PplWare Mobile

Estados Unidos afirmam: 5G da Huawei em Portugal pode ser um erro


Autor: Maria Inês Coelho


  1. pauloj says:

    Para quando o astear da bandeira Chinesa?!

  2. Samuel says:

    O EUA deviam era olhar para dentro e ficarem quietos. Eles não mandam em Portugal nem no mundo.

    • CMatomic says:

      Tens a certeza ?

    • RM says:

      Não mandam, mas influenciam (ingerência)!

    • José Bacalhau says:

      A China é uma ditadura comunista com capitalismo onde de certeza não gostaria de viver. Já os EUA são uma democracia capitalista onde é preciso pôr barreiras para as pessoas não entrarem em tão grande número. Se tiver que ser aliado de um deles, qual escolheria e porquê?

      • Pedro Henriques says:

        De nenhum, estamos num mundo capitalista, onde temos de investir em nós próprios para poder progredir e fazer negócios que nos possam ajudar a progredir. É impossivel confiar na china, mas os estados unidos tem provado durante muito tempo, principalmente desde que o Trump entrou, que só pensam neles e o resto é para abater. Sei que poderá ser um risco grande, mas já andamos a ser espiados à muito pelos estados unidos. Posso estar esquecido, mas não me estou a lembrar a ultima vez que os Estados Unidos nos ajudou

        • Samuel says:

          Eles nunca nos ajudaram e até houve uma cimeira nas lajes onde nos ignoraram. No entanto a China nunca nos ignorou como os EUA. Isto não passa de uma manobra para salvar a Apple.

      • mlopes says:

        as simplificações são o que são e a tua não tem sentido algum. de democracia os eua não têm nada. são uma ditadura capitalista óbvia com um profundo desprezo pela pessoa humana. entre a china e os eua as diferenças não são assim tão grandes, apenas os meios para atingir os objetivos são diferentes
        pessoalmente não quereria viver em qualquer deles

  3. greego says:

    O Trumpas a defender a sua quinta…
    A EU parece já ter esquecido que foi(continua) espiada pelos serviços secretos EUA…

    • pedro says:

      mas prefiro ser espiado pelos EUA do que por um pais comunista como a China !!! ou acha que a China é que são nossos aliados ?? eu leio aqui muitos comentários anti-EUA, pois estão a esquecer-se que têm sido os EUA a ajudar muitos países da UE … se, por exemplo, não tivessem entrado na 2ª Guerra Mundial, quem acham que a teria ganho ??

      • L-95N says:

        Se os russos, na altura comunistas, não tivessem combatido o Hitler, quem acha que teria ganho?
        Isto não tem nada a ver com espionagem, tem a ver com uma guerra comercial. A China apesar de comunista, abraçou o capitalismo e está a jogar e a vencer de acordo com as regras do capitalismo, não são com as do comunismo. Os Estados Unidos estão a ficar para trás, e por essa razão estão a violar aquilo que tanto defendem, capitalismo, regras de mercado livre etc.
        E se por um lado o mundo sabe que os Estados Unidos espiaram e espiam o mundo inteiro, ninguém ainda conseguiu demonstrar e provar que a China também o faz usando a Huawei.

        • Realista says:

          O problema é que a China apesar de ter regras de mercado capitalistas tem regras sociais bastante comunistas e o controlo da população com recurso a métodos tecnológicos que nem passam pela cabeça de muita gente… aliás a China nem sequer respeita os direitos do Homem e é comum os críticos do regime desaparecerem do dia para a noite.

          • L-95N says:

            E os Estados Unidos respeitam os direitos do Homem? As guerras ilegais do Afeganistão, do Iraque, da Síria, do Iemen, e agora da Venezuela são a prova de um país respeitador de direitos? Mtaram e continuam a matar milhões de pessoas inocentes com as suas sanções e com as guerras.
            Os Estados Unidos são também o País com a maior população prisional do mundo! Muitos estados ainda têm a pena de morte, por lá também desaparecem críticos do dia para a noite, os sortudos conseguem fugir e conseguem asilo num País sem acordo de extradição. Como vês um País não precisa de ser comunista para fazer as suas malfeitorias.

          • Não Interessa says:

            E depois fazem filmes do género, “Coitadinhos dos nossos soldados que têm PTSD porque mataram aquelas pessoas todas”.

        • José says:

          Fácil, os alemães! Visto que sem a intervenção dos americanos de início no Norte de África e depois na Itália, os soviéticos jamais conseguiriam vencer os alemães. Mais, se não fosse a ajuda que os soviéticos recebiam dos americanos e aliados em geral – vá ver nos seus livros de História,se forem bons, para que serviu o porto de Murmansk? Sem essa ajuda teriam sido completamente derrotados – só os americanos forneceram 3.000 aviões por exemplo. Foi a intervenção americana que permitiu o “desafogo” soviético” pois foi com os americanos a bombardear as fontes industriais da Alemanha continuamente que paulatinamente contribuiu para enfraquecer o poderio alemão. Mais ainda, a Europa pode agradecer aos americanos a que este continente não caísse sob a tirania comunista, pois Stalin tinha tudo preparado para atacar o resto da Europa. Até deu ordens aos partidos comunistas para sabotarem o Plano Marshall, ao ponto de se terem realizado atentados terroristas em toda a Europa, só em França num desses atentados mataram mais de 50 pessoas feriram outras duzentas. Felizmente O General Marsahll percebeu a trama e agiu a tempo de nos salvar. Agora em relação aos chineses, Portugal está a tornar-se no cavalo de Troia dos chineses na Europa, uma vergonha própria de gente que se vende por trinta moedas. Que longe estamos dos portugueses de outrora.

          • MarioM says:

            Mas não foram os Chineses que nos consideraram lixo e o ter amigos como a America muitas vezes tem sido não se precisa de inimigos.Na America quem manda são as sociedades secretas o povo é carne para canhão .A America depois da 2° guerra mundial não ganharam mais nenhuma são uns falhados têm muito material falta o resto.

        • José says:

          Mas os malfeitores andam por aí e os maiores não são americanos! A população prisional em ser a maior do mundo num país com 350 milhões de habitantes só comprova que a justiça até nem funciona mal apesar de alguns erros. o problema na América é haver liberdade em demasia, ali os bandidos se não forem “apertados” fariam estados dentro do estados – com as políticas demasiado liberais já estiveram mais longe disso. Agora veja como é “despachada a população prisional na China. Não se faça de ignorante, por que sabe bem como ali os bandidos e, não só, são tratados nos estabelecimentos prisionais e da forma de como são mortos e para o quê! Basta ver o fazem aos coitados da Falun Gong, que por são mortes para que se retire “peças” dos seus corpos, que vendem a ocidentais endinheirados. De facto você tem cá uma legitimidade para fazer comparações, está a esquecer-se da limpeza étnica do Tibete, país ocupado, e da que estão a fazer, também no Xinjiang , ou as ameaças imperialistas que estão fazer no mar da China, ao ponto de os Vietnamitas terem permitido a atracagem de porta-aviões americanos nos seus portos,para que se sintam mais protegidos. Pois é são tudo detalhes, isso e a mania que certos povos têm para fazer terrorismo e criar regimes de terror, como o chinês.

          • L-95N says:

            Oh José são 325 milhões e não 350 milhões como afirmou, mas na China são 1,300 biliões! E comprova que a justiça não funciona mal? haha
            E depois afirma que o problema na América é haver liberdade em demasia? Então mas acredita na liberdade e na democracia ou defende a ditadura? Você é que está confuso e anda a trocar os conceitos e ideologias.

          • L-95N says:

            E nem me vou dar ao trabalho de ler o resto, já foi tudo dito ou por mim ou por outros. Cada um que tenha a sua opinião. Eu, não conseguiria defender os Estados Unidos mesmo que quisesse, iria contra os meus princípios. Criticarei a China quando esta provocar os Estados Unidos ou a Europa.

        • jose says:

          Se não fosse os EUA a fornecer Gipes, veiculos , munições e mantimentos aos Russos, eles teriam perdido o combate contra os Alemães e a Russia estaria sobre controlo Alemão.

          • Alfie says:

            Se não fossem os EUA a vender equipamento de navegação aérea, miras de bombardeamento, tecnologia industrial e química, etc., etc., a Hitler e quejandos, a 2ª Guerra mundial não teria tido o impacto que teve. Claro que depois desta façanha só restava aos EUA entrar na guerra para as suas empresas de armamento e afins continuarem a ganhar os rios de dinheiro que ganharam. Antes de botar opinião convém ler um bocadinho sobre história sem ser nos canais oficiais e aprovados.

        • darth says:

          os comunas queriam substituir o hitler pelo estalin. entre os dois, que venha o diabo e escolha, que ambos foram assassinos loucos

      • Luis says:

        Ja tives-te na China!!!!!
        Desculpa mas os Chineses estao muito a frente em tudo. Mesmo sendo um Pais comunista.
        Vivo na China posso dizer que se vive melhor que na europa que sao uma cambada de ladroes.

      • Luís says:

        Não esquecer que os EUA só entraram na guerra depois do ataque a Pearl Harbor

    • mlopes says:

      e parece que já todo o mundo se esqueceu dos backdoors nos equipamantos da cisco, etc…

    • pauloj says:

      A melhor coisa que aconteceu nos EUA foi o Trump sem dúvida. E honestamente ao mundo!
      Se, em vez de ofender, to fosses educar, informar e enriquecer culturalmente, teria notado a barbaridade que escreves-te.

      O que Trump tem a ver com a situação que referis-te, tentativa de desinformado ou estas mesmo desinformado, a situação que referis-te foi O Nobel da Paz na e no seu Obama Reinado de destruicao que por ironico que seja e da esquerda.

      A maior ameca do mundo no momento e a chinesa, informa você.

      Para quando a bandeira da bandeira chinesa em Ass of Rep?!

  4. Joao says:

    Já estou acreditando que essa “treta” com a Huawei deva ser a dificuldade dos EUA/NSA monitorar essas redes. Sei que difícil confiar sua privacidade para um empresa chinesa, mas os EUA só acusar e não mostrar nada está ficando estranho

    • Fruta para dormir II says:

      Ora nem mais… Acho que acertaste mesmo na questão.

    • MarioM says:

      Os USA estão arrasca porque não devem conseguir aceder aos equipamentos da Huawei e então toca de lançar as duvidas.

    • José says:

      Não mostraram? A pergunta nos EUA, e diz-me a minha família por lá é que não há empresa nos EUA que não seja espiada ou roubada! Ao ponto de um primo meu, que mora em Boston, ter visto o seu emprego em risco por estar ligado às tecnologias renováveis. A sua empresa viu serem-lhe roubados os planos de tecnologia e códigos fonte! E isto numa altura em que havia grande colaboração entre a empresa dele e a China. Uns investem em massa cinzenta e dinheiro, outros roubam, fácil não é? É que a China há trinta anos era um país de mão-de-obra barata para os outros. Não inovou, nem criou tecnologias indispensáveis ao mundo: a prova está nisto que aqui fazemos e como e com o quê o fazemos! Tudo inversões americanas, ou por eles aperfeiçoadas e dadas ao mundo. Na América já não dizem qual será a empresa que irá ser espiada, mas aqueles que ainda não o foi! Lembre-se que os chineses espiaram o parlamento Português antes de fecharem o negócio com a EDP, mas suspeita-se que há mais, não convém ao governo português que anda para aí de mão estendida.

  5. Nelson Jesus says:

    Ainda não me explicaram.qual e a diferença de ser espiado pelos EUA (programa PRISM, além de ter que dizer as redes sociais para visitar o país), pelos FANG, pelos MI6 oi GCHQ, pela Mossad, ou até pelo SIS, e os chineses. Não e muito histerismo e prova ZERO?

    • Realista says:

      Os Chineses são um país com um controlo fortíssimo da população e à boa maneira comunista, silencia os críticos e não respeita os recursos humanos. É frequente desaparecem os críticos ao regime ou então tal como foi implementado agora com recurso à tecnologia, se desceres o teu “ranking social” perdes direito a crédito ou outras regalias. Por outras palavras, morres à fome por criticares o sistema imposto ou então és enviado para campos de trabalho forçado.

      Pessoalmente, prefiro ser espiado pela primeira hipótese do que a segunda….

      • Realista says:

        *onde diz recursos humanos, deve ler-se direitos humanos.

        • L-95N says:

          Os americanos são um país com um controlo fortíssimo da população à escala mundial à boa maneira fascista, silencia os criticos e não respeita os direitos humanos. É frequente desaparecerem os criticos ao regime ou então tal como foi implementado à décadas com recurso à tecnologia… o resto nem me atrevo a replicar, não andarás a consumir infowars em demasia? Muito Alex Jones provoca efeitos adversos, sabias? lol

          O que eu vejo e o que não vejo: não vejo a Rússia nem a China a instalarem-se no “quintal” dos EUA, mas os EUA estão instalados no “quintal” deles. Os chineses têm uma base militar além fronteiras, os russos terão umas 3 ou 4, duas delas na Síria, não sei precisar quantas ao todo, mas não andará longe disso, os EUA têm centenas delas por todo o mundo! É duma invasão que estamos a falar. O perigo é bem real.

          • José says:

            deve ter um problema qualquer com a democracia e a liberdade! Faz muitas confusões e mistura muitos conceitos, o que é perigoso.

          • L-95N says:

            Oh José perigoso é você achar perigoso as opiniões dos outros. Depois fala em liberdade e em democracia….

      • Nelson Jesus says:

        Falar de direitos humanos nos estados unidos e piada… Pena de morte no Texas, a invasão do Iraque sem provas, a manipulação da América central (anos 80 e 90), embargos a países que não partilham da mesma ideologia (os prejudicados são as populações e não quem está no poder)…

        • José Bacalhau says:

          Para essas é fácil. A China é o país com mais execuções por habitante, de longe. Nos anos 50 e 60 o regime comunista sob Mao despachou algures entre 30 e 60 milhões de chineses à fome ou assassinados. Fico sempre maravilhado com a capacidade de as pessoas caírem no conto do vigário. Mas é da boca para fora porque no dia em que lhes aparecesse um comissário político em casa a dizer-lhes não só o que fazer mas também o que pensar mudavam logo de opinião. Foi sempre assim em todos os regimes comunistas: opressão, censura, controlo da comunicação, etc. Mas põem os EUA no mesmo plano que a China. É não ter o sentido das proporções. Boa sorte com isso!

  6. sicrano says:

    Para um país que tem a parasitoid da google, estar preocupado com a huawey é brincadeira de crianças. Que se preocupe é com a Tempestuosa Daniels que é bem pior

    • Fruta para dormir II says:

      Não esquecer o Iospytoo

      • Vitor says:

        Nem esquecer o facebook…a ironia é que o Cloud Act, dos EUA (legislação sobre computação em cloud), permite que as suas entidades governamentais acessem dados fora das suas fronteiras.E se alguém não souber ou entender o que é o PRISM basta pesquisar e saber porque Edward Snowden teve de fugir dos USA e ainda hoje estar “hospedado” na Russia.E perguntar ao governo Norte-Americano porque tinha os telefones de Chancelar Alemã,do Presidente de França,do Primeiro Ministro Britânico,etc sob escuta…

  7. Zé Pedro says:

    Prefiro ser espiado pelos chineses do que pelos americanos. Temos pena!

    • Pedro says:

      É só comunas na tugalândia. Tb já somos o 5º país mais pobre da EU. E vamos descer mais. Ainda só do tempo em que o cavaco dizia que o nosso pib tinha passado a república da Irlanda….ahahah onde eles já vão… tugas pouco ambiciosos, dão um subsidio e um salário baixo e ficam todos contentes. Os melhores emigram, já não estão para aturar parasitas tugas…

  8. Bruh says:

    Pois a china quer espiar com o 5G, o Iraque tem armas de destruição maçissa… Provas… quando aparecerem depois falamos, até lá… é apenas um país que está a ser ultrapassado por um rival e, em vez de meter mãos à obra, vai chorando a ver se engana os parceiros.

    • Jajao says:

      Sim, como se a China já não deu exemplo da espionagem que já vai lá dentro do país. Agora exportar para cá? Não obrigado. É pelo facto de a América espiar, não torna aceitável a China também o fazer.

      • L-95N says:

        Espiar, todos o fazem, até Portugal tem espiões.
        Mas nenhum País do mundo espia tanto como os Estados Unidos. Qual é a autoridade moral dos Estados Unidos se queixarem dos outros? E ainda por cima sem qualquer tipo de provas! Onde é que estão as armas de destruição maciça do Sadam?

        • Jajao says:

          Se estás a falar da China, olha para o que se passa lá dentro para veres as provas. Não precisas de ir procurar muito.

          • Bruh says:

            És assim tão sheep que, vais atrás dos EUA só porque eles dizem para o fazeres? Eles estão a acusar a Huawei sem provas. Da “última” vez que isso aconteceu criou-se uma guerra no Iraque. Claro que os EUA nunca vão entrar em guerra com a China, porque ia morrer muita gente de ambos lados. Agora usar estas tácticas para assustar a polução a segui-los… Cai quem quiser.

  9. Jota says:

    Que vão mas é à mer…! Querem mandar, que mandem no país deles!

  10. Sérgio J says:

    Será que aquele comentário do Trump acerca de as empresas americanas apostarem na próxima geração é porque vêm a possibilidade de esta estar perdida para os chineses?

  11. Tiago says:

    Bom… eu prefiro os EUA dominando o mundo do que a China.

    • L-95N says:

      Bem, eu não, porque sei que para o mundo sobreviver, é necessário um equilíbrio de forças. Não quero que os EUA dominem, como também não gostaria de ver a China a dominar. O domínio militar,, comercial e financeiro dos EUA são um perigo para o mundo, bem maior do que o domínio Nazi dp tempo do Hitler.

    • José says:

      Os EUA só nos controlam à distância não somos ameaça alguma. Agora os chineses querem “abrir” portas para serem a potência mundial, não é por nada mas custa-me ver um povo tão dominado e controlado e ao mesmo tempo tão racista, vir um dia a dizer o que devo ou não fazer. Só espero que um dia não tenhamos de pegar em armas, é que “aquilo” não é democracia alguma, só agrada a aqui tipos como L-95N é que sonham em ser comissários ou bufos de um soviete qualquer.

    • sicrano says:

      Eu também.
      Se o presidente fosse Obama, Clinton, Bush pai ou filho, Reagan…
      Agora um exemplo de ser humano mais básico que existe que até os macacos se devem rir dele? Não obrigado. Infelizmente se tem de ser figura presente que seja no anedotário.

  12. TugAzeiteiro says:

    A PT não tem capital Chinês?! Então…. do que é que estão à espera? É “normal” a tecnologia 5G vir de lá…

  13. Francisco m says:

    Para quem acha que a China não espia aqui vai um exemplo de uma empresa que, que eu saiba, nunca pagou sequer qualquer multa. https://www.blackhat.com/docs/us-17/wednesday/us-17-Johnson-All-Your-SMS-&-Contacts-Belong-To-Adups-&-
    Others.pdf

  14. José says:

    Até ao momento não há provas de que existam backdoors nos equipamentos da Huawei.

    Penso que o problema nem seja esse. O problema deve ser não haver backdoors acessíveis à NSA. É sabido que a NSA espiou durante largos anos equipamentos da cisco., mas esses são os bons da fita certo?!

  15. Samuel says:

    Resumo até agora do que eu percebi: Os EUA estão aflitos pois com a Huawei não podem espiar. A China espia politicamente e os EUA espia a torto e a direito. Os EUA não deram provas factuais de que a Huawei espia o resto do mundo. A razão disto tudo é comercial ou seja querem proteger a Apple pois a Huawei está a ganhar cota de mercado à Apple. A minha opinião pelo que vale é OS EUA VÃO MANDAR PARA O QUE SAI DO “REDONDO”.

    • Francisco m says:

      Sim, relativamente à Huawei so temos alegações, muitas. Mas lembrar que segundo a lei chinesa as empresas são obrigadas a colaborar com os serviços de inteligência estatais.

  16. Gastão Botelho says:

    Erro porque o que os americanos querem é que esperemos que eles desenvolvam o 5G deles coisa que ainda não conseguiram. Esta é a verdadeira razão, nada mais.
    Só pretendem “proteger” o mercado para eles usufruirem do mesmo. Dai estas “acusasações”.
    Como não têm 5G a tecnologia que os outros desenvolveram é perigosa.
    É realmente uma forma de agir “à Trump”, com “trampalhadas”

  17. Alvega says:

    Bom tópico e muitas boas respostas, mas na minha opinião todo este “alarido” por parte dos USA, advém do facto de “pode pôr em causa a segurança das comunicações.” ser uma matéria onde eles sao CATEDRÁTICOS a quebrar as regras, e como estamos perante uma já indisfarçável mudança de ciclo (todos os impérios caíram, ensina-nos a história)e ninguém gosta de perder o “osso”, vai dai a “gritos” , “ameaças, veladas” e até …pasme-se o apelo aos bons dos aliados…..como se os USA alguma vez se importunassem com os outros a menos que tal facto lhes trouxe-se GRANDES vantagens, apetece dizer que entre uns e outros venha o diabo e escolha, mas eu prefiro a comida chinesa em detrimento do hambúrguer.

  18. mboot says:

    Surpreende-me que ninguém em todos estes comentários refira o facto de ter sido Ajit Pai a acabar com a neutralidade da internet nos Estados Unidos. Ele seguramente que tem uma agenda escondida…

  19. mboot says:

    Surpreende-me que ninguém em todos estes comentários refira o facto de ter sido Ajit Pai a acabar com a neutralidade da internet nos Estados Unidos. Ele seguramente que tem uma agenda escondida…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.