Quantcast
PplWare Mobile

Tags: ação judicial

Uber processada nos EUA por mais de 500 mulheres por agressões sexuais e raptos

A Uber não está a passar um momento fácil. A empresa, em vários países, enfrenta fortes acusações e queixas. Em Portugal, por exemplo, a empresa de TVDE é líder nas queixas por problemas nos seus serviços. Está também a ser investigada por, supostamente, ter recorrido a lóbi político junto de governos. Mais grave que tudo isto são as acusações de 500 mulheres por agressões sexuais e raptos.

A queixa visa a Uber por esta não verificar os antecedentes dos condutores abusadores e negligentes.

Imagem carro da Uber


Meta enfrenta oito novas ações judiciais por “explorar os mais jovens”

As redes sociais estão constantemente sob escrutínio devido ao seu impacto, que se conclui negativo, na saúde mental dos mais novos. Agora, a seguir essa tendência, a Meta está com oito novas ações judiciais em mãos por explorar “jovens para fins lucrativos”.

A acusação surge pela firma de advogados Beasley Allen.

Meta


A DECO intenta ação judicial contra a Apple

Após várias tentativas para garantir os direitos e interesses económicos dos consumidores, a DECO decidiu avançar com uma ação judicial contra a Apple devido a informação enganosa no site, aliciando os consumidores a comprarem o Plano de Proteção AppleCare (AppleCare Protection Plan).

Já em março último a DECO tinha denunciado as práticas enganosas da Apple relativas ao prazo da garantia. A Apple apresenta, no site, diversas formas de chegar à informação sobre os direitos dos consumidores, mas a que fornece sobre a garantia legal é enganosa.