Será este o primeiro processador da Xiaomi?


Destaques PPLWARE

17 Respostas

  1. Bartolomeu says:

    É muito duvidoso que a Xiaomi se lançasse a desenvolver processadores, sendo uma empresa com margens tão pequenas e não muito dinheiro para investir. Bem mais provável que tenha estabelecido algum acordo com uma “MediaTek” para ter um processador segundo algumas especificações que deseja.

    • Daniel Jesus says:

      Segundo a dica do leitor João Ribeiro, acrescentei ao post informações sobre uma notícia que surgiu em 2015 onde se falava de uma possível parceria entre a Xiaomi e a LeadCore. Embora nada tenha avançado, não se sabe efectivamente se esse projecto avançou ou não.

  2. MiguelDias says:

    Para mim neste momento é a melhor marca no mercado no que toca a relação preço/qualidade, um xiaomi de 150€ tem bateria para 2 dias de uso medio e faz tudo o que um de 800€ faz…

    • joao says:

      Sim, são brutais. No entanto, isso é como dizer que um carro de 10.000€ faz o mesmo que um de 50.000€. Anda, pára, estaciona, abre os vidros, abre as portas, leva-me ao emprego, paga portagem…. enfim, comparações.

    • Sergio says:

      Se aplicares o uso médio à bateria e às funcionalidades estás errado, a minha namorada tem um e um amigo meu tem o galaxy s6 edge e as diferenças são gritantes.
      A velocidade a navegar entre aplicações é muito superior no S6 assim como a qualidade de fotografia, não posso falar do resto porque foi as duas únicas coisas que experimentei.
      Compreendo onde queres chegar, mas não há comparação possível dum xiaomi de 150 € para um top de gama de 800€.. seria justo dizeres que um xiaomi de 150€ equivale-se a um samsung de 250, no máximo 300€

      • João Carvalho says:

        tb nao seria justo comparar com samsungs de 250 300e, visto que samsung é notes e galaxy s*, o resto é lixo.

      • RenatoNismo says:

        250€ ou 300€ deves estar a gozar, só pode. arranja um xiaomi a sério. no dia em que foi lançado o Note 2, tinha o Helio X10, ram, specs semelhantes de um HTC de topo de 500€.

        • Sergio says:

          Só me referi ao comentário do Migueldias ” um xiaomi de 150€ tem bateria para 2 dias de uso medio e faz tudo o que um de 800€ faz” que acho ser um disparate.. agora se o note ou o htc ainda é melhor que a samsung não faço ideia porque não peguei nesses equipamentos. Dei apenas um exemplo concreto de um que conheço e que estava dentro dos padrões que o migueldias falou

    • APereira says:

      Tenho aqui um Mi4i, foi usado por pouco mais de 1 semana e depois encostado.

      Se quiseres ficar com ele para pisa papeis (acho que nao serve para mais nada), estás a vontade.

  3. dminister says:

    Finalmente. Lembro-me de quando comprei o velhinho mi2s, já havia rumores sobre isto, até andei a discutir sobre isto com um amigo, também fã da xiaomi.
    Se conseguirem fazer processadores tão bons como a Samsung faz, a snapdragon tem mais uma concorrência 😉

    Se querem fazer comparações, não o façam injustamente. Um telemóvel de 150€ nunca irá fazer o mesmo que um de 800€
    Mas se querem ir por aí, o meu mi5(300€) faz frente a um bom galaxy s6/s7. Preço/qualidade a xiaomi é uma das melhores marcas. E já tá mais que na altura da xiaomi se vira para a europa e dar suporte oficial por cá.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.