Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Lua

Wow… Júpiter pode ter 600 luas

Júpiter, o maior planeta do Sistema Solar, é ainda pouco conhecido, apesar do que se pensa saber sobre este gigante gasoso. O desafio de novas descobertas levou a que astrónomos no Canadá tenham encontrado algo surpreendente. Segundo eles, foram descobertas evidências de 45 novas luas minúsculas a orbitar Júpiter. Aliás, depois desta constatação, os especialistas dizem mesmo que o planeta pode ter 600 destes satélites naturais no total.

Ainda não se conhecem mais de 79 luas, mas parece não faltar desafios para os próximos tempos.

Imagem de Júpiter acaba de captar pela NASA com a lua Europa ao lado


Sol começa um novo ciclo. Cientistas da NASA explicam o que isso significa

A nossa estrela a cada onze anos regista um ciclo. Há padrões de manchas que aparecem e desaparecem que mostram mais ou menos a atividade do Sol. Desde há algum tempo que os cientistas da NASA perceberam que algo mudou e que deveria estar já em curso o 25.º ciclo solar. Assim, tendo em conta o comportamento conhecido, espera-se que os próximos 11 anos sejam mais ativos, e eventualmente tragam à Terra mais “riscos”.

Segundo a NASA, a nossa estrela está oficialmente neste novo estágio há nove meses. O que nos poderá trazer esta nova etapa do Sol?

Sol começa um novo ciclo. Cientistas da NASA explicam o que isso significa


A NASA quer comprar rochas e poeiras da Lua

A NASA, a representar os Estados Unidos, pretende pagar para que o material recolhido na Lua, rochas ou poeiras, possa ser entrega à agência espacial. A ideia parece ser o incentivo ao setor privado para a exploração espacial. O comunicado apresentado esta semana pela NASA marca claramente este desafio como parte do programa Artemis, que tem como missão pousar a primeira mulher e o próximo homem na Lua até 2024.

A ideia da Lua ser explorada comercialmente traz à discussão a organização do espaço sideral. Como, quem e de que forma, poderão ser explorados esses recursos.

Imagem exploração da Lua pela NASA


A Lua está a enferrujar e finalmente já se sabe a razão

O nosso satélite natural continua imensamente desconhecido apesar de o estudarmos desde há tantos séculos. Sabiam que a Lua está a enferrujar? Sim, é verdade e finalmente já se percebeu a razão, isto porque este processo não deveria ocorrer num mundo sem oxigénio ou água líquida.

Nos polos da Lua, onde já se encontraram indícios de água concentrada, também foi detetada a hematita. Este elemento é um óxido de ferro de ocorrência frequente em solos e rochas.

Ilustração da Lua com ferrugem


NASA procura propostas para produzir energia nuclear na Lua

A Lua poderá ser explorada para os mais variados fins. Depois da ideia de servir de Hub, base lunar, da exploração espacial, falou-se na possibilidade da exploração mineira. Além destas propostas, a colocação de uma central nuclear também está em cima da mesa. A NASA e o Departamento de Energia estão à procura de propostas industriais para o desenvolvimento de um sistema de energia nuclear compacto.

A ideia é até 2027 este sistema ser colocado na Lua, embora Marte também seja uma possibilidade a longo prazo.

Imagem reator nuclear da NASA na Lua