PplWare Mobile

Dica: Aprenda como pode usar o Waze em modo offline e poupar dados


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Já vi isto says:

    O Waze tal como a Google Assistant, deixou de funcionar quando usado em conjunto com o Android Auto em carros com infotainment MMI. Mas funciona se não estiver em Android Auto, logo ou é do A.A. ou do MMI infotainment

  2. Yamahia says:

    Que trabalheira, associada ao risco de estar a trabalhar para o boneco caso a app passe para 2° plano, o que nao é difícil.
    Meu rico Mapas do w10m nem me preocupo com ligações á net antes durante ou depois. Sempre super-competente.
    Se usasse Android ou iOS a minha opção seria o Here quanto a mim aquele que mais se aproxima dos mapas do windows.

    • nop90 says:

      O Mapas do w10m fornece-lhe informação em praticamente tempo real?
      Consegue mudar de rota caso haja trânsito lento, obras ou acidentes na rota original?
      Ora, não estou a criticar, mas cada um usa aquele que mais lhe convém, se a sua preocupação são dados móveis, óptimo, use um que permita offline, se a sua preocupação é ter mais informação usa outro, se a preocupação é pesar pouco no telm, usa outro, se a preocupação é que seja preto às bolinhas, procure um preto às bolinhas.

      Não há melhor ou pior, há para todos os gostos. E ainda bem que é assim.

      • Yamahia says:

        “O Mapas do w10m fornece-lhe informação em praticamente tempo real?
        Consegue mudar de rota caso haja trânsito lento, obras ou acidentes na rota original?”
        Sim.
        Relativamente ao restante. É conveniente q o aparelho funcione off-line pois como devera ser do conhecimento, há muitas zonas em q captação de rede de dados é fraca e nestas circunstâncias o GPS pode manda-lo para Santa Comba Dão em vez de Póvoa de Santo Adrião. Ja viu q stress q é eheh

        • nop90 says:

          Há uma zona onde costumo ir mensalmente, zero rede móvel, o Waze continua a dar indicações. Quem não sabe é como quem não vê. Se usasses saberias que mesmo sem net tendo o percurso definido ele continua a dar indicações. Nunca ficas a pé ou perdido. E o sinal GPS se falhar, tanto dá problemas no Waze como em qualquer outro.

          • yamahia says:

            Isso é o q está implícito no artigo. Contudo se a app passa a 2° plano, chapéu.
            Quanto ao resto, eu por ‘s uso o waze no w10m. Sei de q vou ter o upgrade para radares e policia mas um grande downgrade na fiabilidade dos Percursos. Só uso em caminhos q já conheço e somente para perceber onde estão radares e policias. O mesmo é dizer qd estou com receio de ser apanhado. De resto e por muita, mesmo muito experiência própria, mil x’s o Mapas do Windows. O waze “engana -se” muito, ou seja por x’s vai dar voltas mto grandes sem necessidade.
            Mas é como diz, cada um usa o q mais gosta.:)

  3. MALic says:

    Prefiro os google maps offline

  4. falcaobranco says:

    Sinceramente não percebo como existe pessoal que usa o Waze… transito? Talvez…

    Vou contar a minha experiencia como user de GPS… tenho uma aplicação de GPS que já uso á algum tempo e decidi então experimentar o Waze, sabendo eu que era necessário os dados moveis para dar infos sobre transitos e afins… o que eu não esperava era que uma simples aplicação de GPS (sim, é um GPS como os TomTom’s, Garmin’s e afins…) precisasse de dados moveis para poder trabalhar… não tem o minimo de sentido algum… se eu quiser saber do transito ou dar algum aviso para o restante pessoal naquela zona, ligo os dados moveis e insiro os dados na aplicação… agora ligo o GPS e nada… ligo os dados moveis, fica a trabalhar… what?

    Resultado… desinstalei e prefiro ficar a trabalhar na app que tinha… muito mais simples e mais facil… Offline Maps & Navigation

    • nop90 says:

      Cada um usa a ferramente que melhor lhe convém. Eu uso Waze precisamente pelos alertas praticamente em tempo real, o colega 50km mais à frente viu um acidente? vejo na hora. Eu passo por umas obras? deixo o alerta para os que vêm atrás.

      Se ter este tipo de informação não lhe faz falta, a outras pessoas faz, eu posso decidir outra rota sabendo de antemão que determinada via está com problemas.

      Acho piada a estas “guerrinhas” waze versus outro qualquer, informem-se e calem-se, cada um usa o que acha mais adequado para o seu fim.

      • John says:

        Alem de o seu colega que vai a frente marca um acidente que viu e você consiga, ver esses dados também são úteis para outros utilizadores que estão interessados em com essa informação ajudar os outros. Esses tipos de alertas são lidos por algumas entidades oficiais que o Waze tem parceria, como por exemplo a Brisa para que haja um apoio ao acidente mais rapidamente minimizando os ricos de segurança dos outros condutores que lá iram passar.

    • security says:

      Não confunda conceitos. Waze é uma espécie de “rede social” que permite partilha de informação sobre os mapas. Se não quer informações, use um GPS convencional ou uma aplicação no telemóvel que faz o mesmo propósito de um GPS comum (TomTom, Garmin, etc). Se quer informações em tempo real sobre acidentes, avisos, cortes de estrada, radares, etc, usa uma app para o efeito, neste caso, Waze. São conceitos diferentes.

      • falcaobranco says:

        Não perceberam o que eu disse… e este artigo fala disso mesmo… para teres simplesmente um GPS, no qual metes a morada e segues caminho… precisas de ter os dados moveis a trabalhar para quê?

        Eu sei perfeitamente que são conceitos e app’s diferentes… mas façam esse teste… liguem o GPS, abrem a app e ela trabalha… não! Ligas os dados moveis e aí já trabalha… oi? Expliquem-me então porque uma aplicação de GPS precisa dos dados moveis activos para começar a trabalhar… se me explicarem isso bem, aceito o conceito…

        • nop90 says:

          Porque o conceito do Waze é mesmo esse, informação em (quase) tempo real, como fazes isso sem dados? lol
          Se eu quiser um gps “burro” saco ou compro um gps “burro”.

          • falcaobranco says:

            Tenho que responder aqui porque lá em baixo já não dá… não é ser teimoso… voçês é que não admitem que uma aplicação de GPS tem que precisar de dados moveis por causa da comunidade…

            Eu sei como o Waze trabalha, não estou a dizer o contrário, mas têm que dar o braço a torcer…desculpem lá…

            Vou fazer simplesmente estes dois exercicios:
            1º – São 3h da manhã, quero ir para uma zona que não conheço, meto o GPS a trabalhar, ligo o waze…não abre… e porquê? Porque não tem dados moveis a trabalhar… isto tem logica? Ás 3h da manhã vai-me interessar o transito, coisa que não existe? Quero o GPS…

            2º – E é isso que vos estou a dizer… e já devem ter tido esse contratempo… terem que ligar a net para ter o GPS a trabalhar? Falas do browser e eu falo-te das SMS… queres mandar uma simples SMS, o que vais precisar? Da rede da operadora, certo? Então queres os dados moveis para quÊ?

            Desculpem mas isto é a mesma coisa…até gosto do conceito do Waze, mas não aceito que uma aplicação de GPS, precise dos dados moveis para dar o mapa no ecrã do telemovel…e nisso têm que admitir que a aplicação está errada!

          • nop90 says:

            @falcaobranco acho que ainda não percebeu que o telefone pode ter várias aplicações. Ninguém o obriga a usar apenas uma pois não?
            No dia que o Waze permitir mapas offline, pessoas como você vão contribuir ZERO para a comunidade, perdendo assim o seu sentido. Portanto, ainda bem que há várias aplicações GPS e que cada um é livre de instalar, não uma, mas duas ou mais aplicações.

        • PeFerreira98 says:

          Se quizesse que o waze funcionasse como gps tradicional, precisava de ter os dados do mapa em offline. Isso ocupa espaço, bem como passado um tempo fica desatualizado.
          O mais competente neste aspeto é mesmo o Google Maps visto que permite manter em offline um mapa com raio de X kms bem como usar os dados moveis para descarregar quando necessário (diminuindo a ‘pegada’ no espaço do telemovel).
          Agora… O waze (como o @security disse) tem uma vertente altamente versatil e always connected (coisa que a google está a igualar pouco a pouco no Maps). O foco foi sempre esse. O offline nunca foi prioridade. A pegada de mapas do waze no HDD é minima porque só usa o que o user usa.

          Ps: Já o facto de notificar algum acontecimento enquanto conduz já é bastante demoroso… Se ainda tivesse que ativar os dados moveis antes… Para além do aviso já não estar no sitio correto (aquilo guarda o x,y aquando o carregar da notificação) demora mais tempo pela acção extra e muito provavelmente necessita dos primeiros momentos de sincronismo. It’s a No Go…

        • PeFerreira98 says:

          Para fomentar… O habito português de desligar e ligar os dados moveis ou “poupar o max” já irrita solenemente. A culpa não é das apps usarem muito. A culpa é dos ISPs darem uma fatia misera de dados ao censumidor final a preços exorbitantes sendo que estamos a caminhar para um futuro online onde os endereços de ipv4 nem chegam quase para metade dos devices do mundo inteiro.

          • falcaobranco says:

            Sinceramente ninguem percebeu o porquê do meu comentário, tanto o primeiro como o segundo, o meu problema não é o gastar dados moveis (lol para todos…com tantos Gb’s que as redes dão não é o Waze que gasta tudo…) é simplesmente isto: TENS QUE TER OS DADOS MOVEIS LIGADOS PARA QUE A APLICAÇÃO TRABALHE!!

            É este ponto que me refiro… a aplicação que eu uso, e já usei outras, tambem ligo os dados moveis e plim… tenho transito e outras pessoas na rede… mas não preciso dos DADOS MOVEIS PARA TRABALHAR! Ligo o GPS e tenho o mapa… é simples… quero infos…ligo os dados… simples!

            Façam o favor de ler… meu deus… só sabem ler na diagonal…

          • nop90 says:

            @falcaobranco já te respondi, a aplicação só funciona com dados porque a base da aplicação é a comunicação entre utilizadores. Só estás a ser teimoso e a fazer figura de p@rvo. O browser também abre, mas sem net é praticamente inútil. E agora?

        • PeFerreira98 says:

          Eu respondi não lendo na diagonal. O problema é que a segunda resposta foi aceite mais rapidamente pela moderação que a 1ª.

  5. José Carlos says:

    É incomodo para quem decide quais os comentários que são aprovados, duvidas legitimas postas num comentário? Senão for o caso podem por o comentário do Ruben Marcelo.

  6. John says:

    O Waze é uma aplicação GPS tem o conceito de rede social, ou seja para que o mesmo funcione tem de ter acesso a Internet para que tenha acesso a dados em tempo real. Talvez para algumas pessoas passa ou lado, mas todos os alertas que são metidos no Waze são analisados em tempo real por algumas entidades oficiais para que seja mais rápido o socorros as pessoas principalmente. Foi feito um estudo por parte da EENA, onde se concluiu que com a ajuda dos dados que é inserido pelos wazers, o socorro as pessoas de acidentes por exemplo na estrada, começou a ser 10 minutos mais rápido. E já agora uma curiosidade, o tempo que é mostrado nos painéis de mensagem variável nas grandes autoestradas é tudo em tempo real do Waze, ou seja, o Waze não é um simples GPS, é uma aplicação GPS de partilha de dados em tempo real para que outros possam estar informados. Se o problema for algumas estradas estarem incorrectas, nada melhor que reportar e depois responder ao que os editores pedem de forma a que seja corrigido, não esquecer que por detrás de ser uma simples aplicação GPS tem muitos editores a esforçarem-se para que o mapa esteja o mais actualizado possível.

    • yamahia says:

      “Foi feito um estudo por parte da EENA, onde se concluiu que com a ajuda dos dados que é inserido pelos wazers, o socorro as pessoas de acidentes por exemplo na estrada, começou a ser 10 minutos mais rápido.”
      Sabe, não sei o que é a EENA, nem vou procurar saber, isto pq essa conclusão é simplesmente ridícula.
      Qq condutor , wazer ou não, tem a OBRIGAÇÃO de parar caso aviste um acidente potencialmente grave e de imediato fazer o possível para assegurar socorro e se for o caso, ligar o 112.
      Não é um wazer que passa, reporta na app e segue caminho convencido que salvou o mundo que vai ser mais eficaz e permitir socorro 10 minutos mais rápido. Diga-me como é possível a app sobrepor-se a una chamada para a emergência que em média é atendida em 5 segundos. Aliás, se o wazer não parar para prestar o devido socorro ás vitimas, está a cometer uma ilegalidade, por muitos avisos que reporte na app.

      • John says:

        Eu não estou a dizer que o condutor não tem de parar para ajudar a vitima. O certo é que o tempo de ligar, ser atendido e dizer o local onde está ao meter no Waze quando vai para a indicação que está ali um acidente, irá avisar os condutores a traz para terem cuidado da existência de um acidente e para terem cuidado, assim como esse alerta foi dado no próprio momento já estão pessoas de entidades oficiais em cima do assunto, pois recebem essa informação em tempo real e já sabem logo exactamente onde está o acidente.
        E já agora se não sabe a EENA, é a Associação Europeia do Numero de Emergência, mas talvez não está interessado, mas para aqueles que tem algum interesse aqui fica o tweet feito por eles este últimos dias, e antes de dizer que é uma coisa ridícula tente primeiro saber o que é feito por de trás de tudo da aplicação.

        Tweet: https://twitter.com/112_sos/status/1192043872572104704

        • yamahia says:

          Sem duvida q ao reportar na app permitir avisar os outros condutores é uma mais valia mas…insuficiente. Só vai avisar quem vem de Waze ligado com dados.
          Pelo contrário o condutor que para para dar assistência ás vitimas fará esse papel de forma mais eficaz ao ligar os 4 piscas e eventualmente triangulo para que todos e não apenas os wazers q vêm atrás possam perceber q há perigo na zona.

          O simples reportar na app na dá a perceber ás autoridades a dimensão do acidente e consequentemente q tipos de meios são necessários no local.
          Vão ter sempre q ligar para saber se atropelaram uma barata ou se foi um autocarro q está capotado no meio da via com dezenas de mortos e feridos…

          No entanto não deixa de ser um alerta bem vindo.
          O que chateia é afirmarem q só pela app conseguem ganhar 10 minutos face a uma chamada tradicional para o 112

  7. Rodrigo Maia says:

    Sinceramente, nenhum funciona nem waze, google maps. Como é possível eu ir em linha reta e o app mandar em S.
    Ir parar a transito que não existe, e transito que existe. What…

  8. Zé Colmeia says:

    isto não é um gps, é uma espécie de facebook pra condutores! o pior é que acho que à pala destas tretas ainda há mais acidentes! quanto ao modo offline, perde toda a suposta vantagem da aplicação, pra isso mais vale usar o gmaps ou outro do género com informação de trânsito! e quando virem um acidente, em vez de andarem a filmar, tirar fotos ou pôr um pinchavelho nesta app da treta, liguem pro 112 como manda a lei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.