Quantcast
PplWare Mobile

Dica: Como eliminar de vez o Internet Explorer de dentro do Windows 10

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. JS says:

    E o Edge Legacy?
    Isso é que era ,temos o Egde Chromium instalado mas por baixo continua o Legacy ,talvez na próxima atualização é que será de Vez?

  2. Asdrubal says:

    O Internet Explorer é para estar ali quietinho do museu.

  3. xnelox says:

    O internet Explorer é o único browser que as plataformas do estado funcionam

    • rjSampaio says:

      so uso para carregar o cartão Viva.

    • carlos says:

      Isso não é verdade porque as plataformas mais utilizadas funcionam nos outros browsers, mas ainda existe muito software específico eu necessita do IE, tanto no estado como em empresas. A malta nova é que pensa que a informática e a internet começaram no ano passado. Alguns saem da universidade a pensar uma App vai mudar o mundo sem imaginar e atrás de uma app tem de estar mais qualquer coisa…

  4. rui says:

    Isso é muito facil de dizer, mas para as empresas e contabilistas que têm de carregar os ficheiros SAFT para o e-fatura, este é o unico meio, pois é o unico que ainda permite java.

    Enquanto o estado não alterar, tem de se manter o internet explorer.

  5. leon says:

    Não me importava de mandar o velho IE dar uma curva, mas infelizmente ainda é o único browser que corre alguns acessos a servidores do governo coisa que não se consegue com outros browsers mais actuais, em pleno 2020 isto é vergonhoso, mas é o que temos.

    mas também não me aquele nem arrefece está ali para quando é preciso, para o resto tenho o Edge e o Ghrome.

    • carlos says:

      Vergonha. Que eu saiba o IE é grátis e está disponível para todos. Éu também não gosto de andar em carruagens de metro e comboios velhos, mas tenho de andar.
      O estado já mudou muitas plataformas, para acabar com a dependência do Java, mas falar é bem mais fácil que fazer.

  6. k says:

    Eliminar o IE é má ideia. Infelizmente há vários sites importantes do governo em Portugal que só funcionam direito no IE. Não ocupa nada por aí além de ser uma falha de segurança quando é usado, não estorva em nada.

  7. António says:

    E como é que eu posso desinstalar o Edge?

  8. HUGO SANTOS says:

    Trabalho ao serviço de uma conhecida empresa de telecomunicações e até muito recentemente para trabalhar só mesmo o IE.

  9. Mina says:

    Uma coisa é estar desativado outra é desinstalar.
    O artigo só ensina a desativar.

  10. O Monstro Precisa de Amigos says:

    O meu Internet Explorer fica. Os Chromes e os Firefoxes desta vida pensam que a Internet toda tem que obedecer de imediato às suas preferências e depois acabam com funcionalidades que só os browsers mais antigos como o IE possuem. Tomam essas decisões sem pensar nas necessidades das pessoas.

    • leon says:

      não podias estar mais enganado, as plataformas que só funcionam no IE é que estão obsoletas e já deviam ter sido actualizadas, não é os browsers actuais que estão mal.

      • HUGO SANTOS says:

        No mundo ideal sim. No mundo real das empresas e sector público ainda aí anda muito Windows XP .

        • leon says:

          mas o que é que o sistema operativo tem haver aqui para o caso, o problema está na compilação de novos sites e acessos em linguagem mais actual, não está relacionado com sistema operativo, o problema chama-se investir em modernizar o obsoleto, não tem nada haver com mundo real ou não.

          a realidade é que em 20 anos o estado não perdeu tempo investir em melhores acessos, as empresas trabalham mesmo desatualizadas em sistema operativo, mas funcionam ainda com as novas tendências.

      • O Monstro Precisa de Amigos says:

        Já sei que estão obsoletas, mas e daí? Eu não posso mudar as plataformas e continuo a precisar de aceder às mesmas. Não me adianta de nada ter um navegador muito moderno que não satisfaz as minhas necessidades. As instituições deviam actualizar os seus sites? Deviam sim. Mas que eu saiba os browsers não mandam na Internet, nos governos, nos institutos nem nas empresas. Eles são apenas um meio, um instrumento para aceder à Internet, por isso também têm que se adaptar àquilo que existe.

        • leon says:

          eles adaptam-se o problema é que as instituições que não evoluem em tempo útil não estamos a falar em 4 ou 5 anos mas em 20 anos, já tiveram mais que tempo para actualizar as plataformas de acesso e acabar com os sistemas obsoletos.

  11. Vitor says:

    Não vejo qual a necessidade de desinstalar o I.E…está integrado no SO,não ocupa espaço no PC,existem sites que funcionam melhor com ele do que com outro browser! Nos meus PCs fica instalado…apenas raramente o utilizo. E já me “safou” algumas vezes…

  12. Fernando Neto says:

    No Edge clássico tem o Modo IE, assim abre uma aba simulando o IE, no momento não lembro os passos mas pesquisem

  13. ProGuy33 says:

    Não é só “sites” do governo, também sempre aplicações web e/ou plugins só funcionam correctamente no IE.

  14. Rui Baptista says:

    Eu eliminei o Internet Explorer e o resultado foi o seguinte: os URL, que estavam com o Chrome, apareceram com a extensão à mostra, com ligação e um Editor e sem ligação com o Chrome! Vá lá, foi possível restaurar a extensão antiga…

  15. SANDOKAN 1513 says:

    “Ainda usa o Internet Explorer?” —> Uso e usarei sempre,tal como o Microsoft Edge Legacy.Não tenho problemas em continuar com eles. 🙂

  16. jorge santos says:

    Dá para fazer o mesmo com o Edge?

  17. Sardinha Enlatada says:

    Ola boa tarde. Podem dar exemplos de sites que necessitem do IE instalado ? Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.