Quantcast
PplWare Mobile

Última hora: Combustíveis vão baixar 20 cêntimos por litro segunda-feira

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. ZE says:

    Prognóstico so depois do resultado . Quando a esmola é grande, o santo desconfia

  2. Visão abrangente says:

    Quem anda a GPL que se lixe!

    • Danny says:

      Mas será que é só para gasolina e gasóleo? Se calhar falam apenas destes 2 combustíveis, pois sao os mais usados, mas o ISP deve ser para todos os combustíveis…

    • Grunho says:

      Quem anda a GPL que pague o mesmo imposto que a gasolina e depois que venha para aí chorar-se.

      • Visão abrangente says:

        Se o litro de gasolina ou gasóleo estivesse agora a 3,50€ também choravas. O preço do GPL duplicou nestes últimos dois anos.

        • Grunho says:

          Quem me dera a mim que o preço da gasolina tivesse duplicado tendo como ponto de partida o mesmo preço do GPL. Com o choradinho do GPL podíamos todos muito bem.

          • Micas says:

            Podes sempre instalar o “choradinho” do GPL. Apesar de não ser a solução final o planeta sentir-se-ia melhor e a tua carteira também.

          • Vitolas says:

            O GPL é mais barato porque é menos poluente ( e não só) logo não paga os mesmos impostos, e a gasolina não duplicou em dois anos nem nada que se pareça ao contrario do GPL. Eu posso bem com o meu choradinho do GPL, mesmo com o preço alto não tenho de dar um rim cada vez que vou a bomba atestar.

        • FreakOnALeash says:

          Acho que está ser dramático!
          Não sei onde abastece. Mas tenho pago aumentos entre 0,2 e 0,3€ nestes 2 anos. Nem face a quando comprei o carro à 8 anos o valor na bomba duplicou. Vivo na zona litoral norte.

          • Visão abrangente says:

            Não estou a ser assim tão dramático, mas para ser mais rigoroso são dois anos e meio. Abastecia a 0,55€/l, agora postos com valor abaixo de 1€ cada vez são mais escassos. Coloque-se um arredondamento “dramático” e está servida a realidade. Claramente não conseguiu valores como eu consegui, então não notou tanto a diferença, embora na mesma zona. Appvivagas.

          • Vitolas says:

            A dois anos certos metia no sitio mais barato da margem sul GPL a 0.57€, no mesmo sitio que continua a ser o mais barato está a 0.98€.

  3. lumia says:

    0.20€-0.06€ (aumento previsto do gasóleo na próxima semana, que já anunciaram nas noticias) = 0.14€ na prática

  4. Nuno Pinto says:

    De pouco adianta baixar o preço, quando assistimos a uma subida constante todas as semanas. Dentro de um mês, está descida não vai ter qualquer impacto. O espectável era termos um governo com sentido de estado e de entidades reguladoras que efetivamente fazem o seu trabalho, mas para isso, precisávamos todos de mudar de país.

    • André Silva says:

      O que estás a ver é o Liberalismo a atuar… Aumento desenfreado do lucro até não poder ser mais.
      Quando der prejuízo, o estado paga. Afinal, segundo os liberais, é para isso que ele serve.
      Frase da Moda: A culpa é do costa

      • Urtencio says:

        Nem me dei ao trabalho de escrever! copiei de um comentário de baixo!
        “Impostos (60%)+cotação (25%)+logistica (<5%) representa praticamente 90% do preço final."

        Amigo vai te embrulhar no cobertor com o Costa! ah e diz ao ouvido para baixar os impostos!

      • PovoManso says:

        ISP e IVA representam mais de metade do preço de venda dos combustíveis em Portugal!

        Contra factos não há argumentos!

        • Grunho says:

          Como um parte do imposto (ISP + IVA sobre o ISP) é fixa, a verdade é que quanto mais caro é o produto na origem, mais baixa é a parte dos impostos, por diluir mais a parte fixa. Em percentagem. nunca como hoje foi tão baixa a fatia dos impostos no preço do combustível. É incrível mas verdadeiro.

    • Infinity says:

      “O espectável era termos um governo com sentido de estado e de entidades reguladoras que efetivamente fazem o seu trabalho” isso dá muito trabalho. Já sabemos o que a casa gasta

  5. Luis says:

    Daqui a 2 ou 3 semanas o cartel das gasolineiras trata do assunto.
    Irá engolir estes 20cents num ápice, e depois nem preços baixos nem imposto. Não se iludam aqueles que dizem que os preços altos é culpa do estado. É do cartel. O barril até pode estar a 10 dólares que vão sempre arranjar uma desculpa para não descer dos 2€litro

    • int3 says:

      ah??
      Se tivesse a 10 dólares e andassem com 2€ por litro, eu abria uma cadeia de combustíveis e fazia metade do preço. Porquê é que não acontece com tanta concorrência?
      Ah espera. Impostos (60%)+cotação (25%)+logistica (<5%) representa praticamente 90% do preço final.
      Onde é que existe cartel??

      • who TF says:

        Na realidade, o imposto não são os literais 60%, visto que boa parte do imposto é composto por valores de taxa fixa (como o ISP). se o preço do combustível aumentou mais de 60 cêntimos e o ISP desceu, o imposto há-de andar na ordem dos 50% (provavelmente). depois em relação ao resto, se com lucros inferiores a 10% as empresas tinham lucros de milhões de euros, então nem quero imaginar o cenário atual…

      • Luis says:

        o ano passado o barril chegou a ter valores negativos. E o preço na bomba?
        e notícias ja de hoje, afinal contra a expectativa do governo afinal não são 20 cents, mas sim 14,5…. Ainda aedida não foi implementada já foram “comidos” 5 cents…
        Se achas que não há cartel, ou vives numa realidade paralela ou apenas és naif….

        • int3 says:

          Quando teve preços negativos? Não foi no mercado spot. Foi nos futuros.
          Mesmo assim, foi o suficiente para baixar no mercado dos refinados para baixar o gasóleo abaixo de 1€.

          Não estou a perceber. Não é o governo que aumenta X ou Y no preço do combustível.
          O mercado dos combustíveis é dos mais transparentes e escrutinado que existe. Deve ser até onde existe mais concorrência e daí as margens brutas das bombas serem baixas.

          Mete o alumínio na cabeça.

  6. aj says:

    mais uns cêntimos extra que vai entrar na margem de lucro, o governo que não tenha os olhos bem abertos com estes comercializadores, não

    • int3 says:

      Que margem de lucro? Existe margem bruta que serve para pagar as despesas de quem vende. Podem ter ou não lucro dependendo da quantidade vendida…
      Além disso, as margens são publicas, os impostos são públicos, toda a composição está disponível para todos verem. Não há mercado mais escrutinado que este.
      Se o ISP baixa, toda a gente vai baixar porque a margem vai ter que se manter (para competir).

      • Hugo Ribeiro says:

        Tem razão int3.
        Esta malta papa a malguinha toda de propaganda que passa nos telejornais da Sic e até pedem mais e depois vêm para a internet dizer barbaridades.
        60% de impostos = bem
        Lucro de empresas privadas = mal

        • who TF says:

          Na realidade, o imposto não são os literais 60%, visto que boa parte do imposto é composto por valores de taxa fixa (como o ISP). se o preço do combustível aumentou mais de 60 cêntimos e o ISP desceu, o imposto há-de andar na ordem dos 50% (provavelmente).

          • int3 says:

            O IVA incide sobre ISP e da matéria-prima e até no imposto extraordinário que até é ilegal.
            Se o preço da matéria duplica e custa de 15 para 30 cêntimos por L, o IVA correspondente aumenta de 3,5 cêntimos para 7 cêntimos.
            O facto de a matéria ficar mais cara, tem também agravamento no imposto final.
            O ISP só desceu a sexta ou sábado passado (dia 30 ou 29). Engraçado na data do teu comentário. Até lá, andávamos com vauchers e só faltava cabazes como nos países do terceiro mundo.

  7. TugAzeiteiro says:

    O pessoal devia de olhar para os nossos vizinhos Espanhóis… combustíveis mais baratos logo à parteida e quando se vai pagar, ainda levamos com o desconto direto aplicado pelo governo espanhol, o que faz com que na pratica o combustível fique a valores idênticos a 2021… Por cá é o que se vê!

    • who TF says:

      Com o aumento do preço dos combustíveis este ano, já foi falado nas notícias que o preço dos combustíveis em Espanha era semelhante ao de Portugal. Para além disso, supostamente Portugal está a espera da aprovação da UE (porque não estamos assim tão independentes pra tomar as decisões que queremos quando queremos) para a redução do IVA de 23 para 13% (igual a Espanha) e, nesse cenário, o peso dos impostos iria baixar consideravelmente (talvez 10%?).

      • PovoManso says:

        Granda lata, para aplicar o ISP, temos autonomia suficiente, agora para baixar o IVA é preciso pedir aprovação da UE.

        Eliminem a carga fiscal do ISP, problema resolvido!

        Relembro que a carga fiscal do ISP era para ser temporária, “palavras do Sr. Antonio Costa”, agora vêm com a desculpa que é preciso pedir aprovação da UE. Estamos a brincar só pode!

        O Povo é Manso!

  8. Profeta says:

    O esquema do costume baixa 0,20 aumenta 0,30 baixa 0,15 aumenta 0,20 o resultado final vai ser sempre aumento. E como nas apostas desportivas perde-se e ganha-se o balanco final o mais provavel e ficarmos mais pobres :p

  9. antonio braga conceiçao conceiçao says:

    AQUELES QUE ESTAO OLHAR PARA O AMBIENTE ESTAO A SER PREJUDICADOS O AUMENTO DO GPL TEM SIDO UM ABSURDO TENHAM ATENÇAO AO PROBLEMA ENFIM………

  10. Black Russian says:

    Descer 0,20c/€, só para o cartel das gasolineiras ganharem balanço para 0,40c/€ ……

  11. Jane Doe says:

    É desta que o gasóleo fica mais caro que a gasolina?
    Quantas semanas demoram a engolir estes descontos? 2 ou 3? O petróleo a baixar e os combustíveis a subir…

    • Grunho says:

      E então? O gasóleo sai da refinaria mais caro que a gasolina e só custa menos na bomba porque os consumidores de gasolina o subsidiam fiscalmente com 20 cêntimos de imposto a mais em litro. É de elementar justiça acabar já com isso e rachar a meio a diferença de imposto. E mais tarde indexar todo o imposto ao CO2 que sai dos escapes. E aí um litro de gasolina dá 2,31 kgs de CO2, contra 2,64 kgs para o litro de gasóleo.

      • Jane Doe says:

        Quem consome gasolina? E quem consome gasóleo?

        • Grunho says:

          Consome gasolina quem tem carro a gasolina, que normalmente são pequenos, consome gasóleo quem tem carro a gasóleo, que normalmente são grandes, luxuosos e caros. SUVs e limos de alta cilindrada. Não há limitação legal nenhuma ao uso do gasóleo, até para fins ostentatórios, recreativos e provas todo-o-terreno é livre.

          • mamba says:

            sim, realmente o meu 250d de ’94 é realmente grande, luxuoso e caro…
            Há com cada um.

            De lembrar que todos os carros desportivos e caros são a gasolina, nos dias de hoje.

          • Grunho says:

            Tá-se mesmo a ver que luxuosos são o Panda e o Seat Arosa a gasolina de 94, e que o 250d é carro de pedinte. Ele há mesmo cada um, é verdade.

          • mamba says:

            quem me dera ter um carro recente a gasolina. Não ando com um carro com 30 anos porque me apetece, deixa estar.
            Compras-me um Panda ou um Arosa recente a gasolina?
            Dá para ver que hipocrisia não tem limites..

      • Joao Ptt says:

        Mas CO2 é o que as plantas precisam para viverem felizes!
        Quer prejudicar as plantinhas?

        • Grunho says:

          E CO2 é o que as nuvens precisam para concentrar evaporação até a despejar em chuvas torrenciais como nas inundações da Alemanha. Querem prejudicar os peixinhos?

  12. Grunho says:

    Uma excelente oportunidade para as petrolíferas raparem para elas a redução do imposto.

  13. Luis says:

    Se o estado não intervir não interessa tirar 20cent. dos impostos. Refinarias ,, gasolineiras e brokers vão comer tudo… Os liberais não param. E depois ainda tem coragem de dizer que a culpa é dos impostos.

  14. SapoCocas says:

    Para o ano a Galp vem dizer que teve lucros record! Tipico!
    baixa 20 centimos esta semana mas para a proxima é sempre a subir!

  15. nuno a says:

    ou as pessoas andam a faltar á matemática ou sao troles, culpam as gasolineiras á o cartel etc mas, nao querendo defender as gasolineiras vamos la ter bom senso.
    temos um valor 100% desses 100%, 40% é para as gasolineiras que compram a matéria, fazem a distribuição pagam ordenados impostos etc todos os custos necessários ate o produto chegar ao consumidor e dentro desses 40% tem uma % que corresponde ao lucro. os restantes 60% vai para o estado , limpinho , sem qualquer custo, são 60% com um lucro de 100%
    ou seja por casa 1€ gasto na bomba , 0,4€ vai para a gasolineira e 0,6€ vai para o estado
    agora pensem

    • Joao Ptt says:

      Mas o estado é o BOM, e as gasolineiras são as MÁS.

      Este é o discurso de quem não quer ter de analisar a situação um nadinha mais a fundo.
      Os mais de 50% irem directos para o estado em impostos, quando em tudo o resto de bens de consumo não vai além dos 23% não parece causar estranheza a tal gente.

      Diria que é algo tão essencial para o dia a dia actual que mais de 6% de imposto total seria um exagero. Para quem disser que não é essencial, porque anda o governo sempre a obrigar serviços mínimos e até a meter a GNR a distribuir combustível sempre que a malta que distribui decide fazer mais uma greve?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.