Quantcast
PplWare Mobile

Tesla Semi: Foi finalmente entregue o primeiro camião elétrico aos seus clientes

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Samuel MGor says:

    Vamos ver se não é igual ao Lego como o model 3 😛

  2. Dani Silva says:

    Mais um passo de gigante no sector dos transportes.
    Parabéns à Tesla por revolucionar o mercado.

    • Rui says:

      Se isto for mesmo como eles dizem acho que até ficou melhor do que eles penssavam ao inicio fazer uma viagem de 800km é incrivel sendo que um motorista nem pode conduzir esse numero de horas sem parar. Se agora resolverem o problema dos carregadores para o semi rapidamente pode-se tornar num dos maiores produtos para a empresa

      • Toni da Adega says:

        Nem todos os camiões são utilizados em longas viagens.
        Estes camiões podem estar a utilizados em rotas especificas, género – Fabrica – Centro de distribuição -Fabrica.
        Muitas empresas fazem isto, e se tiverem carregadores em ambas as localizacoes podem carregar enquanto fazem a carga/descarga.

    • freakonaleash says:

      +1
      O grande feito da Tesla e Musk é a disrupção, sempre na positiva.
      Espero que o Semi seja o produto com mais sucesso e destaque da Tesla!

  3. Yamahia says:

    Já é possivel saber a tara do veículo?

    • Miguel says:

      Pelo que consta, com base num carregamento que fizeram com ele de umas barreiras de betão, é uma estimativa de entre 11 e 12t de tara no trator

    • Américo Mendes says:

      Nos EUA, pode circular com as 36 Ton de carga, dado o teste realizado…é o que importa no mercado local às empresas.
      Só virá para a Europa, quando tiver de ser, pois o mercado local é bem significativo, basta olhar para a dimensão do país.
      O que me parece mais signifcativo, se for bem aceite nos EUA, será o potencial rombo que fará nas vendas das marcas tradicinais, por lá.
      Vamos vendo, pois é um passo interessante no segmento, de tão específico.

  4. SANDOKAN 1513 says:

    Este é muito bonito ao contrário da pick-up que parece um veículo de guerra.

  5. Jose Lapao says:

    Se o carregamento se proceder como no elétricos ligeiros em que 60% da bateria (20%-80%) e carregado em 1/2h e tendo em conta que a bateria é de 1mW, teríamos de ter carregadores a debitar pelo menos 1,2mWh para fazer esse serviço, além disso teríamos de conhecer também a curva de carga da bateria, pois em muitos veículos ligeiros publicitam 100kWh em DC, mas devido a curva de carga o máximo por vezes é de uns 70kWh e nunca consegue fazer as cargas a essas velocidades pois os carregadores públicos funcionam sempre muito abaixo do publicitado, mas tiver carregadores privados no início da destino da carga capaz de carregar a essa velocidade e conseguir cumprir os Km anunciado em autonomia será um grande passo sim senhor.

  6. Jose Lapao says:

    Corrijo um piso do meu antigo post, não é uma máximo de 70kWh mas sim uma média de 70kWh pois ele aos 10% começa em 100, mas a cada 15% +/- vai descendo 10kWh e apartir de 85% está nos meros 7,4kWh fazendo a média da velocidade de carga anda pelos 70kWh +/-.
    Fica corrigido o meu engano

  7. secalharya says:

    500 milhas? Deve ser para rir!

    Isso não é nada no mundo dos transportes de mercadorias.

    • Vítor M. says:

      800 quilómetros para um pesado não é mau, grande parte deles não fazem isso por dia. A distribuição, por exemplo, poderá ser uma excelente área para estes camiões. Havendo o carregamento rápido, até poderá ser também uma boa opção para transporte de mercadoria de médio curso.

    • Rui says:

      estás a gozar certo, fazes ideia de como funciona o mundo dos camionistas ?
      Primeiro é muito dificil um motorista fazer esses km por dia há uma coisa que se chama tacografo que têm de fazer pausas regulares e têm de dormir portanto dizeres que 800 km não é nada só mostra o teu desconhecimento sobre este mundo, com esta autonomia eles vao sempre ter de parar primeiro pelo tacografo do que pela autonomia o que é o ideial se tivessem de parar pela autonomia era estar a perder dinheiro, e sim existem camiões de 2 motoristas para estar sempre a andar mas há cada vez menos e um camiao destes tambem nao pretende atacar este mercado.
      Em segundo tens ideia de quanto tempo demora a carregar/descarregar um camião destes?

      • Yamahia says:

        Cuidado com o q diz.
        Esse camião não cnseguiria fazer alguns serviços, nomeadamente na área dos perecíveis.
        Pense por exemplo no peixe fresco de Lisboa pra Barcelona que tem q ser entregue em 12 oras de modo a manter as suas popriedades organolépticas.
        Dependendo da qualodade do peixe,
        um atraso de algumas horas pode significar um prejuízo equivalente ao valor de 2ou 3 camiões desses.

        Tacógrafo? Sabe q dependendo da urgencia da csrga é possível seguirem 2 motoristas?.
        Portanto meta lá o argumento do tacógrafo no saco e no fundo vc é q não percebe grd coisa disto.

        • Rui says:

          Não leste ou não sabes ler? fui explicito no comentário quando disse que sim podem haver 2 motoristas mas que esses serviços são cada vez mais raros, nos tempos que correm muitas vezes é mais barato despachar de avião de carga do que usar um camião de 2 motorista fica um serviço bem mais caro no entanto tal como disse este não é o segmento deste camião o segmento deste camião é o bolo de 80% do mercado que sao camiões de 1 motorista com rotas médias/longas.
          Nem vou discutir mais, porque pelo comentário nem sequer deve ter lido o que eu disse, tive mais de 15 anos neste meio e eu é que não percebo grande coisa disto ahah

          • Yamahia says:

            Então recorrer à carga aérea sai mais barato que um camião com 2 motoristas?
            Cada vez enterras-te mais.
            É melhor não comentares mais é , eheheh

          • Rui says:

            Sim muitas vezes sim, o transporte aereo baixou muito nos ultimos anos enquanto um camião com 2 motoristas só tem ficado mais caro, para alem disso muitas vezes as empresas metem na balança um camiao com 2 motorista mesmo que fique ligeiramente mais barato não há milagres vai demorar horas a chegar enquanto o transporte aereo é muito mais rápido portanto sim muitas empresas hj em dia recorrem ao transporte aereo quando se trata de cargas urgentes.
            Eu pergunto-me se não fazes minimamente ideia do que estas a falar para que comentar ? É que isto é totalmente irrelevante para o assunto estamos a falar de um camião eletrico que quer competir em 80% do mercado e não em nichos de mercado estás a trazer para cima da mesa uma questão que é um nicho de mercado hoje em dia que nem é o objetivo deste camião

  8. Joca says:

    Há algo que ainda preocupa muitos fornecedores, que é apenas haver um lugar no semi truck. Muitas empresas transportadoras têm 1 a 2 ajudantes por veiculo (cargas e descargas), neste caso será dificil. Não percebi ainda esta decisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.