Quantcast
PplWare Mobile

Se desbloquear o bootloader do Galaxy Z Fold3 vai ter sérios problemas no smartphone

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Carolina Costa says:

    este tipo de “forçar” o cliente a fazer o que eles querem já me faz lembrar uma certa marca.
    pelo preço ja devia era vir desbloqueado de fábrica

  2. Joao Silva says:

    Continuo a não entender o porquê de fazer root a um equipamento de 2000 euros. Claro que se eu tivesse dinheiro para estourar até o papel higiénico seria de notas de 500 euros.

  3. Starnaute says:

    Bloquearem cenas dessas fará com que não compre o equipamento, obrigado pelo aviso.

  4. José Maria Oliveira Simões says:

    Não entendo a sua preocupação. Quem faz root, assume a acção. É proprietário dum bem que adquiriu.

    • Nuno says:

      Concordo. Como em qualquer contrato de compra e venda, desde o mais básico como a aquisição de um café (bica) para consumo no local, até ao mais complexo, as regras ditadas pelo vendedor são isso mesmo. Quem não concorda, negoceia melhores condições ou então se não concorda com as condições não compra. Se compra e não concorda com as regras, então como proprietário legítimo do bem assume a ação de violar essas regras com as respetivas consequências. É um equilíbrio entre direitos e deveres que se adquirem com a formalização do contrato no momento da compra do bem. Se não se cumprem todos os deveres associados à compra, é justo que o vendedor também retire alguns direitos (tal como impedir o acesso a algumas funcionalidades, neste caso em particular, cancelar a garantia, etc…).
      Quem não concorda, não compra e o que não faltam são smartphones para todos os gostos e feitios.

      • José Maria Oliveira Simões says:

        No que toca à garantia, nem discordo que haja um acordo entre comprador e vendedor. Só até um determinado ponto. Por exemplo, no caso em apreço, não concordo que o vendedor (leia-se fabricante) bloqueie as câmaras como retaliação, pois é isso que acontece. No minimo, é muito feio e reprovável. Não me parece certo nem correcto, o fabricante “avariar” o equipamento, como é o caso de as câmaras deixarem de funcionar. Isto já parece a apple a impedir que técnicos independentes de efectuar reparações aos equipamentos para obrigar os clientes a comprar um novo equipamento. No final, o que acontece é perder clientes para a concorrência. Não concordo que o cliente fique prejudicado, por exemplo por não poder efectuar o update e upgrade do sistema operativo no equipamento samsung. É como por exemplo, a Peugeot não fornecer peças para reparar um carro ao fim de uns anos.

  5. Xfera says:

    Se tecnicamente o desbloqueio do bootloader despoleta o bloqueio da camêra também (tecnicamente) será possivel evitar que tal aconteça. Questão de tempo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.