Quantcast
PplWare Mobile

Tags: escassez

Amazon vai investir milhares de milhões de dólares para prevenir a escassez do Natal

Apesar de faltarem ainda algumas semanas, o Natal já é tema e as empresas já se estão a preparar para a usual euforia. Nesse sentido, a Amazon vai investir milhares de milhões de dólares para prevenir a escassez do período que antecede a época festiva.

Essa carência está associada a mão de obra e à cadeia de abastecimento no período que antecede o Natal.

Armazém Amazon


Elon Musk prevê que escassez global de chips terminará no próximo ano

A escassez de chips tem afetado as operações de muitas empresas que atuam nas várias indústrias que conhecemos – desde os automóveis, aos telemóveis e consolas de videojogos. Embora já se tenha mencionado o ano de 2023 como o fim da falta destes componentes, Elon Musk é mais otimista.

O CEO da Tesla aponta que a escassez global de chips terminará no próximo ano.

Elon Musk na Italian Tech Week


Tesla não encontra trabalhadores para a Gigafactory de Berlim

A Tesla planeia abrir a sua primeira fábrica na Europa, a Gigafactory de Berlim, em meados do próximo ano. No entanto, para que tudo esteja operacional, é necessário garantir que as infraestruturas estão prontas e que foram contratados os funcionários necessários.

Bem, neste último recurso, Elon Musk não parece estar a ter muita sorte e as razões passam pelas más condições de trabalho e a atitude do CEO.

Gigafactory de Berlim.


Microsoft está a vender todos os Surface que está a produzir

O sucesso da linha Surface tem-se visto nos números de vendas que a Microsoft tem apresentado e também na forma como a concorrência tenta copiar estes híbridos da Microsoft.

Se este sucesso é visível, foi agora confirmado pelas palavras de um responsável da Microsoft. A empresa está a conseguir vender todos os Surfaces que produz, tendo até alguns problemas de falta de máquinas para entrega.

Surface Pro 4


Bioimpressora promete revolucionar o transplante de órgãos

O transplante de órgãos é um desafio para a medicina, não só pelas questões de compatibilidade associadas mas também pela sua escassez, sem esquecer o tráfico de órgãos que move cada vez mais milhões de euros ilegais e coloca milhares de vidas em risco.

Conhecido o problema, há que arranjar soluções. Nesse sentido, investigadores chineses são responsáveis pelo desenvolvimento de uma impressora 3D que utiliza biomateriais na impressão de alta resolução de órgãos do corpo humano. bioprint_0