PplWare Mobile

USB Safeguard 1.0 – Proteja a sua penUSB


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Weasel says:

    O ficheiro usbsafeguard.exe vem com Trojan/Virus

    TrojWare.Win32.Vilsel.qug@91702730

  2. José Fonseca says:

    Eu uso o TrueCrypt com as pen USB tanto em Windows como em Linux e o que fiz para que a sua utilização fosse mais cómoda coloquei tanto o executável para Windows como o executável para Linux na pen USB. Funciona perfeitamente e é muito prático.

  3. Manuel Costa says:

    Hmm… O Avira detecta-me um trojan: Vilsel.gug

  4. Se o ficheiro não contem mesmo vírus estamos perante mais uma daquelas atitudes horrendas por parte das empresas de antivírus que visto a aplicação apagar ficheiros X vezes e torna-los inacessíveis, consideram um vírus simplesmente porque lhes apetece ou porque um vírus à algum tempo utilizou a técnica.
    Uma vez fiz uma aplicação em Visual studio 2008 e ao gravar, alertou vírus, feita por mim a 100% código limpo e tudo direito, depois descobri que o kaspersky (versão paga) considerava uma função que eu tinha criado que apagava ficheiros repetidos de uma pasta, como sendo um vírus qualquer. O método de detecção deles não é o mais afinado, e se consultares a ajuda no site eles dizem que caso tenhas o antivírus em detecção sensível o gajo vai analizar os ficheiros até ao ultimo bit e pode dar falsos positivos.
    Depois acontecem coisas lindas tipo tentares abrir um ficheiro executável e ele já não está lá sabe-se lá porquê.
    Os antivírus parecem os americanos com o pânico do terrorismo mas daqui a 10 anos, se não és americano ou europeu, és um terrorista. No caso dos antivírus tá a tornar-se parecido, se não fores uma aplicação reconhecida por ele, com assinatura digital etc, podes vir a ter problemas.

  5. Weasel says:

    Chama-se Heurística

    A heurística (do greco ευρίσκω, heurísko, literalmente “descubro” ou “acho”) é uma parte da epistemologia e do método científico.

    A etimologia da palavra heurística é a mesma que a palavra eureka, cuja exclamação se atribui a Arquimedes no conhecido episódio da descoberta de como medir o volume de um objeto irregular utilizando água.

    A palavra heurística aparece em mais de uma categoria gramatical. Quando usada como substantivo, identifica a arte ou a ciência do descobrimento, uma disciplina suscetível de ser investigada formalmente. Quando aparece como adjetivo, refere-se a coisas mais concretas, como estratégias heurísticas, regras heurísticas ou silogismos e conclusões heurísticas. Naturalmente que estes usos estão intimamente relacionados já que a heurística usualmente propõe estratégias heurísticas, que guiam o descobrimento.

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Heur%C3%ADstica

    É a única forma de se prevenirem contra vírus novos.

  6. ajve says:

    NÃO: deixamos-os mesmo em tudo o que é lugar
    SIM: deixamo-los mesmo em tudo o que é lugar

  7. Manuel Costa says:

    Mas afinal… no meio disto tudo… é seguro, ou não, fazer o download (e consequente instalação) do ficheiro?

  8. Ryan says:

    Talvez por ser banal as flash drives nao ganhariam o premio de periferico mas para mim de certeza que teriam esse galardao. A minha pequena USB tem 16GB e transporto de tudo um pouco entre casa, trabalho e amigos. E mais facil de transportar e com um pouco de cuidado os dados sao transportados de um lado para o outro sem problema. Gostaria de comprar uma Flash drive com mais capacidade mas isso ficara para quando 16GB for a unidade mais standard. Nao duvido que la para o fim deste ano poderei dobrar a capacidade e “carregar” de tudo um pouco. Sim a proteccao e necessaria porque por vezes ha porcarias que aparecem pela Internet sem uma pessoa por vezes dar conta. So quando chega a casa e que o Anti virus da barulho

  9. Dr.Shue says:

    Já algum dos entendidos aqui presentes experimentou proteger a pen com um simples autorun bloqueado a modificações, parametrizado pelo utilizador para certificar que não houve adulteração?
    Ao bom velho estilo dos DOS… Attrib +h +r +s… tssskkk

  10. Santos says:

    O AVG não detectou viroses. Já instalei e funciona perfeitamente. No entanto, fica aquela duvida… será que tenho a pen contaminada?

  11. Gonçalo says:

    o avast nem deixa iniciar o download

  12. Luís Silva says:

    Este programa também se pode utilizar num disco rígido portátil 2.0 de 500Gb??

  13. José Moreira says:

    Hummm… vamos por partes:
    “Tornou-se num objecto tão comum (…)como a colher que mexe o café.”
    Ninguém, em seu perfeito juízo, mexe o café com uma penUSB.
    “Perder uma penUSB é quase tão normal como perder moedas no sofá de casa!”
    Bolas! Já não há porta-moedas???
    Vítor, desculpa estas gracinhas, que não são mais do que isso. Na verdade, uma penUSB é muito mais vulnerável do que aparenta e, pelo que tenho observado, há pouco cuidado com esses dispositivos. É bom que vão aparecendo sistemas de segurança e, mais importante, é óptimo que o Pplware vá dando notícias desses aparecimentos. E de outros acontecimentos, também.
    Um abraço à malta do Pplware.

  14. fsilva says:

    Olá! Tenho acompanhado este tipo de programas que são realmente bons, mas será que não existe nenhum que pura e simplesmente permita colocar um senha de acesso à pen quando se coloca esta num computador?

    Obrigado por todas a dicas que me têm permitido perceber um pouco mais de informática…

    • Carlos "sharoak" Carvalho says:

      era mesmo isto que também gostava de saber se existe..

      tipo ao colocar a pen em qualquer pc, ele pedisse logo obrigatoriamente a PW para ter acesso a qualquer dado..

      • okapi ( UK ) says:

        Haver há mas é a pagar e não é barato.

      • José Moreira says:

        Pelas experiências que fiz, o sistema solicita a PW desde que, previamente, tenha encriptado os ficheiros – a “pedido” do Safeguard (ver figuras 3 e 4). Assim, fazes a encriptação e, automaticamente, o ficheiro é guardado no programa. Depois, quando voltares a introduzir a USBPen, é-te pedida a PW e, só então, terás a possibilidade de desencriptar os ficheiros. Se não efectuares esta operação, o programa, ou antes, a Pen assume que tens dois ficheiros: o Safeguar e o que instalaste. E não te pede PW nenhuma, porque o ficheiro está “fora” do Safeguard.
        Esta, a ideia com que fiquei.

  15. PA says:

    Bem, eu li os faq’s do software.
    E lá diz:
    A causa do antivirus dar um falso positivo deve-se ao «self-extracting file (extractor.exe)».
    Para evitar convenientes, há um ficheiro sem o extractor.exe.

    http://usbsafeguard.altervista.org/download/usbsafeguard.exe

    E analisei-o na virustotal,
    http://www.virustotal.com/pt/analisis/42744d4c96c6860d2b12b16131c0434141d4114ba4b481c44677d7bd769e06d6-1263501077

    E passou!

  16. Luis Miguel says:

    Já agora lanço uma pergunta:
    Porque não vingou o U3 que já permitia um grau de segurança. Porque o mesmo reduz a performance (já reduzida) da velocidade de acesso USB. Para quem não sabe, o conceito U3 abrange um pouco do “portable applications” e área de segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.