PplWare Mobile

Vendas de dispositivos com iOS igualam as dos PCs com Windows


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

64 Respostas

  1. Daniel says:

    PC -1 aparelho
    iOS – 3 aparelhos (sem contar com submodelos)

    Pois …
    Quando existem pessoas que dão 700€ por um telemóvel todos os anos (ou dois em dois), mas não trocam a sucata do portátil de à 7 anos porque acham “caro”…

  2. Pll says:

    falta a parte que computadores comprados a peças,ou upgrades, não entram nesses numeros.

  3. Dunno says:

    E quem compra um pc com Windows e compra um dispositivo iOS? Não serão poucas as pessoas certamente.
    Não me parecem duas relações relacionadas nesse gráfico, onde tentam demonstrar que são utilizadores unicos.

  4. Lulz says:

    Missão cumprida, Steve Jobs…

  5. rmcrys says:

    Hoje em dia, tirando gamers, quase ninguém troca de PC exceptuando quando se estraga. Qualquer Atom Quad core, i3, i5 chegam para office, web, kodi, jogos standard, daí que para o povo isso chega.

    Quem troca com mais frequência são os adolescentes, gamers e profissionais. Até de telemóvel agora com um Note 4 não vejo muito interesse na troca, até sair algo revolucionário. Troco mais depressa de capa/bumper, ou gasto dinheiro numa action câmara.

  6. Miguel says:

    Comparar vendas de Windows PCs com todos os equipamentos iOS… lol

  7. Vlad says:

    == Conteúdo removido ==

  8. JJ says:

    Isso é muito fácil de explicar…
    O mercado dos PCs esta a ficar cada vez mais direccionado para empresas, gamers, profissionais de TI e clientes similares.
    Por sua vez o mercado dos smartphones e tablets (principalmente), esta mais direccionado para particulares (não unicamente).

    Alem disso, outro ponto de foco é que os PCs comprados a 4/5 anos, a nível de hardware estão tão capazes como estavam a na altura. Isto porque o hardware esta avançar mais depressa que o software, o que faz com que a longevidade do hardware aumenta. Antes, o hardware andava atrás do software, agora é ao contrario…

  9. Edgar Ferreira says:

    “O declínio das venda dos PCs tem estado a acentuar-se e desde há já bastante tempo que se prevê que atinja valores muito baixos.”
    A sério? No gráfico vemos volumes se venda idênticos a 2008, quase sempre constantes.

    • Na verdade os PCs estão a decair. Se estás hoje com valores de 2008 isso deverá ser preocupante.

      E, de acordo com a maioria das previsões, esse declínio vai ainda mais ser acentuado no futuro imediato. Pode até ganhar fôlego com o Windows 10, mas depressa vai arrefecer e continuar a cair.

  10. Rui says:

    Esta analise esquece-se de muitos pormenores.

    Se eu comprar 1.000 PC de linha branca e sem SO (porque tenho licenças de volume), ou ainda comprar esses 1.000 PC já usados (muito comum nos dias de hoje no ensino, e empresas de menores posses), eles não entram nessas estatísticas.

    Mais correcto seria cruzar os dados de quantos PC existem a funcionar neste momento com SO da Microsoft a correr e quantos há com IOS. Mas secalhar esse número não interessa mostrar aqui……

    • Zukunft says:

      Que teoria da conspiração.

      • Daniel says:

        Chama-lhe teoria da conspiração…
        Faz muito sentido a comparação das estatísticas mostradas nesta noticia.
        Como o Vlad lá para cima disse, “O número de cuecas vendidas no mundo ultrapassa a venda do Android, iOS, Windows Phone, Windows, Mac,…”.

      • Baptista Batos says:

        Mesmo…

        Quem é que compra PC’s usados?

        Já iPad, iPhone, e até Mac, há muita gente a comprar e a vender nos usados…

        • Rui says:

          Se tu fores bater a porta a uma Escola, a probabilidade de encontrares dezenas ou centenas de PC usados (DELL, HP, principalmente), é muito grande!
          Porque uma máquina dessas custa 200€, em vez de 700€ a 1000€ que custa um PC decente!

          E se eu refiro isso é porque tenho conhecimento e porque só nos últimos 3 anos adquirimos mais de 120 máquinas nessas condições!!!! (normalmente são máquinas recolhidas de bancos ou grandes instituições e são vendidas com garantia de 6 meses. Em termos de características são excelentes, só aceito HP ou DELL, e podes comprar 50 ou 100 máquinas todas exactamente iguais (muito útil para substituír peças que novas custam várias centenas de euros (placa-mãe, fonte de alimentação, etc….).

    • FG says:

      loL, PCs usados…

      E iPads e iPhones usados… São poucos?

    • JBM says:

      PCs de marca branca entram nestas estatísticas. A estatística usa valores da Gartner que inclui esse ramo do mercado.
      Também o sistema operativo não deve ser um problema nestes números. Os valores de vendas da Gartner não olham para sistemas operativos, e o que é aqui apresentado deve simplesmente assumir que todas as vendas que não sejam Macs, têm Windows.

  11. paulo g. says:

    … e se contarmos com as pessoas que optam por apagar o ruim e usar linux… são poucas mas boas.

  12. pedro says:

    Esta comparação está errada, são produtos diferentes, segmentos diferentes, com objectivos de utilização diferentes!!! logo as conclusões estão enviesadas ….

  13. pedro says:

    estou mesmo a ver uma empresa a comprar um iphone para processar a contabilidade, ou a fazer relatórios de vendas, etc!!! o mercado dos PC vai continuar a existir, porque existem tarefas nas empresas (e nos particulares) que necessitam deste tipo de maquinas!!! o que faz sentido é comparar o mercado dos computadores portáteis com o mercado dos desktop!!! isso é que é serio e honesto ….

    • rmcrys says:

      Obvio que numa casa cada pessoa tem 1 telemóvel (ou 2 …), talvez uma consola e daí que 1 ou 2 pc/portátil chegam e por uns bons anos.

      Mais: muuuuuitos pc com um Upgrade de hdd a SSD e de Windows ficam muito melhor, daí que a necessidade de trocar é baixa.

      Algo que também já vê um declínio são os Tablet, muita gente prefere substituir um smartphone de 4″ + tablet por um smartphone de 5.x” e acabou.

      Eu substituí um Tablet iOS por um híbrido Windows e já é raro usar o PC de casa…

    • FG says:

      Cada vez mais conranilidades e essas coisas, são feitas em web apps…

      Sabes o que falas?

      • rmcrys says:

        FG: web apps ou näo web apps, trabalho a sério faz-se com teclado e rato/pad (igual Linux, Windows, OSX) e o processamento é local. Estás mesmo a ver empresas de contabilidade a usar aparelhos iOS com a (pouca) versatilidade que têm e querer digitalizar, imprimir, comparar, converter, gravar ficheiros, etc em que minutos é dinheiro perdido, e andar a ter problemas de compatibilidade, lentidäo, etc dos fraquinhos SoC ARM (sejam quais forem) vs. CPU x86 a sério com um SO “desktop”.

        Trabalho a sério é em sistemas Desktop tradicionais com arquitectura x86 ou equivalente, com SO a sério, quanto muito na fronteira em Android visto que é um SO portátil com vertente “semi-desktop”, e mesmo assim coisinhas leves.

        Que muitas empresas (restaurantes, cafés, salöes de beleza, tec) por questäo de design oferecem o uso de tablet “iOS/Android”, isso é brincadeira de crianca. Coisas a sério väo logo os PCs (Linux/Win/OSX).

    • Benchmark do iPhone 6 says:

      Comparar o mercado dos portáteis com os desktops? Qual era a unidade disso?

  14. David.pt says:

    Não percebo porque fazem este tipo de comparações…. É lógico que assim seja

    • rmcrys says:

      porque alguém interessado paga, e os sites necessitam de “views” para a publicidade 🙂

      Óbvio que assim seja: há mais carros utilitários que topos-de-gama, há mais gente näo especializada que especializada, há mais gente com pouco dinheiro que com muito dinheiro, há mais (infelizmente) mulheres feias que bonitas, etc etc. É comentar o óbvio…

  15. Fernando says:

    Ainda dizem que a vida está dificil.

  16. Benchmark do iPhone 6 says:

    Normal, as vendas de iPhones continuam a crescer em força: 35% no trimestre passado.

    O iPhone 6 saiu em final de Setembro e é o mais vendido – há 10 meses. Em Junho a Apple tinha 3 dos 5 modelos mais vendidos de smartphones.

    http://www.counterpointresearch.com/apple-iphone-6-continues-to-be-the-bestselling-smartphone-for-10-months

    • 1berto says:

      A venda de smartphones em geral continua a crescer, não é só Iphone. Tanto a venda de Android’s e Windows Phone cresce nas estatísticas YoY.
      Esta estatística é o mesmo que comparar a compra de micro-ondas com sapatilhas nike, visto que normalmente 1 mirco-ondas por casa é o suficiente enquanto que todos as pessoas por casa tem sapatilhas, logo podem muito bem ser Nike.

      • Benchmark do iPhone 6 says:

        Por acaso tens ideia de qual é a taxa de crescimento esperada das vendas de smartphones em 2015, comparada com o ano anterior? Não chega a 3% . Por isso é que a taxa de 33% do iPhones impressiona (evolução das vendas entre o segundo trimestre de cada ano).

        E um modelo estar 10 meses como o mais vendido também.

  17. Silver says:

    Mas digam o que disserem, trocad um laptop windows por um mac, nao obrigado! Só mesmo vale pela estética, agora em software meu rico win7

    • 1berto says:

      Hey, não digas isso… Um amigo meu comprou um Macbook e meteu Windows, como todos deviam fazer.

      • Benchmark do iPhone 6 says:

        Pergunta-lhe se usa muito ou se até se esquece de o actualizar. Ter Windows num Mac funciona como uma precaução – para o caso de ter que se correr uma aplicação que só existe para Windows.

        • 1berto says:

          Sim, ele usa muito, e não se esquece de o atualizar. Ele comprou o Macbook (Air) porque foi em segunda mão e estava a um bom preço pelo hardware, de resto prefere Windows.
          E para responder à tua próxima questão, sim ele já usou OSX, alias, ele usa OSX no trabalho porque foi o computador que a empresa lhe forneceu (um iMac), se calhar até Windows instalava nesse se a empresa permitisse.

  18. Sujeito says:

    Porque é que está tudo a roer-se com o gráfico ? O objectivo é simples. A Apple era uma empresa minorca não há muito tempo e era constante a menção ao quão pequenos eles eram e que tinham apenas 1 ou 2% de mercado. Este gráfico dá uma ideia geral do quão eles cresceram. Neste momento, a divisão de dispositivos móveis deles está perto das vendas totais dum mercado onde há pouco tempo só tinham esses tais 2%. Portanto têm um mercado paralelo onde vendem o equivalente a 100% do mercado de computadores pessoais tradicionais onde mal entravam e onde também estão a crescer.

    Isto mostra o tamanho da empresa atualmente, com divisões que são várias vezes maiores individualmente do que alguma vez foram no passado. Não é para se gostar ou não gostar, é só para ficar um pouco impressionado e seguir o dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia