PplWare Mobile

Guia do Facebook: Como saber se um perfil é falso?


Autor: Marisa Pinto


  1. Sergio J says:

    Ainda tinha vários amigos de 2009 que eram do tempo do farmville. Tinhas-o colocado como restrito e não os seguia. Era quase como se não estivessem lá. Mas agora, aproveitei e removio-os. No entanto há 2 ou 3 raparigas que acabei por ganhar alguma afinidade e mantem-se por lá.

    No entanto, havia 3 amigas que eu tinha quase a certeza que eram um perfil falso. Utilizei quase todos os métodos aqui apresentados para despitar. Um sempre tive a certeza que seria alguem de perto, pois tenho 16 amigo em comum e até ter uma foto que desconheço. Mas vizinhos meus às vezes publicam no mural dela. Mas sinceramente não sei quem é e muito provavelmente é um perfil só para espiar. Está no grupo restrito, logo não incomoda. Vai ficar por mais algum tempo.

    As outras duas, tinham uma cara bonitinha, já lhes tinha enviado mensagens a perguntar se conhecia, mas nada. Achava que seriam perfis falsos, mas nunca me tinha lembrado de procurar as fotos na net. Shame on me 🙁 Ainda por cima eu que passo a vida a fazer pesquisas em imagens. Mas elas tb estavam ali num canto dos restritos. Mas fiz papel de otário a mandar mensagens de parabens e perguntar quem eram 🙁

    Note-se que recentemente apareceu-me uma moça bonita, que eu achava que entrava nesse mesmo perfil. mas descobri que afinal a franja punha-a difrente e afinal era alguem que conhecia das minhas relações profissionais. Acabamos por nos tornar grande amigos.

  2. Miguel Castro says:

    “Houverem”?! Porra que até me doeu os ouvidos!

  3. FOAD says:

    O artigo deveria ser acerca de como identificar um perfil verdadeiro.

  4. Pedro Costa says:

    O meu perfil é verdadeiro e reune todas essas condições para ser falso. Nem toda a gente que anda na rede , quer a sua vida escancarada na net, para ser dado como “verdadeiro”.

    • Marisa Pinto says:

      ehehe então qual o objectivo? 🙂

      • Pedro Costa says:

        Olha por exemplo, nem toda a gente anda no facebbok para “fazer amigos”, nem para insultar os outros anonimamente. Por exemplo para pertencer à lista do Raspberry Pi aqui do Peopleware, e seguir os assuntos sobre o mesmo, bem como seguir outros sites de tecnologia e de outro ambito que serve quase somente como um feed de notícias, não precisam de saber o meu perfil para nada nem eu quero dar. Aliás, inscrevi-me no facebook porque me “obrigaram” a isso para acompanhar e ver certos assuntos, pois do resto não me interessa essa interacção “amicíssima” 🙂

        Para mim o pior perfil falso, é aquele que se faz passar por outro colocando afirmações como se fosse mesmo o autor, acontecendo mais em personalidades públicas. Isso para mim, é absurdo.

        Agora, o que coloca poucas informações, o que coloca uma foto que não a sua, pode simplesmente está a resguardar-se dos perigos da rede.

        Aliás, acho muito curioso que quando a PJ recomenda uma série de precauções antes das pessoas irem de férias, em que não se deve fornecer uma série de dados, a não ser a 1 ou 2 pessoas de confiança, e anunciar em voz alta as mesmas, é fantástico que as pessoas dos facebooks e outras redes sociais, vão colocando minuto a minuto onde estão, a que horas sairam , casa de onde partiram, onde estão e todo o tipo de objectos pessoais e de valor que possuem e mais toda uma série de informações que os “larápios” agradecem.

        Era preferível terem um perfil falso. Estariam bem mais protegidas. 🙂

        • leandro santos says:

          plenamente de acordo!!!!!!!!!!!!!!!

        • teresa says:

          Concordo plenamente com a sua resposta. É o meu caso, só que infelizmente parece que acreditam que o meu perfil é falso pelo que qualquer dia desisto do facebook. Eu nem gosto do facebook porque infelizmente a maioria aproveita-se das informações que ponho lá para saber sobre mim e nunca respondem aos meus feed.

        • marco says:

          Grande resposta. E isso

        • Gonçalo Ferreira says:

          Verdade! De qualquer forma, ter um perfil com alguma informação, desde que esteja o mais privado possível, também ajuda. Tirando pessoas que realmente conheço, quem entrar na minha página de facebook pouca coisa vê! 🙂

        • Filza Faruk says:

          Eu coloco a minha vida toda no Facebook, mas tenho cuidado em ter somente pessoas que conheço como amigos.
          O meu FB é privado e posso escolher quem vê determinadas publicações…
          Já me deparei com perfis falsos que obviamente não aceitei…
          E se tenho duvidas se é mesmo a pessoa que o perfil diz ser, pego no telefone ou no e-mail e questiono se é dessa pessoa…

      • Pedro says:

        Sem que sempre apagam meus comentários mas vou arriscar. Não é por a pessoa estar na Net que tem que mostrar tudo a toda gente. Estou na Net e faço parte da vossa lista de grupos e meu perfil não passaria jamais por verdadeiro. Por isso, ser falso na rede é muito subjetivo.

        • Marisa Pinto says:

          Não percebo porque este comment não passaria.

          Claro que é subjectivo mas existem determinados padrões idênticos a todos. São mais os perfis falsos com essas características, que perfis verdadeitos 🙂

          Feliz 2015

      • Antonio cardas says:

        Olá boas Marisa pinto…
        ..Queria um ajuda sua..
        …alguem fizerou o Facebook falso e andou a gosar com meu primo….
        Tabem anda a dizer que nos Samos criminosos muita coisa ct….. Eu queria se você consegue descobrir que era:-!

    • Du says:

      Concordo plenamente. O meu também é muito discreto e n~~ao aceito pessoas que não conheço bem e nem todas…só mesmo as que gosto ou as k me dizem alguma coisa como pessoas.

      • Marisa Pinto says:

        Sim, eu também concordo mas, decerto que adicionas apenas quem conheces, portanto as hipóteses de suspeitarem do teu perfil, são mínimas.

        Aqui no post é mais referente às pessoas com perfil falso que nos pedem amizade e que ficamos na duvida exactamente por não as conhecermos

        • Gamer says:

          Para isso basta criar um perfil para jogos sejam eles do Facebook como do Android. Como agora é moda ganhar benesses nos jogos associando os perfis às redes sociais…

  5. Blasterjack says:

    Como encontro mirrors do meu perfil?

  6. CMatomic says:

    Eu por caso não coloco nada da minha vida pessoal no facebook , logo posso ser considerado um perfil falso ?

    Em 1996 quando me liguei a net o anonimato era uma mais valia .

  7. Joao says:

    Já fiz no passado vários perfis falsos, e curiosamente um com fotos do Mariano Di Vaio teve imenso sucesso, até uma mulher que trabalha(va?) em uma discoteca me adicionou e metia conversa para tentar “conhecer-me”… como os homens devem saber, as mulheres que trabalham em discotecas e bares são as mais difíceis de engatar por serem na maior parte super assediadas, e aquela em questão deveria ser desse grupo (atraente) porque não me aceitou com o perfil com a minha foto. O mais curioso é que tinha tudo bem feitinho, e tal, mas era só para dar credibilidade e ser aceite em sites de discotecas, bares e de outras temáticas, para poder ver e meter gosto sem saberem quem era mesmo… e não para andar a adicionar pessoas! Mas lá que me adicionavam, adicionavam, à maior parte dizia logo que não era eu na foto… já que o objetivo não era enganar, mas proteger a privacidade (das pessoas conhecidas, que passavam a vida a mandar bocas por meter gostos e comentários “aqui” e “acolá”, adicionar pessoas, etc… e como o facebook não permitia pelo menos nessa altura esse nível de privacidade a todos os níveis mesmo, fazer outro perfil era a única alternativa).
    Seja como for, a maior parte dos outros perfis até metia mesmo a minha foto, mas adicionava só pessoas desconhecidas (com quem não me dava no dia a dia), porque queria conhecer pessoas (facebook não quer isso, eu sei!) o perfil era verdadeiro… mas pareceria mesmo falso a qualquer um(a) se lessem este artigo.

    O truque para não serem enganado(a)s é:

    – Não adicionar pessoas conhecidas ou desconhecidas sem que elas tenham falado consigo primeiro pessoalmente e lhe tenham dito que a iriam adicionar no facebook delas… e que você tenha concordado em aceitar (claro).

    – Se o(a) adicionarem, conhecer a pessoa, mas não tiverem falado em adicionar no facebook, mantenham na lista de espera até falarem com a pessoa pessoalmente ou no mínimo por telefone. Se não vão voltar a ver a pessoa pessoalmente, e nem sequer tem o número dela, talvez seja melhor rejeitar logo o pedido, e eventualmente aceitar novamente mais tarde se voltarem a estar com a pessoa e nessa altura falarem nisso e concordar em aceitar.

    É tudo uma questão de deixar claro que só aceita se realmente achar que a pessoa em questão é alguém que não se importa que saiba de tudo na sua vida… e que todas as pessoas que possam ver a sua conta pela dele(a) também não constituem problema.

    Há pessoas que não contam nada da sua vida no facebook, mas a maioria sempre acaba por meter alguma coisa de mais pessoal, ou amigos/ conhecidos da mesma.

    Muita gente nunca saberia nada da vida de outros se estes não tivessem facebook, instagram, twitter, blogspot e outras coisas parecidas! Falo por mim, é assim que sei da vida de muita gente… e não sei mais porque já desisti do Facebook à algum tempo e a maior parte dos perfis exige no mínimo que se tenha conta para vê-los.

    Pessoas como eu deveriam ter mais vida própria, mas como não têm, terão de proteger-vos de pessoas como eu… a menos é claro que gostem que metam gostos e tal e uns comentários simpáticos de vez em quando… e muito(a)s infelizmente parecem sentir-se muito melhor com muitos gostos e comentários mesmo que não conheçam a pessoa de lado algum!

    Dito tudo isto, conheço pelo menos uma mulher, daquelas super hiper mega assediadas, que adicionou um homem mesmo só tendo falado com ele uma parvoíce qualquer numa discoteca e depois na realidade nem se lembrou mais dele, e agora são namorados e vivem praticamente juntos.

    Se ela tivesse seguido o conselho de só adicionar pessoas que conhecesse pessoalmente e com as quais tivesse concordado em aceitar no facebook depois de terem falado nisso pessoalmente, nunca o teria aceite e nunca tinham começado a falar no facebook e depois a namorar… que isso no caso dela tivesse sido o melhor (não o aceitar), é a minha opinião, mas não a dela claro! As pessoas de fora percebem por vezes muito melhor o carácter das pessoas do que quem se envolve com elas… mas ela mudou (para pior infelizmente) e então agora já deve estar mais ao nível dele (não por culpa dele, mas dela e das suas decisões próprias)… a influência dele e do grupo dele provavelmente não ajudaram… mas também não servem de desculpa para o caso sequer.

  8. Anabela says:

    Anda um perfil falso na net de nome Manuel Sousa. que estou cansada de denunciar, pois esse senhor insulta toda gente a torto e a direito, não o tenho como amigo mas encontro-o em páginas. O facebook não o elimina, e hoje por acaso até me comunicou que tinha apagado comentários que eu denunciei em 15/5, como se isso passado mais de 2 meses me interessasse, todos viram o que escreveu. Deixo uma pergunta mais de 100 pessoas já denunciaram esse perfil e não bloqueado facebook porque razão? Eu também o posso bloquear, mas como não é meu amigo não me dou a esse trabalho, mas não admito que ofenda as pessoas de quem eu gosto.

    • Joao says:

      Pode não admitir… mas continua se calhar. O melhor é só desejar que tal pessoa se dedique a coisas mais produtivas e úteis. E bloqueá-la.

  9. Rogério says:

    Conhece a pessoa?
    (…) e, portanto, será melhor explorar esse mesmo perfil antes de tomar a decisão de aceitar. Caso não tenha muitas mais informações, aconselhámos a adicionar aos amigos. (…)

    Era mesmo isto que queriam dizer ou deveria ser “aconselhamos a NÃO adicionar aos amigos”? Fiquei baralhado. Não faz sentido como está …

  10. teresa says:

    Para que é que existe o facebook? Comunicar e fazer amigos virtuais?

    • Marisa Pinto says:

      Hm, não… Mas há quem apenas use para isso sim..
      Mas o Facebook é muito mais que isso.
      Permite:
      – Acesso a informação rápida como notícias
      – Estar mais perto de amigos e familiares que se encontrem fisicamente longe
      – Conhecer pessoas com os mesmos interesses que nós (o conceito de amigo virtual tem muito que se lhe diga… as pessoas não são virtuais, são reais, assim como as suas publicações)
      – Promover a nossa empresa, capacidades, habilidades, trabalhos
      – Discutir assuntos com diferentes pessoas sobre os mais variados temas
      – Ter acesso e partilhar conteúdos como texto, imagem ou vídeo
      – etc etc etc

      A perspectiva que indica é demasiado redutora daquilo que é o Facebook. 🙂

    • Fernando says:

      teresa
      Não é nada tudo o que ela disse é mentira o fakebook só serve para perderes o teu tempo é uma falsa realidade porque começas a ver vários perfis falsos que tem 451 amigos que não é real porque na realidade ninguém tem 451 amigos além disso tudo o que lá postares a NSA e CIA guarda tudo as tuas fotos etc além disso podes ficar viciada ela disse-te que é tudo muito bonito etc porque ela já é viciada no fakebook além disso o que ela quer é que cries uma conta para ter mais um gosto na pagina do plware

  11. treze says:

    Boas, a utilização que eu dou ao Facebook é bastante simples, tenho 13 amigos, (são poucos porque só adiciono mesmo quem eu considero amigo ou conheço bem), depois não tenho qualquer foto minha nem de nada, apenas uso uma imagem da net como foto de perfil.
    De resto, a minha utilização, é para seguir novidades de certas coisas e notícias de determinadas instituições.
    Fora isso, vejo as coisas dos meus amigos e comento quando achar que vale a pena.
    E está feita a minha utilização do facebook.

    O meu perfil passa bem por falso, mas não quero saber.
    Tenho aquilo tudo bloqueado.

  12. Marysam Ambrosio says:

    O meu perfil,parece falso, mas nao e o nome eo coloquei de casada , e nme de solteira e muito diferente . Por isso nao me importa porque nao gosto da publicidade.

  13. André says:

    Há uns meses levei com um assim…fica aqui a pagina!é um gajo que se faz passar por gaja….

  14. Fernando says:

    São todos falsos toda a gente sabe que o verdadeiro nome é fakebook
    http://bit.ly/1OKyAZP

  15. SS says:

    Desde que comecei a ver o programa Catfish, provavelmente o único que vejo na MTV, que me tornei muito mais atenta e faço a maioria das coisas mencionadas aqui no artigo. Só usava mais o Facebook pelos “grupos”, os quais para mim vieram de certo modo substituir os antigos fóruns online onde havia troca e partilha de conhecimento, em particular pelo grupo do meu curso da faculdade, no qual hoje em dia pode-se partilhar até apontamentos, avisos, excertos de livros que tenhamos em formato digital, mapas de frequências/exames, etc. Mas nunca usei o Facebook com o intuito de falar/conhecer pessoas estranhas, pelo que nunca adiciono quem não conheço, mesmo que tenha “amigos” em comum comigo, se a foto de perfil ou nome não me soa a nada simplesmente ignoro. Acho que o facto de que muitas vezes mencionam no Catfish de a pessoa por ter poucos amigos (por exemplo só 100) é imediatamente rotulada por “fake”, ou seja, falso não significa sempre que o perfil seja falso, eu pelo menos como já expliquei só adiciono quem conheço e por isso não tenho uma multidão de “amigos”, mas é importante lerem este tipo de artigos e acima de tudo, cuidado com o que publicam online, etc.

  16. Fernando Telmo Silva Santos says:

    Querem saber se um perfil é falso? Enviem uma mensagem privada para confirmar o pedido de amizade e esperem pela resposta,vão ficar surpreendidos 🙂

  17. Amanda says:

    Eu passei por uma situacao constrangedora sera possivel haver duas pessoas a utilizar um contexto verbal igual? Essa pessoa bloquiou me porque eu a confrontei e ela negou sempre dizendo que eu nao estava bem e que estava a confundilo ele estava a seduzirme numca me perguntou nada pessoal idade trabalho.mas no Forum intimo dizia coisas porcas das quais nao gostava tipo:eu comia mta porcaria tinha ar de….

  18. RJCA_PT says:

    Já eu uso o Facebook com 0 (zero) amigos. Porquê? Na verdade eu uso a rede social mais pelos grupos a que estou associado e pelas páginas que “sigo” com algum interesse. De resto o pessoal “amigo” usa o telefone como eu, o Whatsap como eu e sms como eu.

    Embora algumas vezes já me tenham acusado de ter um perfil falso ou que pouco ou nada posto. O perfil é meu e eu é que sei o que devo fazer com ele e não os outros. Quem não gosta que se f***…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.