Quantcast
PplWare Mobile

Dica: Preço dos combustíveis? O Google Maps dá-lhe essa informação

PUB

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Nuno says:

    Boa adiçao por acaso dá jeito

  2. Rui Patinho says:

    Mais uma feature copiada do waze que faz isto há anos.

  3. Rui says:

    Uma dica de borla de quem já conduz à quase 30 anos, não utilizem combustível barato, principalmente de marca branca. Quem o faz e questionar-se porque é que os injectores estão sempre a avariar…….. a resposta tem a ver com o combustível que usam.

    Agora, se conduzirem um carro que está em fim de vida, aí sim podem optar pelo mais barato, mas mesmo assim…….

    Para quem nunca fez experiências ou acha que o combustível é todo ele igual…….. experimentem por exemplo fazerem 2 000km com combustível aditivado e de marca e depois façam mais 2 000km só com combustível barato. Digam-me qual foi o consumo em ambos os testes e o rendimento/velocidade máxima nas subidas íngremes e depois conversamos 🙂

    • Miguel says:

      obrigado Rui. Partilho da visão.

    • Miguel says:

      Até acredito que não seja igual mas nao me venham com as hitórias dos consumos já fiz esses testes todos ELeclerc auchan galp repsol bp aditivado nao aditivado e o resultado foi o mesmo consumo igual, o percurso foi exatamente o mesmo a unica coisa que notei foi que no do eleclerc o carro de manha frio se eu puxasse um bocadinho ele engasgava-se mas de resto foi tudo igual

      • Rui says:

        E qual é a velocidade máxima que o carro dá numa subida com combustível barato e aditivado? Essa foi a principal razão para eu só usar combustível aditivado já à 20 anos!!!! Passei das bombas do Eleclerc para a Galp!!!!!!

        Quem anda só em cidade nem nota, mas quem puxar pelo carro nas subidas…… veja o estado dos injectores.

        Quando ao consumo, ele comigo aumentava 0,2 a 0,5 l/100km.

        Eu neste momento, nos meus carros, nunca meto combustível de marca branca, só aditivado! E olhe que não sou rico, mas a verdade é que nunca tive problemas com injectores!!!!!!

        • Emanuel Barros says:

          Injectores falham porque tudo o que é mecânico/eléctrico tem uma % de falhas e por falta de manutenção a horas. Faça as contas! O meu carro consome 6.5 com gasolina low cost. Segundo as suas contas faria 6 com cara. A Gasolina cara na minha zona custa 1.73 a barata 1.36. A 18000km ao ano no final do ano a meter gasolina barata poupei 555€.

        • Miguel says:

          Não me lembro ao certo dessa situação especifica de cada um mas sei que nunca notei grande diferença em nenhuma situação, o meu carro é gasolina portanto os injetores não é uma questão como no gasoleo mas o unico problema que teve entretanto foi uma sonda lambda que pifou.
          Sim depois desta situação toda tambem comecei a meter na bp com o cartao do pingo doce até situações que fica mais barato

    • dqdq says:

      o consumo é o mesmo. quase 700 mil kms aqui em 3 carros (2003, 2007 e 2016).

    • Emanuel Barros says:

      Se quiseres comparar entre já extinta Gasolina 100 octanas e a 95 sim fazia diferença. Agora entre Marca 95 regular e Low Cost 95 regular. É a mesma coisa. O teu sentimento que é MUITO melhor é o mesmo de quem paga 30e por um vinho que custa 5. O de 30 sabe sempre melhor. E posso estar errado, mas em Portugal só existem 3 refinarias 2 da Galp e a Prio. https://www.youtube.com/watch?v=FhpMLkAuzXA

      • Rui says:

        Meu caro, a minha opinião não se baseia no que ouço em cafés. Eu próprio testei o meu carro em 2001, até lá o carro com 35 000km (Fiat Bravo 105JTDS comercial) só abastecia no Eleclerc (excepto em casos pontuais). Quem conhece a A24 no sentido do Peso da Régua até Castro Daire (excelente local para testar um carro, tal o declive acentuado durante dezenas de km), a carro atingia no máximo 130 a 135Km/h (eu fazia o percurso diariamente).
        Nessa altura, o carro com 35 000km, mudei para o combustível aditivado da Galp (não havia Evologic, era outro nome que não me recordo agora). O carro com 37 000km experimentei a velocidade máxima na subida e a mesma atingia os 170Km/h!!!!!
        O carro era o mesmo, a estrada a mesmíssima, o condutor era o mesmo, só mudei o combustível, explique-me lá o fenómeno! O carro a partir do momento que mudei, passou a atingir velocidades a rondar os 170Km/h na subida.

        Explique-me este fenómeno paranormal!!!!!
        Se tiver amigos mecãnicos, que já tenham mudados muitos injectores e filtros de combustível, peça-lhe os filtros usados para verem como ficam num carro com combustível aditivado e outro com mistelas misturadas com água!?!?!!?

    • Diogo says:

      Por acaso também não noto diferença nos consumos.

    • Louro says:

      Os combustiveis sao exactamente os mesmos, a diferenca está nos aditivos que lá sao colocados, aditivos esses que podem ser adquiridos por uma fracao do preco da diferenca entre o tal combustivel premium e nao premium.

      Qualquer das formas, o ideal é mesmo trocarem por eletrico… deixam de ter problemas com combustivel, nao há injectores, cilindros, correias, correntes, nada… com a vantagem que podem sempre instalar paineis solares em casa e carregar o carro deborla.

      • Rui says:

        Não é verdade. Continuem a confiar no Pai Natal: https ://www.dinheirovivo.pt/geral/supervisor-deteta-fraude-numa-bomba-de-gasolina-em-lisboa-12864833.html

        Já agora, sabe dizer-me porque é que há marcas que detectam água misturada no combustível? Uma delas é a Mercedes.

        • Louro says:

          Quando ainda andava na faculdade, para pagar as minhas despesas trabalhei num posto de abastecimento, inicalmente trabalhei no posto da Galp e depois porque me pagavam mais passei para um posto do Jumbo (grupo Auchan), o camiao que vinha abastecer o posto do Jumbo era o mesmo que ia abastecer o posto da Galp.
          A questao de agua, muitas vezes tem a ver com a condencacao e possiveis infiltracoes dentro dos depósitos por baixo dos postos de abastecimento, sendo que os mesmos devem de ser verificados, inspeccionados e limpos periodicamente, e isso acontece nao só nos postos da Galp, BP como também nos “nao premium”.

          A mistura de água e gasolina, acho que alguém andou a faltar as aulas de quimica, pois agua e gasolina nao se misturam, se tiveres agua no depósito do carro e meteres gasolina o que irá acontecer é que a gasolina flutua em cima da água, o mesmo acontece com diesel.
          No caso dos postos de abastecimento, o combustivel que sai da pistola nao é pescado do fundo do depósito deles, por isso a provabilidade de puxar agua ao inves de combustível é muito baixa.
          No entanto a condencacao que acontece nos postos de abastecimento também acontece dentro do depósito e para isso é que as marcas instalam sistemas para que isso seja absorvido e claro para evitar a evaporacao do combustível.

          A mercedes nao é a unica que coloca sistemas de reconhecimento de qualidade do combustível, todas as marcas fazem isso, pelo que podem ou nao mostrar essa informacao ao condutor.

          • Louro says:

            Mas é como eu disse, comprem eletricos e acabam os problemas enquanto poupam dinheiro.

          • Rui says:

            Eu não consigo perceber como é que pessoas com estudos afirmam veemente que os combustíveis são todos iguais, mas por exemplo o telemóvel compram Iphone! Então não são todos iguais? Porque não compram um Alcatel em vez de Iphone?

            Porque é que não compram um Fiat em vez de um BMW? É tudo igual e tem 4 rodas!?!?!?!

            Já agora, os hamburgers são todos iguais, porque é que as pessoas teimam em ir ao Macdonalds?

          • Louro says:

            @Rui,
            Acho que os exemplos que deste nao sao propriemente os melhores.

            Como te expliquei, quem abastecia os postos do Jumbo e da Galp eram os mesmos camioes, vinham exactamente do mesmo sitio e tudo mais, tinham era aditivos diferentes e aí claro que o produto final nao é o mesmo mas… por uma fracacao do preco, podes comprar esses mesmos aditivos adicionar no teu depósito se estás assim tao preocupado com o assunto, mas o que eles fazem no teu carro nao é propriemente o mesmo que fazem no carro do teu vizinho, já que a menos que sejam o mesmo modelo, a cenralina ajusta parametros mediante o combustivel que está a ser usado.

            Um bom exemplo que te posso dar, lembras dos BP ultimate 100 (nao sei se ainda vendem disso em Portugal), na altura que aquilo apareceu em Portugal eu tinha um M5 E39 e apesar de haverem colegas meus com Porsches que diziam maravilhas daquilo, no meu carro era nao só um desperdicio de dinheiro como também de combustivel, pois nunca notei qualquer tipo de melhoramento na performance e muito menos nos consumos.

            Os exemplos que deste…
            Comprares um iPhone ou um Android para a maioria dos users é o mesmo, e vai claro depois numa questao de preferencia pessoal dos mesmos.

            Comprar um Fiat em vez de um BMW, se compararmos dois carros com performance iguais no final de contas depois vai dar ao mesmo mas tens a questao de preferencia pessoal e claro qualidade.

            Os hambuergers, claro que nao sao todos iguais pois tem a ver nao só com a qualidade da carne que é usada e especialmente da forma como sao preparados e pessoalmente, Mcdonalds sao dos piores… prefiro Burger king, Quick ou Five guys.

          • Miguel says:

            Rui estas a gozar certo ahahahhahhahah, o combustivel é uma coisa unica vem o petroleo para portugal e vai para uma refinaria agr em qual das estapas é que voces acham que ficam diferentes? é na refinaria ? a refinaria criou uma uniade propria para refinar com menor qualidade ahah gastavam mais dinheiro da refinaria é distribuida por todos os postos e caso não saibas são camioes da galp e bp etc que fornecem os não premium, e essa da agua já é velha e não tem nada a ver tal como o louro disse a agua nem se mistura com o combustivel.
            Eu acredito que seja “diferente” porque os não premium não têm tanto cuidado com os postos como a limpeza e manutenção como os premium e isso afeta a qualidade mas não é tanto como as pessoas querem fazer parecer

        • Fazer says:

          @Rui
          Antes de mais a noticia é de 2016 e o que menciona é que o gasóleo foi adulterado, como diz a noticia da altura “o responsável do posto confessou que tinha misturado o gasóleo com outro produto” e causa detetada era “com padrões de enxofre acima do normal o que indica misturas”.
          Não menciona mistura de agua. em todo ocaso recomendo se existirem novas bombas na zona mesmo low cost usem-nas porque a razão é que os depósitos são novos logo não tem infiltrações ou outros problemas nos mesmos, fica a dica.

          • Rui says:

            E leu na notícia quantos casos de bombas com combustível adulterado foram apanhadas nesse ano? Agora imagina as que não são apanhadas!
            Mas olhem uma coisa, como não tenho acções das petrolíferas, tanto me dá. Se acreditam que o combustível mais barato é igual ao mais caro…….. também já ouvi que os pneus chineses são iguais aos Bridgestone ou Michelin……..

          • Louro says:

            @Rui,
            Faz um favor a ti próprio e também aos restantes pois espalhar rumores é feio.

            Vais a uma bomba de gasolina próxima de ti e trazes um pouco de gasolina e um pouco de gasóleo, metes um em cada copo ou qualquer coisa transparente para poderes ver exactamente o efeito que tem.

            A cada um adicionas uma quantidade de água a tua escolha, ou até podes ir adicionando consoante aquilo que tu queres e bem te apetece, podes vais ver que a água que adicionares vai sempre parar ao fundo do copo, tentar misturar e tudo mais, mas a água vai sempre parar ao fundo do copo passado uns minutos.

            O mesmo acontece com os depósitos dos postos de abastecimento, qualquer tipo de infiltracao de agua ou condencacao que por ventura fique dentro do depósito, vai sempre, parar ao fundo do depósito.
            Quando abasteces, e ao contrário do que acontece no carro, o combustível nunca é do fundo do depósito mas sim um pouco acima, precisamente para evitar nao só esse tipo de situacoes como também para evitar que haja cedimentos resultantes nao só do transporte como de eventuais infiltracoes.

            A menos que o combustível tenha sido adulterado propositadamente com qualquer outro tipo de produto, como o @Fazer disse, nao há forma de teres problemas devido a qualidade do combustivel.
            Isso é um mito, nao só propagado pelos mecanicos que muitas vezes nao fazem manutencao aos carros correctamente e acima de tudo pelos vendedores de combustivel que claro, tem de conseguir justificar o mais alto custo do seu combustivel face aos restantes.
            Podiam sempre dizer, “O nosso é mais caro porque tem aditivos e detergentes que ajudam a manter injectores e o motor mais limpo”, mas depois tinhas as marcas a dizer que os carros estao programados e preparados para esse tipo de coisas, logo o que é melhor?
            Dizer que o combustivel está misturado com outras coisas de menor valor é a solucao ideal, mas as pessoas tem de usar a cabeca para pensar antes de falar.

            Os componentes que dizem ser os mais afectados, sao sempre a boma de combustivel, que deve de ser sempre limpa periodicamente (algo que nunca é feito nas manutencoes) e eventualmente substituida quando comeca a perder forca, gerando menos pressao.
            Os injectores, que tem um tempo de vida util e que claro, devem de ser limpos e acima de tudo devem de ser subsituidos de X em X km percorridos.

            Antes de ter eletricos, tinha carros a combustao, todos os 50mil km, o depósito de gasolina era retirado, limpo e a(s) bomba(s) era(m) limpa(a) ou substituida se fosse necessário.
            A cada 100mil km, os injectores eram retirados, inspeccionados e limpos para ver se nao seria necessário serem subsituidos.
            E quando os injectores eram verificados fazia sempre uma limpeza de carvao acumulado no motor.

            Resultado, todos os meus carros sempre tiveram a mesma performance que quando eram novos e nunca tive problemas nem reparacoes surpresa.

            Agora com eletricos, é uma maravilha nao ter de pensar em nada disso 🙂

    • Jose Lapao says:

      Não sei de que zona é (sou de Borba-Alentejo), que carro têm, eu tenho um corsa 1.3 diesel Ecotec com filtro de partículas, faço algumas viagens mensais de 200km (sei que não são os seus 2000km), mas a maioria das viagens são curtas e com uma média de 25km diários, se usar combustível seja ele GALP, BP, Repsol, Prio, o que for, aditivado sou não a cada depósito tenho de fazer a auto limpeza/regeneração (não sei o que lhe chamam) do filtro de partículas acende a luz na consola e o fabricante diz para andar a cima das 2000rpm a baixa velocidade até a luz apagar, vou a Badajoz e encho o depósito com gasóleo barato (linha branca) que chega a ser menos 0,20€/litro que em Portugal, e nunca acende a dita luz de limpeza do filtro. Ora segundo o que li o filtro serve para reter partículas nocivas ao meio ambiente, se com combustível adquirido em Portugal seja qual for a marca tenho de fazer uma limpeza por depósito, com combustível adquirido em Espanha muito mais barato a mesma limpeza chega a ser a cada 8 a 10 depósitos significa que o combustível espanhol tem muito menos impurezas, por conseguinte menos nocivo ao meio ambiente, muito provavelmente para o carro e sem dúvida nenhuma para a minha carteira.

      • Rui says:

        Moro logo a sul do Douro. Zona muito montanhosa, com declives de muitas centenas de metros em poucos km (o exemplo que dei, do Peso da Régua a 100 metros de altitude até Castro Daire a 20km, o carro passa os 1 000 metros de altitude). O motor faz toda a diferença, mas o combustível ajuda e de que maneira!

        Olhe, eu raramente ouço o carro fazer regeneração (BMW E92 320D 177cv), então depois de meter um filtro novo aos 240 000km pela primeira vez, nunca mais ouvi o carro queixar-se.

        Eu desconfio que o problema que relata deve-se mais ao facto de ser um carro turbo-aspirado e que faz poucos km!

  4. Manu says:

    Em outros países da Europa existem apps que mostram logo o novo preço quando há mudanças. Deve ser algum API que existe. Em Portugal não há uma app para ver os preços em tempo real?

  5. Euéquesei says:

    Ora ainda bem que falam nisto, vou dar o meu exemplo, vale o que vale.
    Quando tinha o meu Opel Corsa dos anos 90 metia gasolina no Leclerc, até porque abriu aqui perto e era bem mais barato que a Galp.
    Resultado? Fazia muitos menos kms e o carro, que já era fraco, ainda mais fraco ficava.
    Parecia que a gasolina desaparecia até com o carro parado…
    Passei a meter da Galp aditivada e era logo outra conversa…
    Neste mais recente a gasóleo só uso Galp aditivado.
    Até hoje, 5 estrelas.
    Já dei boleias a colegas até à oficina porque aparecem mensagens de erro nos seus carros.
    Liga-se o carro à máquina e são os injectores…
    Pergunta do mecânico para o meu amigo, que mistela andas a meter aqui? Leclerc, diz ele.
    Logo vi, disse o dono da oficina, usa o carro até acabar o depósito e não metas mais disto…
    Mas segundo parece há combustível aditivado nas bombas de marca branca, não sei se são muito melhores ou nao…
    Não é por mais meia dúzia de euros por depósito que é a diferença entre aditivado e simples que fico mais pobre…
    Poupo centenas depois nas limpezas de injectores que não faço.

    • Rui says:

      100% de acordo.
      Comigo eu dei conta na velocidade máxima e no torque nas subidas.

      Mas continua a existir muita gente que teima em dizer que o combustível de marca branca ou do mais barato é igual!!!!!! Também há quem acredite que a terra é plana…….

    • Louro says:

      @Euéquesei
      O problema que o teu colega teve, foi…falta de manutencao…

      Deixa apostar, o mecanico trocou os injectores e ele “nunca” mais teve problemas…

      Desde sempre tive carros de alta performance, onde se houvessem problemas era mais simples de notares e sempre meti combustivel onde quer que fosse, se fosse uma Galp mais próxima, metia na Galp, se for Jumbo é Jumbo e por aí fora, com manutencao atemada e preventiva muitas vezes, nunca tive problemas.
      E olha que o M5 E39 que vendi quando me vim embora de Portugal já contava com quase 300 mil km percoridos.

  6. joca says:

    boas, eu tambem acho que existe uma boa diferença. sempre puz gasolina 98 no carro salvo algumas vezes que so havia no posto a 95 estranhamente fazia sempre 50 a 100km no maximo de diferença a menos com a 95. 700 a 750km com 98 e 600 a 650km com a 95. Sempre a mesma viagem, sempre de cheio a reserva.

  7. joca says:

    nas aditivadas nunca vi diferença….. se querem manutençao ponham um pouquinho de oleo 2 tempo no deposito de tempos a tempos para lubrificaçao do sistema injecçao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.