PplWare Mobile

Facebook enganou crianças para que gastassem dinheiro em jogos na rede social


Autor: Pedro Simões


  1. censo says:

    Crianças com dinheiro…e a culpa é do Facebook… enfim. Viva a estúpidificaçao da espécie.

    • Vítor M. says:

      Também é verdade que há culpa de parte a parte, sem dúvida, mas muitas vezes há que ter travão na forma como se envolvem as pessoas em esquemas.

      • Mike says:

        Exacto Vítor. Subscrevo. Mas 65 mil…?! Porra… Em quê?!? E que cartão era esse que o miúdo(a) usou que não tinha limites?! Quero um!!!

        • Vítor M. says:

          Pois, realmente, mas não é a primeira vez e há realidades (principalmente americanas) que nos ultrapassam. Não é à toa que há muita gente a querer acabar com o Facebook, porque sabe que o Facebook tem um poder incrível na sociedade atual e se sobrepõe ao poder institucional dos órgãos governativos de certos países, por isso há muita tentativa de arrumar com estes novos “agentes” de manilulação da consciência.

        • Fak says:

          vai aos USA que lá arranjas um cartão desses… não podes é falhar com o pagamento mensal, falhas congelam o crédito… e depois é procedimentos legais… não tens dinheiro vendem a tua casa, carro e outros pertences em leilão até pagares a totalidade… sendo os USA se calhar até vendem o teu cão à melhor oferta…

      • censo says:

        Vítor, como é que uma criança chega a este grau de envolvimento neste esquema? Há algo mal contado. Mas também é verdade que a realidade americana é muito sui generis: capazes de grandes realizações ao mesmo tempo que capazes da maior estupidez.

    • João says:

      A conta de facebook era dos pais. As crianças apenas jogavam lá. Basta ler a notícia. O dinheiro saía dos pais.

  2. André says:

    Já fechavam o Facebook de vez…

  3. Filipe says:

    Utilizando como exemplo uma situação cada vez mais frequente, então e os miúdos que vão a uma stream de alguém no twitch, roubam o cartão aos pais, fazem doações de 100 e 200€ de cada vez durante horas e depois quando os pais descobrem, vão pedir refund? Também é a twitch que enganou as crianças para que gastassem dinheiro?
    Este problema vem do facto de hoje em dia deixarem os miúdos fazerem tudo e lhes darem acesso a tudo.

    • Fak says:

      o problema do facebook é muito diferente do twitch, tenhas 13 anos (idade minima para te registares no FB) ou 99 anos, a publicidade nos jogos é a mesma…
      depois, não tem o simples controlo de verificar se a pessoa da conta FB é a titular do cartão do banco, nem isso fazem…
      não mandam um SMS com um codigo nem nada…

      enfim, como diz no artigo, lucro sem escrúpulos….

  4. Paulo Santos says:

    Não diga isso, ainda ofendes muita gentinha que anda por aqui a defender os interesses do Tio Sam.
    Vais a ver a culpa é tua por teres opinião.

  5. Paulo Santos says:

    Eu não disse?
    Mesmo antes de ter tempo de publicar o meu comentário, já apareceu um a dizer que a culpa não é do fakebocas….
    É que nem depois de ler o artigo encontram defeito no raio do bicho…

    • António says:

      O problema é dos pais que deixam os filhos fazer tudo e dão-lhes Ipads e Smartphones desde o inicio, se eles não tiverem acesso a isto corta-se logo o mal pela raiz. O problema vem primariamente dos pais e nada mais para alem disso.

      • Fak says:

        essa é a logica da batata…
        rebobina lá um bocadinho…
        em 2019 dizes “O problema é dos pais que deixam os filhos fazer tudo e dão-lhes Ipads e Smartphones desde o inicio ”
        em 1990 as pessoas diziam “O problema é dos pais que deixam os filhos fazer tudo e dão-lhes SEGA e Gameboy Advance desde o inicio, por isso é que a geração é como é”
        em 1980 as pessoas diziam “O problema é dos pais que deixam os filhos fazer tudo e dão-lhes carrinhos e bonecas desde o inicio. no meu tempo andavam a trabalhar no campo não havia cá carrinhos…

        é sempre a mesma historia, famosa frase do “no meu tempo é que era”, não queiras ir por esse caminho, o que tu disseste é dito em todas as gerações…
        o problema está no facebook que não tem controlo sob quem, onde e quando investem dinheiro para eles, esse é o verdadeiro problema porque se o facebook ao menos verificasse se o nome da conta FB é o mesmo da conta do banco já ajudava e muito nestas situações ou um simples SMS com um codigo de confirmação.. porque ao final das contas estás a fazer uma transação… o teu banco não te manda um codigo por SMS quando queres transferir dinheiro? carregar o telemovel? pagar contas? então porque o facebook não o faz também? é a mesma coisa ao final das contas: uma transação.

        • censo says:

          Educação, meu caro. O problema está em ti, não nos outros. E enquanto não se esforçarem um pouco mais vão andar sempre a cair nestas historiazinhas. Acordem para a vida e não sejam ingénuos. Se fizermos todos algo e não esperar que outros o façam por nós, não chegamos a lado nenhum.

          • Fak says:

            há uma simples solução para isso até:
            vais à app da play store (não sei se existe no ios) e escolhes para bloquear transações. assim já não há mais compras, seja dentro da playstore ou das apps que venham de lá.

    • onurb82 says:

      Pelos seus qualquer má ação na vida a culpa é de outro e nunca nossa!!!
      Tanto os pais como os filhos têm de saber controlar a exposição… O burlão existe desde os primórdios por isso não se defende quem não quer!

      Antigamente era um olho em alguma coisa e outro olho noutro senhor… agora é tudo amigo e não são necessárias cautelas!?

    • censo says:

      És tu que educas os teus filhos, ou esperas quem alguém o faça por ti?

  6. Jorge Gomes says:

    Bem ha-ja eu que nao quero redes sociais, apenas servem para quem as inventou.

  7. Mário Jorge says:

    O Facebook já era!
    Enterra-se cada vez mais!
    Ainda bem que desde 2013, estou livre dessa porcaria!

  8. Z/OS says:

    Basta olhar para os olhos do suposto “criador” do Facebook. Aquilo é arrepiante…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.