarte says:

    Boa tarde já tenho essa versão do firmware e mesmo assim não consigo ativar essa funcionalidade

  13. Manuel says:

    Boas,

    E um tutorial para o modem da NOWO. Não há???
    Obrigado,
    Manuel

  14. Duarte says:

    A data da atualização disponibilizada está mal. Não foi a partir de 27-03-2018 mas sim desde 12-03-2018.
    Cumps

  15. Eugénio says:

    Tenho este router em casa, em termos de hardware parece-me ser bom. Já o software é bastante limitado e com alguns bugs. Por exemplo, tenho uma instância de nextcloud na rede local, na qual uso um domínio dinâmico para aceder, mas como o software está bugado não da para aceder localmente através do domínio. No pc dá para contornar a situação alterando “/etc/hosts”, mas no android não consigo alterar o ficheiro “hosts” porque não tenho os meus sistemas android com root. Ainda consegui aceder ao router através de ssh a ver se conseguia fazer qualquer coisa, mas as permissões do utilizador são muito limitadas. Se alguém conseguir root acces ao router, partilhem se faz favor.

    PS. Em suma, tenho a impressão que o software foi desenhado por engenheiros e desenvolvido por designers, ou então o controlo de qualidade da altice é inexistente.

    • Bob says:

      Só consegui descobrir o user: meo…. que só tem permissões de user, e não admin.
      Logo, estamos bastante limitados ao que podemos fazer. Daí que prefiro ter o meu própio router, como muita gente que não quer estar limitado.

  16. Cândido Daniel Rosa dos Santos says:

    Boas. Tenho impressora multifuncoes com ligação wi.fi mas não consigo ligar.
    Alguém já tem uma solução?

  17. Cândido Daniel Rosa dos Santos says:

    Boas. Tenho impressora multifuncoes com ligação wi.fi mas não consigo ligar.
    Alguém já tem uma solução?

  18. Bob says:

    Por acaso recebi uma chamada do suporte técnico da MEO, para resolver outro assunto, e perguntei sobre este firmware. E se seria possivel saber quando estaria planeado o upgrade na minha zona, ou se podia pedir para efectuarem a actualização.
    A resposta que obtive foi que, esta versão está disponivel, sim. Mas estava só a ser feito o upgrade, para clientes que estejam a pedir a opção de Bridge. (algo que peço, desde que existe MEO fibra!)
    Disseram que me ligavam dentro de 24horas, para o técnico ajudar com o pedido. Penso que vão efectuar o upgrade para o novo firmware. Estou à espera 🙂

  19. Bruno Mota says:

    Tenho este router há uma semana, e a performance do mesmo deixa muito a desejar, quero seja em WiFi ou por cabo.
    Com este router em modo bridge e com um TP-Link WR841ND, router bastante velho, com firmware Gargoyle, obtenho mais velocidade de download e de upload.
    Fiquei bastante decepcionado com o router da MEO.

  20. Sílvio Domingos says:

    Esta configuração já foi testada?
    Como fica o meogo e a possibilidade de utilizar o meo comando?
    Obrigado

  21. Samuel Viegas says:

    Qual a vantagem de ter mais um router a operar?

    • Sílvio Domingos says:

      Boas, na minha opinião tem algumas vantagens.

      Segurança: os routers dos operadores chegam a estar entre 6 a 18meses sem qualquer atualização.

      Privacidade: os operadores têm acesso ao equipamento deles e sabem o que está ou esteve ligado à rede local do equipamento, quem me diz que não há uma fuga de informação e alguém utiliza informação privilegiada para o mal?

      Controle total: com os equipamentos dos operadores não há muita coisa a fazer, por exemplo eu tenho num “site” com 3redes separadas estou a utilizar VLANs para o efeito, existem serviços que não gostam muito dos double-nat.

      Neste momento o “site” tem dois acessos um meo e outro só net gpon para poder gerir tudo com o meu equipamento, gostava de poder usufruir em pleno de tudo como “deveria” ter direito.

      (Nota: tenho estado a investigar e existem ISPs que dão os 3serviços mas pode-se escolher a instalação com equipamentos privados e eles providenciam as configurações necessárias, em Portugal é que parece ser algo de outro mundo)
      Cumps

      • Samuel Viegas says:

        Antes de mais, obrigado Silvio!
        Na segurança, consigo perceber a vantagem. Na privacidade tambem.
        Mas se depois o novo router vai estar ligado ao da meo, todo o trafego nao passará por lá? Entao estes dois aspetos continuam a verificar-se?
        No controle total, consigo perceber o uso de vlans para separar e tornar tudo mais logico, mas nao percebo o resto. Nao estou familarizado com gpon.
        Obrigado outra vez e cumps.
        Ps.- Se me conseguisses ajudar a perceber o resto ficava muito agradecido.

        • Sílvio Domingos says:

          Boas Samuel,
          Como falei anteriormente tens os três grandes pilares no meu ponto de vista a segurança, privacidade e o controle total, pelo que entendi percebeste estes meus três pilares, certo ?

          O resto, a ligação do teu router privado ao router da meo, é esta a grande dúvida ?!? , o equipamento da meo apenas ficaria a servir para transformar o tráfego de ETH para Fibra Ótica, visto que o tráfego ao sair pela porta wan do teu equipamento já vai encriptado.

          Se houver alguma dúvida disponha, tentarei me explicar da melhor forma. Cumps

          • Samuel Viegas says:

            Ok, só não entendi muito bem o controle total, mas isso pode-se dever à falta de conhecimento do que se pode fazer com redes de computadores.
            O resto já percebi, obrigado por explicar.
            Cumps

        • Sílvio Domingos says:

          Boas Samuel,
          Como falei anteriormente tens os três grandes pilares no meu ponto de vista a segurança, privacidade e o controle total, pelo que entendi percebeste estes meus três pilares, certo ?

          O resto, a ligação do teu router privado ao router da meo, é esta a grande dúvida ?!? , o equipamento da meo apenas ficaria a servir para transformar o tráfego de ETH para Fibra Ótica, visto que o tráfego ao sair pela porta wan do teu equipamento já vai encriptado.

          Se houver alguma dúvida disponha, tentarei me explicar da melhor forma. Cumps

  22. MF says:

    Viva só para vos comunicar este Router anuncia modo Brigde mas não funciona estou precisamente numa instalação e não funciona , é o que da fazer publicações sem testar os equipamentos .

    comprimentos a todos

    • Sílvio Domingos says:

      Boas MF,
      Verifique a versão do firmware ou tente forçar a atualização (desligar a fibra, botão reset e após ele reiniciar voltar a ligar a fibra).

      Estou a utilizar a funcionalidade em pleno em alguns locais diferentes.

      Cumprimentos

  23. Bruno Santos says:

    Boas gostava de fazer o mesmo mas o meu router é um Technicolor TG784n v3

    Algum tutorial por aí que sirva?

    Obrigado

    • Alexandre says:

      Boa Tarde,
      Aproveito para informar que simplesmente não é possível, eu estive em debate com a meo durante 1 semana onde fui enviado entre as diversas linhas de suporte (16200 > 16209 > 16202) onde cada qual me informava “Tem que ligar para a linha x”. No entanto, fartei-me da situação e abri uma reclamação escrita via site, ameaçando o abandono da mesma e expus que “apenas” necessitava do modo bridge no meu router como outras operadoras já possuem, ao fim de 2 / 3 dias fui contactado para efetuar a troca do router por um meo TG789vac v2 que já possui a funcionalidade desejada com o mesmo interface que o TG784n v3, até ao momento tem funcionado na normalidade, no entanto, o meu conselho para o Bruno, se for cliente meo, deve falar diretamente com os serviços 16209 (Serviço de suporte tecnologico da meo, visto que são os únicos que podem resolver a situação, o 16202 só presta serviço de suporte informático),

      Notas Importantes:

      1. A meo vai tentar persuadir a efetuar um upgrade ao firmware do router que possui atualmente, o que não vai resultar devido a ultima firmware da meo para o TG784n v3 nunca ter possuido suporte a bridge mode. O que no meu caso, quando efetuaram o upgrade da minha firmware, fui confrontado com o “tecnico” que me respondeu ao telefone quando confrontando com a minha questão pela qual foi solicitado relativamente ao Bridge Mode, “Quanto a essa situação eu não sei, terá que ver o senhor”, o profissionalismo na resposta infelizmente.

      2. Aquando da substituição do router, reforço a palavra substituição, foram 2 tecnicos apenas para substituir um router, no qual, ambos me disseram quando confrontados com a questão que levou a ser trocado o router, “Bridge Mode? Não sei o que é isso, nós não temos formação para isso”.

      Enfim um rodopio resolvido apenas com a substituição do router por um TG789vac v2 e com conhecimentos técnicos próprios.

      • Bruno Santos says:

        Obrigado Alexandre,

        O que dizes da solução da ASUS – http://asus-portugal.com/isp-config/

        Será que não temos o controlo da MEO a nível de TS e outras limitações que eles impoe no router deles?

        E os Draytek será que não dava para substituir o router da MEO?

        Pelo que estou a entender o problema é o Router da Meo em fazer Bridge? e daí não dar para meter um segundo router só para controlar a net?

        Obrigado

        • Alexandre says:

          Boa Tarde Bruno,

          Por experiência própria, Asus funciona perfeitamente em substituição do router da meo (excepto telefone fixo devido a inexistência de saida RJ11), são routers mais potentes devido as suas tecnologias existentes nos routers que possui uma diversidade desde utilizador base até avançado, incluindo, uma velocidade e segurança excepcional,

          Neste momento possuo RT-AC88U (Configurado via IPTV – Perfil ISP: Meo) > AiMesh RT-AC86U & RT-AC68U (Para uma melhor abrangência de sinal), ainda ligado via bridge mode no RT-AC88U, encontra-se o router da meo apenas para o telefone fixo.

          Espero ter ajudado.

      • Ricardo Gouveia says:

        Boas
        Comprei um Synology RT2600 que liguei na porta 4 do TG789vac v2 após ter ativado o modo BridgeMode.
        Tudo espetacular com excepçao da Box da Meo que continua ligada no TG789vac v2 na porta 1 e agora perde o sinal… ligo funciona 10 segundos e para… mudo de canal e volta a funcionar 5 a 10 segundos e para.
        Alguém com o mesmo problema?

  24. Bruno Santos says:

    Mas eu consigo arranjar um TG789vac v2 para meter em minha casa, agora a questão é configurar esse router, se ligar diretamente fico com a Net e os serviços a dar?

    Só para relembrar que eu tenho é ADSL e não FIBRA

    • Alexandre says:

      Caso o TG789vac v2 em questão possuir a interface da meo, penso que sim, no entanto, sem certeza absoluta, visto que em alguns casos, precisam de associar o Mac Address do router para obter certas funcionalidades.

      • Bruno Santos says:

        Boas já consegui, troquei os router e fiz reset ao router no novo e ele registou-se na rede e já tenho o router com a opção de bridge.

        Agora a solução é comprar um novo router para depois ligar a este novo.

        Já consigo fazer as ligações como está aqui

        http://asus-portugal.com/isp-config/tutorial-meo.html

        Voces foram uma máquina, vamos a ver se eles agora não bloqueiam o Bridge neste router….

        • Bruno Santos says:

          Obrigado por toda a tua ajuda, agora é comprar um novo router…

          Mas diz-me uma coisa, o login da net é sempre feito no router da meo?

          Ou

          Tenho de meter os meus dados no router novo?

          Se assim for como consigo a password, já que o login esse na area de cliente aparece-me lá…

          Abraço

          • Alexandre says:

            Bruno,
            Não precisas de colocar os dados de login, desde algum tempo atrás os routers já não necessitam de login, a autenticação faz-se toda via modem por mac address, logo, se quiseres colocar um router a fazer gestão diretamente do modem da meo, pode o fazer, desde que tenha opção disponível para perfil de ISP, como neste caso, da Asus e mais algumas marcas.
            Na minha opinião pessoal, recomendo o uso pela seguinte organização – Modem > Router (Pessoal) > Bridge (Router Meo – Para uso de telefone e recomendo desligar o wifi), por norma, os routers em mercado costumam ter uma tecnologia melhor do que os contratados a operadora, e, a gestão interna fica toda da sua responsabilidade, incluindo a(s) box(s).

  25. Bruno Santos says:

    Mas eu consigo arranjar um TG789vac v2 para meter em minha casa, agora a questão é configurar esse router, se ligar diretamente fico com a Net e os serviços a dar?

    Só para relembrar que eu tenho é ADSL e não FIBRA

  26. Bruno Santos says:

    Boas,

    Foi só ligar o router e ele fez tudo o resto sozinho e ficou a funcionar.

    Agora como tenho uma linha analógica só ADSL (3 Play) ia meter um Draytek 2820, mas pelo que me disseram com este router nem preciso do router da MEO para nada.

    Que dizem?

    • Alexandre says:

      Na sua segunda linha, penso que está a referir ao Modem e não ao router em si?
      Caso seja, não tenho 100% certeza do que lhe vou referir mas se colocar um equipamento que não o modem ou modem / router da meo em primeiro lugar, não sei se levanta a questão do Mac Address associado, visto ser ADSL e não fibra, caso não se levante, deverá ser necessário configurar o Utilizador e Password… mas como lhe indiquei, na ADSL já não me recordo do funcionamento exacto do modem em si.

  27. Sor says:

    Desculpem a ignorância, mas nesse modo bridge, o router MEO continua a ter uma rede wifi?
    Se sim, são duas redes com credenciais diferentes?
    Obrigado.

    • Alexandre says:

      Correto, pode ter o seu router meo com rede wifi com diferentes credenciais do router em modo bridge.
      Ou então, pode colocar credenciais identicas em ambos os routers, e os seus equipamentos irão sempre detetar qual a melhor rede a ligar, que, não aconselho sendo redes internas diferentes.
      O modo bridge apenas vai possibilitar que um segundo router possa obter a ligação direta a internet, obtendo o seu proprio ip, deixando de haver interação de rede interna entre ambos.

      • jorge says:

        tenho o router tp-link ligado a router da meo(ultimo firmware) atravez de rede de eletricidade(powerline) e quero saber caso ativo o modo bridge isso vai continuar a funcionar?
        a miniha box e ligada atravez do wifi do router meo

        • Alexandre says:

          Bom Dia Jorge,
          Sendo Ethernet por cabo ou rede eléctrica, não irá ter variações, sendo que o método “teórico” de funcionamento será o mesmo, por isso sim, vai funcionar da mesma forma,
          Tenha apenas em atenção que, a partir do momento em que ativar o bridge mode (Por norma, Porta 4), o router da tp-link não terá qualquer comunicação interna com o router da meo.

          • jorge says:

            Obrigado pela resposta Alexandre,sim funciona em modo bridge(porta 4meo—» porta wan tp-link),a outra questao e se os 2 routers tem o dhcp ativo isso nao vai entrar em conflito na atribuiçao dos ip? Tem alguma influencia se as duas redes wifi tem o mesmo ssid com mesmas credenciais mas nos canais deferentes?
            Obrigado e desculpa a ignorancia

          • Alexandre says:

            Jorge, não tem que pedir desculpa, somos eternos aprendizes… quanto a sua questão, referente ao dhcp, não irá ter qualquer problema, sendo que cada router funciona como estivesse ligado directamente ao modem / internet, no entanto, por via das dúvidas, pode sempre usar uma gama diferente para o seu TP-Link “192.168.2.x” para diferenciar a rede interna de cada router.
            Quanto a sua outra questão, se ambos os routers obterem o mesmo SSID independentemente do canal usado, poderá deparar-se com problemas de instabilidade, sendo que coloco o seguinte paradigma: “Caso se desloque da divisão A para B, o seu equipamento irá dar preferência ao router com mais sinal, no qual pode vir a obter um novo ip externo, os programas que poderá ter em funcionamento poderão requerer nova autenticação devido a uma alteração repentina de IP”, ou mesmo, “acesso a um equipamento que esteja ligado unicamente a um dos routers com um ip interno fixo”, no entanto, caso estejamos a colocar a perspectiva como equipamentos fixos, ai sim, não existirá grandes problemas em usar o mesmo SSID, visto que o seu equipamento irá sempre usar o SSID com mais força de sinal.

          • jorge says:

            Obrigado pela explicaçao Alexandre,fez a minha pesquisa e tens razao,a ligaçao “bridge” implica 2 redes totalmente isoladas uma de outra (vlans) mas para a minha tranquilidade mudei os ip”s dos routers de seguinte maneira; router meo ip 192.168.1.10 e router tp-link 192.168.2.10.
            Em relacao ao wifi gostava de ter uma ligacao constante com os AP”s mesmo em movimento dentro de casa sem ligaçao a cair(seamless roaming) mas isso tem a ver com redes “mesh” ja e outro topico.
            Resumindo e concluindo estou muito satisfeito com a atual configuraçao de rede,mais uma vez obrigado pela ajudinha e as dicas Alexandre

          • Alexandre says:

            Jorge,
            Entendo, não querendo desfazer que já possui um router TP-Link, os routers Asus tem uma tecnologia muito interessante chamada “AiMesh”, provavelmente nas suas pesquisas também poderá ter deparado com tal, e que possui uma estabilidade muito grande, para um futuro próximo. Ainda bem que ficou tudo esclarecido.

  28. Sor says:

    Obrigado, pela clara explicação.
    Tendo eu ainda um MEO Technicolor TG784nv3, se eu ligar outro router ao TG784nv3 por ethernet e configurar essa ligaçãoo como DMZ, no TG784nv3, consigo obter o mesmo resultado?
    Questões:
    1) É possível desligar o WiFi do TG784nv3? Como?
    2) Ao configurar essa porta como DMZ estou a comprometer a segurança das restantes portas ethernet/WiFi do TG784nv3, ou esta porta vai funcionar como uma espécie de VLAN?
    3) Este router não está no site

    • Alexandre says:

      Sor,
      O resultado via DMZ do router TG784nv3 infelizmente tem um resultado praticamente nulo para o que pretende, o DMZ neste mesmo router na pratica “não funciona”, provavelmente, devido a sua firmware que não se encontra corretamente “configurada” ou “construída” para o âmbito.
      Respondendo as suas perguntas:
      . “…consigo obter o mesmo resultado?” – Infelizmente, não, neste caso o DMZ encontra-se com constrangimentos devido a sua firmware. Mesmo que funciona-se como devia, iria obter o mesmo resultado que o Bridge, no entanto, o DMZ devido a sua funcionalidade que pode comprometer a segurança do utilizador, não é suportado por diversos serviços de jogos e aplicações.
      1) Sim, pode seguir o exemplo indicado no site do pplware – https://pplware.sapo.pt/tutoriais/5-coisas-pode-router-da-meo/ tem os sítios indicados, no entanto se precisar de ajuda, tentarei dar-lhe as instruções detalhadas.
      2) Apenas um mac address pode ficar associado ao serviço DMZ (No caso do router meo), logo, não existe o risco de ficar com portas ethernet ou wifi em risco. VLAN não se aplica bem aqui, visto que tem outro propósito e não abre “as portas” de um dispositivo diretamente a internet.
      3) Não sei que site se está a referir, mas, caso seja o da Meo, é normal, sendo que este router foi substituido pelo TG789 vac v2.

      • Sor says:

        Alexandre, obrigado mesmo pela ajuda preciosa.
        A última questão saiu truncada mas era sobre a possibilidade de ligar o Asus RT-AC86U diretamente à ont da MEO, mas penso que já percebi que, para isso funcionar, a MEO tem de permitir associar o endereço MAC desse router aos serviços deles. Hoje fiz um pedido para o 16209. Ficaram de me responder para a semana.
        Mais uma vez, obrigado.

        • Alexandre says:

          Sor,
          Caso utilize IP Fixo ou serviços específicos de associação IP, a meo terá que associar o seu mac address, caso não, pode fazer a sua ligação diretamente ao seu router sem qualquer preocupação, irá suportar diretamente o seu Router RT-AC86U, tendo apenas o cuidado na tab IPTV de selecionar o perfil “meo”.

  29. Sor says:

    Obrigado, pela clara explicação.
    Tendo eu ainda um MEO Technicolor TG784nv3, se eu ligar outro router ao TG784nv3 por ethernet e configurar essa ligação como DMZ, no TG784nv3, consigo obter o mesmo resultado?

  30. Sor says:

    Peço desculpa pela confusão. Tinha uma série de questões , mas depois achei que eram demasiadas e fora do âmbito deste artigo.

  31. Sor says:

    Mas este modelo não tem perfil da MEO, só da Vodafone.
    Ao ligá-lo diretamente ao Ont, não dá acesso à net e diz para contactar o meu fornecedor ISP para resolver os problemas de DHCP na root.
    Fazendo uma pesquisa na net, encontro indicações de ter a ver com o mac address, pelo que aguardo o contacto da MEO para ver se resolvo isso.
    Já agora, se eu ligar o Asus a uma porta LAN do TG784nv, para depois ter um gravador de Videovigilância ligado ao Asus com acesso ao gravador por telemóvel do exterior, por VPN server no Asus, o facto de passar pelo TG784nv causa problemas em ver as imagens (atraso excessivo ou menor resolução)?
    Obrigado.

    • Alexandre says:

      Sor,
      Peço desculpa mas penso que existe algum lapso, provavelmente não tem a firmware do router da asus atualizado, sendo que, possuo o RT-AC68U, RT-AC88U e RT-AC86U em modo AiMesh e Node, inclusive na empresa possuo o RT-AC87U, e todos os equipamentos possuem perfil ISP Meo, sendo que, a firmware da Asus é toda feita na mesma “base” para os modelos indicados, obviamente com os blobs diferentes para cada modelo, poderia indicar se a firmware que possui é a ultima indicada pela Asus?

      Nota a Parte: Caso não use o sistema AiMesh do Router Asus, recomendo o uso da firmware do RMerlin, irá sentir a diferença garantidamente no seu caso, devido ao uso de VPN.

      Quanto ao que me indica referente ao sistema de videovigilância para acesso no exterior via VPN, teremos que pensar que cada equipamento irá sempre retirar uma percentagem a velocidade do sinal, no entanto, em Bridge Mode, essa situação é infima devido ao redirecionamento direto. O TG784vn no meio vai ser uma autentica dor de cabeça, se fosse a si, apresentaria uma reclamação e consequente pedido de troca do seu router por um TG789vac v2 afim de ter a funcionalidade desejada “Bridge Mode”, ficaria com a situação resolvida, caso, o seu asus, não tenha o perfil indicado da meo, que deveras é muito estranho.

      • Sor says:

        Alexandre,
        Eu atualizei para o Fw 3.0.0.4.384.45149, depois de comprar o router.
        Antes de comprar, como este é um dos routers mais recentes e não vinha na lista da ASUS Pt como dando para MEO, perguntei para o suporte técnico e eles disseram que dava, bastava ligar ao Ont e configurar. O certo é que dá o erro da DHCP e fazendo login no router ele só tem a Vodafone, não tem a MEO.
        Quanto ao Merlin, queria primeiro pôr a funcionar com o Fw original (sou um nabo em aprendizagem) e só mais tarde dar o salto, até porque quero ter a certeza que fica tudo a funcionar bem, pois disseram-me na ASUS que se mudar para Merlin, perco a garantia.
        Obrigado.

      • Sor says:

        Olá Alexandre,
        É só para deixar um ponto de situação. Não consegui a troca do router MEO, mas consegui que me pusessem um novo firmware no TG784nv3 e já tenho rede convidado, modo bridge e muitas outras funcionalidades.
        Obrigado.

        • Alexandre says:

          Boa Tarde Sor,
          Muito estranho, o seu router da Meo é totalmente branco ou branco e preto? Sendo que a mim fizeram exactamente o mesmo procedimento e não possibilitou o uso de Bridge Mode na propria firmware, mas, sendo assim é bom sinal que ficou resolvido.

          • Sor says:

            Alexandre,
            O meu router é branco e preto. Disseram-me que era uma versão beta e que deve ser disponibilizada para atualização automática em 1 a 2 meses. O certo é que está a funcionar, Fw 10.5.8.U variante FV.

  32. Alexandre says:

    Sor,
    Se verificar no link da Asus referente aos equipamentos disponíveis com a respectiva compatibilidade as operadoras (Pesquisando “Asus Portugal ISP config”), a Asus nunca mais actualizou esse mesmo site, visto que todas as firmwares (Superior a 3.0.0.380.x) possuem os ISP’s das 3 operadoras portuguesas, por algum motivo, o seu router não está assumir o ISP da meo estranhamente,

    Verifiquei novamente o meu node do RT-AC86U, com a firmware de origem “Versão atual : 3.0.0.4.384_45149-g467037b” e possui, adquiri igualmente recentemente,

    Faça apenas o seguinte teste afim de verificar que realmente não existe, verifique directamente na página gestão do seu router em LAN > IPTV:

    – Seleccionar Perfil ISP: meo (Por norma antes da “vodafone (Portugal)”)
    – Escolha uma porta…: LAN 4 (Por default após selecção do Perfil ISP)
    – Usar rotas para o dhcp: “Microsoft”
    – IGMP Proxy: “Ativar”
    – IGMP Snooping: “Ativar”
    – UDP Proxy: 0

    Caso não resulte, recomendo que fale com a meo directamente nos pontos que lhe indiquei, o 16209 é a única linha que necessita de falar, eles vão tentar enviar para o 16202 (Apoio tecnico informatico) mas irão apenas indicar que necessita de pedir a substituição do seu router meo ou update de firmware, insista que já foi informado que apenas o router TG789 vac v2 contem a funcionalidade que pretende “Bridge Mode”,

    Ultimo ponto, o Merlin usa suporte direto pela Asus para as suas firmwares, visto que o seu interface é unicamente um melhoramento da firmware da asus, logo, a titulo pessoal e por já ter efectuado a alteração de firmware em todos os meus routers, posso garantir que é bastante simples o procedimento e não corre o risco de ficar com um pisa papeis como com outras firmwares open source, o Merlin o que faz é as correcções atempadas e melhoramento de código originalmente lançado pela marca, o interface é todo igual com excepção de não ter incluido o serviço AiMesh, para que, alguém que use apenas um router não compensa manter a firmware da marca. Outro ponto positivo é que existe a facilidade de flashar entre a firmware do merlin e da marca sem necessitar de fazer reset, e não, não invalida a garantia mesmo que tenha algum problema futuramente, bastará flashar novamente a firmware original antes de mandar para reparação. No entanto, entendo perfeitamente a sua posição e sendo que como o próprio Sor indica que não tem muita experiência, então sim, recomendo ficar com a original até ter a certeza que o mesmo funciona correctamente. Ultimo ponto, a firmware do Merlin inclui igualmente o perfil ISP da meo, reforçando o meu estranhamento de não ter disponível no seu router.

    • TiagoDM says:

      Boas Alexandre,

      O meu rt-ac86u nao possui perfil para a meo. pode fazer referência ao firmware que possui? nao consigo ligar nem por nada…

      • Alexandre says:

        Boa Tarde TiagoDM,
        Se verificar nas minhas respostas abaixo, pode proceder manualmente com as seguintes configurações:

        – Seleccionar Perfil ISP: manual
        – Internet VID: 12 | PRIO: 0
        – LAN Port 4: Blank | PRIO: 0
        – LAN Port 3: Blank | PRIO: 0

        – Usar rotas para o dhcp: “Microsoft”
        – IGMP Proxy: “Ativar”
        – IGMP Snooping: “Ativar”
        – UDP Proxy: 0

        A firmware dos meus 3 routers (RT-AC88U, RT-AC86U e RT-AC68U) encontra-se na firmware de origem nr 3.0.0.4.384_45149, o meu 4 router (RT-AC87U) encontra-se com firmware do merlin, no entanto, todos possuem perfil ISP meo.

  33. Sor says:

    Alexandre,
    para já mais um muito obrigado pela disponibilidade em ajudar.
    A minha versão de fw é exatamente = à sua.
    Seguindo os seus passos, antes de Vodafone Portugal) tenho Maxis-Fiber-Special, não tenho Meo.
    Assim, deixando ISP Profile = None e escolher manualmente Lan4, IGMP Proxy vem Disabled por defieto, com a mensagem de erro “Due to hardware limitation, IGMPproxy cannot co-exist with IPTV function). Mas, isto não deve ter significado, pois não escolhi o perfil Meo.
    Quando atualizei o firmware, escolhi a versão mais recente da Asus pois para este router não havia Fw final Meo, mas o router confirma que tenho a mesma versão que o seu, pelo que não entendo.
    Valerá a pena repor configuração de fábrica e voltar a atualizar o firmware?
    Obrigado.

    • Sor says:

      Alexandre,
      penso que inicialmente fiz o update automático.
      Agora fui buscá-lo e fiz manualmente e está tudo igual.(???)

      • Alexandre says:

        Sor,
        Vamos tentar da seguinte forma, por favor tente com as seguintes opções para perfil meo:

        – Seleccionar Perfil ISP: manual
        – Internet VID: 12 | PRIO: 0
        – LAN Port 4: Blank | PRIO: 0
        – LAN Port 3: Blank | PRIO: 0

        – Usar rotas para o dhcp: “Microsoft”
        – IGMP Proxy: “Ativar”
        – IGMP Snooping: “Ativar”
        – UDP Proxy: 0

        Finalizando com gravar e aguarde o reiniciar.

        • Alexandre says:

          Quando refiro “Blank” é para deixar sem qualquer valor.

          • Sor says:

            Alexandre: AQUELA MÁÁÁQUINA!
            Pensar que com tão pouco se resolve o assunto, que a ASUS bem podia dar essas instruções no site deles.
            Pelo menos já liga à internet. Depois verei se funciona bem com a box, mas vou tentar obter o novo router da MEO e fazer brigde para o ASUS.
            Muito obrigado mesmo.

          • Alexandre says:

            Sor,
            Ainda bem, agora é só aproveitar, e quanto a sua situação de aguardar o router meo em bridge mode, pode a mesma deixar o seu RT-AC86U a fazer gestão e deixa o TG784n ou TG789vac na porta LAN 4 em modo bridge apenas para telefone fixo.

  34. Sor says:

    Obrigado pela sugestão Alexandre.
    E, permita-me, um grande abraço.

  35. José says:

    Boa tarde, caso active o modo Bridge na porta 4 continuo a ter net nas restantes? Obrigado

    • Alexandre says:

      Boa Tarde José,
      O Bridge Mode fica apenas alocado a uma porta (ou máximo duas caso o seu router possibilite a Dual Lan norma IEEE 802.3), o que possibilita o uso das restantes, a diferença é que todos os equipamentos que estejam ligados via “porta 4” em bridge mode, não irão aparecer na sua rede interna.

  36. Sor says:

    Penso que não altera em nada as restantes portas, aliás, numa delas ficará provavelmente a box TV.

  37. Firmaster says:

    Boa tarde,
    tenho uma questão por causa do bridge, uma situação que penso ser possivel ultrapassar, liguei o meu router NOS com bridge a um router Draytek(sem wireless) e pensava que seria possivel aceder á rede interna via o wireless do router da NOS, mas não consigo(aparentemente), existe algum truque ou não irei conseguir mesmo?

    • Alexandre says:

      Firmaster,
      Em teoria, não, o Bridge mode é uma separação completa de redes, praticamente uma DMZ,
      Caso queira interligação de rede interna, terá que configurar de outra forma, sendo que o seu DrayTek não tem Wifi.

      • Firmaster says:

        Olá, obrigado pela explicação.
        já fiz o teste de diversas maneiras e já cheguei a essa conclusão!:(
        Entretanto decidi criar um acesso VPN pptp no Draytek e também não consigo aceder, ou até consigo mas é depois de 20 ou 30 minutos a tentar, via o wireless da NOS, será que o router da NOS está a bloquear isto!?

        • Alexandre says:

          Firmaster,
          Peço desculpa se estiver a repetir a resposta mas fiquei com a ideia que já teria submetido a resposta.
          Os firmwares das operadores geralmente não são alvo de grande cuidado a nivel técnico, muitos bugs a nível de comunicação, ao contrario de firmware(s), de exemplo, da Asus ou Draytek, o que lhe posso aconselhar é aceder ao log do router da NOS (caso possua) e tente perceber o seu comportamento, posteriormente, testar com firewall desativa e verificar a sua evolução. Em caso negativo, o trabalho terá que ser efetuado via Draytek com o log.
          Como digo sempre a nível de redes, “é um trabalho ingrato mas temos começar numa ponta e aos poucos ir testando o caminho para encontrar a falha.”

  38. João Graça says:

    Olá a todos. Tenho 2 box´s em pisos diferentes e recentemente instalaram-me o fibergateway que, apesar de óptimo, o sinal e velocidade ficam longe daquilo que se pretende/está contratado. Como tal, adquiri novo router de iguais características (outro fibergateway) e, foi só ligar o cabo de rede que vem do fibergateway ao novo (com a 2ª box ligada também ao novo router) que ficou a transmitir 2 novas redes (2.4G e 5G) e a dar os canais sem problema. A questão que coloco é a seguinte:
    Se o novo router, usa o default gateway 192.168.1.254, como acedo às definições do novo router para assim mudar o nome das redes e/ou passwords?
    É porque ao entrar no default gateway, estou sempre a entrar no fibergateway cujas redes já alterei a gosto.
    Ah, e não liguei o modo Bridge.
    Como poderei resolver esta questão?
    Obrigado desde já.

    • Alexandre says:

      João,
      Tentando esclarecer da melhor forma possível, visto que aqui se poderá levantar diversas questões, por favor tente me esclarecer o seguinte:
      – Quando menciona que cada router transmite a sua rede via 2.4 Ghz ou 5 Ghz, tem diferentes SSID ou o mesmo para ambos os routers? Caso os seus SSID diferirem, a situação torna-se mais simples, sendo que se quiser gerir um determinado router, basta garantir que está ligado na rede associada.
      – Caso Contrario, deve verificar nas opções de cada router a possibilidade de alterar o ip de acesso (Penso que esta situação não é possível devido a limitação da firmware mas nada como confirmar).
      – Uma ultima nota complementando a minha resposta acima, poderá efectuar uma rede guest com possibilidade de acesso interno (Caso possibilite), com um nome diferente, apenas para gestão de um dos routers, o outro router fica sempre acessível pela sua rede já estruturada.

  39. Sor says:

    Ainda sou um bocado nabo nisto, mas penso que vais ter que te ligar ao novo router por cabo ethernet em vez de ser por wifi, para garantires que é nesse que fazes o login e alterações que pretendes.

  40. Bruno Santos says:

    Sei que não é local de vendas, mas como muita gente procura routers para gerir a Internet deixo aqui um que tenho para venda

    Draytek – Vigor2862 Serie – 190€

    https://www.draytek.com/en/products/products-a-z/router.all/vigor2862-series/

    Qualquer questão é dizer

  41. Pedro says:

    Liguei um segundo router e o router da MEO apenas deixa “passar” 100MBPS em vez de 1000. alguem me pode ajudar?

    • Alexandre says:

      Boa Tarde Pedro,
      Por favor verifique se a porta no qual está a ligar o router da Meo é 10/100 ou 10/100/1000/GbE, por norma a porta 4 garantidamente lhe atinge a ligação de 1 Gbps como pretendido, caso verifique que o problema persiste, no passo seguinte recomendo verificar o cabo ethernet com qual efetua ligação, verifique se tem descrito “CAT 5”, em caso positivo, deve fazer a aquisição de um cabo com “CAT 6” ou superior.
      Em caso de as soluções acima não resolverem, efectue uma ligação directa ao modem / router da meo e verifique se a situação persiste, se sim, o problema parte da operadora, se não, teremos que verificar ponta a ponto.

      • Luis Pereira says:

        Boa noite Alexandre.
        Tal como o Pedro também tenho o mesmo problema,i.e., ligação com velocidade contrada de 500/100 e usando o Fiber Gateway em modo bridge só consigo velocidades de download na ordem dos 90 Mbps.
        Ligando o pc directamente ao Fiber Gateway consigo os 500 Mbps, ligando o pc ao meu router (TP-Link Archer C1200) fico nos 90 Mbps.
        Estou a usar um cabo CAT 5e e usei o mesmo cabo em ambas as ligações.
        Ambos os routers estão com a versão mais recente do firmware.
        Já experimentei activar o full duplex 1 Gbps na porta wan e o problema manteve-se.
        Tem alguma ideia do que possa estar a limitar a velocidade?
        Muito obrigado!

        • Alexandre says:

          Boa Noite Luis,

          Numa primeira analise, os parâmetros indicados podem-se prender com a velocidade de entrada no TP-Link Archer C1200, o que, pode existir aqui dois parâmetros “básicos” mas por vezes resultam:

          – Primeiramente, já tentou iniciar pela seguinte ordem os routers Fiber Gateway > TP-Link Archer? Pode parecer básico, mas por experiência própria já deu resultado devido a complexidade das redes.

          – Segundo, nas suas experiências de ligação, já conseguiu deixar os routers em funcionamento durante 24 a 48h minimamente e experimentar a velocidade de ligação? Por experiência dos meus routers pessoais e ambiente profissional em bridge mode, o mesmo demora em norma esse tempo até obter a velocidade máxima pretendida.

          – Terceiro, caso nenhum dos passos indicados resulte e tenha a possibilidade, adquirir ou pedir emprestado um cabo ethernet cat 6, e proceder novamente a experiência, neste caso não será necessário ao Fiber Gateway sendo que já comprovou com cabo ethernet 5e mas entre o Fiber Gateway e o seu router.

          Caso nenhum dos passos acima resulte, indique, que tentaremos ir com mais pormenor ao seu router TP Link e tentar verificar se existe algo que possa estar a limitar a velocidade.

        • Jorge says:

          Bom dia,tenho a mesma problema Luis
          Velocidade contratada e 200mb down/100mb up mas nao consigo chegar a essa velocidade no segundo router ligado em modo bridge(maximo 40mb down e 25mb up)
          Tentei falar com apoio tecnico do Meo e o sr que atendeu diz que Meo nao e responsavel a partir do router Fibergateway para frente e nao mostrou interese nenhum em explicar porque.

  42. Ana Filipa Azenha says:

    Boa noite, alguém sabe explicar-me se para ligar um powerline é necessário ligar este modo brigde? Muito obrigada

    • Alexandre says:

      Boa Tarde Ana,
      O powerline funciona como um qualquer cabo de rede, a única diferença é a sua transmissão via electricidade. Assim respondendo a sua questão, não necessita ligar o modo bridge para funcionar com dispositivos powerline.
      A única situação que poderá deparar em mercado, são powerlines com “mini” router ou amplificador incluído, nesses casos deve ter em atenção as configurações a efectuar.

  43. Ruben Gonçalo says:

    Boas pessoal…. é possível usar um router meo (thomson TG784) como segundo router? Segui o procedimento referido, mas não consigo estabelecer ligação à rede pelo segundo router.

  44. Ricardo Gouveia says:

    “Box da Meo não Funciona com router em BridgeMode”

    Comprei um Synology RT2600 que liguei na porta 4 do TG789vac v2 após ter ativado o modo BridgeMode.
    Tudo espetacular com exceção da Box da Meo que continua ligada no TG789vac v2 na porta 1 e agora perde o sinal… ligo funciona 10 segundos e para… mudo de canal e volta a funcionar 5 a 10 segundos e para.
    Alguém com o mesmo problema? Como resolver?

  45. Sérgio says:

    boas

    é possível ter um router Asus ligado directamente ao ont e uma box meo 4k ligada directamente ao router Asus, e a funcionar tudo bem? so me interessa que o retroceder até 7 dias funcione bem.

  46. CAlves says:

    Bom dia,

    Segui as instruções à risca e não consigo ter internet no 2º router.
    O 1º é o FiberGateway e o 2º um Technicolor TG784n V3.
    Sei que o FGW está a emitir internet pela porta 4 porque liguei directamento o cabo ao pc e funciona.
    O 2º router acusa sinal broadband e wireless positivo mas internet negativo. Está com as definições de fábrica.

    Espero que possam ajudar…

    Cumps

    CAlves

  47. Bruno Santos says:

    Boas malta,

    Tenho um TG789vac v2 e tenho um router aqui da MEO um TG784n v3 que o queria meter um quarto a razer de acess point.

    Já consegui meter ele a dar Wif e cabo de rede com net, mas gostava de saber se seria melhor alterar o ip de acesso a este router já que é igual ao da MEO.

    Alguém podia dar uma ajudar

    Obrigado

    • Alexandre says:

      Boa Tarde,
      O ip deve diferir sempre nos routers sendo que se tal não acontecer causa conflito interno, no seu caso suspeito que um dos mesmos não tem DHCP activo, logo tem um ip diferente atribuído por um router designado “principal” ao router “secundário”, nesse mesmo router “principal” vai detectar o ip atribuído ao seu router “secundário”.
      Espero que tenha conseguido transmitir correctamente a ideia.

      • Jorge Ferreira says:

        Boa tarde,

        Tenho um FGW instalado e já colocado em modo bridge, e tenho por aqui um TG784n v3 que gostava de colocar na outra ponta da casa a servir de segundo router, ou repetidor. Tenho-o ligado por cabo de rede, como especificam aqui no tuturial, mas depois não consigo que ele obtenha sinal de internet. Vejo que o utilizador Bruno Santos conseguiu com sucesso, mas devo ter alguma configuração mal feita. Se puderem ajudar, agradeço

        Cumprimentos

        • Alexandre says:

          Bom Dia Jorge,
          Honestamente não me recordo se o TG784n v3 tem a possibilidade de configurar o IGMP e UDP manualmente, no entanto quando indica que não receciona internet, aparece alguma mensagem de erro na página de gestão? consegue verificar o ip atribuido?

          • Jorge Ferreira says:

            Olá Alexandre.
            Entretanto pela noite fora fui tentando outros tuturiais que vi pelo youtube, e consegui fazer ligação LAN – LAN do FGW a este TG784n v3. Percebo muito pouco destes assuntos, e muitas das siglas usadas não me dizem nada :/ mas de tentativa/erro em tentativa/erro, lá consegui colocar aquilo a funcionar, e obtenho o sinal máximo daquele router.
            Quanto ao IGMP e UDP, pelo que andei a explorar desse router, não me lembro de ver nada disso, ou que se assemelhasse.
            Obrigado na mesma pela ajuda.
            Cumprimentos.

          • Alexandre says:

            Boa Tarde Jorge,
            Ainda bem que conseguiu resolver, o motivo de indicar os respectivos protocolos seria com intuito de estabelecer a comunicação necessário para colocar a sua IPTV a funcionar, ou seja, se quiser colocar a sua box de tv ligada no 2 router, o mesmo teria que ser parametrizado correctamente de forma a obter um sistema “unificado”.
            No seu caso, se já estiver a obter o respectivo sinal, penso que as configurações existentes adaptam-se a sua operadora, por isso penso estar tudo correto.

  48. Arlindo Lopes says:

    instalaram na minha casa a meo fibra a poucos dias com pacote 4o 200/100
    com um router TG789vac v2, que esta a funcionar OK boa velocidade 198/90 mesmo
    a noite, acontece que eu já tinha um asus RT-AC88U já o testei em vez do da Meo
    e a velocidade não vai alem de 80/60, porque será)

    • Alexandre says:

      Boa Tarde,
      O router da Asus está sobre DHCP do router da Meo ou encontra-se em Bridge mode?
      No entanto, aconselho a efectuar o seguinte teste, ligue o router asus diretamente ao ONT com as configurações da Meo, veja o resultado após 2/3 horas de estabilização de sinal.

  49. Paulo Marques says:

    Boa noite,
    No caso liguei o router Archer C60 da Tp link ele trabalha em 192,168.0.1 IP existe alguma forma de ligar para funcionar com a gama IP da Meo 192.168.1.1?

    • Alexandre says:

      Boa Tarde,
      Existe, desligue o DHCP do seu router Archer C60 e configure com a mesma gama de ip´s que o Router da Meo, no entanto, recomendo o uso do DHCP no seu Archer sendo que o router da Meo pode não ser ideal em termos de velocidade ou protecção.

      • Paulo Marques says:

        Boa tarde, foi o que fiz desligar o DHCP e liguei a uma porta Lan, mas assim não consigo aceder a página do router nem as configurações.
        Se o ligar na porta WAN com o router Meo em lodo brigde cria outra rede e ja deixa aceder as configurações.
        Eu devia ter comprado um acess point em vez do router…

        • Alexandre says:

          Boa Tarde Paulo,
          Penso que existe um equivoco, porque supostamente quando o liga por Lan tem que conseguir aceder via IP ao router principal e secundário, sendo que ambos tem um IP diferente atribuído, o router principal (Exemplo: Meo) o IP será 192.168.1.1 e o router secundário (Exemplo: Archer C60) será 192.168.1.15. (O importante é seguir a lógica do 192.168.1.x)
          No entanto o Paulo pode configurar o seu router archer c60 como access point, quase todos os routers tem essa possibilidade de configuração.
          Acredite que comprar um aparelho de access point deve ser por motivos estritamente financeiros, porque no meu ver um segundo router (Mesmo como access point) pode sempre tornar útil futuramente (Como exemplo a substituição por avaria do router principal ou outros motivos).

          • Paulo Marques says:

            Boa noite, Alexandre de facto é possível o Archer ficar como acess point, não estava dar porque o IP era 192.168.0.1 era preciso mudar para ip da Meo 192.168.1.1 apesar de eu mudar só pelo facto de não reiniciar depois de alteração não assumia. E desligando o DHCP para ser router da meo a atribuir IPs aos equipamentos.

  50. Alexandre Sousa says:

    É possivel colocar duas portas em bridge e nao apenas a quarta?

    É possivel conectar a box ao router que está conectado ao fibergateway em bridge?

    É possível colocar um switch em bridge e depois distribuir a net a diversos routers?

    Obrigado pela ajuda.

    • Alexandre says:

      Boa Tarde Alexandre,

      Penso que a resposta não ficou assumida nos comentários ou houve recusa, no entanto deixo novamente o respectivo feedback as suas questões:

      1 – Sim é possível (dependente do router) colocar 2 portas, a escolha, em bridge mode.

      2 – Sim é possível (dependente do router secundário), desde que esteja configurado com as respectivas definições de IPTV da operadora.

      3 – A resposta é “nim”, porque um switch “por norma” trabalha por dependência de um DHCP externo, ou seja fornecido por router com DHCP ou um servidor com DHCP, no entanto, é possível colocar router sobre router em bridge mode.

      Nota: Penso que existe switch’s com o seu próprio sistema de DHCP mas não sei se será o caso, no entanto não sei se ele terá a capacidade de assimilar mais que um IP externo, devido a limitações da operadora face a sua associação a um mac address por IP.

      • Alexandre Sousa says:

        Boa tarde Alexandre,

        Explico muito rapidamente o porquê das minhas perguntas…

        Acabei de construir a casa e na instalação da fibra Meo o modem ficou dentro da caixa de ati. Até poderei deixá-lo lá, mas pra isso tenho de colocar duas portas em bridge para posteriormente instalar um router na sala e outro para o escritório. O switch serviria para “alimentar” as tomadas ethernet que tenho distribuidas pelos quartos. Desta forma seria possível? Que equipamentos (router e switch) aconselha?

        Muito obrigado pela sua ajuda neste tópico

        • Alexandre says:

          Boa Tarde Alexandre,

          Aqui tudo vai depender da performance e o nível de gestão que pretende dar a sua rede,

          Dando dois breves exemplos de marcas a um nível avançado e intermédio de personalização:

          – Nível Avançado (Personalização extrema, por norma para utilizadores com enormes conhecimentos nesta área)

          > Routers (Dependente da versão, por norma trazem um micro switch integrado) – Draytek, Mikrotik, Fortinet, …

          > Switch – HPE 8 / 10 Portas c/ GigaBit PoE (Não recomendo maior, sendo uma caixa ATI / ITED, devido a respiração e limitação de espaço)

          – Nível Intermédio (Um “misto” de personalização e usabilidade avançada e fácil)

          > Routers (Recomendo apenas a partir de certos modelos, que não inferior a um PVP de 150 € +-) – Asus, NetGear, TP-Link

          > Switch – HP, TP-Link, Cisco, D-Link. (Preferencialmente com suporte a Gigabit e PoE).

        • Alexandre says:

          Por lapso ficou em falta a resposta a sua pergunta principal, tentando explanar o melhor cenário na sua situação:

          Internet > ATI / ITED > Modem / Router Operadora > Porta 4 / Bridge Mode > Router Interno > Escritório: Router as Access Point | Sala: Router as Access Point

          Ponto 1: No meu ver seria o melhor investimento, sendo que, se tiver que trocar de operadora, não terá que se preocupar com a gestão interna da sua rede, que fica sempre intacta.

          Ponto 2: Quando designo “Routers as Access Point” é com intuito de colocar routers a funcionar em modo AP, visto que considero como um investimento e não como um desperdício devido as tecnologias inerentes, no entanto se o orçamento for apertado a aquisição de Access Point’s será a melhor alternativa.

  51. Marco says:

    Boa noite sr Alexandre, parabéns pelo excelente trabalho aqui na página.

    Tenho uma dúvida e gostava de esclarecer, adquiri um router Asus, se eu quiser colocar como router principal teria de colocar o router da meo em modo bridge( pois tenho duas box TV e preciso de ligar uma em cada router pois os router está em pisos diferentes) a dúvida é a seguinte :

    se colocar o router da meo em modo bridge, ligo o cabo odt e ligo o cabo Asus na porta 4 do router meo?

    Ou ligo o cabo odt ao Asus e depois o router meo na porta 4 do Asus?

    • Alexandre says:

      Boa Tarde Marco,

      Agradeço o reconhecimento, é uma forma de desenvolver profissionalmente ajudando o próximo,

      Referente a sua questão, neste caso as versão dos routers Asus que tenho conhecimento até a data ainda não suportam entrada directa do cabo ODT, por isso partiria do pressuposto de seguir a linha de raciocínio da sua primeira parte.

      Caso a sua ligação ainda seja com ONT a parte, aconselho a colocar o router da meo como ultimo ponto caso pretenda manter a linha fixa, ou seja, ONT > Router Asus > (Segundo) Router Asus > Router Meo. Sendo que qualquer router com configuração IPTV (ou seja, com suporte a IGMP e UDP) consegue perfeitamente conectar a sua box de tv (via cabo de rede ou wireless).

      • Marco says:

        Resumindo ligo o router Asus ao cabo que vem do ont, depois ligo um cabo duma porta do router Asus ao wlan do router meo, certo?

        O router da meo preciso colocar em modo bridge pra funcionar, certo?

        Apenas preciso fazer isso ou necessito de mais alguma configuração?

        Desculpe a minha inexperiência

        • Marco says:

          O router Asus é um rog gt ac5300

          • Alexandre says:

            Boa Tarde Marco,

            Não tem que pedir desculpa, antes de proceder aos passos de configuração deve primeiramente configurar a parte de IPTV:

            Na página de configuração do seu router, seleciona LAN e posteriormente IPTV, em:
            – “Selecionar Perfil ISP” – Deve selecionar a sua operadora.
            – “Escolha uma porta para o set-top box de IPTV” – Deve selecionar a porta que passará a estar em modo bridge, ou seja, que irá ligar ao seu router da operadora.

            Passando as configurações físicas, deve colocar pela seguinte ordem ONT > Router Asus (Porta WAN) > Router Meo (Via Porta selecionada acima).

  52. Fabio says:

    Boa tarde, não sei se vou obter resposta porque é um post antigo. Mas o meu segundo router e o tg784n v3 e não funciona. Alguem pode me ajudar?

  53. Carlos Gomes says:

    Boa noite Alexandre!
    Em 1º lugar quero lhe agradecer pela sua disponibilidade em ajudar e pelo seu profissionalismo!
    Gostava que me desse a sua opinião.
    Tenho fiberGateway+RT86U+RT68U (no RT86U não tenho perfil MEO mas vi como se configura manualmente) está tudo a correr a ultima versão disponível de firmware.
    Tenho quase tudo a funcionar mas não a 100%, as APP`s da MEO não funcionam porque estão noutra rede e tenho problemas de estabilidade de net no piso 3. (as APP´s são: MEO Remote e MEO Smart WiFi).
    A casa tem 3 pisos e tenho as ligações feitas da seguinte maneira:
    Piso 1 FiberGateway ligado em modo bridge da LAN4 a WAN do RT86U, NAS ligado na LAN2 e EDP:Re:dy na LAN3 do RT86U.
    Piso 2 BOX ligada na LAN1 do Router MEO.
    Piso 3 RT68U a fazer Mesh por Wi-Fi. (a finalidade é melhorar o sinal de Wi-Fi no piso 3, o que não acontece, tenho sinal forte mas a net cai muita vez!)
    Router MEO Hi-Fi desligado
    Router Asus Hi-Fi Ligado
    Passei o RT68U para o piso 2 na mesma por Wi-Fi e mesmo assim não melhorou quase nada.
    Fiz o seguinte teste liguei a Mesh por cabo (LAN4 do RT86U a WAN do RT68U) e ai sim! tudo a funcionar bem nos 3 pisos, estável e com velocidades na ordem os 300/100 (tenho contratado 500/100) mas para fazer este teste tive de desligar o cabo da BOX.
    O problema começa agora, é muito difícil passar outro cabo, por isso só tenho um cabo do piso 1 para o 2 sem a possibilidade de passar outro.
    A ideia era aproveitar a cabo já colocado da box para ligar os routers só que quando ligo a box ao RT68U a imagem ao fim de 10s congela.
    Gostava de ligar da seguinte maneira.
    Piso 1 Router MEO da LAN4 a WAN do RT86U, NAS ligado a porta LAN2 e EDP:Re:dy na LAN3 do RT86U.
    Piso 2 WAN do RT68U para a LAN4 do RT86U, a box ficava na LAN1 e outros equipamentos na LAN 2, 3 ou 4 (AppleTV e Consola).
    Objetivo não passar outro cabo, fazer mesh por cabo, consola e AppleTV ligadas por cabo e ficar com tudo na mesma rede para poder aceder as APP`s da MEO.
    Este cenário é possível? se não for qual a melhor solução?
    Agradeço antecipadamente pela ajuda!!

    • Alexandre says:

      Boa Tarde Carlos,

      Agradeço o reconhecimento, tento fazer o possível para prestar o melhor suporte possível de forma a ajudar-me a crescer profissionalmente,

      Referente a sua questão, o seu caso obrigou-me a fazer um organograma para tentar perceber o pretendido mas vou tentar dar uma ideia e atempadamente colocando algumas dúvidas que me surgiram:

      – Piso 1: A forma como efectuou está totalmente correta.

      – Piso 2: Igualmente correta, no entanto qual a versão do seu cabo de rede CAT5e ou CAT6a (RT86U LAN4 > RT68U WAN)?

      – Piso 3: Pelo que subentendo, o seu piso 3 de momento não tem qualquer router para efectuar mesh correto?

      – Dúvidas / Comentários Adicionais:

      . A sua corrente eléctrica é comum em todo o edifício ou separada por fases (ou seja por andar)?

      . Realmente o (Ai)Mesh da Asus é uma boa alternativa, no entanto nenhum equipamento é capaz de atravessar divisões que sejam grandes (Limitação da tecnologia), ou seja se a divisão do andar for bem revestida é quase impossível sem passar cabo. No entanto, existe duas alternativas, a primeira será investir em antenas com mais dB’s, a segunda que é capaz de tornar este sistema funcional sem passar cabo mas pode causar algum “ruído” devido as outras redes, equipamentos colocados na parte “lateral” do edifício, ou seja colocar todos os seus equipamentos por piso no lado mais a esquerda ou direita (Preferencialmente junto a Janelas). Não é a solução mais recomendável mas fará uma diferença enorme de sinal.

      . O seu Piso 3, caso não tenha nenhum repetidor / access point, deverá obter um para conseguir obter uma amplificação de sinal, sempre colocando na lateral do edifício.

      . O seu SSID é igual em todos os equipamentos? Caso não seja, recomendo a alteração (tanto para 2.4 Ghz como 5 Ghz) para deixar a cargo de cada dispositivo a melhor rede a captar.

      . Relativo as App’s, as respetivas app’s funcionam em dispositivos dentro da mesma rede, ou seja, estando em bridge mode a “Rede Piso 1” e a “Rede Piso 2”, não vão conseguir comunicar entre si, sendo que as mesmas estão a fazer “passthru” por qualquer router que se encontre no caminho, não questionando que equipamentos se encontra dentro das outras redes. Se o que pretende é encontrar-se no piso 1 e controlar uma televisão no piso 2, este cenário em bridge mode é impossível, apenas em modo Access Point. Ou seja, para ter uma conectividade e tornar a sua rede numa única “rede global” por toda a sua casa, o seu router RT68U não deveria estar conectado como bridge mode mas sim em modo de access point (Passando da WAN para uma porta LAN), e posteriormente no piso 3, colocar outro AP.

      Peço desculpa a confusão mas espero ter conseguido responder algumas das suas questões.

      • Carlos Gomes says:

        Obrigado Alexandre pela ajuda!
        O cabo do RT86U LAN4 > RT68U WAN é CAT5e, foi o instalado pela MEO.
        Neste momento no piso 3 não tenho nenhum Router nem AP.
        Estou em testes, com o RT68U onde está cobre todo o piso 2 e piso 3 sem problemas de sinal em ambas as bandas.
        O problema é a estabilidade da net, tenho as vezes que desligar e ligar o Wi-Fi no equipamento porque ficam sem internet apesar de terem o sinal no maximo.
        (Se o RT68U estiver ligado por cabo ao RT86U isso não acontece).
        Por isso quero ficar com os dois Asus ligados por cabo.
        Em relação a corrente elétrica eu tenho 2 quadros e um contador.
        Piso 1 Quadro
        Piso 2 Quadro, contador e ligação aos painéis solares.
        Penso que está tudo ligado, a opção de ligar por power line poderia resolver, eu é que pessoalmente não quero usar essa solução porque pode criar
        algum ruido na rede, e como estou a pensar montar o radio de CB e o de radio amador tenho receio que faça interferências.
        Em relação ao SSID tenho a rede 2.4Ghz separada da 5Ghz, já as tive juntas e não gostei, como o sinal 2.4Ghz é sempre mais forte que o 5GHz os equipamentos ligavam-se quase sempre a 2.4GHz, com as redes separadas consigo controlar onde cada equipamento se liga, assim onde preciso de mais velocidade liga a 5GHz o resto fica a 2.4GHz. (Tenho o Hi-Fi do router MEO deligado para causar menos ruido)
        Não tem que pedir desculpa eu é que talvez não me tenha explicado bem.
        Amanhã em principio vou testar se consigo configurar o router manualmente para ligar a box ao router Asus, se conseguir penso que fica resolvido.
        E ficaria com descrito anteriormente:
        Router MEO>RT86U>RT68>BOX
        Se conseguir fazer Mesh melhor se não meto o RT68U em AP.
        ( Anteriormente já testei ligar em AP fiquei com a ideia que a rede ficou mais lenta)
        Não querendo estar a abusar da sua disponibilidade se para si for mais fácil podemos comunicar pelo Skype ou outra APP que use, seria mais fácil esclarecer mais alguma divida ou mais uma ou outra questão que me surja.

        Os meus agradecimentos,

  54. Pedro Rocha says:

    Boa tarde,
    Tenho internet MEO ADSL e recentemente adquiri um router Asus RT-AC86U e pretendia ligá-lo ao router da MEO para gerir a internet. Apenas deixava o router MEO para o telefone e para a box de tv.
    Alguém me pode ajudar na configuração? Não sou nada experiente neste assunto
    Obrigado. Cumprimentos

    • FC says:

      Para deixar o router do meo a servir a meo box e o telefone e usar o Asus para a internet deverá ativar a porta LAN 4 do router Meo em modo Bridge (os routers meo a partir do thomson 784N têm esta opção, mas poderá ser necessário solicitar uma atualização de firmware). Ligue o router da Asus na porta 4 do router do Meo e terá uma rede à parte com IP público próprio. Assim poderá ter o router da Asus a gerir toda a internet. No separador LAN-IPTV do Asus deverá deixar o profile ISP “None”.

      Caso pretenda substituir completamente o router do meo, tenha em atenção que o RT-AC86U (tal como o AX88U e AX11000) usam uma nova plataforma de hardware (Broadcom HND) que não é atualmente compatível com o IPTV do Meo. Se fizer a configuração da Internet VID 12 (detalhada mais abaixo) no separador de IPTV, vai conseguir ter internet mas a televisão da box vai parar passados 10 segundos (https://www.snbforums.com/threads/rt-ac86u-enable-efficient-multicast-forwarding-igmp-snooping.47201/).
      Se pretender substituir completamente o router do meo, deverá optar por um modelo mais antigo (AC68U, AC88U ou AC87U) e configurá-lo como aqui já foi explicado:
      – Seleccionar Perfil ISP: manual
      – Internet VID: 12 | PRIO: 0
      – LAN Port 4: Blank | PRIO: 0
      – LAN Port 3: Blank | PRIO: 0

      – Usar rotas para o dhcp: “Microsoft”
      – IGMP Proxy: “Ativar”
      – IGMP Snooping: “Ativar”
      – UDP Proxy: 0

      • Sérgio Oliveira says:

        Boas noites, FC.

        A questão do RT-AX88U a gerir o IPTV além da internet e a box ter paragens de 10 em 10 segundos é falsa, pelo menos no meu caso. Tenho o RT-AX88U há quase 1 ano, sempre em funcionamento, sem que a box pare. As configurações em LAN – IPTV estão da seguinte forma:

        – Seleccionar Perfil ISP: manual
        – Internet VID: 12 | PRIO: 0
        – LAN Port 4: VID: 12 | PRIO: 1
        – LAN Port 3: Blank | PRIO: 0

        – Usar rotas para o dhcp: “Microsoft”
        – IGMP Proxy: “Disable” – Por limitação de hardware o IGMP Proxy deste router não pode estar habilitado em conjunto com a função IPTV
        – UDP Proxy: 0
        – IGMP default version: 3

        NOTA: Não existe a opção de IGMP Snopping neste router

        • FC says:

          Olá Sérgio,
          já me fizeste ganhar o dia 🙂 Obrigado!
          Esta configuração funciona!!! Portanto, AC68U e AX88U são compatíveis com MEO. Pelos testes que fiz até agora, está tudo OK. Reparei que a box fica numa subnet diferente da dos outros dispositivos, o router criou-me uma rede prioritária 176.78.11.x dedicada para a IPTV e não há problema do multicast replicar os pacotes de IPTV para todas as portas do switch afectando os outros dispositivos (normalmente o IGMP snooping garante que os pacotes IPTV só vão para a porta onde tens a box ligada). No meu caso configurei a porta 3 para a box do MEO, ficando assim:
          – Internet VID: 12 | PRIO: 0
          – LAN Port 4: Blank | PRIO: 0
          – LAN Port 3 VID:12 | PRIO: 1

          Obrigado, o router da thomson vai voltar para o armário 🙂

          • Nuno Vilaça says:

            Olá Sérgio e FC! O meu AX88U chegou hoje, e não consigo meter a box da meo a funcionar utilizando as settings que vocês têm.
            Se utilizar as vossas settings, o AX88U fica sem qualquer acesso à internet, e mostra o led vermelho no símbolo da internet. O menu do AX88U diz que o DHCP do ISP não está bem configurado… Só metendo o “ISP Profile” no “Lan-IPTV”, é que consigo internet outra vez. Se tiver a box ligada ao AX88U sem quaisquer tweaks, a box faz um freeze. O cabo da box está ligado à porta 4 do AX88U, e na porta 2 tinha o mesmo comportamento.

            Tenho o meo gateway em modo bridge, com as redes wifi desligadas, e o AX88U ligado à porta 4 do gateway. O AX88U está numa outra divisão, a cerca de 6m do gateway. O AX88U tem os mesmos SSIDs e passwords das redes wifi originais do gateway.
            Como seria de esperar em modo bridge, não tenho acesso ao gateway da meo.

            Estou a utilizar o último firmware, 3.0.0.4.384_9107, mas não tem perfis para a meo.

            Outra coisa que também noto, é que os pings com AX88U, ligado à rede 5 GHz, e fazendo ping ao google, oscilam entre os 14-15 ms, subindo para os 200 e tal, descendo para 14-15 durante uns 5-6 pings, 200 e tal durante dois pings, e repete. Sinceramente, estou a achar a net lenta a nível de conexão…

            Têm algumas sugestões? Obrigado!

          • FC says:

            Olá Nuno,
            A config que uso é com o Asus AC86U ligado diretamente ao ONT, sem meo gateway pelo meio.
            Se estás a ligar o Asus ao meo gateway por bridge, deverás deixar todas as opções do “Lan-IPTV” em branco. Era assim que eu tinha a configuração antes, sendo que neste caso penso que não se vai conseguir ter a meobox a funcionar ligada ao Asus.
            Quanto à performance do wi-fi do Asus, não te consigo dar uma base de comparação porque tenho um sistema mesh para wi-fi e não uso a do asus.
            Talvez o Sérgio consiga partilhar mais informação.

          • Nuno Vilaça says:

            Olá FC – obrigado pelo reply!

            Consegui a meter a box a funcionar alguns minutos depois da minha mensagem. Bassicamente deixei as settings em branco, e escolhi apenas LAN 4, e voilà. Contudo, ainda a acho algo lenta a aceder aos menus. Daquilo que me apercebi, com este setup, cada vez que reinicias o gateway da meo e/ou o RT-AX88U, a box vai ter um IP novo, e leva cerca de 5 min a reiniciar. Tenho a box da Arris.

            Quando ao sinal do wireless do RT-AX88U, é rápido, mas não é extraordinário. O meu laptop com uma Intel AC-1360 (5 anos), consegue um máximo de 185 down, e 121 up, com 5 GHz, a cerca de 7 m do RT-AX88U.
            O meu Samsung S9 faz 250 down e 120 up à mesma distância.

            Não mexi ainda nas settings do Asus, mas reparei que durante a noite ele melhorou a performance (só chegou ontem), e hoje já estava com pings bem mais baixos, à volta de 13 – 15, mas volta e meia sobe até aos 200, e até mesmo >1,000 quando vou ao YouTube, ou faço algo mais exigente. E tem mais “request timed out” do que aquilo que eu gostaria de ver.
            Sstou a utilizar SSIDs separados para 2.4 e 5, tenho o QoS e o AiProtection desactivados, Smart Connect Desactivado, e está configurado como “Wireless router mode”.

            Não sei se notaste granes melhorias na velocidade wireless com o teu router? Eu tenho um portátil novo a chegar no final do mês, e com WiFi 6. Espero que o RT-AX88U esteja à altura. Há certamente melhoria de serviço cá em casa, mas não estou propriamente pasmado. Estou a pensar em comprar um RT-AX58U para fazer uma wired mesh de modo a ter WiFi no outro lado da casa (neste momento utilizo um repeater do TP-LINK).

          • Alexandre says:

            Boa Noite Nuno Vilaça,

            Possuo igualmente um RT-AX88U, e entendo a sua “desilusão”, infelizmente partilhada por diversos utilizadores deste equipamento devido a “estabilidade” do chipset da Broadcom nesta 1º revisão, a Asus está a tentar aprimorar a sua firmware para tentar colocar o router o mais eficaz possível, mas esta ultima firmware tem dado diversas dores de cabeça, encontra-se muito instável, principalmente no modo 2.4 Ghz.
            Neste momento o recomendável será proceder ao retrocesso em termos de firmware, ou seja a anterior a 9107,

            Referente a sua instabilidade nos diversos aparelhos, tenha em atenção que as limitações podem partir dos dispositivos, o RT-AX88U em 5 Ghz possui diversas bandas de canal, ou seja vai desde 20 Mhz até 160 Mhz, o que em muitos dispositivos pode causar instabilidade de sinal,

            Referente a sua possível aquisição do RT-AX58U, tenha em atenção que o chipset utilizado é da Intel, e caso tenha em consideração as firmwares do RMerlin, poderá não ter suporte do mesmo.

          • Nuno Vilaça says:

            Olá Alexandre! Obrigado pleo feedback, e pelo excelente serviço à comunidade!

            Sim, por 320€ estava à espera de mais. Até o meu meo gateway é bem mais estável… Hoje tive wireless até bem mais longe na casa, e passei o dia inteiro a fazer endless pings ao google. Acabei de ver um vídeo no YouTube a 1080p, e tive uma data de “request timed out”, em que o vídeo parava mesmo, e não era nada pesado. Fiquei muito frustrados, porque de tarde tive uma Skype voice call a decorrer, e testei ter dois vídeos a 1080p a corre no background – tudo 5 estrelas.

            Acho o sistema instável, principalmente para algo que está no mercado há mais de 1 ano. Tenho a hardware version v1.1 feita na China (sei que há versões feitas no Vietnam). Eu estou a utilizar o firmware *9107, mas já estive a namorar o Merlin. Tens boas experiências?

            Obrigado pelo conselho em relação ao AX58U. Tanto quanto li, o Merlin ainda não suporta mesh, daí não me fazer diferença, porque no final, eu vou mesmo querer ter uma wired mesh em casa.

            Passei o dia feliz com o router, mas tem desapontado à noite. E é triste, porque o gateway da meo nunca me deu problemas, mas não tem o wifi range que eu quero, nem a possibilidade de fazer mesh que eu quero…

          • FC says:

            Em relação ao Merlin, sempre usei no router anterior e uso também no AC86U. A melhor definição que tenho para firmware do Merlin é “até te esqueces que o router existe”. O merlin já suporta aimesh e o router ax58u faz parte dos modelos suportados desde o 384.16 lançado em abril. Também ponderei usar o aimesh mas vi muitas reviews e a conclusão a que cheguei é que o sistema mesh da asus ainda precisa de mais evolução. Ainda para mais usas um router wifi6, tudo ainda muito recente. Eu uso uma mesh mais madura o linksys velop em modo bridge ligada ao asus e tenho o débito máximo da ligação 100/100 em qq ponto da casa, e ping tests entre 3 a 7 ms. Sugiro que experimentes o Merlin para ver se melhora. Podes sempre voltar ao firmware original, o processo é muito simples.

          • Nuno Vilaça says:

            Olá FC. Obrigado pelo feedback e por partilhares a tua experiência.
            O AX88U parece funcionar bem com o meu Samsung S9, mas não com o meu portátil – 5 anos, e equipado com uma Intel AC-1360. De qualquer das maneiras, vou experimentar com o Merlin. Não tenho nada a perder!

          • Alexandre says:

            Concordo com o FC referente a utilidade da firmware do RMerlin, é muito estável versus a original da Asus.
            Não tinha verificado que o Merlin decidiu dar suporte em Abril ao RT-AX58U, que é um excelente indicador.
            Referente ao (ai)mesh aplicado pela asus, tem conseguido bons resultados graças a sua facilidade de configuração e capacidade de obter um melhor backhaul, no entanto a instabilidade faz parte devido a constante adição de new features por parte da Asus, o que torna estes routers um bom investimento.

  55. Pedro silva says:

    Preciso de uma informação
    Tenho este router em casa depois de instalar a fibra mas pretendo mudar o router é possível trocar ?
    Porque a ficha é da fibra não sei se os outros também a traz.
    Neste caso o router da meo seria para desligar não pretendo mesmo assim ligar em modo bridge porque não faz efeito algum.
    Pretendo mesmo um router apenas ligado

  56. Joao says:

    Bom dia, a minha rede domestica é constituída pelo fiber gateway da meo que gere toda a rede e tenho um 2º router (Thomson tg784n), ligado por ethernet, que está a servir de Access Point (DHCP desligado). Encontrei este problema à uns anos atrás mas como só precisava de difundir wireless e tinha também um outro router TP-link apenas com porta de entrada WAN, coloquei este último como AP e ficou resolvido.
    Agora necessitava também que este segundo router tivesse saída ethernet para um desktop e voltei a pegar no Thomsom… Os routers estão ligados por ethernet (LAN – LAN), alterei-lhe o IP pois é o mesmo que o fiber gateway de forma a que possa aceder a ele dentro da rede, desliguei o DHCP e alterei o SSID do Wifi para ter o wireless contínuo em casa.
    Situação: com o Wifi tudo funciona bem, diversos equipamentos estão ligados a este 2º router Thomson sem qualquer falha de conecção. O problema é que quando ligo o Desktop por ethernet a uma das portas LAN do Thomson a rede é instável. Por vezes funciona, por vezes não.
    Quando não funciona fazendo ping ao Thomson (192.168.1.0) tenho resposta.
    Fazendo ping ao fiber gateway (192.168.1.254) na maior parte das vezes não tenho resposta, o que me leva a crer que será um problema com a configuração do IP de gateway da rede(?).
    Agradeço desde já alguma ajuda que me possam dar.

    • Joao says:

      Cheguei à conclusão que o problema é do router Thomson… Não consegue gerir simultaneamente ligações por Wi-Fi e por LAN…
      Tinha em casa um outro router ainda mais antigo um THOMSON ST780WL (Speedtouch) que liguei por LAN ao Fiber Gateway e desliguei o broadcast de Wi-Fi, tirei deste router a ligação LAN que precisava e liguei também por LAN o Thomson TG784n a difundir Wi-Fi apenas. Solução estranha mas que funciona.
      Cumprimentos

  57. FRBG says:

    Boa tarde,

    Ao ativar o modo Bridge do router MEO, devo igualmente desligar o WiFi para que fique apenas o router 2 a fornecer rede WiFi e como DHCP server?

    Obrigado pela ajuda

  58. Fernando N. says:

    Inicialmente a minha rede era montada com 1 router Asus RT-AC68U (router principal) e outro router meo + ONT.
    A montagem é a descrita no link abaixo:
    http://asus-portugal.com/isp-config/tutorial-meo.html

    Desta forma conseguia 2 redes domésticas independentes com 2 IP’s públicos.

    A partir do momento em que o ONT avariou, os técnicos da MEO instalaram o novo router FiberGateway GR241AG. Este router já inclui ONT sendo que o cabo da fibra é ligado directamente no router.

    Este novo router MEO FiberGateway dispões no momento da opção de activar o modo Bridge através da LAN 4, que poderá ser ligada à porta WAN do router ASUS.
    Deste modo os 2 routers funcionam em 2 redes domésticas independentes. MAS ATENÇÃO: o 2º router, no meu caso Asus RT-AC68U, adquire um 2º IP público, que eu penso ser gerado pelo MEO FiberGateway, mas que não pode ser acedido do exterior. (pelo menos ainda não descobri como fazer e se alguém souber como que poste como o fazer).
    Como eu tenho um NAS QNAP, se o tiver ligado no 2º router, deixa de ser acessível do exterior.

    Assim neste momento utilizo o Asus RT-AC68U como uma extensão em Modo AP, ligando uma porta LAN (qualquer uma) do FiberGateway a uma porta LAN (qualquer uma) do Asus.
    Pela minha experiência a BOX TV funciona ligada a um router ou outro. Mais… se necessitar de ligar a BOX a outra TV em outra divisão da casa utilizo uma PowerLine.
    Todo o tráfego é controlado pelo Router FiberGateway, tanto pelo NAT, Firewall, PnP, Port Porward, etc.
    A vantagem: 6 portas LAN.

    • Alexandre Machado says:

      Fernando,

      Penso que estás com algum equívoco na rede, consegues identificar a classe do teu ip? Se é um ip publico ou privado? Caso se mantenha uma classe privada, provavelmente o problema encontra-se no Fibergateway da meo, se é um ip público, a tentativa efectuada de ligação externa ao teu qnap está a ser restringido no asus pela firewall, o que deves verificar se necessita de um port forwarding.

  59. Joao says:

    Posso ligar a box da meo a um segundo router em acesso point por cabo ou tem de ser obrigatoriamente ao router da meo

    • Alexandre says:

      João,

      Pode ligar ao router asus desde que configurado com perfil ISP da Meo, penso que nos meus comentários anteriores tem a forma correta de proceder dependente do router

  60. Nuno Pinto says:

    Boa tarde,

    Existe alguma vantagem em termos de velocidade e ping em ligar o router Router Fiber Gateway à powerline av600 em modo bridge?

    • Alexandre says:

      Boa Tarde Nuno,

      Depende do intuito, a sua velocidade será sempre a contratada pela operadora, no entanto o que modifica é a estabilidade do sinal que obtém no “end point”, por norma power line depende da qualidade da sua instalação eletrica, no caso de ethernet vai depender da categoria, distancia e estado do cabo, no caso do wifi vai depender da norma e quantidade de obstaculos no caminho.

      Existe muitos factores que fazem variar a dita “estabilidade”, que penso que será a sua questão.

      • Nuno Pinto says:

        O intuito principal será obter o melhor ping e estabilidade na ligação por ethernet do av600 à ps4 (fps online) no meu quarto uma vez que o router está na sala. Por wifi no meu quarto serviria para netflix, smartphone e portátil… Qual a categoria de cabo que recomenda?
        Muito obrigado.

  61. Alexandre says:

    Nuno,

    De forma a obter um ping / jitter mais baixo com intuito a manter a estabilidade (e por benefício uma melhor ligação) pode usar um powerline, no entanto, ter sempre em mente que a qualidade da sua instalação eléctrica pode ser essencial para determinar esse factor. Caso opte por cabo ethernet, recomendo cabo STP Cat 6 (ou superior), são mais caros que os UTP Cat 6 (ou superior) mas minimiza as interferências na ligação.

    Espero ter ajudado.

    • Nuno Pinto says:

      Já me tinham recomendado realmente um cabo cat 6, neste momento uso um cat 5. Fiz uma breve pesquisa, o que se refere é o cat 6 S/FTP certo? Vi também que existe os cat 6 FTP e os cat 6 UTP (destes dois encontrei mais oferta).

      No caso da powerline o modo bridge com o router para as minhas necessidades não necessito certo?

      Obrigado pela disponiblidade.

  62. Alexandre says:

    Nuno,

    Cabos STP é uma nomenclatura para Shielded Twisted-Pair e UTP para Unshielded Twisted-Pair, sendo os últimos mais usados no mercado devido ao custo de produção. Sendo STP um cabo Shielded quer dizer que o revestimento ajuda na protecção do sinal e de interferências externas, sendo que a passagem de informação num cabo UTP é passível de capturar sem necessidade de cortar cabos, dando apenas uma ideia da diferença entre ambos.

    O powerline será para um efeito de passagem de sinal correto? Se sim o bridge mode unicamente se aplica se pretender colocar um router diretamente ligado a internet ou um servidor, visto que o bridge mode é um cenário muito idêntico ao DMZ, colocando o equipamento exposto diretamente a internet, por isso não recomendo no seu caso.

    Espero ter ajudado a esclarecer.

  63. Nuno Pinto says:

    Alexandre,

    Sim será para passagem do sinal. Ajudou bastante, muito obrigado.
    Já agora, vejo várias pessoas a recomendar mudar o DNS para ajudar com o ping nomeadamente em jogos online, como por exemplo o DND da google. Existe diferença?

    • Alexandre says:

      Nuno,

      Seja para efeitos de estabilidade, velocidade ou privacidade, o uso de dns’s alternativos da operadora é sempre recomendável, desde que sejam fidedignos como é o caso da Google, Cloudfare, entre outros…

      Ter em atenção que alguns routers pertencentes aos ISP’s (operadoras) nem sempre permitem a mudança de DNS por uma questão de “controlo”, se for o caso, o investimento num router de média gama para uma melhor qualidade de internet ou mesmo jogar como no seu caso, seria recomendável.

      Caso não pretenda efectuar esse investimento (no caso do router da operadora não permitir essa alteração), terá que manualmente modificar em cada dispositivo a configuração do DNS.

      • Nuno Pinto says:

        O router em questão é o Router Fiber Gateway da meo.
        Ainda não me inteirei se é possível ou não fazer essa alteração através do mesmo.

        Obrigado

        • Alexandre says:

          Nuno,

          Há cerca de alguns meses atrás saiu a noticia relativo a possibilidade alteração do DNS nas ultimas firmwares do novo router da meo, no entanto, ainda não tive confirmação sobre tal,

          Eu ainda tenho por opção o modem e router em separado (da meo), visto que prefiro ter a ligação directa do router asus ao modem de fibra devido a sua gestão mais eficaz e segura.

          No entanto, vá tentando manter-se a par no forum da Meo sobre essa situação, caso saiba de alguma novidade também indico.

          • Nuno Pinto says:

            Vou dar uma vista de olhos.
            Não querendo tomar mais tempo, uma questão de quem não percebe nada disto, relembrando que vou ligar por cabo a minha ps4 à powerline av500 que recebe sinal do router meo, tenho que fazer a alteração do dns no router meo e também na powerline? Ou como deve ser feito o processo?
            Estou a pensar também abrir portas para a ps4, faço a mesma questão.

  64. Alexandre says:

    Nuno,

    Quando menciona “abrir portas ps4” deve ter em atenção que tipo de portas vai abrir, sendo que existe ataques específicos por determinadas portas que podem causar vários constrangimentos no funcionamento da sua consola, no entanto, pode especificar o reencaminhamento das portas pretendidas na página de gestão do router meo através da firewall (normalmente), neste campo não posso ajudar sem fazer uma pesquisa aprofundada do novo interface da meo.

    Referente ao dns, sendo que o seu equipamento funciona basicamente como um cabo de rede (Necessitando apenas de fazer pairing entre dispositivos), não necessita de configurações a este nível. Caso o seu router meo não permita a referida alteração de DNS (conforme mencionado anteriormente), deve configurar o dns directamente na sua PS4.

    • Nuno Pinto says:

      Alexandre em termos de Dns recomenda usar o da google, cloudfare ou até outro? (Sou utilizador meo fibra)

    • Nuno Pinto says:

      Alexandre,

      Em termos de Dns recomenda usar o da google, cloudfare ou até outro? (Sou utilizador meo fibra).

      • Alexandre Machado says:

        Nuno,

        Em termos de dimensão de informação no servidor DNS, na minha opinião, diria que a Google está sempre a frente neste campo, no entanto o Cloudfare tambem tem boa reputação mas como experiência pessoal, já me deparei com algumas dificuldades na resolução DNS da Cloudfare, ou seja, nada como experimentar ambos e ver se adequa as suas necessidades.
        A velocidade de resolução do DNS não será o factor essencial para uma internet mais veloz mas sim para uma rápida resolução, estabilidade e “privacidade” da sua internet.

  65. Pedro Rodrigues says:

    Boas, Eu tenho um router desses da imagem a mais e hoje contratei um novo serviço que trouxe mais um router principal. Queria saber se é possivel eu ligar o router antigo (esse da imagem) para servir de router secundario do novo router da meo? É que nao tem porta WAN, será que é so ligar a uma porta LAN das quatro disponiveis?

    • Alexandre Machado says:

      Boa Tarde Pedro,

      Referente ao que indica, se o mesmo não possui entrada Ethernet WAN, provavelmente possui uma entrada Fibra, no que a única forma de interligar o router via “WAN” (ou seja, sem qualquer visibilidade entre ambos), teria que adquirir um conversor “Ethernet > Fibra” (Tendo em atenção ao tipo de fibra usado) para reutilizar o router, caso pretenda que funcione como um Access Point, pode ligar a qualquer porta Ethernet (1 – 4) do seu modem / router meo que receber diretamente a internet via fibra e configurar o seu segundo modem / router meo ligando via qualquer porta Ethernet (1 – 4), configurando como static ip, lembrando sempre de seguir as regras de endereçamento.

      Como opinião pessoal / profissional, caso pretenda investir numa infraestrutura própria, deve investir num router que tenha capacidades de gestão e actualizações regulares, ajudando a obter uma maior segurança na sua rede interna. Deixando o router da operadora (que infelizmente não possui actualizações regulares de segurança), apenas como um simples modem.

  66. Carlos Vilhena says:

    Boa Tarde, precisava de algum feedback ou ajuda para a questão de configuração de um segundo router em modo bridge no ISP MEO:

    Estou a ponderar comprar um router da ASUS estou literalmente indeciso sobre qual escolher entre estes dois modelos: ASUS RT AC68U, ou o RT AC86U. (não coloco o 88U na equação por achar demasiado caro, e por não ir tirar partido das 8 portas gigabit), se tanto só precisarei de duas a 3 portas, uma para o pc e outras duas para TV (caso as queira ligar no router)

    Essencialmente quero apenas colocar o Router da ASUS a fazer-me a gestão de rede e da Internet, alterar os servidores DNS, diminuir as latências de wi fi (aqui será também importante ter um rabo de rede Cat 6), usar IPTV e se tanto pontualmente uma VPN.

    Denotei que o RT AC86U, daquilo que li e pesquisei deve ser configurado manualmente. Enquanto que o RT AC68U tem já aquele tutorial da página da ASUS Portugal config.

    Posto isto e como já explanei um pouco em detalhe o que pretendo a nível de router, qual me aconselham a comprar à partida? é fácil fazer a sua configuração, ou dará muitas “dores de cabeça”. (li e pesquisei sobre isso aqui no site e no fórum).

    PS -Irei contratar um pacote de velocidade de 500MB, mas posteriormente poderei querer colocar 1GB não sei se também deva levar isso em consideração.

    Agradeço a quem me possa ajudar antes de fazer “asneira” com a compra do router, obrigado desde já pela ATENÇÃO

  67. FC says:

    Pela diferença de preço e tendo em conta que o o AC86U é baseado numa plataforma mais recente e com melhor performance, recomendo o AC86U. Eu tenho este e estou bastante satisfeito. Quanto às configurações, há muita informação neste fórum e na internet, pelo que penso que não vais ter problemas. Se o colocares como bridge ao router do meo, penso que não vai dar para ligares as boxes de TV as ASUS. A configuração que tenho é o ASUS a gerir tudo (net e box tv) ligado diretamente ao ONT sem router do MEO. Se não tiveres o ONT em separado, a única hipótese é ligares mesmo em bridge à fibergateway.

    • Carlos Vilhena says:

      Obrigado pela resposta FC.

      Eu por acaso tinha reservado um RT AC68U, Também sobretudo por haver um tutorial de configuração dele na página da Asus portugal.

      Mas de facto pela pouca diferença de euros, à partida deve compensar e bem a aposta no AC86U, o meu maior receio é depois não ser bem sucedido a configura-lo. elo menos queria ter a facilidade de fazer uma boa pré configuração do mesmo.

      Se o AC86U não permite a partida ligar as Boxes de TV ao Asus “melhor ainda” no sentido de me facilitar a gestão, pois assim atribuirei a função a esse router de me gerir a gestão de rede e da Internet, alterar os servidores DNS, diminuir as latências de wi fi), usar IPTV e se tanto pontualmente uma VPN.

      Eu irei fazer a adesão ao pacote de 500MB portanto à partida a Meo irá colocar-me o fibergateway

      Aqui o 86U TEREI DE O CONFIGURAR DE MODO MANUAL, OU SEREI SUCEDIDO NA “PRÉ CONFIGURAÇÃO AUTOMÁTICA?

      • FC says:

        Para ligar em bridge ao gateway do meo e ter net no asus, podes usar o configurador automático.
        Mas se queres o router para fazer o que estás a dizer, alterar dns’s, fazer vpn’s, etc, etc, inevitavelmente vais ter de fazer configurações manuais. Com a informação e ajuda que existe nos fóruns e vontade de pesquisar e aprender, não vejo razão para não seres bem sucedido. A interface do asus é bastante amigável.

        • Carlos Vilhena says:

          Sim FC, eu sei disso, sobretudo para a alteração do DNS, terei de mexer no Asus Manualmente a nível de configurações, mas essa parte até acho que deve ser super bastante fácil, basta usar por exemplo os DNS da google, gravar as alterações na área correspondente e está feito.

          A VPN será mas apenas usada pontualmente para uma coisa ou outra, ou para o famoso serviço IPTV se é que entendes onde quero chegar.

          Sim vontade de aprender pesquisar isso faço-o e tenho, e se necessitar de ajuda penso que me bastará escrever aqui e serei ajudado pelo pessoal seguramente, assim espero.

          Sim eu conheço bem a interface dos Asus é são muito amigáveis e super fáceis até para um comum utilizador “leigo”, uso actualmente um ASUS em ADSL (mas tive de configurar pouca coisa ou nenhuma mesmo).

          Mas como chegou a hora de mudar para fibra óptica, a compatibilidade de equipamentos e as configurações são mais “complexas” digamos assim, até acertarmos no equipamento “certo” mas isto é como tudo temos de praticar para aprender.

          Exemplo de toda a pesquisa que fiz e havendo o tal tutorial na página da Asus Portugal, foi isso que primeiramente me levou a pensar na aquisição do AC68U pela sua relação / preço, e por estar lá explícito o tutorial nessa página. (digamos o chamado jogar pelo seguro e não gastar mais que os 150€).

          Mas com a pesquisa mais aprofundada do tema, chegamos a conclusão que o AC68U cumpre bem o seu papel para velocidades de 100 ou 200MB, mas o mesmo já poderá não acontecer tão bem em velocidades superiores como a de 500MB que pretendo contratar ou 1GB. Além de que de tudo aquilo que já li, o AC68U é neste momento um router “mais datado” por ser mais antigo em relação ao AC86U.

          e já que se investe dinheiro a comprar um router de gama intermédia, pelo menos que o dinheiro seja bem investido, daí que como referes o AC86U, possa ganhar nesse campo e ter mais capacidade em melhor performance e autonomia na resposta na velocidade de 500MB ou na de 1GB.

          Por isso é que tive o cuidado de pedir feedback e opinião, antes de fazer uma compra impulsiva, dado que já tinha reservado um AC68U, portanto como só o reservei e ainda não o paguei dá sempre para fazer ajustes ao equipamento a vir cá para casa.

          Bom à partida deverão colocar o fiber da meo, pois como vou contratar os 500MB não os vejo a por uma solução de ONT + Router.

          A cena do cabo de rede, essa já sei que devo dar total prioridade a um cabo de rede Cat6.

          Agora o cerne da questão ou o medo, é safar-me bem a fazer as ditas configurações no AC86U, mas espero ter o auxílio do pessoal, caso me depare com dificuldades, porque uma coisa é estudarmos o caso todo na teoria que é o que estou a fazer de momento, outra diferente será já logo quando estiver na prática a fazer as coisas e a querer pó-las a funcionar.

          Mas agradeço-te novamente pela dica do AC86U, seguramente que será uma boa aposta também face à sua relação qualidade preço, e por ser um router “mais atual” (não tão antigo)

  68. Carlos Vilhena says:

    Boa Noite,

    Depois de muito pesquisar, ler, voltar a reler eis que tenho uma dúvida que gostava que alguém mais entendido, me esclarecesse:

    Eu por iniciativa própria previamente estava inclinado para a compra do ASUS RT AC68U (para gerir a rede de internet, mudar os DNS, liga-lo em bridge ao router da meo, usar VNP pontualmente, serviço IPTV e qui ça ligar as Box do operador no router da Asus.

    Depois foi-me dado algum retorno de feedback ou de aconselhamento tanto aqui como em outros sites, em fazer a compra do ASUS RT AC86U, em detrimento do RT AC68U por mim inicialmente pensado e por ser um router mais antigo.

    Mas numa nova (re) leitura e pesquisa no dia de hoje pela internet fora deparo-me que alguns utilizadores ” se queixam” de duas coisas que acontecem “muito” no modelo RT AC86U (E não sei se a actual Firmware version 3.0.0.4.384.82072 de 17 de Agosto da ASUS) resolveu esse problema.

    1. Acontece ainda de os ISP Profiles Nacionais (seja MEO, VODAFONE), NÃO estarem “pré carregados” neste modelo AC86U? Tudo bem que aqui no site têm a explicação para fazer a dita configuração manual do router em questão para termos no mínimo a internet a funcionar no AC86U.

    NOTA: Li aqui aquilo que o forista Alexandre escreveu sobre a partir de uma determinada firmware, os IPS Profile estarem pré carregados no modelo em questão.

    2. Sempre é verdade que quando se tenta ligar uma box ao modelo AC86U esta vai frisar ou congelar passados cerca de 10 segundos?

    3. Para quem quer ter um router que em conjunto, o coloque a gerir a rede de internet + a possibilidade de tentar ligar as boxes de tv ao Asus, sem que elas fiquem a dar problemas, o modelo AC86U serve para isso, ou deve-se jogar pelo seguro e apostar noutro modelo diferente?

    4. É que em suma depois de toda esta (re)leitura de informações e etc voltei a ficar com a impressão que muita gente classifica o AC86U como um “router problemático Q.B”, onde se quisermos então atingir o dito equilíbrio seja para a rede de internet + boxes no asus, sou quase que forçado a escolher um modelo mais antigo.

    5. Ou então para investir no máximo até 200€ num router ASUS que modelo podem sugerir ou aconselhar?

    É que queria mesmo fazer uma compra assertiva do router e não estar a gastar dinheiro em tentativas erro, até acertar no equipamento adequado, ou “quase perfeito”

    Obrigado a quem me possa desde já dar um novo retorno sobre esta matéria. (não desfazendo da ajuda que o FC Me deu ontem por aqui)

    • Nuno Vilaça says:

      Carlos, não tenho experiência com o AC86U nem com o AC68U, mas julgo que te consigo ajudar com a pergunta 1 e 2.

      1 & 2. Eu tenho um AX88U e não traz os settings dos providers Portugueses, e isso é tranquilo. Liguei o meu AX88U ao gatewya da MEO (mas desactivei o wifi da gateway porque não preciso), e a box (Arris) directamente ao AX88U (LAN 4). Na GUI do AX88U (que julgo ser muito parecida à do AC86U), vais a LAN –> IPTV, e:

      ISP Profile – None
      Port – LAN4
      DHCP – Disable
      IGMP Proxy – Disable
      UDP Proxy – 0
      IGMP Version – 3

      Faz isso com a box desligada, deixa o router estabilizar uns segundos depois de meteres estas settings (aconselho um reboot), e depois liga a box. Ela vai levar alguns minutos a conseguir o IP address (até uns 5 min), e se calhar vai ter os menus lentos da primeira vez, mas depois vai tudo ao normal.
      Se a box fizer um freeze, é porque as tuas settings estão erradas. Procura pelo meu nome nesta thread, e vais ver como eu não consegui ter a box a funcionar com pre-settings existentes para MEO, que copiei do site da Asus.

      As minhas primeiras horas com o AX88U foram algo lentas, porque ele precisava de estabilizar. Estou a usar o Merlin 384.19, mas fiz a configuração que descrevi, utilizando o 384.18.
      Não que faça diferença para o teu caso, mas tenho uma mesh, sendo o satellite router um segundo AX88U, com wired backhaul (tenho full shielded Cat6a pela casa toda).

      3. Sim, dá, mas o wifi 6 (ax), está aí, e se calhar, tentar modernizar a coisa não ficaria mal, mas isso depende do budget the cada um.

      4. As per the point above, eu pessoalmente meteria um router com capacidade ax, mas tanto a minha mulher como eu recebemos portáteis novos das nossas empresas há 2 meses, e eles já trazem suporte ax, portanto comprar um AX88U foi uma escolha natural.

      5. Estou fora desse price range, porque eu queria uma coisa já com ax, e esses costumam ser carotes.

    • FC says:

      Esses perfis pré carregados só interessam se fores usar o router para gerir a iptv do meo. Pelo que percebi não é esse o teu objetivo, vais ligar em bridge à fibergateway. O AC68U é um router de referência, uma plataforma muito estável com muitos anos. O AC86U é uma plataforma mais recente e é o sucessor natural do AC68U. Eu tenho o 86U há 6 meses a gerir a rede toda, inclusive a box de iptv do meo (só dá através de uma configuração manual descrita neste fórum) com firmware do Merlin. Tenho drives de rede, atribuição de dns por dispositivo,open vpn server, qos e mais umas quantas coisas a correr neste router. O único problema que ele me dá é eu esquecer-me que ele existe, tal é a estabilidade do bicho. Pode ser do firmware Merlin, mas asus para mim só com Merlin, cansei-me dos firmwares bugados da asus. A escolha é tua, se queres garantia de estabilidade à custa de uma performance mais limitada, seja 68U. Se queres performance superior (plataforma hnd com cpu dual de 64 bits) à custa de uma potencial instabilidade (que nunca tive) então é 86U.

  69. Carlos Vilhena says:

    Obrigado Nuno Vilaça e FC pelos vossos comentários, isto é sempre útil termos retorno de feedback para quem gosta de aprender e que vai agora começar a aventurar-se nas designadas configurações de rede etc etc.

    Nuno só por um motivo ainda é que não compro já à partida com norma AX é ainda pelo seu custo um “pouco elevado” e atendendo que vou começar a aventura de fibra ótica agora digamos que em vez de me meter a fazer asneiras, prefiro começar na norma anterior, ou seja AC e depois progredir na actualização do equipamento daqui por um a 2 anos, aliando também que para além da compra do router irei comprar uma smart tv, daí ter de dividir de forma equilibrada o orçamento para cada equipamento, senão fica uma conta pesada só para “chutar para canto o router do operador” hehehe.

    FC sim eu já li esta thread toda e acredito naquilo que mencionas que o AC86U é uma boa aposta segura, sim percebeste bem a minha ideia / intenção é de facto ligar o router da ASUS em bridge ao fibergateway (que espero que me o instalem num pacote de 500MB), que tem como principal objectivo gerir-me a rede de Internet e equipamentos informáticos (desktop e notebook).

    Mas além disso queria ver se ligava as boxes MEO e android para o IPTV no ASUS em vez de as deixar ligadas ao fiber, daí estas dúvidas acerca de ser bem sucedido na dita escolha do modelo do router ASUS, sou “novato” nestas andanças de fibra ótica apesar de conhecer bem o material da ASUS, como te disse tenho um router Asus em ASDL, mas claro falamos de tecnologias e configurações muito distintas.

    Primeiro gostava de fazer o update da firmware do site da ASUS para ficar com o firmware original atualizado, mas depois se o a solução for usar o firmware merlin que assim seja.

    Mas FC diz me uma coisa tu com o Merlin a trabalhar no ASUS conseguiste ligar as boxes no router e fazer as configurações, sem teres qualquer paragem ou congelamento? (embora daquilo que percebi estás com ONT + rouer) e não o all in one.

    E Mais FC eu até segui as tuas dicas e reservei um AC86U esta manhã (e acredita que antes já estava reservado um AC68U), e acredita que antes de partir para a “encomenda” do router li bastantes coisas, fiz imensas pesquisas, em suma varri a net de forma geral, para partir mais elucidado para a compra do equipamento, mas claro é sempre bom recolher feedback antes de darmos a compra como oficializada e paga.

    Portanto estou a apostar algumas fichas no AC86U sobretudo pelo teu feedback e não só

    Portanto como novato nestas configurações, estou a guiar-me essencialmente pela experiência do pessoal que já está há mais tempo com o serviço de fibra, mas concordo contigo um router tenho sempre de comprar e arriscar.!!

    Espero pelo menos que se me vir “aflito” depois a configurar o equipamento, sobretudo se tiver de lhe implementar o Merlin em cima que o pessoal esteja por cá para me ajudar.

    • FC says:

      Sem entrar em muito detalhe técnico, o 68U e o 86U tratam o tráfego multicast do IPTV de forma diferente. Se fores ao site da asus até diz lá que o 86U não suporta o iptv do meo. Quando comprei o router, tive o mesmo dilema que tu em escolher pelo 68U que eu sabia de certeza que funcionava com as meoboxes ou pelo 86U que por tudo o que tinha visto na net não funcionava com o iptv meo. Acabei por escolher o 86U por ser mais recente, assumindo que ia ligá-lo por bridge ao router thomson (continuando este a gerir a meobox) e assim teve a funcionar durante algum tempo. Felizmente um user aqui do fórum (já não me lembro se foi o Nuno Vilaça ou o Sérgio) disse-me que tinha um AX-88 a funcionar com as meoboxes. Apliquei as configurações manuais que ele partilhou comigo e voilá, box de tv a funcionar diretamente no 86U. Como o Nuno Vilaça explicou, a primeira vez que ligas a meobox aquilo ficou-me um bocado instável, mas após reiniciar tudo (ONT, Asus e meobox) ficou tudo a funcionar perfeitamente. Nos últimos 6 meses aconteceu-me 2x a imagem parar após 10 segundos. Quando isto me aconteceu a única coisa que fiz foi reiniciar o ont e voltou ao normal. Não foi preciso reiniciar asus nem meobox. Segue um link para o fórum do Merlin onde se fala um pouco mais em detalhe técnico sobre o multicast no 86U: https://www.snbforums.com/threads/rt-ac86u-enable-efficient-multicast-forwarding-igmp-snooping.47201/page-2

      • Carlos Vilhena says:

        FC, mais uma vez obrigado pelo feedback, sim tens razão o meu dilema é esse mesmo, portanto está a acontecer-me o mesmo que a ti quando decidiste fazer a compra do router.

        Penso que as configurações a que te referes são estas do Sérgio, dado que lhe respondeste em seguida dizendo que funcionou e que o teu thomson ia voltar para o armário e cito as configurações:

        “Tenho o RT-AX88U há quase 1 ano, sempre em funcionamento, sem que a box pare. As configurações em LAN – IPTV estão da seguinte forma:

        – Seleccionar Perfil ISP: manual
        – Internet VID: 12 | PRIO: 0
        – LAN Port 4: VID: 12 | PRIO: 1
        – LAN Port 3: Blank | PRIO: 0

        – Usar rotas para o dhcp: “Microsoft”
        – IGMP Proxy: “Disable” – Por limitação de hardware o IGMP Proxy deste router não pode estar habilitado em conjunto com a função IPTV
        – UDP Proxy: 0
        – IGMP default version: 3

        NOTA: Não existe a opção de IGMP Snopping neste router”

        Sim as configurações estão aqui espalhadas pelo fórum portanto é só seguir as dicas e a partida não deverá haver stress, contudo se os tiver como sempre disse estou cá para pedir ajuda ao pessoal daqui do fórum que é bem acessível.

        Relativamente ao Merlin já vi praticamente no fundo é fazer exactamente a mesma coisa e do mesmo procedimento de como se actualiza a firmware oficial do site da ASUS.

        Com a diferença a que vamos buscar a firmware Merlin a este site:
        https://www.asuswrt-merlin.net/

        Portanto não custa nada colocar a firmware a funcionar no router, posto isto tudo e como sou de arriscar estou tentado no bom sentido a seguir o teu conselho e a investir € no 86U, tanto que já o reservei para o comprar esta semana.

        Dado que neste momento um AC68U têm um custo de cerca de 138€, mas por 162€ já trazes um 86U e como na diferença de preço ficas a ganhar na performance, acho que não perco nada em arriscar a ficar com o modelo mais recente de entre esses 2.

        E além do mais gosto de aprender e de ir ao risco, por isso o 86U pode ser um bom desafio, digamos que o 68U (traria a papa toda feita) e isso não têm piada heheh

        E tendo em conta que nesta fase de transição de norma AC para AX não compensa gastar muito dinheiro no router, porque ele levará nova substituição daqui por 2 a 3 anos no máximo novamente

        Compraria o AX88U se não tivesse de comprar uma Smart TV mas como tenho as duas coisas em conjunto tenho de equilibrar os gastos em cada uma delas.

        Obrigado mesmo pelas dicas e paciência, cada vez mais elucidado na escolha a fazer 🙂

  70. Carlos Vilhena says:

    Tenho mais outra dúvida relativamente a gestão de segundo router com ligação bridge no MEO.

    Para quem começa por contratar um pacote de 500MB mas pondera depois no futuro a médio prazo subir a parada para o pacote de 1GB, será que modelos como o ASUS AC86U, Tem boa perfomance em velocidades de 1GB?

    Para abrangência e total cobertura do sinal wi-fi numa casa de 2 pisos com cerca de 450m2 de área total, um ASUS86U é suficiente para dar conta do recado? ou devia usar a táctica de por exemplo usar o fiber + um ASUS em cada piso (A68u +ac86u) por exemplo.

    Se alguém me quiser recomendar outro modelo de router ASUS ou dar mais feedback esteja a vontade, toda a ajuda é bem vinda sobretudo para mim que sou novato nestas coisas de fibra ótica.

    PS – Dado que esta semana será realizada a compra final do router ASUS a vir cá para casa. (tendo em conta que solicitei uma reserva inicial para um AC68U, que depois foi solicitada troca por um AC86U dado o feedback que obtive na internet)

  71. Nuno Vilaça says:

    Carlos, 450 m2 e/ou 2 pisos para um só router em cada andar é impossível. Aquilo que precisas é de 1) repeaters (desaconselho), 2), access points (desaconselho), ou, 3) mesh (aconselho). E aí podes usar a mesh da Asus, que julgo os modelos que referiste terem, mas vê no site da Asus.

    Eu tenho dois AX88U em mesh, num piso único de 236 m2, e cobre bastante bem qualquer divisão, mesmo com portas fechadas. Os routers estão com um wired backhaul, e não aconselho mesh em wireless backhaul, a não ser que sejam tri-band (tens uma segunda rede 5 GHz para server de ponte entre os routers).

    Sei que queres comprar uma Smart TV, mas vais ter que comprar 4 routers para conseguires ter wifi em todo o lado da casa, e em ambos os pisos, i.e. dois routers em cima e dois em baixo. (um deles a ser o router principal, e os outros a serem routers satélites). Para esse tipo de setup tão caótico, recomendo uma mesh, e com os routers todos ligados entre eles por cabo ethernet. Não que seja um requisito, mas deves tentar ter todos os modelos de routers iguais. Se decidires , e.g. 1x AC86U a ser o master router, então podes ter 3x AC68U.

    A mesh é um consolo. Andas duma ponta à outra da casa com pings fabulosos, alternando entre os routers, e quanto muito, tens um request timed out. Quando montei a minha, experimentei ligar do meu telemóvel ligado só ao LTE, para o meu skype no laptop, e andei duma ponta à outra da casa várias vezes, a fazer transições, e a chamada nunca caiu, mesmo com um request timed out. É um mimo.

    E subires a parada para 1 Gbps não te vai fazer diferença nenhuma, a não ser que estejas a sacar torrents o dia inteiro, ou a jogar online, e mesmo assim… E essas coisas fazes com VPN, e não “out in the open”. Queres um conselho? Crava as paredes de RJ45, e se puderes, actualiza a cablagem para Cat 6a ao invés de Cat 6, já que ficas com a casa future-proofed. Mas isto já é um gasto altamente significativo que não vais precisas.

    Mas, continuo a achar que vais precisar de 4x routers para teres uma mesh em ambos os pisos. E eu aí investia a sério e já comprava com norma ax. Estares a comprar agora para mudares daqui a dois anos como tu dizes, parece-me uma má gestão da tua carteira.

    Tendo vindo de um setup com repeaters para uma mesh, é como passares de ADSL para fibra.
    Já agora, os meus AX88U estão flashados com Merlin.

    • FC says:

      Subscrevo, também uso mesh mas reaproveitei o sistema Linksys velop que já tinha. Basicamente o a86u é o router principal e tenho as duas “torres” mesh do velop uma em cada piso da casa ligadas em modo bridge ao asus. Foi a melhor experiência wi-fi doméstica que já tive. Sinal wi-fi de qualidade em toda a casa, pings baixos e débito máximo da ligação. Para o sistema mesh como vais usar routers dual band, recomendo que os ligues entre si por cabo ethernet (ethernet backaul). Se for para se ligarem sem cabo é melhor routers tri-band em que há uma banda dedicada para a comunicação entre os routers e ficas com duas bandas livres para os clientes, uma de 2.4ghz e outra de 5ghz.
      Mas tri- band já são outros modelos e preços mais elevados.
      Como disse o Nuno, com uma casa tão grande é melhor mesmo passar cabo ethernet para ligares os routers entre si.

  72. Carlos Vilhena says:

    Nuno e FC quando me referia aos 415m2, é a área total do terreno com casa incluída, sendo que a área de implantação do edifício é de 152,50m2 por 2 pisos dando um total de área só da casa de 305m2. Lapso meu provavelmente no post anterior a colocar os valores de área.

    Repetidores de sinal ou pontos de acesso não estavam ou nem estão de todo na minha equação.
    A Base inicial de raciocínio com que parti, foi quando mudar paras fibra ótica compro um router da asus ligo-o em bridge e resolvo a questão da cobertura wi-fi, simples assim julgava eu, mas parece que a equação é mais trabalhosa.

    Claro que parti para essa base tendo em conta a tecnologia inferior que tenho de momento ADSL, que com um único router simples da asus me cobre a casa toda de sinal wi-fi. (mas lá está tecnologia diferente de fibra e inferior).

    Sim mais uma vez as vossas dicas foram extremamente importantes, estou a ver que as configurações para “nos livrarmos do router do iSP Provider” têm o seu grau de complexidade Q.B, desculpem se vou dizer uma grande asneira, e é bem possível que a diga, mas o que observo em regra geral e em campo teórico e que o serviço de fibra ótica não é “tão bom quanto o pintam”, ou seja se repararmos a maioria dos consumidores comuns ficam limitados a um router da operadora X, Y ou Z e as limitações do mesmo e a ter um médio serviço aquém do seu extremo máximo de potencialidade.

    Mas aí se calhar a culpa é minha dado que a minha ideologia sempre foi um pouco este pensamento, se quero fibra ótica, logo quero tirar o máximo partido da mesma, mas sem recorrer a muletas de apoio para tal, e se repararmos nesse ponto os ISP Falham.

    Nuno Jogar online não é o caso não sou um gamer, é raríssimo jogar um jogo, sacar um torrent ou outro sim isso acontece ainda, mas naturalmente não iria estar a sacar 24 horas sob 7.

    Conclusão que tiro daqui, já estou a ver que isto requer um bom investimento, se queremos colmatar as falhas inificazes existentes e termos qualidade de serviço mas pronto se tiver de fazer uma rede mesh que assim seja, mas não tenho neste momento capacidade de resposta para comprar 3 routers logo a cabeça, se tanto 2.

    Mas pronto se calhar antes da rede mesh o ponto de partida deve ser assegurar um router, para o por a gerir a rede e depois a partir daí verificar como se comporta o wi-fi, descobrir que áreas da casa abrange, e as que não abrange e depois fazer ajustes.

    Obrigado uma vez mais aos 2 pelas dicas vocês têm sido impecáveis!

  73. Carlos Vilhena says:

    Nuno já agora, já estive a ver no site da asus as soluções mesh que eles disponibilizam no mercado.

    Tendo em conta que e em campo teórico os produtos mesh são mais destinados a colmatar o sinal de wi fi e pontos mortos, não fica mais fácil termos um router master da asus a gerir seja um AX88U, AC86U, e usar em conjunto com o router master o kit de solução aimesh, neste caso os Sistema AiMesh Wi-Fi?

    Isto em vez de estarmos a comprar ” uma série de routers tradicionais”?

    Pergunto isto porque se por cabo de rede temos à priori a velocidade contratada sem grandes percas, no resto da casa ficaria mais fácil investir num sistema WI-FI aimesh em vez de fazer malha de rede com outros pares de routers.

    Mas pode-me estar a escapar algum detalhe:

    https://www.asus.com/Microsite/AiMesh/pt/index.html

    https://www.asus.com/pt/Mesh-WiFi-System/ZenWiFi-Home/

    A Não ser que essas soluções mesh que se apresentam no site da asus não sejam grande coisa

    • FC says:

      Eu não uso o AIMesh da Asus, o Nuno saberá responder melhor porque tem o sistema, mas o AIMesh permite isso mesmo: usar os “routers tradicionais Asus” que suportam AIMesh para construir uma rede em malha. O sistema ZenWiFi home pelo que vi no site, também é compatível com AIMesh, portanto penso que podes combinar um router principal AX88, AC86 ou outro com este kit Zen Wifi. Btw, parece-me uma solução bastante interessante. Se eu fosse substituir a minha mesh, muito provavelmente iria selecionar esta solução. Mas é carote (400 EUR). Não percebi também se é possível adicionar novos nós zen wi-fi à rede, seria interessante. Acho que neste caso é fazeres as contas, se fica mais barato teres 2 ou 3 routers tradicionais ou 1 router mais este kit. Se fores por este kit que já é Wifi6, deverias também optar por um router AX.

    • FC says:

      Outra coisa que me esqueci de referir e que seria importante na minha escolha, é saber se o Merlin vai fazer firmware para o zen. Ele normalmente não suporta estes modelos mais específicos de router, mas se o zen ganhar popularidade suficiente, é capaz de vir a receber um.

      • Carlos Vilhena says:

        Por acaso do que vi não tem feito de momento, mas isso provavelmente farão porque acredito que quando a popularidade dos sisteas zen aumentar e não serem tão dispendiosos haverá adesão do público ao produto.

        De claro qualquer forma eles funcionam emparelhados, desde que o user não utilize o merlin como firmware (o que não será o meu caso), se bem que até ao momento nunca tive grandes queixas das firmwares oficiais da ASUS, mas claro fibra exige outra calibragem

  74. Nuno Vilaça says:

    Carlos, a comprar mesh, tens que comprar tudo da mesma marca. Só tenho experiência com Asus, e estou satisfeito, mas também só tenho 1 mês de experiência! 🙂 So far so good, se bem que tive duas outages da rede 5 GHz no router satélite. Uma resolvi com um reboot, a outra resolveu-se sozinha passado uns 15-20 min.

    A sério que o Thomson te cobre a casa toda sem repeaters? Eu também tive a última versão dele, e não me lembro dele ser assim tão poderoso… Eu acho que tu não vais encontrar um router que te cubra esse espaço todo, muito menos com dois pisos. Vais precisa duma mesh, access points ou repeaters. Repeaters compras bem barato, e.g. os da TP-LINK. Access points há para todos os preços, assim como routers normais que fazem mesh.

    Podes ter um router mais potente a controlar outros mais baratos, desde que suportem mesh. Acho que seria uma boa opção procurares no OLX por algo mais em conta e que alguém já não queira.

    Tal como o FC sugeriu, tens os Zen wifi, que não comprei na altura, porque 1) achei-os caros, 2) a velocidade em ax era baixa, e, 3) tinham poucas portas ethernet, e não seriam grandes switches, o que quer dizer que teria muitos equipamentos dependentes de wireless, e eu não quero isso.

    O pessoal queixa-se muito, mas eu tenho o meo gateway com serviço 500/100, e não tenho nada a apontar. E o gateway fazia-me a gestão de cerca de 15 dispositivos wifi e 5 LAN, sem quaisquer problemas. Não estou a pensar substitutir o gateway porque a minha mulher quer o telefone (não sei bem para quê…), se não até o metia a andar, porque é algo redundante.

    O meu conselho é não comprares nada esta semana, e parares para analisar a tua situação em relação ao número de routers que vais ter que comprar para teres cobertura total, quais os modelos, e se os podes ligar com cabo ethernet (altamente recomendado). Já agora, os routers satélites estão ligados directamente ao principal, e não entre si (isto é um FYI).

    • Carlos Vilhena says:

      Nuno Respondendo a tua questão, eu ainda estou com tecnologia ADSL, vou é agora migrar para o serviço de fibra. (e quando digo migrar agora será neste mês de Setembro, Outubro)

      Em ADSL utilizo um router da ASUS que claro me cobre toda a casa a nível de cobertura wi-fi sem perca de sinal, mas lá está são tecnologias totalmente diferentes diferentes uma da outra (em ADSL nunca usei qq router do operador, só ASUS).

      Eu também vou contratar o serviço da meo com o gateway de 500/100MB, um router pessoal de ponto de partida inicial vou ter sempre de colocar isso é garantido)

      Sim ontem quando me falaste de Mesh foi logo ler a situação do site da ASUS e deduzi logo que os Zen wifi podem ser a solução porreira para me colmatar as hipotéticas latências a nível de wi-fi.

      Sim entendo bem o teu conselho e percebo-o mas lá está no mínimo um router a cabeça tenho de comprar já (não queria começar o serviço só limitado ao fibergateway) se é que entendes aquilo que digo.

      Claro que depois de ter o serviço instalado ter um asus ligado em bridge ao fiber, só a partir daí e no campo prático da situação é que ganharei noção de que mais material extra poderá ser necessário. (sejam mais routers, seja sistema aimesh).

      Eu numa fase inicial só quero ter o asus a gerir-me a rede de net no desktop e de um notebook nada mais, depois já sei que tudo o resto será sempre por acréscimo.

      PS – ontem enganei-me a dar os valores de cobertura de área, a casa tem 2 pisos com um total de 305m2, sendo que cada piso têm 152,5m2 cada um (piso inferior e piso superior), a área total da casa + terreno envolvente essa ´sim de 415m2

      • Nuno Vilaça says:

        Não tinha reparado que tinhas um Asus a gerir a rede – peço desculpa. Fiquei com a impressão que só tinhas o Thomson.
        Já agora, qual é o router Asus que te dá essa cobertura toda? Custa-me a crer como é que um router cobre 300 m2 divididos por 2 pisos, ainda para mais porque deves ter azulejos na cozinha e nos WCs.

        Mas percebo a tua hesitância em relação a ter que usar um router do ISP para a fibra, mas como já leste nesta thread, não é 100% necessário. Já agora, o serviço é relativamente igual, mas as tua latencies e velocidades são muito melhores. Também vou assumir que o service availability é mais constante do que com ADSL.
        E depois é aquela coisa – está toda a gente em home office, e se calhar os miúdos têm que voltar para casa para ter aulas, e a aí, a fibra dá-te um piece of mind excelente por causa da sua bandwidth.

        • Carlos Vilhena says:

          Nuno estou a usar um ASUS DSL N14U, mas lá está como te disse Fibra e ADSL são tecnologias diferentes, ramos diferentes a meu ver.

          Mas esse modelo da Asus cobre-me a casa toda a nível de velocidade wi-fi e até mesmo apanho sinal na rua à entrada da porta de casa. e ele só têm duas antenas, a única explicação que encontro é só se for pelo facto de ele estar junto ao hall de entrada do piso superior que é onde está também a tomada telefónica, posicionada no centro da casa (embora esteja no piso 2). Sim tenho azulejos na cozinha e nos WCS.

          Tanto que lá esta a base inicial formada do meu raciocínio era esta, ok quando mudar para fibra compro um router média gama da ASUS e problema resolvido, mas como temos visto em campo teórico poderá não ser assim, bem pelo contrário, seguramente que vai haver + qq coisa a acrescentar.

          Por isso é que acho que os ISP provideres Tugas, fornecem ao cliente um serviço fibra, a “meio gás” mas nunca tiramos o potencial máximo dele, porque um utilizador comum que não tenha grandes conhecimentos informáticos pouco faz ou nada altera, e quem os tem vê-se obrigado em investir em alternativas por fora e a ter de arriscar sem saber se será bem sucedido ou não.

          E todas as pessoas que conheço sejam amigos e familiares que têm fibra seja Vodafone ou Meo estão parcialmente insatisfeitos porque têm sempre um problema X Y ou Z na habitação após a instalação do serviço, No fundo aquela mítica frase em que as velocidades são garantidas por cabo, mas depois no wi fi a conversa é outra como sabemos.

          Sim sempre assumi desde o início que quando mudasse para Fibra óptica que iria e (quero) ter o router do operador encostado a um canto, ou a fazer somente serviços mínimos.

          Tenho boa experiência desde sempre com os routers da ASUS e o seu material e pretendo que assim continue com a fibra.

          A única diferença e depois de muito ler, pesquisar analisar recolher feedback, ler de uma ponta a outra esta thread, é que num cenário máximo e quase de (certeza) irei como bem referes precisar mais que um router, ou depois apostar no sistema aimesh ou zen wifi mesh.

          E Sim eu sei que já farei o erro com margem de progressão em comprar um router de norma AC e se pudesse esperava mais um pouco juntava mais uns trocos e entrava já na norma AX (mas acho o preço ainda puxadito), e claro o querer comprar a TV em conjunto também ajudar a “complicar a equação” por agora.

          Por isso é que queria ficar neste ponto de partida com um bom Router dai que ok tendo em conta o preço de 161€ pelo AC86U querer aproveitar a relação qualidade preço.

          Mas como te tinha dito a base inicial agora será aderir ao serviço, ligar um router em bridge em que o objectivo é gerir a rede dos equipamentos informáticos (nem me importo numa fase inicial de ter as boxes ligadas no fiber) porque só quero ter o router pessoal para lhe mudar os DNS e VPN não jogo, não uso Nas, não uso servidores.

          Claro que partir daí fazer a avaliação prática e real das necessidades extra que possa vir a ter (ou não) mediante os resultados que obtiver quando estiver a testar o serviço.

          Mas o máximo a acontecer segundo as minhas previsões teóricas, será a de ter de colmatar as falhas de sinal wi-fi que encontrar pela casa que de certeza passarão a existir quando mudar de tecnologia.

  75. Carlos Vilhena says:

    FC, pela leitura na diagonal que fiz ainda ontem no site da ASUS sobre a questão do Aimesh penso que os equipamentos ligada na rede mesh tem compatibilidade entre normas, mas isso foi o que interpretei. (posso estar errado, também já li aquilo de madruga), claro que se tiveres a rede configurada com equipamentos AX melhor, o mesmo se aplica num AC, misturar normas se calhar não tiras potencial daquilo, só se for por atenuação de custos em investimento.

    Eles tem Kits Aimesh a venda em ambas as normas, AC e AX. Se também não interpretei mal e vi agora os preços de venda, há a venda um conjunto de pack que traz duas unidades e que faz o preço disparar, como também se vende só em unidade individual. Se comprarmos de norma AC estão um pouco mais baratos que os de norma AX.

    Eu acho e falando em campo teórico sim pode ser mais vantajoso ter um Bom Router da ASUS e depois fazer o complemento com os kits da Aimesh, claro que tudo somado a nível de preços e gastos deve andar ela por ela. Talvez a vantagem seja não termos tantos cabos de rede espalhados pela casa se fossemos pela opção de malha de rede com os routers de modelo tradicional espalhados pelos pisos a casa.

    Tal como escrevi ontem a tecnologia de fibra ótica é boa desde que seja dado ao consumidor a possibilidade de tirar total partido da mesma, e nisso vemos que há colisão com os ISP Providers porque nos fornecem a tecnologia a “meio gás” só para inglês ver com muitos problemazitos que têm de ser depois sempre o utilizador a procurar soluções ou a inverter o jogo todo e pior que isso a investir dinheiro, se quiser ter o serviço em pleno do potencial das funcionalidades.

    Porque o que observo quer em casa de familiares ou amigos meus que já têm fibra ótica (e muitos até só usam o router do operador), é que todos se “queixam” da qualidade do serviço por terem latências no serviço a nível de velocidade seja por cabo ou wi-fi, e depois claro recorrem a powerlines, repetidores acess pionts. ou alguns até nem recorrem a nada.

    Ou seja era aquilo que dizia ontem temos de usar o serviço do ISP Provider + uma ajuda extra de apoio (que em casos mais avançados têm de ser o consumidor a tratar da mesma e a investir).

    FC, entretanto a loja onde havia encomendado inicialmente o AC68U, aceitou o meu pedido de troca pelo AC86U, quer isto dizer que será o 86U a vir cá para casa dentro de alguns dias. (agora ficaria mal também pedir-lhes uma segunda troca mesmo a dar-lhes mais dinheiro a ganhar, não quero que me chamem de maluco por estar a trocar o router constantemente lol)

    Tenho pena de não poder já comprar já de início um router AX (que até seria o mais assertivo no fim de contas), mas atendendo que um AX88U ainda está a custar cerca de 330€ e a ter smart tv para comprar é impossível ter as duas coisas devidamente equilibradas tive de abdicar em alguma coisa, logo leva o router por “tabela”.

    Também percebi que será mais sensato agora a partir daqui começar deste ponto de partida ou seja, instalar o serviço, ligar depois o ASUS 86U em bridge ao router da MEO (por o Asus a gerir-me a Net), depois a partir dali verificar a cobertura de sinal seja por cabo e wi-fi em toda a zona envolvente a casa e exterior verificar as zonas onde haverá pontos gritantes de latência e pontos mortos, ganhar a percepção prática daquilo que irei precisar a mais para além do primeiro router “master”

    Mas estou convicto que vai ser um investimento para se ir fazendo gradualmente e melhorando ao longo do tempo.

    Porque se fosse a investir tudo de início e a cabeça se calhar teria de investir uns cerca de 1000€ só em routers ou sistema wifi mesh para cobrir na integra 305m2 de área total de casa.

    • FC says:

      Se o router Asus que já tens não for um dinossauro e já tiver suporte a AiMesh, com jeitinho montas a mesh com o novo e com o antigo e vês a cobertura que te dá. Routers bem posicionados dão excelentes resultados (não encostar às paredes, não meter por trás dos armários, etc, etc…)

  76. Carlos Vilhena says:

    FC não creio que possa aproveitar o router ASUS que tenho a operar de momento , pois falamos de um ASUS DSL N14U, que seguramente será encostado quando muda de ADSL para fibra.

    Apesar do Nuno me ter aconselhado a não comprar routers para já e fazer uma nova analisé mais assertiva ainda do assunto, tal como mencionei ou tenho descrito nos meus post anteriores, se pudesse esperar esperava naturalmente, se pudesse comprar já norma AX também o faria.

    Mas quero começar o serviço já com um router novo pessoal no mínimo, sabendo que corro o risco de precisar de mais (não quero estar amarrado a 100% ao fibergaway ou a outra coisa qq vinda do ISP provider).

    Daí que muito provavelmente o mais sensato é fazer simplesmente isto, aderir ao serviço, ligar o router pessoal que quero, e depois disso e dos testes de cobertura pela casa, verificar as outras necessidades existentes que possam aparecer (e que seguramente vão aparecer).

    Acho que ficaria surpreso de um router da ASUS me cobrir em fibra os 300m2 da casa e dar-me sinal de rede wi fi pela casa toda (como acontece agora em ADSL), mas só na prática é que se vai perceber.

    Vantagem (ou não) é que o PDO de fibra está instalado no poste de electricidade da EDP que está junto do meu terreno da casa.

    Tal como tinha dito dentro do orçamento que agora posso gastar num router e com pena de não poder comprar já então de norma AX, vira então para casa o AC86U, seguindo o conselho da maioria das pessoas que me recomendou o 86U (e deixo cair o AC68U por agora, mas quem sabe não vá ser preciso posteriormente para a rede mesh).

    Irei aplicar o firmware Merlin e ver como se comporta o equipamento, depois logo se será o que terei de acrescentar mas espero que não tenha de ser muita coisa mas já estou prevenido sob aviso que.

    • FC says:

      Carlos, a cobertura de wi-fi não é melhor ou pior consoante seja ADSL ou Fibra. O mesmo router vai dar a mesma qualidade de cobertura de sinal wi-fi independentemente do “volume de água da torneira” de entrada.
      O que pode acontecer é teres zonas em casa com pouca cobertura de wi-fi e que com ADSL a coisa disfarça porque chegam lá, por exemplo, os 8 mbit que a ligação de ADSL dá, mas com Fibra a 400 mbit só te chegam 10mbit às áreas com pouca cobertura de wi-fi.
      Para veres a qualidade de cobertura do sinal wi-fi, tens é de de posicionar nas várias zonas da casa com um cliente (tlmv ou desktop) e veres o nível de sinal. Até tens aplicações para o tlmv que te mostram os valores em dBm (wi-fi analyzer e afins).

      Mas acho que fazes bem em começar com um bom router de base 86U, avaliar o resultado da cobertura e depois decidir se é necessário expandir a rede. Para desenrascar, secalhar até consegues pôr esse asus velho a fazer de repeater, ou usar a wi-fi da fibergateway e a do novo asus, se os conseguires posicionar em áreas distintas. Tens é a desvantagem dos repeaters (múltiplos SSID’s, não há roaming, ter de ligar manualmente à wi-fi quando sais da área de cobertura da outra, etc…)

  77. Carlos Vilhena says:

    Sim FC, partilho um pouco da tua opinião sim, daí que tenha pedido ajuda antes de me meter a comprar o AC68U.

    A encomenda do AC86U já foi feita, portanto também não quero estar sempre a aborrecer a loja com trocas e mais trocas.

    Mas sim a ideia será (terá) de ser essa haver o tal ponto de partida zero, daí querer avaliar primeiro a performance com o AC86U ligado em bridge ao fiber, e depois começar a retirar ilações e perceber se será necessário expandir a rede.

    Vi que por acaso tinha o AX56U também a um preço simpático até 10 euritos mais barato que o AC86U, mas já li que no AX56U o pessoal consegue por o router a funcionar para ter net, mas depois não consegue ligar as boxes ou o que quer que seja.

    Se bem também que a configuração manual base para os vários modelos dos routers que foram saindo e que a asus portugal não actualizou na página são muito baseadas nas configurações do AX88u que já foram por aqui replicadas.

  78. enzo says:

    ola ,boas
    tenho net meo com o novo router fibergateway ,e possuo um router asus RT-AC5300 e possivel por este router a fazer a gestao toda como posso uso FTP server e tambem tenho CCTv para ser visto do exterior queria saber se este router o RT-AC5300 pode se ligar ao fibergateway ,ele nao tem firware merlin , o que esta la instalado e firmware de fabrica Firmware Version:3.0.0.4.384_20648 ,mas e uma super maquina posso dizer por isso queria dar uso como router principal , tenho 1 box da meo por cabo e telefone fixo , pelo que li tenho de por o fibergateway em bridge e ligar o ASUS RT-AC5300 na porta 4 , e configurar penso que seja isto so nessecario ,agradeco ajuda e obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.