PplWare Mobile

Utilizadores Android tenham muito cuidado! Eis 24 apps maliciosas e com alguns segredos


Autor: Pedro Simões


  1. André says:

    Mais limpezas? Não tarda está a loja limpa, pelo menos a ASAE não pode reclamar

  2. David Guerreiro says:

    E que tal a Google eliminar também dos smartphones essas aplicações? Nem todos têm acesso a informação acerca de apps maliciosas.

  3. Antunes says:

    Este tipo de artigo já cansa..

  4. Íngreme says:

    Definitivamente Google e China não se misturam. Só que há aqui uma coisa: há esta preocupação (fundamentada) relacionada com a usurpação de informação pessoal através de software desenvolvido na China, um país onde o Google foi banido (sendo no entanto o software disponibilzado na Play Store), enquanto paralelamente o utilizador fornece à Google tudo o que a empresa lhe solicita para poder usar os seus serviços mais o que a empresa saca sem conhecimento do utilizador, e aí aparentemente não há qualquer crise.
    Quanto às permissões, é uma questão de o utilizador aceitar ou não as permissões que lhe são solicitadas durante a instalação e utilização das aplicações e de autorizar ou não o acesso às redes através das configurações do próprio Android. Por exemplo, não faz sentido uma aplicação para editar imagens ou tirar fotografias pedir acesso aos contactos. Se não funcionar sem esta permissão, é só desinstalar e procurar alternativas.
    O problema é que muita gente não faz a mínima ideia do que é isto das permissões e aceita tudo. E aí falha novamente a Play Store ao não escrutinar devidamente o que é lá disponibilizado.

  5. Asdrubal says:

    Limpam 10, aparecem 1000.
    Play Store = Infestação total de malware.

    100M de downloads, deve ser seguro…
    Ainda me assustei com aquele soccer, mas não é o soccer stars… 😉

  6. andregoms says:

    Concordo com este tipo de limpeza e ser-mos informados sobre tal.
    No entanto penso que a própria Google devia permitir ao utilizador remover algumas APPs próprias que supostamente são de sistema e que nunca usamos.

    • Íngreme says:

      Penso que é possível fazer isso, já que por exemplo quando se compra uma aplicação e se pede o reembolso automático no prazo de duas horas por qualquer motivo, se essa aplicação estiver instalada noutro dispositivo com a mesma conta, é removida automaticamente. Portanto não seria demais a Google, já que sabe da vida de cada um melhor do que a própria pessoa, perante uma situação destas disponibilizar uma notificação onde fosse possível ao utilizador aceitar a recomendação e fazer a desinstalação automática, ou manter a aplicação em causa por sua conta e risco.
      Para o caso que colocou de desinstalar certas aplicações que vêm pré instaladas de fábrica, já foi publicado no Pplware um artigo onde se explica a forma de o fazer e onde se alerta também sobre o podencial risco de o fazer: https://pplware.sapo.pt/truques-dicas/remover-bloatware-android-sem-root/
      Atenção que neste artigo onde está ” -user 0″ deverá ser dois “sinais de menos” (hífen) e não um travessão antes de “user 0”.

  7. greego says:

    A pplware entrou na guerra EUA/ China…
    O Google Play apenas aloja aplicações?… Play store onde o lixo se mistura com o mais asséptico…

  8. Figueiredo says:

    Falta referir as aplicações da empresa privada de espionagem «Facebook», nomeadamente as «app»: «Facebook», «Instagram», «Messenger», «WhatsApp».

  9. Jose says:

    Falta nessa lista a sucata do Clash Royale, entre outros…

  10. David Paulo says:

    Que situação grave! Porque que o Google não aposta nos app não instalados nas lojas play store como os pés (progressive web app)?

  11. R. AHCOR says:

    PODEM PUBLICAR A LISTA DAS APLICAÇÕES EM CAUSA ?…
    Sem essa informação, o artigo vale zero!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.