PplWare Mobile

Presidente da Disney diz que “Hitler teria adorado as redes sociais”


Fonte: Variety

Editora no Pplware e psicóloga de profissão. Desde cedo que a tecnologia é uma paixão, interessando-se em particular com o impacto que esta tem na nossa vida e nos comportamentos que as pessoas adotam nas redes sociais.

Destaques PPLWARE

  1. Edexote says:

    Tem muita razão. As redes sociais não passam de um cancro da Humanidade que deve ser erradicado.

    • Rafael says:

      E deixar que apenas a grande mídia promova as informações para a população. Ahã… É exatamente isso que o Partido Socialista de Hitler promovia.

  2. Tim says:

    Esta completamente certo. As duas afirmacoes dele sao certissimas.

  3. Jo says:

    Com os SJW que andam prai, ele não durava 2 dias, entrava logo em depressão

  4. Z/OS says:

    Quem é o Hitler de que ele fala?

  5. Pintor says:

    Pois a liberdade de expressão somente interessa se for algo que eu concorde, se eu não gostar, concordar, ou achar ofensivo deve ser banido ou editado.

  6. Tiago Brito says:

    Cretino bilionário que quer silenciar quem critica a companhia poderosa onde ele é cabecilha. Disso sim o Hitler teria orgulho, tal como walt Disney, segundo consta.

    • Mateus Pinto says:

      Da mesma forma que tu queres ter opinião, ele também emitiu a opinião dele e fundamentou.

      As redes sociais estilo Facebook são uma fonte libertina de socialização, significa que quem a quiser para politizar ou recrutar pessoas para coisas más, tem porta aberta e acesso a milhões de pessoas. Assim como notícias falsas etc.

      Basta ver que se alguém vos quiser difamar e mentir sobre vocês, consegue fazer isso de maneira fácil e impune.

  7. MarioM says:

    A Disney essa empresa cujos filmes muito usam de subliminares

  8. BlackFerdyPT says:

    Que hipocrisia, da parte deste senhor…

    O Facebook até nazis tem por trás (da criação) do mesmo: http://www.rtve.es/alacarta/audios/radio/qui-hi-darrera-facebook/885357/

    E, fascista é ter o equivalente a um PIDE que anda numa praça pública a escutar as conversas dos vários grupos – e a dizer às pessoas: “Vocês não podem falar disto, disto ou daquilo.”

    Também,

    “Voz aos imbecis” é o que dão quase todas as esplanadas de café, neste país e não só – e não é por isso que se critica sequer a existência das mesmas.

    E, vindo a suposta preocupação com o dito “discurso de ódio” de pessoas pertencentes ao poder estabelecido, está-se mesmo a ver de que modo abusivo é que irá (e, aliás, já está a) ser tal pretexto usado para calar as pessoas.

    “Odeio o Salgado, por ter ele roubado as poupanças de um familiar meu.”

    > “Ah. Então? ‘Discurso de ódio’? Banido já desta rede social.”

    “Não posso com este grupo de imigrantes, que desde que cá está maioritariamente só faz é porcaria.”

    > “Então? Isso é ódio aos imigrantes. Banido também desta rede social.”

    Facebook: A rede onde não há espaço para a crítica social, ou real debate sobre assuntos sérios – e apenas para a pequena conversa, sem importância, ou então para regurgitar o que os média de massas nos dizem ser verdade.

  9. Joselito says:

    A televisão/mídia é q deu voz aos imbecis! Ele só atacou o lado em que ele não tem voz, para parecer Cult!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.