Quantcast
PplWare Mobile

Dica: activar sincronização de palavras-passe no Chrome

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Hugo Cura


  1. Tiago says:

    Não funcionou comigo.

  2. Tony Silva says:

    Ainda uso a versão 8. Tenho de instalar a versão 10 dev estou ver.

    Para quando artigo sobre as melhores apps da google web store?

    Abraços.

  3. Kkicks says:

    Ei malta criei uma extensão para o Google Chrome, ela está disponível para download:
    Ajax Loader for Google™ -> http://goo.gl/O4wxh

    E tb crackrei o sistema chrome para activar transparências para Mac OS X…(é tipo o aero)
    Mac OS X Magic Theme – White Transparency -> http://goo.gl/q1rnw

    Ubuntu Magic Theme @ http://goo.gl/Nw4Xi

  4. Ana Narciso says:

    Aconselho o Lastpass.
    É compatível com todos os browsers e instala uma pequena extensão no mesmo onde, mediante uma master password, permite aceder a todas as nossas passwords.

    A meu ver, a grande vantagem é o facto das password não ficarem guardadas no browser, mas sim encryptadas nos servidores seguros do lastpass. É claro, só nós podemos aceder a elas, pois a master password não é enviada para nenhum lado e só ela permite decifrar as passwords no servidor.

    A propósito, a Lastpass é aquela empresa que comprou a Xmarks aqui há tempo.

    • Hugo Cura says:

      Hmm, não conhecia. O Chrome também guarda e encripta as passwords no sistema e, melhor que isso, não precisa de extensão. É pena ainda não estar 100% disponível pois são precisas estas artimanhas.
      Mesmo assim, vou experimentar o Lastpass.

      • Ana Narciso says:

        Pois, mas qualquer pessoa que abra o teu browser verá as passwords guardadas no mesmo… pelas Opções > Itens pessoais > Mostrar palavras-passe guardadas.

        O Lastpass elimina todas essas passwords e transfere-as para servidores seguros onde as mesmas se encontram encriptadas.

        • Hugo Cura says:

          Sim, é verdade.
          Hmm, estou a ver. Mas eu próprio faço isso às vezes, já que as minhas vêm importadas já do firefox e por vezes visito locais onde já tenho um login e pass mas ainda não foi acedido no Chrome, portanto, não faz o auto-fill e então vou vasculhar a pass (pena ainda faltar um filtro para chegar rapidamente ao endereço do qual necessito da password). De qualquer forma, desconhecidos não mexem no meu browser.

          É uma questão que depende bastante da forma como cada um utiliza estas funcionalidades.

          Sem dúvida que o que sugeres, e pelo que descreveste, é o mais seguro.

        • Agatho says:

          Ola,
          estou a começar a utilizar o lastpass já tenho nos browser’s todos parece fácil e seguro de usar. Com o lastpass instalado já não temos necessidade do Xmarks?

          • Ana Narciso says:

            O Xmarks destina-se à sincronização de favoritos entre browsers. Embora seja a sua função principal, penso que também permitia sincronizar passwords.

            Dado que a Xmarks foi comprado pela Lastpass, penso que em versões futuras do Xmarks será incluída a tecnologia de sincronização do Lastpass.

            PS: Não sei se isto já foi implementado.

            Portanto, a conclusão é a seguinte:
            Só deves “deitar fora” o Xmarks se utilizares a sincronização nativa do teu browser ou se não precisas mesmo de sincronizar os favoritos. Eu como só uso Google Chrome, sincronizo os favoritos por lá e depois uso a extensão Lastpass para as passwords.

    • Nelson says:

      E para quem já tem muitas passwords guardas no chrome? Ele transfere automaticamente antes de as apagar?

      • Hugo Cura says:

        Sim, transfere.

        Aceitei a sugestão da Ana e fui testar o LastPass. Ao instalar, ele vai inicialmente pesquisar as passwords em todos os browsers instalados, permite que seja tudo seleccionado a gosto, faz o upload da informação, encripta etc… tudo direitinho.

        Infelizmente não o vou adoptar pois está a intervir em tudo o que é sites com password (só dessa forma é que ele “sabe” exactamente como quero que ele actue).
        O sistema de sincronização do Chrome está a funcionar muito bem, encriptado, e com todos os auto-fill que uso. Porquê mudar? A única vantagem que poderia ganhar com o LastPass é na sincronização com outros browsers… mas como só uso um, não preciso. No entanto, fico lá com um backup da minha informação, não vá um dia ser-me útil.

      • Ana Narciso says:

        Sim, e permite-te escolher quais transferir.

  5. Ryan says:

    Nao uso o Chrome… bom dia e obrigado

  6. Maria Inês says:

    O LastPass é que comprou a Xmarks.

    Prefiro pagar pelo LastPass premium do que confiar os meus dados ao Google. Já sabem os meus favoritos e já é muito!

    Outra utilidade do Lastpass premium é a extensão para o Dolphin HD no Android.

  7. João Santos says:

    Eu já actualizei o meu Chrome para aúltima versão de Dev disponível, e mesmo assim, quando tento alterar o destino do atalho, o windows avisa-me sempre que é um destino inválido. Já tentei de todas as formas e maneiras, e nada funcionou…

    Esta dica, se realmente funcionar, é excelente para mim, e por isso é que gostaria que me dessem mais pormenores.

    • Hugo Cura says:

      João, tem de funcionar, mas de certeza absoluta.
      O destino para o atalho não é alterado, a única coisa alterada é o argumento na inicialização do programa.

      É a mesmo coisa que chegar à linha de comandos, na pasta onde se encontra o chrome e escrever “chrome” para iniciar.
      Para iniciar com uma opção extra, é só escrever “chrome opção”.
      A opção aqui é a citada no artigo: --enable-sync-passwords

      É só adicionar isso ao final, com um espaço antes, sem remover qualquer caracter.

      • João Santos says:

        Resolvido. O problema é que o destino, no meu caso, está entre aspas, e eu estava a tentar colocar o argumento dentro das aspas. Bastou colocar fora, separado por um espaço e funcionou.

        Obrigado pela ajuda!

  8. Pedro says:

    Nada melhor q o Lastpass 🙂

  9. Miguel says:

    E em Mac, sugestões?

  10. dajosova says:

    Comigo não funcionou. Dá erro ao tentar sincronizar!

    • Hugo Cura says:

      Experimenta repetir o processo. Escolhe “Deixar de sincronizar esta conta” e depois configura novamente.

      • dajosova says:

        Ok, vou tentar. Obg Hugo. Isto por acaso faz muita falta!

      • dajosova says:

        Fiz o que disseste e avançou mas depois pede-me a frase de acesso!

        Das duas uma:
        > ou eu há uns tempos tinha escolhido uma frase de acesso e deu barraca, talvez por ter caracteres especiais e não me enganei porque a apontei num papel;

        > ou então, apesar de ter escolhido a password da conta em vez da passphrase, não está a reconhecer por outro motivo qualquer… o que faço?

      • dajosova says:

        Repeti o processo e desta feita escolhi a passphrase para encriptar os dados. Avanço e depois não dá para concluir a janela que diz: “Os seus dados de sincronização foram encriptados com uma frase de acesso. Introduza a frase de acesso para desencriptar os dados”

        Passphrase:

        > Clico OK e não acontece nada!

      • dajosova says:

        JÁ CONSEGUI!

        Fui ao dashboard, elimei os dados do Google Sync e fiz tudo de início e concluiu com sucesso!

        Obg 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.