PplWare Mobile

Altice acaba de apresentar Router com novo design e em cortiça


Gestora de conteúdo e de redes sociais do Pplware. Mestre em Economia, foi o fascínio pelo universo da tecnologia e da comunicação que falou mais alto.

Destaques PPLWARE

  1. ItsMeMickey says:

    Gimmick… Sendo um dispositivo que funciona melhor quando não passa de uma certa temperatura!
    Colocar cortiça, um isolador de calor, é uma excelente ideia não haja dúvida!

    • Jack says:

      Exatamento o que pensei, no verão vai ser uma net rápida lá pros lados do alentejo, é porque os bytes viajam melhor com o rabiosque quente, ajuda a escorregar na fibra

  2. ItsMeMickey says:

    A Meo e outras operadoras deviam eram de ser obrigados a dar um equipamento minimalista ou nada para quem quisesse ter um equipamento seu, em vez do equipamento do ISP.
    Sou cliente Vodafone e não gosto do nível de imposição que a operador tem para com o cliente. Eu queria um router que trouxesse somente a internet a minha casa e o resto era feito no meu concentrador da OpenVPN mas eles não tem essa opção! nem o modo bridge funciona como deve de ser!

    • Louro says:

      Contratas um servico empresarial ou em alternativa DSL (VDSL, ADSL etc.)

    • M3mn0t says:

      “Eu queria um router que trouxesse somente a internet a minha casa e o resto era feito no meu concentrador da OpenVPN”…. atualmente o único equipamento da MEO que tenho são as boxes….tudo o resto ubiquity 😉

      • Francisco Romao says:

        Boa tarde.
        Sou cliente Nowo e coloquei o Router da operadora em modo bridge, desta forma o equipamento apenas converte o sinal e nada mais. Tudo o resto é tratado no ERLITE-3 e demais equipamentos. Não há qualquer bloqueio de trafego, apenas fraco upload da operadora (apenas 15MB)

  3. Hugo Santos says:

    Mas a cortiça não é isolante, logo prejudicial para a propagação de sinal?

    • TugAzeiteiro says:

      E não esquecer um bom isolante térmico…

      • Tuaregue says:

        o que vale é que a parte de baixo não é de cortiça.

        • Urtencio says:

          Parece-me que é cortiça com epoxi.

          • Pérolas says:

            E qual a proveniência? Alguém sabe?

          • Pedro Pinto says:

            Neste processo, a adição da cortiça terá o benefício de reduzir a densidade do material final, melhorar a performance acústica e térmica e sobretudo tornar o material mais sustentável, fruto da redução da pegada de carbono.

          • Joao says:

            @Pedro Pinto, como é que a cortiça melhora a performance térmica se num equipamento destes o objectivo é manter a temperatura o mais baixa possível (obviamente dentro do que é considerado normal para dispositivos electronicos).

          • Medeiros says:

            Ñ há “molestia”, deve sair muito mais dispendioso fabricar este AIO em cortiça do k em “baclite”, por isso deve ser edição limitadissíma. Fikem descançados pk provavelmente nenhum irá para a vossas casas.

      • Ruy Acquaviva says:

        Quem observar com cuidado verá que existem orifícios para a saída do ar quente. De fato a cortiça, sendo um isolante térmico, não permite boa dissipação de calor através da carcaça, o que evidentemente tem que ser compensado pelos orifícios de saída de ar e um correto projeto circulação de ar para garantir o arrefecimento necessário.
        Observe-se que o material tradicionalmente utilizado, plástico ABS. tampouco é um bom condutor de calor, havendo uma dissipação mínima e insuficiente (embora maior que em relação à cortiça) através desse material. O que garante arrefecimento é a circulação do ar.

    • Bruh says:

      E a antena normalmente é externa e não interna, e não deverá ser de cortiça, penso eu de que, logo não interfere em nada com o sinal.

    • Ruy Acquaviva says:

      É o contrário. Os materiais condutores é que obstacularizam a propagação das ondas eletromagnéticas, que neles induzem corrente elétrica e perdem energia. De fato, a cortiça por ser um material de baixa densidade, é um bastante transparentes aos fótons no comprimento de onda utilizado pelos roteadores.
      Mas isso só tem importância se a antena for interna ao gabinete do roteador. É possível fazer um gabinete até de aço, bastando para tanto usar uma ou mais antenas externas. Aliás o gabinete de aço seria até melhor que o de cortiça ou plástico nesse caso, pois serviria de blindagem contra interferência externa.

  4. Hugo Santos says:

    Mas a cortiça não é isolante, logo prejudicial para a propagação de sinal?

    • Ruy Acquaviva says:

      Não, é o contrário. Materiais condutores é que obstacularizam o sinal. As blindagens contra interferência, como por exemplo a camada de blindagem dos cabos coaxiais, são feitos de materiais condutores, normalmente metais.

  5. Bruh says:

    Acho uma ideia bastante original, em que se mata dois coelhos com uma só cajadada. Por um lado apoia-se uma indústria portuguesa, a da cortiça, por outro, diminui-se o uso do plástico que é o que está agora na moda.

  6. k says:

    Se apresentasse um design que deixasse alterar o DHCP e os ips atribuidos é que era porreiro. No último que tentei configurar num cliente tinha esses campos bloqueados e foi-me confirmado pelo apoio telefónico deles que essas configurações não estão disponiveis para o cliente. Ridículo.

    • Zé Pedro says:

      MEO Fibra não é serviço empresarial e o router não te pertence, é da Altice.
      Rídiculo és tu como técnico de informática que não sabes aconselhar o teu cliente para um serviço como deve ser, como por exemplo GPON Empresarial.

      • k says:

        Ridículo é não fazer a mínima ideia do cenário (e mesmo que fizesses não sei se fazia diferença) e mesmo assim assumes e insultas os outros. O cliente é uma residência, não vou aconselhar uma família de 4 pessoas a meter em casa uma solução empresarial bastante cara em casa só porque o router da altice não deixa configurar gamas de ips/ips estáticos!

        Todos os routers de todos os operadores, inclusivamente o próprio MEO/altice até chegar a este router, desde sempre deixaram configurar gamas de IPs, não é algo inédito de todo e definitivamente nem sequer é uma definição avançada. Nem precisava de ser eu, podiam fazer como a vodafone aqui a uns anos e configurarem eles o router a pedido do cliente como medida de supervisão, por mim tudo bem. Definitivamente não é um requisito exclusivo a clientes empresariais e sim, é útil, mesmo numa típica casa banal poder configurar uma gama de ips diferentes/ips estáticos diferentes dos que o operador te força a ter (neste caso particular até era obrigatório).
        Claro que isto se resolve até com um tplink de 50€ mas obriga a ter mais um aparelho ligado, ter físico espaço para ele (que nem sempre existe) e a gastar mais 50€ quando já existe um aparelho que o podia facilmente fazer.

        Com cada um…

      • Joao says:

        faz todo o sentido contratar GPON só para ter a possibildiade de configurar IP’s estáticos numa solução doméstica…
        Isto há com cada um que parecem 3…

  7. David Guerreiro says:

    Quando faltar rolha para tapar a garrafa de vinho, podemos sempre ir ao router 🙂

  8. Ricardo Monteiro says:

    Boa ideia. Mas é ao nivel do calor?

  9. jimmypt says:

    Altice para quando um router em papel reciclado?

  10. LA says:

    Para quando um router de cartão?

  11. Ricardo Jorge says:

    Tudo muito bonito mas e os clientes que ainda têm routers antigos que nem a norma AC têm? Como fazer para pelo menos ter um modelo superior? Tenho de “queimar” o meu??

  12. Valdevino Xis says:

    Não é teu. Tens que o devolver se deixares de ser Cliente. Se o “queimares” vão cobrar-te o valor.

  13. JMB says:

    Esperemos que este não esteja a reiniciar-se 4 e 5 vezes por dia…..

  14. Nonnus says:

    Vocês acreditam mesmo que Altice vai disponibilizar este router a todos os clientes? Tem ideia do incremento do custo da produção de um router em que 50% é cortiça?

    Isto não passa de uma jogada de markting, a e tal temos um router em cortiça. Este router vai ser para dar a dois ou três amigos do amigo e nunca para instalar ao cliente “normal”.

    ” pelo que será lançado o convite a alguns designers nacionais para desenharem edições limitadas da mesma que serão disponibilizadas aos clientes que o desejarem.”

    Deduzo que os clientes que o desejarem vão ter de o comprar, porque se não for assim, todos vão desejar uma edição limitada na sua casa.

  15. Flavius says:

    Uma carcaça com estilo, para um hardware de 2010 ? Ou 2012?
    Enfim….o marketing da ilusão.
    A cortiça deve ser óptima para o WI-FI…

  16. neo says:

    Questão essencial:
    Suporta modo Bridge????

  17. Rui says:

    Neo, exactamente …Modo Bridge?

    O resto é tanga, quero lá saber da cortiça

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.