Quantcast
PplWare Mobile

Google quer que a Samsung pare de usar a Bixby e passe a usar o Assistant

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. António Macedo says:

    Por favor, sim1 Tudo menos o Bixby!

  2. Douglas Charles Cunha says:

    O Google Assistente está parado no tempo. Até hoje a conversa contínua só funciona em inglês, isso há longos 2 anos. Quando chegará para o resto do mundo?

    • Woot! says:

      E o que é que isso interessa? É muito mais importante fazer chegar o português ao Google Home, Home Mini e todos os outros dispositivos. As funções básicas em todas as línguas são o mais importante. Conversas contínuas é o futuro mas não é o mais importante neste momento, há muitas outras coisas que a Google tem de resolver no assistant antes de implementar as conversas contínuas noutras línguas.

      Parado no tempo eu não diria porque continua a ser e melhor assistente pelo menos para o português.

      • Douglas Charles Cunha says:

        Mas o home já funciona em português. Funções básicas já tem até em línguas mortas.
        Toda hora ter que falar “ok, Google” para executar um comando para mim é um atraso. Só quem já usou o conversa contínua sabe o quão vantajoso é.
        É o melhor assistente porque o Google comprou a Api.Ai que tinha o melhor assistente já feito e que era melhor que o Google Assitente atual que até tirou recursos do serviço da Api.Ai.

  3. SC says:

    Depois dizem os gigantes que não limitam a concorrência…por mais que não se goste de um determinado serviço e sempre bom ter outras soluções.

  4. Fiu says:

    Ai quer? Ai os marotos! E agora? Vão chorar?

  5. Hugo Nabais says:

    Eu também quero!

  6. cK says:

    Qualquer assistente é completamente dispensável para o utilizador comum. Só pesa o sistema e só serve para extrair informações pessoais

  7. Venenino says:

    Espero mesmo que venha acontecer eu uso a Google Assistant , em português, para ligar e desligar as luz e funciona planamente. Já no S9+ da minha namorada teve que instalara a Google Assistant para mesma função porque a interligação da bixby com os smart switch não e das melhores e limitada em termos de marcas como outras funções e idioma.
    Mas também já não era mau se fosse possível escolher qual assistente usar no smartphone samsung.

    • EDPRR says:

      Se acha que acender e apagar as luzes com o smartphone é espetacular, quero ver quando descobrir que existe um interruptor na parede ! UAU ! Magia ! Um gajo carrega num botão e a luz acende, carrega outra vez e a luz apaga ! E existem variador que modificam a intensidade da luz, pode ficar mais brilhante ou reduzir e ficar menos intenso. A sério ! Eu nem sei como as pessoas acendiam as luzes antes dos smartphones … deviam viver nas cavernas. Agora a sério. Você vai morrer de fome no dia em que não houver wifi …. vai ficar a olhar para o assistant e a pensar “e agora, como é que eu vou comer ?”

      • Woot! says:

        Também uso para acender e apagar luzes e é muito mais cómodo óbvio que não em substituição do botão. No meu caso tenho o botão na mesma (da Philips) e posso usar o botão a assistente. O mesmo com os estores e a vantagem óbviamente que não é apenas acender e apagar mas sim automatiza-las. No meu caso tudo funciona com ou sem wi-fi. Não se perde funcionalidade nenhuma (a não ser o controlo remoto) quando o wi-fi vai abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.