Quantcast
PplWare Mobile

TS Bravo: A mota elétrica “low cost” que custa “apenas” 9995€

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Jota says:

    “Apenas”? Custa mais do que alguns carros e dizem, “apenas”?!

    • José Carlos da Silva says:

      Tendo em conta que as outra alternativas no mercado custam o dobro, sim, apenas.

    • PC says:

      Anda mais que alguns carros, menos de 10 mil é barato. So a minha bicicleta eletrica custou 6000..

    • gonçalo says:

      Sim tambem ha aneis que custam mais que carros, para a mota que é não é nada caro

    • TugAzeiteiro says:

      Há carros novos em Portugal a custar 9995€? Bem se calhar até há… De qualquer das formas, é melhor ir ver quanto custa uma moto, não estou a falar das 125cc e afins… estou a falar de uma moto com 700cc para cima… dentro do mesmo género (Naked). Até nem acho nada por aí alem…. há motos a custar tanto como BMW e Mercedes novos…. portanto….

      • anon says:

        o problema é que as motos deste preço sem ser elétricas não são motos de 135km/h de velocidade máxima… uma moto de 10mil passa dos 200 a brincar
        obviamente q a velocidade não é tudo pq na maioria do tempo vai andar a 50, mas uma moto com estas especificações é comparável a uma 125cc, e estas sim custam uma “bagatela” em comparação… até se poupar em gasolina a diferença de preço provavelmente já vais na tua segunda ou terceira moto

  2. Reis says:

    “Apenas” O Mundo muito gosta de brincar com os valores dos ricos e dos pobres.

  3. Toninha says:

    O “apenas” serve apenas para fazer as pessoas virem aqui e ficarem muito indignadas e comentarem todas ofendidas etc, etc. Ou acham que se fosse com títulos muito simples as pessoas clicavam?

  4. Jorge Rodrigues says:

    esse apenas é só o valor que uma pessoa a ganhar o ordenado mínimo ganha ai em portugal, há países que é pior …

  5. António Alberto Sampaio Barandas says:

    O problema, a meu ver não está no preço mas sim na autonomia, 3estou mesmo a ver um dos meus passeios que são sempre para cima de 500 km, teria de sair à 04h00 e não sei se chegaria antes das 24h00, para uso na cidade sim boa aposta para passeios é para esquecer… cuidem-se…

  6. Jonny says:

    Duas aspas no mesmo título é inédito no pplware o que este site chegou… :facepalm:

  7. AJJOB says:

    A Ultraviolette F77 é mais em conta https: //www.andardemoto.pt/moto-news/46658-ultraviolette-f77-a-desportiva-eletrica-indiana-que-e-acessivel/

  8. Luisão says:

    Quando a pplware diz “apenas” eu consigo entender que é uma entrada numa área de negócio nova é que a oferta é limitada e a tecnologia também é ainda recente. Agora se compararmos com uma Mota 125cc a gasolina, onde é possível encontrar a partir de 2800€ até por volta dos 5000€, e tendo em conta que estas motas tem pouca manutenção (óleo, vela, filtro de ar, corrente e pouco mais). Além dos consumos que por norma são sempre abaixo dos 3L/100km. No final de contas a Mota eléctrica tem que fazer uns quantos milhares de km para compensar a tão grande diferença. Vejo-me a comprar carro eléctrico, agora mota eléctrica neste momento não além dos preços atuais mesmo que descessem há um pormenor que pouca gente aborda, que é o barulho. Quem anda de mota e principalmente no trânsito da cidade percebe a importância do barulho de uma mota. Para finalizar sou adepto da eletrificação automóvel, mas ainda há um longo caminho a percorrer e julgo que a autonomia vai aumentar, o peso das baterias tem que baixar e vai começar a haver que começar a haver painéis solares nos automóveis, se não ou como é que vai haver tanto lítio e outros componentes para as baterias?

  9. TugAzeiteiro says:

    A meu ver, as especificações da moto, faziam mais sentido se a mesma fosse um maxi-scooter e não uma Naked! Claro… é muito bonita, mas para as dimensões da moto, para o estilo de moto em si, para a sua utilização e imagino o peso dela… os 135km/h de velocidade máxima e a autonomia de apenas 150 km a 120 km/h (imagino eu que seja em plano), é muito limitado! Já numa maxi-scooter para a cidade seria muito interessante, pois facilmente fazia os 250km a 80km/h.

    • Luisão says:

      Não percebi o que são especificações de uma maxi scooter ou de uma naked para ti?
      Quanto à autonomia não concordo de todo contigo, então estás a comparar a autonomia da mota de 150 km a 120 km/h com a maxiscooter (não percebi se eléctrica ou não) 250km a 80km/h que é precisamente a autonomia desta mota.

  10. Tiago Barbosa says:

    A notícia diz 11kw de motor, mas as especificações 58kw… Qual está certa?

  11. informado says:

    prefiro o citroen Ami por 6 mil euros.

  12. Dario V says:

    Epá reclamam com tudo vocês, f%$a-se, é a maneira como o autor fez o post, é por ter “”, é por ser caro, é por ser barato, que p?%a de povo que nos estamos a tornar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.