Quantcast
PplWare Mobile

Epic – Um browser seguro e sem deixar rasto!

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Pedro says:

    Vou experimentar.

  2. Eu says:

    Baseado em chromium,hum…para a função anonimato ou TOR ou JONDO,baseados em Firefox.

  3. Anónimo says:

    Dá para usar a partir de uma pen?

  4. Alfie says:

    Já visitei o site do Epic e achei-os uma equipa plena de boa vontade e bons argumentos.
    Mas… ainda não foram minados pelo PRISM e amiguinhos?

  5. tuxgirl says:

    Só vendo o código-fonte é que se pode ter a certeza senão estão minados pelo prism.
    E como não é open source, eu não confio.

    • Carlos says:

      E tu por acaso sabes, olhando para o código, dizer que o gerador “seguro” de números aleatórios realmente é seguro?

      E, além disso, sabes se o router que tens em casa é seguro? E os que o teu ISP usa? E as linhas de fibra ótica? E os satélites?

      E, no fundo, o que é que isso tudo interessa se depois tudo o que passa pelo Gmail, Hotmail/Outlook.com, Yahoo!, Facebook, Twitter e praticamente todos os outros serviços web são intercetados pela NSA?

  6. Jose says:

    Proxy Linode

    American Provider.. Really anon? Ups

  7. zeca says:

    antes deste já usei o comodo dragon, é mt semelhante…

  8. DrunkMaster says:

    Hoje em dia o anonimato é uma excelente publicidade… 🙂

  9. joao soares says:

    Alguém tem noção qual é mais difícil de monitorizar, se este se o Tor?

  10. L500 says:

    Anonimato for epic dummies.

  11. José Leite says:

    Excelente artigo,Pedro Simões.Pelo menos,para mim,informa-me sobre aquilo que mais gosto no mundo da informática,que são os browsers.Só queria referir o facto de este “novo” Epic browser ser o “antigo” Epic browser,versão 1.9.9,construído até à altura com o motor Gecko da Mozilla,e que tinha muitas funcionalidades.Este,porém,já é construído e baseado no Chromium,e com privacidade total.Deixou-me intrigado e completamente surrprendido foi o facto da mesma equipa que elaborou o antigo Epic browser,da Hidden Reflex(constítuida por engenheiros e programadores indianos),ter abandonado sem mais nem menos a anterior arquitectura e renovado o seu browser.Provavelmente já vinham planeando esta estratégia há já algum tempo pois o anterior browser já não tinha uma actualização há já vários meses.O anterior browser era bem porreiro,com muitas extensões muito fixes e temas próprios para colocar no browser.Só dei conta disto quando há já alguns dias fui à página do Softexia e dei conta que havia este “novo” browser.Pus-me a pensar,Epic browser??Será o que eu tenho??Vou ver se é e vou actualizá-lo.Contudo,não actualizou.O que fiz,desinstalei a anterior versão e descarreguei o novo.É muito enxuto,sem possibilidade até de colocar extensões da loja da Google,penso eu,mas não tenho bem a certeza.O que notei é que tem um botãozinho no browser a dizer “Proxy”,o que penso se carregar nele dá-nos uma total privacidade por onde navegarmos.O que me deixa um bocado triste é o facto de quase todos os browsers hoje em dia serem baseados no Chromium.À digna excepção do Firefox,do Internet Explorer e do Safari(este em ambiente Mac OS X),a maior parte dos browsers está a ser “canibalizada” ou pelo Chromium ou futuramente até pelo Blink.Até browsers como o Opera foram “engolidos”.Hoje também,e por mero acaso,fui ao site do Rockmelt(antigo browser também desenvolvido sob a arquitectura do Chromium),e por espanto vi que tinha sido comprado pela Yahoo.Caramba,é que me dava um prazer enorme ver que a Yahoo,qualquer dia,mandava um grande browser para concorrer com a concorrência.A sério,juro-vos.

    • José Leite says:

      Quando disse que fui ao site do Softexia enganei-me,peço desculpa.Foi no site do Softpedia.

      • José Leite says:

        Já agora,o Safari é baseado no WebKit,motor de renderização que também suportou o Google Chrome até à versão 27.Não estava bem da cabeça quando o referi no meu comentário a este artigo.Errei ao contextualizá-lo.Devia só referir o Firefox e o Internet Explorer como honrosas excepções à “canibalização” dos browsers pelo projecto open source do Chromium,que possibilita existirem diversificados browsers/navegadores baseados nele nos dias de hoje.Se vos fosse dar uma lista dos browsers baseados no Chromium nunca mais saia daqui.São tantos!!Orbitum,Beamrise,Perk,Citrio,Qip Surf,115 Chrome,Nichrome,Amigo,BlackHawk,Comodo Dragon,Sleipnir,Spark,Superbird,CoolNovo,Maxthon,FlashPeak SlimBoat,SRWare Iron,Coowon,Internet-Zap Browser,360Chrome,Torch,Yandex,Titanium(Ortigra),TheWorld Chrome,Corom(vietnamita,mas muito bom),Yunview browser,Uran(http://uguide.ru/news/uran_ot_ucoz_sovremennyj_brauzer_bez_reklamy/2013-02-11-45),Epic(este agora),ui e nem falo de mais que tenho aqui no meu PC 🙂 Se não me engano,referi 27 browsers nesta lista baseados no Chromium.Olhem que é obra!! 🙂 🙂

    • Carlos says:

      “com privacidade total”

      Tens umas piadas engraçadas! Conta mais!

      • José Leite says:

        Eh pá,eu nem te respondo.Provavelmente nem metade sabes de browsers do que eu.Provavelmente??Não sabes,que é diferente.Limita-te(quem tu sejas),à tua insignificância.Se fosses tão bom,tinhas feito algum comentário de jeito a este artigo,mas se calhar nem argumentos tens para comentar.Off para ti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.