PplWare Mobile

Proxmox 5.4 – Plataforma de virtualização fantástica, poderosa e gratuita


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. m3mn0t says:

    Para quem usa….uma maravilha!!!! Sem duvida uma ferramenta magnifica 😉

  2. Devsys says:

    “…mas trouxe também uma nova vida à computação doméstica…” <– mas quem é que usa máquinas virtuais num contexto doméstico?
    E com que objectivo?

    • bill says:

      Eu. webserver

    • SL says:

      Por exemplo quem use linux e precise de correr windows, ou vice-versa

    • nuno says:

      eu, para testar aplicações!

    • Devsys says:

      @bill, um webserver que corras em casa não é uma utilização doméstica. As pessoas não profissionais de IT não sabem sequer o que um webserver, e são essas que têm uma utilização doméstica de um computador (portanto a tua utilização já não é propriamente doméstica).

      @SL, se usas o Windows, é porque achas este o SO mais adequado para ti, e no contexto doméstico (ou seja, de pessoa que nada tem a ver com IT), não estou a ver o que o Linux tem para lhe oferecer que não tenha no Windows. (Obviamente o Linux tem muito a oferecer, mesmo para pessoas como a minha mãe por exemplo, mas não será muito diferente do que ela já tem no Windows, será mais numa questão de custo, que é relevante)
      Se estiveres em Linux e precisares de correr algo no Windows, no contexto doméstico, fora jogos, não estou a ver que outro software que se use a nível doméstico. O exemplo muitas vezes dado, software da Adobe, ou AutoCAD, não é propriamente usado a nível doméstico, nunca vi familiar ou amigos meus a saberem sequer o que era o AutoCAD ou edição profissional de imagem. Já o exemplo do Office, já se pode usar no browser.

      Portanto, doméstico é diferente de profissional. Arrisco a dizer que mais de 99% da população que usa um computador, a nível doméstico, não faz ideia do que é uma máquina virtual, nem tem utilidade nenhuma tal bicho.

    • m3mn0t says:

      Entendo o teu ponto de vista mas….
      Eu por exemplo uso proxmox nos 2 mundos(profissional e domestico). Quem usa maquinas virtuais em casa? Por exemplo ….tenho containers de tudo a correr em proxmox, e sim para uso DOMESTICO! Exemplos? Dev station, open vpn, múltiplas maquinas virtuais para testes conceitos ou apps, sem nunca mexer no meu OS nativo. ftp servers etc etc etc.… e sim num contexto doméstico, porque é para uso pessoal..em casa!

    • Myller says:

      Eu, porque eu quero!

  3. SL says:

    O XCP-NG em conjunto com Xen Orchestra também é uma solução opensource bastante completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.