Quantcast
PplWare Mobile

Buraco na camada de ozono ultrapassa o tamanho da Antártida

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Duarte says:

    E depois? O que interessa tal coisa?

  2. jorge santos says:

    Novamente a aumentar?

    • Duarte says:

      É como a bolsa de valores. Preocupa-te com o teu quintal que tem lá muita coisa para ser resolvida.

    • João says:

      Desde que apareceu que as dimensões são relativamente ciclicas.
      Ou seja, há determinadas alturas do ano em que o mesmo está maior enquanto que noutras fica menor.

      o que conta, no entanto é a media global dessas dimensões.

      o mesmo tem estado a “encolher” nos últimos anos, mas… isso não quer dizer que não volte a aumentar.

      Aqui aparentemente é o caso… mas (e aqui é especulativo da minha parte!) estas dimensões poderão estar relacionadas com o ciclo solar estar a caminhar para um novo máximo…

      https://www.cbsnews.com/news/ozone-hole-antarctica-larger-than-usual-scientists/

      • Rodrigo says:

        Lá está, um comentário pretinente e que acrescenta informação! Mas este comentário ninguem comenta, nem o link do mesmo.
        Como em tudo, as pessoas falam sem antes procurarem qualquer tipo de informação e, depois procurar como pode fazer para melhorar o mundo com essa informação.

        • joão says:

          obrigado 🙂

          de qualquer forma já estou habituado a, quando faço comentários deste género, não obter resposta…

          Acho que as pessoas não devem sequer ler… o pessoal gosta mais de comentários “incendiários” e “emotivos” (não interessa se tem base cientifica ou não!) eheheh

      • Celso says:

        Muito bem observado.
        Mas nós como seres humanos temos um papel importante neste planeta, mantê-lo habitável, e esse aumento da camada de ozono de certeza que o causamos.

        • joão says:

          Sim, os dados existentes indicam que a causa somos nós (como em tantas outras coisas de natureza semelhante).

          O problema disto, na minha opinião, é que existiu uma mentalidade de que “podíamos fazer tudo (e enriquecer no processo) sem quaisquer consequências”.

          E quando começamos a perceber que afinal “não era bem assim…”, aqueles que “tomam as decisões” decidiram simplesmente “tapar os ouvidos e voltar a cara” e agora andamos todos a correr contra-o-tempo para implementar medidas de contenção com metas nas quais – pessoalmente – não tenho qualquer fé.

          mas pode ser que consigamos reverter o mal que fizemos…

  3. Joao Ptt says:

    Pelos vistos as medidas todas tomadas serviram… para nada.
    Ou então existem países a criar poluição e a não quererem saber de nada… tipo China, EUA, e outros.

    • Ricardo Gomes says:

      Medidas faladas e não executadas não resolvem rigorosamente seja aqui ou em Marte 😉 aliás cada vez poluimos mais, cada vez consumimos mais etc etc

      • Rodrigo says:

        Um grande problema que enfrentamos é esse mesmo, o consumo! Mas por norma as pessoas só percebem algo se estiver mesmo à frente dos olhos delas. Todos nós somos guiados por um sistema capitalista e, é isso que está a criar tudo isto.

    • Zé Fonseca A. says:

      Poluição? A unica coisa que prejudica a camada de ozone são os CFS, proibidos há mais desde 87, embora só em 2010 se tenham extinguido por completo, e mesmo assim ainda existam lá para os lados da asia off the books.

  4. AlexS says:

    Hihi, qual será o poder politico e negócio associado para o “combater”…

  5. Honorato says:

    Então já não tinha fechado o buraco na pandemia quando toda gente ficou em casa

  6. powerverde says:

    Eh pá, decidam-se lá sff. É que no site científico ali ao lado dizem coisas diferentes:
    Since 2000, parts of the ozone layer have recovered at a rate of 1-3 per cent every ten years, the latest Scientific Assessment of Ozone Depletion estimates. At projected rates the “Northern Hemisphere and mid-latitude ozone will heal completely by the 2030’s”, UNEP said, with the Southern Hemisphere repaired by the 2050’s, and Polar Regions in the following decade.

  7. Sergio says:

    O importante é gerar ameaças e medos. Porque sabem que muitos alimentam-se de pavor e morbidez.

  8. Sardinha Enlatada says:

    E depois como e que querem que acreditemos na comunicacao social. Sao so informacoes contraditorias, cada um puxa a brasa a sua sardinha.

  9. lapizazul says:

    Acho que a malta tem dificuldade em interpretar um texto… Está lá esrito que isto é normal, mas que por algum motivo desconhecido por enquanto, este ano é maior.

  10. JacareDTR says:

    continua a ser mais pequeno que o buraco do BES e do BPN

  11. direto says:

    A quantidade de pessoas despreocupadas relativamente a este assunto é assustadora. Não são vocês que vão sofrer com isto no futuro, serão os vossos filhos, netos, etc… Mas o egoísmo vai sempre fazer parte do Ser Humano

    • Duarte says:

      Tu és um despreocupado como todos os outros, tens é hipocrisia a mais e humildade a menos.
      O egoísmo faz parte do mundo e de todos os seres.

      • direto says:

        Hum interessante, já tu assumes tudo através de um comentário. Porque na verdade, devido à tua realidade despreocupada relativamente a este assunto, assumes que ninguém se preocupa e que são todos uma camabada de hipócritas. Tomo muitas medidas ecológicas no meu dia a dia amigo, mas se for só eu não muda nada.
        Para além de que os grandes problemas são as grandes fábricas de produção em massa, a quantidade de carros que andam todos os dias na rua, etc… E isso está fora do meu alcance

      • Vrael says:

        Este Duarte parece o tipo de pessoa que vem comentar para chamar nomes aos outros e dizer que é tudo invenções do governo e querem impostos… a opinião pública hoje em dia tem um peso gigante, e com novos estudos pode ser que a opinião pública pressione os governos… não com a tua atitude de cobarde claro

  12. OneDude says:

    Enquanto na EU andamos com políticas ambientalistas de bolso (literalmente para nos irem ao bolso), países como a China e India nada fazem para reduzir o impacto ambiental. Esses sim são os principais responsáveis pelos níves de poluição atual.
    Mas toda a cadeia de produção da EU está na China, logo não convêm chateá-los muito.

  13. Há cada gajo says:

    É assunto que vai voltar à agenda para alimentar lobbies e sacar mais do mesmo aos mesmos de sempre.

  14. Jon says:

    Olhem a quanto tempo já não ouço falar na cambada da zona hehehe
    Seja bem vinda essa “antiga nova” conversa como esta passou bem???

  15. Carlos says:

    Enquanto o mundo inteiro cessou ou está a cessar a emissão de CFCs há anos, China e Brasil, entre outros, continuam a abrir o buraco que já estava quase a fechar.
    Mais cancro de pele e cataratas, além de animais com cegueira e extinção, se já não bastasse o desconforto do aquecimento global.

    Trágico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.