Quantcast
PplWare Mobile

QuadRooter: As falhas que afectam 900 milhões de Androids

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. aqui. says:

    “atacante apenas tem de conseguir que o utilizador instale uma app com software malicioso “

  2. Mylittlelife says:

    O meu tem Exynos, tudo controlado.

  3. RenatoNismo says:

    scanned and no single problem.

    afecta 900 milhões, mas quanta percentagem um idiota vai instalar uma aplicação suspeita ? 0,01% dos ifans de propósito para depois virem dizer que o android só saca malwares e que o ios não têm nada, nem ataques hacking, ao icloud, roubos de dinheiro do paypal, nem nada do género LOL

  4. MiguelDias says:

    Infecta quem saca aplicações manhosas…
    No meu smartphone só tenho 4 ou 5 aplicações que uso diariamente para o trabalho, e não preciso de mais nada!

  5. Pirata says:

    Dos Samsung Galaxy S7 e S7 Edge só 10% são afectados, no entanto, nada dizem no artigo. 90% dos S7 e S7 Edge são internacionais ou seja com Exynos.

  6. Pablo says:

    e eu a pensar que a mediatek é que era uma porcaria…

  7. me and me says:

    nao entendi porque so os SoC qualcom sao afectados…

    nao sei porque dizem que é uma falha grave.. se o utilizador tem de instalar a app no dispositivo nao é falha, é sim um malware… mas isto digo eu que nao entendo nada disto.

    se instalar apps a partir da loja como 99% das pessoas fazem, tranquilo.. digo eu

    • Balmer says:

      De acordo com o que foi investigado, o que diz é que a App não precisa de permissões especificas, logo podia ser algo injectado em qualquer outra aplicação das toneladas que tens na App store. Se a aplicação ganha um bocadinho de tração nos downloads e começa a crescer ao olho publico, está feito. Com tanto lixo que as pessoas puxam por puxar, nem é preciso fazer nada particularmente interessante. Até pode ser alguma aplicação popular que já exista, metem um nome parecido para tentar eludir pessoas que estão a usar a pesquisa.

      “se instalar apps a partir da loja como 99% das pessoas fazem, tranquilo.. digo eu”

      Dizes mal, como já foi provado inumeras vezes. E o problema até nem é quem realmente puxa aquela meia duzia de aplicações que se conhece, precisa, e sabe o que está a puxar; mas tens grande parte da população a baixar tudo o que lhe aparece pela frente. Olha aquelas apps que o icone na app store é o telemóvel a projectar um holograma… repara só na quantidade de pessoas a comentar com uma estrela a dizer que “Não funciona, não mostra holograma nenhum”.
      Há muitos utilizadores mais do que suceptiveis a ser enganados, e quando nem root é preciso é de facto algo muito critico.

    • Antwin says:

      só são os SoC da Qualcomm porque a falha é nas drivers da Qualcomm
      A falha é grave por aquilo que permite fazer. Instalar uma app é um exemplo de como pode ser aproveitada, não te garantem que é a única forma. Seguindo o exemplo de outros casos alguém com imaginação poderá aproveitar agrupar a outras falhas para outra forma de distribuição.
      Mesmo na instalação de aplicações aparecem de vez em quando apps insuspeitas com malware, até em lojas oficiais, o risco não é zero.

      • me and me says:

        entao nao é uma falha do android, é uma falha de drivers… era isso que queria entender.

        • Antwin says:

          as drivers fazem parte do Android, são essenciais para o seu funcionamento. O que poderias talvez dizer é que a falha não foi por responsabilidade da Google

          • me and me says:

            falha continua a nao ser do android.
            eu sei o que é um driver. o driver nao faz parte do SO, mas é essencial para o correcto funcionamento do hardware.
            se o driver tem um problema, o que o SO tem a ver com isso? quem fez o driver é que tem de saber o que faz.

          • Antwin says:

            estas drivers fazem parte do SO, estão no seu kernel com todos os privilégios e são essenciais para o funcionamento do software.
            Poder ser da responsabilidade da Qualcomm não nega que faz parte do sistema operativo.

          • JT says:

            Drivers fazem parte do SO, não são uma coisa à parte. Mesmo que sejam módulos do kernel, são um componente do SO, tal como o escalonador, suporte a sistemas de ficheiros, etc…correm com o mesmo privilégio que o kernel no cpu.

  8. D!s0rd3r says:

    Pelo teste efetuado também estou tranquilo 🙂

  9. PGinTheHouse says:

    Creio que qualquer pessoa percebe que esta falha, é uma falha de hardware e não de software. O android não é para aqui chamado nem a falha está no android.
    Acontece que os equipamentos que usam SoCs da qualcomm, tipicamente correm Android.
    Pedro Pinto estes títulos sensacionalistas são giros mas não servem o vosso objectivo primordial que deveria de ser informar com rigor e transparência.
    Por falar em transparência… será que esta não noticia está relacionada com o anuncio da apple de substituir chips da qualcomm pelos da intel no próximo iPhone ? (atenção aos mais desatentos, eu disse chips e não SoCs)

    • Anónimo says:

      Não é uma falha de hardware, é sim uma falha nos drivers (que são software).
      O Android é para aqui chamado porque, ao ser inicialmente afectado e não haver um suporte real com actualizações atempadas das ROMs, estes drivers vulneráveis vão ser perpetuamente usados pela grande maioria dos dispositivos afectados.

      • me and me says:

        se é driver nao é problema do android, mas do driver.
        a google nao tem de fornecer actualizaçoes para resolver isto pq foi um driver de 3ºs que deu raia.
        dai a MS usar drivers assinados digitalmente para garantir que nao ha tangas destas

        • Antwin says:

          estas drivers são parte integrante do Android dos aparelhos afectados, por isso são falhas no Android.
          Drivers serem ou não assinadas não tem nada a ver com isto.

          • me and me says:

            entao se um SO tiver a correr no seu kernel drivers manhosos de terceiros, a culpa é do SO e nao de quem desenvolve os drivers….

            isto chama-se chutar para canto. é um problema de driver, nao de falha de segurança na forma como o SO foi desenvolvido

          • bola says:

            Sim porque das 2 uma ou a google certificou o driver pu não protege nessa camada a informação, por isso sim é do SO a responsabilidade.

          • Antwin says:

            são parte do kernel original, logo parte do SO.

        • Anónimo says:

          “Não tem” mas já o fez! (está no ultimo Nexus Security Bulletin)
          A parte irónica é que, apesar da Google (em conjunto com a Qualcomm) já terem corrigido o problema nos repositórios do Android, os fabricantes não actualizam nem querem saber.

          Não comparar o sistema da Microsoft ao Linux/Android, não tem nada a haver.

          • me and me says:

            nao comparar pq? um driver é um driver, nao interessa a plataforma onde ele vai “correr”.

            a falha é grave, mas nada tem a ver com android, mas sim com o driver desenvolvido para ele… penso eu… e posso estar mt errado.

            se isto fosse com outro SO a culpa era de quem? se isto é um driver de 3ºs nao faz sentido ser culpa do SO, mas sim do fabricante que fez caca da grossa

          • Anónimo says:

            Interessa quando é um sistema embutido (como o Android) e o driver está integrado no código do sistema. Não é algo que possas mudar quando te apetece (como nos sistemas da MS a que comparas), vais encontrá-lo no repositório da Google onde se encontra o código do Android e para o mudares vais ter de recompilar partes do Android.

            Quando foi a última vez que recompilaste o Windows para actualizar um driver?

          • me and me says:

            ok esta embutido no SO… mas foi por culpa do SO que isto aconteceu?
            o driver é culpado. se tens de recompilar tudo para poderes fazer um update de driver, isso é outra coisa. isto nao é uma falha do android. por muito que queiram fazer parecer nao o é.
            a falha está no codigo do driver, nao no codigo do android. se fosse do android este problema estava em todos os equipamentos independente do SoC. penso eu.. posso estar errado

          • Antwin says:

            @ me and me, e tu a dar-lhe!
            Experimenta correr um sistema operativo sem qualquer tipo de driver e vê o que acontece.
            Vê o que é que faz parte da definição de Sistema Operativo.

          • me and me says:

            @Antwin eu a dar-lhe?

            eu sei o que é um SO. e sim tens de ter drivers… mas não é porque o driver esta embutido no kernel que o problema é do SO.

            o código com com as falhas de segurança são do driver. agora se tens de recompilar tudo para fazeres um update do driver isso é outra questão. o código do driver tem problemas, não o código do SO. dai só o SoC da qualcom ser afectado.. não TODOS os equipamentos android independentemente do SoC.

            é aqui onde quero chegar. o android não é perfeito, todos nos sabemos. mas isto não foi culpa do anidro em si… se este driver fosse usado noutro SO sem ser android iríamos ter o mesmo problema (eu sei que o driver em questão provavelmente não é transversal para vários SO).

          • Antwin says:

            @ me and me, não me parece que saibas o que é um sistema operativo, quando vens dizer que algo não é sistema operativo mas faz parte do kernel, ainda com mais relevância quando a ausência destes drivers tornaria o sistema inoperacional.
            Vai ver quais são os componentes descritos para diversos sistema operativos e vê se não aparecem lá drivers.

            As drivers são feitas à medida do kernel. Não podes usar as mesmas drivers no Windows, Linux, Mac, etc.
            Pela tua conversa ainda vais dizer que o kernel não é do sistema operativo porque pode existir noutros sistemas não Android.

          • me and me says:

            @Antwin vou explicar de outra forma,

            porque razão não afecta todos os SoC mediatek por exemplo?

            já sei, porque não usam o driver com as falhas de segurança aqui exploradas…

            simples não?

            o que estou a dizer é que o problema está no driver, não no SO.
            o android nem necessita desse driver da qualcom para funcionar, desde que corra em cima de outro SoC ou noutra arquitectura como x86…
            por isso digo que o problema está no driver.. não na forma de como o SO foi concebido.

            apenas estou a dizer isto. culpem o android por usar o driver manhoso, mas nao digam que a falha é integrante do android

          • Antwin says:

            @ me and me, é essa a natureza de muitas drivers, estão ligadas a hardware específico, mas isso nunca será um critério para dizer que não fazem parte do sistema operativo.
            O Android necessita dessa driver para funcionar naquele hardware, faz assim tanta confusão para ti?
            Já viste o ridículo a que pode chegar a tua linha de raciocínio? Chegarias à conclusão que o kernel e muitos outras partes do sistema não são do SO só porque variam segundo a arquitectura do processador (código e compilação diferentes).
            Expandindo o raciocínio qualquer parte não essencial do sistema operativo poderias dizer que não faz parte do sistema operativo porque nalgum aparelho isso não é usado, como por exemplo suporte para determinado sistema de ficheiros – os aparelhos Android não usam todos o mesmo sistema de ficheiros, etc, etc

      • PGinTheHouse says:

        Sabes o que é a trustzone na arquitectura ARM ? Aprende e depois falas.
        E sim, o Android não é para aqui chamado!

        • Antwin says:

          sabes a descrição destas falhas?

        • Anónimo says:

          Também sei jogar esse jogo:

          Sabes o que é o Kernel do hospedeiro? Aprende e depois falas.
          E sim, o Android é para aqui chamado!

          • Antwin says:

            as falhas nem sequer têm nada a ver com o trustzone, por isso nem sabe bem qual é o jogo dele

          • Anónimo says:

            O jogo dele é simples, leu a “brochura” do trustzone (tal como podia ter lido dos Intel VTs e AMD-Vs) mas falha redondamente em compreender que continua a ser o SO “hospedeiro” que comanda essas tecnologias (no hardware) e não o contrário.

    • Antwin says:

      a falha é no software, não no hardware! São falhas nos drivers da Qualcomm que estão instalados no kernel do Android em equipamentos com SoC da Qualcomm.
      Os rumores falam que o iPhone 7 pode usar a baseband da Intel, mas que deverá continuar a haver modelos com baseband da Qualcomm. Não tem qualquer relação com isto, não só é um rumor com muitos meses, como o software não tem nada a ver um com o outro.

    • KURT says:

      É mais ou menos, a questão aqui é que a falha é realmente no software uma vez que se trata de uma falha nas drivers e não é por ser responsabilidade da Qualcomm que passa a ser uma falha de hardware uma vez que o fabricante é que fornece o software para o seu hardware.
      Se quisermos atribuir responsabilidades temos de dividir pelas duas partes, pela Qualcomm uma vez que permitiu tudo isto e ao Android uma vez que tem a responsabilidade de aplicar os security patches que por acaso até já foram enviados pela Qualcomm, ainda este mês saiu um security patch e não incluíram estas vulnerabilidades.

  10. chicosoft says:

    Xperia Z3 dual… Tem isso, pelo menos acusou…

  11. Brasão SS says:

    Your device is affected by the following vulnerabilities:
    • Vulnerable to (CVE-2016-2059)
    • Vulnerable to (CVE-2016-2504)
    • Vulnerable to (CVE-2016-2503)
    • Vulnerable to (CVE-2016-5340)

    Por aqui um já tem!

    Le 1 Pro
    Vamos ver os outros
    🙂

  12. Nitroglycérine says:

    Instalei no meu I4. Corri a app.
    Resultado:
    Your device is affected by the following vulnerabilities:
    – Vulnerable to (CVE-2016-2059)
    – Vulnerable to (CVE-2016-2504)
    – Vulnerable to (CVE-2016-2503)
    – Vulnerable to (CVE-2016-2340)
    E agosra, que tipo de medicina devo utilizar para curar o brinquedo?!

    • KURT says:

      Basicamente ter cuidado com o que instalas no smartphone, principalmente APK de terceiros, utilizares apenas redes Wi-Fi que conheças bem, esperar pelos security patches e manter o teu equipamento sempre actualizado.

  13. AlexX says:

    Enquanto não houver bicho que se multiplique pelos contactos e inutilize todos os android no mundo em menos de 6h, também não haver problemo. O Stagefright prometia muitos estragos porque bastava receber um mms mas bem haja que se ficou pelas promessas. Este quadrooter não promete nada a não ser que o utilizador consinta e isso anula as preocupações.

  14. TOM says:

    Cuidado, caros humanos, todos vocês estão vulneráveis a inúmeros vírus mortais! E agora? Há quem não saiba o que significa vulnerabilidade…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.