PplWare Mobile

Vale a pena continuar? Sony praticamente não vai vender smartphones este ano


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. LushinK says:

    É com muita pena que vejo esta notícia.
    É uma marca que traz sempre inovação para o mercado e que passa sempre despercebida, isto porque não pratica os preços mais amigáveis e porque também não faz publicidade de jeito.
    Ando aqui com o meu XZ Premium com quase três anos de existência e continua a ser um excelente smartphone, sem perdas de performance ou algo do género, e ainda algo único para os dias de hoje.
    Espero que acordem de vez e pratiquem preços melhores e façam publicidade de jeito, se esta marca acaba no mundo dos Smartphones todas as outras marcas vão “sentir”.

  2. Manekas says:

    As marcas chinesas vão dar cabo disto tudo.

    • RPG says:

      Tão fácil que é meter a culpa em terceiros lol…

      • Joao says:

        É a pura verdade. As empresas na china têm apoios do estado. Aqui é ao contrario, tem impostos em cima de impostos e se tiveres lucro mais impostos. Depois os custos lá são baixos e como o mercado interno é mais e 1 mil milhão ter margens pequenas é possível ter lucros enormes. A Europa nem o resto do mundo consegue competir com isso. Se não metem impostos sobre os seus produtos daqui a 3 anos só a Samsung vende fora da China. Isto sem contar com a apple que tem o ecossistema só dele e a Google tem dinheiro para gastar.

        • Milhais says:

          Voces e que gostam de falar sem saber. O Japão como todos os países também protege os seus interesses. As marcas japoneses também sao obrigados a usar produtos japoneses. Dou o exemplo de duas industrias onde marcas estrangeiras muito dificilmente entram, o caso da industria do plástico e dos semi condutores, no Japao. E mais mesmo fora do Japao as empresas japoneses usam marcas tendem a usar maquinaria Japonesas.

        • Carlos Fernandes says:

          …. mau mas não foi o walfare state que criou a divida externa, mas não é a mão Livre do mercado que deve ajustar os preços, mas o não é o privado que faz melhor???… neoliberalismo onde andas.

      • ze says:

        Es burro ou fazes te?

    • Luís Pacheco says:

      A culpa é da Sony. Se não a Samsung não Vendia…entao que dizer da Apple. Por isso dizer que a culpa é dos chineses é como dizer “dantes é que era”…

    • Hugo says:

      Completamente!

  3. Radamel says:

    A receita parece ser conhecida: android one, com preços competitivos e uma ou outra feature diferenciadora, com foco principal na fotografia. basta isso para fazer uma retoma em força.

  4. Jota says:

    Se a tendência dos quantos quadrados continuar a ir para a frente (coisa que eu não gosto) como é o caso dos últimos galaxy, os smartphones Sony têm tudo para dar um salto, porque os seus smartphones sempre tiveram os cantos quadrados. Portante foi um tiro nos pés os cantos quadrados, agora que a tendência parece estar a ir nesse sentido, seria outro tiro nos pés desistir!

  5. Radamel says:

    Acabei de fazer pesquisa online acerca de smartphones android sony e o que me apareceu foi deprimente, em termos preçoes e caracteristicas. Assim, não há milagres.

  6. Bruno Fernandes says:

    O grande problema da marca foi continuar a manter um valor elevado nos seus telemóveis e não se ir ajustando ao que o mercado estava a à procura. Podem até ser telemóveis com boas caracteristicas, mas pediam grandes valores por telemóveis que não tinha os últimos processadores do mercado, todas as marcas reduzir as margens do ecrâ e os Sony sempre com grandes margens. Isto são algumas coisas que faz com que deixem de ser escolha. Espero que continuem para o bem do mercado dos Smartphones, mas acho que tem de se adaptar mais.

  7. joao says:

    Nao é só nos smartphones. No mercado das TV’s a situação deve ser semelhante. Tudo começou ha uns 10 anos com a afirmação da LG, mas especialmente da Samsung. Provavelmente por terem acesso a mão de obra qualificada mais barata, começaram a dar ao mercado produtos com uma qualidade de imagem e specs bem superiores à Sony, por um preço substancialmente inferior. A isso acresceu uma politica de marketing forte que fez e faz uso das redes sociais. A Sony em contrapartida parece amorfa, envelhecida, sem capacidade de se adaptar e ou cuida bem do seu segmento gaming e music, ou a médio longo prazo corre o risco de desaparecer.

  8. Fabio Costa says:

    Xperia 1 aqui, mas na verdade os telemóveis são caros, e o pessoal quer é trocar de telemóvel todos os anos e os preços Sony não dão para isso

  9. aadr says:

    a sony encheu os telemoveis com uma quantidade de crapware incrivel que nada funcionava “como deve ser”
    uns anos atras mexi num xperia topo de gama, e uma tarefas simples como apagar uma foto era uma coisa irritante o mais irritante depois de 3 ou 4 passos nos menus , a foto não conseguia apagar …. como e costuma dizer … “não tenho pena mesmo nenhuma deles “…. fizeram a cama onde se vão deitar ..

  10. Realista says:

    Eu não me importava de ter um Sony, mas os preços são quase o dobro da concorrência…

    • Jorge Rodrigues says:

      Onde foste inventar essa teoria?
      O Xperia 1 não é assim tão diferente de um Samsung S10 ou Huawei P30 Pro, a não ser que queiras o Xperia 1 a preço de média gama que não o é de todo.
      O que eu acredito é, eu queria ter um Sony mas é mais barato ter um Iphone ou Galaxy S com 1 ou 2 anos.

    • maxgiger says:

      quase o dobro? não estas a ver os preços. Os modelos da Sony em termos de preços nao são assim tão diferentes. o problema de muito pessoal é querer seguir as “modinhas”. Se o amigo tem Samsung, também tenho de ter Samsung. Ou entao aquela desculpa das bordas enormes!! è a tipica desculpa de pessoal que nunca teve o telefone a frente e procura milimetros entre modelos.
      Aqui em Portugal pouco ves a marca e pelo que dizem por ai, pela Europa fora tambem nao se vê muito a venda. Se tivessem mais publicidade a historia seria outra…mas enfim….

  11. nomadewolf says:

    Ponham-me à frente da equipa da desenvolvimento que eu dou a volta a isto em 5 anos!
    – Disponibilizar código fonte completo, incluindo drivers (desenvolver se for preciso)
    – Oferecer opção em metal em vez desta porcaria de vidro…
    – Jack para headphones
    – Publicidade de jeito
    – Enviar amostras grátis aos reviewers
    – Lançamento em Novembro, com quantidades para a febre do natal
    – Investir em funcionalidades que não existam, em vez de reinventar o interface
    – Não lançar telefones com uma ou outra característica claramente abaixo dos topos de gama da concorrência (o Xpearia 1 tem bateria de 3000mah enquanto que há concorrentes que ultrapassam os 4000…)
    – Não pode ter características inferiores e ser mais caro!!!
    – Garantir que o telefone está em exposição nas maiores lojas (tipo Fnac) nem que tenha de oferecer a primeira unidade…

    • Bored says:

      Duvido que lá no Japão conheçam a fnac. Duvido mais ainda que saibas o que estás a dizer. Propor alguns aspetos que nós pensamos que irão resultar, é simples..chegar lá e competir diretamente com as maiores empresas do planeta neste mundo dos smartphones, é que já não é para qualquer um.
      A minha questão é: acreditas mesmo no que acabaste de afirmar?

    • Luís Pacheco says:

      Lá os engenheiros são todos burros… Manda o CV, estão sempre a meter. É muito fácil ser treinador de bancada.
      https://www.sony.net/SonyInfo/Careers/

  12. Luis Santos says:

    Vai acontecer á sony o que aconteceu á sanyo.

  13. Hugo Seabra says:

    Boas, desde o meu ultimo Nokia que foi o 5800 mudei para a Sony na altura ainda sony ericsson e desde então até hoje sempre tive sony o meu actual é um xperia XZ3. Tenho pena da noticia e no meu ponto de vista e utilizador da marca acho que eles não são compreendidos ou que talvez não tenham usado bem o marketing. Posso dizer a todos que por experiencia própria os meus sony tiveram sempre uma duração superior a Iphone e Samsung ainda disponho do meu sony ericsson x8 e quando o ligo ele funciona normalmente sem problemas de bateria ou algo do género, por outro lado comparando com o o iphone 4 e samsung S2 de duas pessoas conhecidas é para esquecer, a bateria ja nao dura por exemplo. Em nenhum dos Sony que tive (X8/Arc S/Z/Z3/XZ/XZ3) nenhum tive problemas de bateria, resistência de materiais e memoria. Funcionando todos eles fluidos e com a autonomia como se origem tivesse, pelo contrario as vezes perguntava por que o samsung faz isto e o sony não eles estão a ficar para trás? E é verdade apenas se tratar de marketing bem feito pela samsung, mas na finalidade não usamos quase porra nenhuma das tretas novas que eles metem (quantos usam frequentemente as fotografias 3D?) então tirando muito desse software inútil que só serve para ocupar espaço e iludir as pessoas a comprarem o que fica? quando olhamos para os specs ai são todos iguais havendo diferença no ecrã ou pequenas outras coisas. Para terminar , fico triste porque o que dava de valor a eles (Sony) era a durabilidade e neste momento não vejo outro smartphone para competir com isso

    • Bored says:

      O problema é que os consumidores não precisam compreender as marcas, elas é que têm de se adaptar ao que o consumidor quer. O atual consumidor de smartphones não quer ter o mesmo equipamento durante 10 anos, quer trocar a cada 2/4 anos (nem toda a gente como é óbvio, mas a maioria). Nesse aspeto, as marcas emergentes (principalmente chinesas) estão a trabalhar muito bem. Fazem equipamentos baratos e com specs de topo.
      Porque haveria eu de fazer um esforço para compreender a Sony e gastar 900€ num telemóvel, se a Xiaomi, por exemplo, oferece o mesmo ou ainda mais num equipamento de 350€?? Eu não preciso que dure 5 anos (certamente durará), eu (como amante de tecnologias) preciso é poder trocar frequentemente sem perder muito dinheiro e andar sempre com equipamentos de topo..

      • Hugo Seabra says:

        Em certos pontos estou de acordo contigo como o de nao dar muito dinheiro a quem pensa em trocar de x em x anos e sim de acordo tambem que o specs hoje em dia sao iguais , mas outros discordo. nao penso que o Xiaomi tenha o mesmo nivel de qualidade de acabamentos que o sony, posso estár agora enganado mas o ultimo que peguei nao era assim tao bom e depois fica a pergunta e como “digo posso estar enganado”, mas quando tenho um problema preciso de o mandar para fora do pais para reparar? e ficar semanas a espera? aqui é quase como, compro um renault 1,5 diesel ou compro um mercedes 1,5 diesel em ambos o motor é o mesmo mas ambos tem precos diferentes

        • Bored says:

          Nunca tive um Sony de facto, não posso comparar qualidade de construção, mas o mi9 deixa me muito satisfeito e na realidade não preciso de muito melhor. Depois depende dos gostos/interesses de cada um.
          E a nível de reparações, grande parte das lojas que os vendem, já conseguem reparar. Dou te o meu exemplo que comprei na Ptelemoveis (propaganda aparte) e eles próprios fazem reparação a todas as marcas que vendem.

          • Hugo Seabra says:

            E mais uma vez de acordo contigo e pondo o meu lado sony de parte, essas marcas a comecarem a ter mais visibilidade a qualidade tambem vem junto. Por exemplo tenho um familiar que tem um Honor 9 e sou sincero o telemovel é espetacular apenas alguns promonores no software que nao gostei mas preco/qualidade é muito e como tu tambem dizes so custou 300€ e a nivel de specs para quem é , é mais que suficiente

  14. Rui Esteves says:

    o meu Xperia morreu na semana passada. Tinha 3 anos. Funcionou bem (claro que com actualizações moderadas) até à véspera. Diagnóstico: motherboard. Não compensa reparar. 🙁

  15. Antonio Nunes says:

    A robustez do meu Xperia XZ2 Compact foi posta à prova há dias quando tive um acidente de bicicleta. Na queda o telemóvel saltou do meu bolso e caiu no asfalto. Nem um risco no ecrã, nem qualquer problema de funcionamento (ao contrário do dono que ficou com algumas mazelas). Era bom que a Sony continuasse a apostar nos telemóveis “compactos”.

  16. golo says:

    a Sony já deu o que tinha a dar há muitos anos, não só em smartphones, mas nas mais diversas áreas onde está inserida, não está ao nível da concorrência.

  17. George Orwell says:

    Nos anos 80, a era dos “Black Triniton”, “Walkman”, “Betamax”, a Sony era a marca global da excelência electrónica e o sinal indiscutível da superior vitalidade do milagre japonês.

    Tanto que até lhe proporcionou comprar estúdios e catálogos de Hollywood além de editoras e catálogos de música americana e internacional.
    Ou seja, tinha tudo para dar certo.

    Porém, faltava-lhe algo e não era Ferrero Rocher . Faltava-lhe um Steve Jobs que, não tendo nada disto e, partindo do zero, veio trazer a revolução dos iPod, iTunes, iPad, iPhone etc., ou seja, os “Walkman” do sec. XXI que o público pedia mas que a Sony parecia não enxergar.

    Consta que a grande diferença ente o modelo de gestão da Apple e o da Sony era o facto de esta assentar em departamentos quase estanques que chegavam a competir entre si ao passo que a Apple assentava na ditadura intuitiva, criativa e de “design” de Steve Jobs que aparecia sempre, no “timing” certo, adivinhando o que o público estava pedindo e promovendo a próxima revolução.

    Moral da história : mais importante que a inovação é a INTUIÇÃO, coisa que Jobs explorava até à exaustão mas que faltou aos japoneses da Sony.

    Lamento imenso, a área informática da Sony está defunta e os seus smartphones já estão de luto, as Tvs arriscam-se a serem varridas pelas marcas sul-coreanas e chinesas, e os estúdios papados pelo gigante papa-tudo que é Disney e com isto perde-se um ícone histórico que fez parte da nossa memória e inundou de magia as duas últimas duas décadas do século XX.

    Ao “it’s a Sony” pode seguir-se “it was a Sony” e o mundo não ganha muito com isso.

    • Hugo Seabra says:

      Estou de acordo contigo, e inflizmente parece que o termo “para tudo tem um fim ” vai se aplicar aqui, parece que a sony nao quis aprender com a historia (erros ) da Nokia

  18. Kan says:

    Sony ja deveria ter desaparecido do mercado mundial e ficado so no ps da vida. Tvs dela eram otimas, smartphones nem tanto, e ai fica nesse mato sem cachorro.

    eu nao arrisco nem em oferta sony, asus, lenovo. Aqui no Brasil a sony vendeu a divisao dela de notebooks para POSITIVO uma empresa ruim e pessima de informatica, mas que nao xingo ela pq graças a ela e os pcs positivos eu comprei minha casa, meu carro, e montei uma empresa de t.i, tudo gracas ao enormes defeitos da positivo.

    Mas eu nao arrisco, e sony leia meu comentario, desiste e fica so no PS da vida. e pronto!

  19. Rui says:

    É muito triste ao fim destes anos ver as maiores marcas de telemóveis/smartphones desaparecerem!

    No início deste milénio se alguém dissese que a Nokia e a Sony (Sony/Eriksson, sendo que esta última foi a 2ª maior do mundo só atrás da Nokia) íam desaparecer do mercado de telemóveis em menos de 20 anos, eu próprio dizia que que essa pessoa só podia estar maluca!!!!!!!

  20. Tipsy says:

    É com muita pena que leio isto,
    Há anos que só utilizo smartphones Sony. Desde o Xperia U, passando pelo M2, M5 e agora o XZ3.
    São smartphones robustos, com qualidade de construção e com uma das melhores adaptações ao SO da Android.
    O problema da Sony é mesmo o atraso na apresentação das tecnologias.
    Por exemplo, o XZ3 , foi o smartphone com o melhor ecrã de 2018, 4K com HDR nativo. Com apenas 4Gb de RAM mas super optimizado, excelente construção, excelente câmara, excelente no desempenho e experiência. O problema é o resto…
    Quando todas as marcas tentam acabar com as bordas superior e inferior, a Sony espeta com bordas aceitáveis em 2015/2016.
    Quando as marcas começam a apostar em sensores de impressão digital embutidos no ecrã e reconhecimento facial, a Sony vem sem a opção do reconhecimento facial e com sensores de impressão muito bons, mas desactualizados (na traseira, na lateral).
    A estratégia da Sony é nichos. O problema é que, na área das tecnologias, as pessoas querem cada vez mais. Mais tecnologia, mais diferenciação, mais publicidade. A Sony estagnou, nestes aspectos.
    E com esta estratégia, estão a morrer…

    É pena, pois têm a experiência, a qualidade e as tecnologias no mercado, no entanto, preferem ser diferentes, mas para pior…

    Quanto aos preços, paguei 700€ pelo XZ3, que a meu ver compensava mais que os 1000 e picos do Galaxy S9 e Mate 20 Pro, mas tendo o One Plus 6 Pro a menos, e com mais tecnologia em praticamente tudo.
    Usei Sony Vaio durante 10 anos (o mesmo portátil, utilizando Photoshop e Illustrator com regularidade), tive de abdicar.
    Em princípio terei de abdicar também da TV, pois para a PS5 cheira-me que terei de escolher outra marca.
    Para o smartphone, a mesma coisa…

    É triste…

  21. Hugo Seabra says:

    E mais uma vez de acordo contigo e pondo o meu lado sony de parte, essas marcas a comecarem a ter mais visibilidade a qualidade tambem vem junto. Por exemplo tenho um familiar que tem um Honor 9 e sou sincero o telemovel é espetacular apenas alguns promonores no software que nao gostei mas preco/qualidade é muito e como tu tambem dizes so custou 300€ e a nivel de specs para quem é , é mais que suficiente

  22. Renato Nismo says:

    sony lançava topo de gama a cada 6 meses
    muitos telemóveis baixa e média gama com specs inferior e mais caro que concorrência
    suporte de actualizações sempre foi das piores
    avaria frequente como motherboard..

    estive quase a comprar o Xperia U na altura.. mas ainda bem que desisti da ideia, foi cancelado o novo android que estava a ser desenvolvido, morreu ainda com o mesmo android que tinha algum bug sem solução e pelo cpu já era obsoleto e sem source para custom.

    era este o resumo da maioria dos telemóveis da sony.

  23. rgj says:

    Tenho pena que assim seja.. Aqui o meu velhinho Z2 ainda rola satisfatoriamente, apesar de já se notar o peso dos anos. Apesar de tudo, tenho que admitir que em alguns aspectos a Sony não evoluiu o que o mercado exige!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.