Quantcast
PplWare Mobile

Tags: remoção

Apple elimina mais de 30.000 apps chinesas não licenciadas da App Store

Depois de ter removido 2.500 jogos chineses em apenas 7 dias, a Apple voltou a fazer uma limpeza na App Store chinesa. Desta vez eliminou mais de 30.000 aplicações chinesas não licenciadas.

A remoção destas aplicações aconteceu no passado sábado, de acordo com o Qimai Research Institute, e de todas as app banidas 90% são jogos.

PUB


Snapchat: Apps de terceiros retiradas da loja do Windows Phone

Os problemas de segurança que atingiram o Snapchat tinham levado a que a empresa que dá suporte ao serviço de mensagens anónimas alertasse para o fim das aplicações de terceiros que fazem uso deste serviço.

Estes alertas tinha sido lançados depois de se descobrir que o ponto de entrada que originou a último roubo de mensagens, imagens e vídeos tinha partido de um site que usava as API’s do Snapchat de forma não autorizada.

Pois essa remoção de aplicações parece ter começado já, e justamente numa das plataformas onde o Snapchat não tem um cliente próprio, o Windows Phone.

snapchat_1


Apps associadas ao Pirate Bay foram removidas da Play Store

O controlo que a Google faz das app que estão na sua loja de aplicações nem sempre foi muito claro. Ao contrário de outras lojas onde o critério para publicação é muito controlado, na loja do Android é muito simples publicar aplicações.

Mas esta simplicidade não é sinónimo de falta de controlo e sempre que é necessário a Google intervém, garantindo que os utilizadores têm apenas disponíveis as melhores e mais seguras aplicações.

A mais recente remoção de aplicações retirou da Play Store várias aplicações ligadas ao Pirate Bay.

android_pirate_bay_1


Se não quer o álbum dos U2 que a Apple ofereceu, apague-o!

No final da última Keynote a Apple trouxe uma última novidade ao palco que nada tinha a ver com tecnologia ou com novos dispositivos.

Os U2 subiram ao palco e apresentaram o seu último álbum e a grande notícia foi que a Apple ia oferecer esse álbum a todos os seus clientes, de forma gratuita.

De imediato esse álbum, Songs of Innocence, ficou disponível para todos descarregarem e ouvirem em primeira mão. Mas aparentemente nem todos gostaram dessa oferta e a Apple teve de oferecer uma forma deste ser removido.

apple_u2_1