PplWare Mobile

A Tesla voltou a Nürburgring com dois novos Tesla Model S ‘Plaid’


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Sílvio Pinto says:

    Se conhecessem verdadeiramente o motivo do Musk ter fundado a Tesla, não diriam que ele se sente desconfortável com a Porsche, bah

  2. César says:

    Ó tendencioso. Tem vergonha na cara. A porche foi humilhada pela Tesla pois esse record do taycan já foi batido em 20 segundos pelo Model S. E agora a Tesla voltou para fazer ainda melhor. É calar mentirosos como tu.

    • Nuno V says:

      Podes-me dizer onde é que se encontra registado esse record oficial obtido pela Tesla?

      • Samuel says:

        Podes-me dizer onde é que se encontra esse record oficial obtido pela porsche? lol..
        O record não oficial da tesla é 20 segundos mais rápido que o não oficial da porsche, e vai ser melhorado agora e em principio registar um oficial.

        • Nuno V says:

          Simples, o record do Taycan foi medido usando o sistema de cronometração da pista de Nurburgring. O do Model S, foi uma pessoa fazendo uso de um cronómetro de mão. O Model S que esteve presente em Nurburgring é um protótipo cuja grande parte do interior foi removida, bem como com pneus substancialmente mais largos que os originais.

          E se o tempo não é oficial, então não é um record. Um record apenas é considerado como tal quando este é verificado.

          • Samuel says:

            Falso. O record do taycan não é oficial e o model S até tinha 7 lugares. Nenhum dos dois é oficial. Tal como o tempo tirado a mão que foi alguém extra tesla que tirou, o tempo da tesla não foi de 20 segundos a menos mas 17.
            E nenhum dos dois carros eram de produção em série, e os pneus do model S são os cup 2.

          • Nuno V says:

            Errado outra vez. Mais uma vez, o record do Taycan Turbo foi medido pelo sistema de cronometração da própria pista, publicado pelo staff de Nurburgring. O do Model S por supostos observadores nas bancadas fazendo uso de um cronómetro de mão.

            Independentemente de ter os dois acentos na parte de trás ou não, grande parte do interior do carro foi removido. Os pneus equipados no model s em questão foram o Goodyear Eagle F1 Supersport RS, não os cup 2, bem como eram bem mais largos que os que vêm equipados de fábrica, tanto que tiveram que aumentar aos arcos da roda para este não sair fora da carroçaria.

            O Taycan que obteve o record é um veículo pré série, ou seja, é o último estágio no desenvolvimento de um veículo, em que estes são iguais aos que vão sair da linha de produção. O tesla, tal como mencionei é uma versão altamente modificada do carro que se encontra na estrada. Ou encontras, ou vais encontrar, algum Model S à venda, novo, com o interior removido? Quando a tesla tiver finalizado o desenvolvimento do Model S Plaid, aí é que quero ver o tempo que este coloca. Até lá é pura especulação.

  3. Coelho says:

    Uma empresa relativamente “verde” a querer combater uma marca com bastante know how em corridas a várias decadas… ousado…

  4. Xnelox says:

    Para quando o F1 em classe eléctricos??

  5. Rui says:

    Nos últimos testes o S levou um tremendo abanão sendo totalmente destruído pelo Taycan. O que não surpreende, porque a Porsche anda na vida da competição há muitas décadas e fazer um carro eléctrico não é assim tão difícil para um grande fabricante. As baterias é que só agora começam a ter alguma viabilidade para esta função. A GM apresentou o EV1 em 1996 e até a PSA já tem há muitos anos comerciais eléctricos… Só quem não se interessa por estas coisas acredita que foi o EM que inventou o automóvel eléctrico…

    https://automais.autosport.pt/destaque-homepage/porsche-taycan-turbo-s-destroi-tesla-model-s-p100d/~

    Depois, em termos de tecnologia a Tesla anda com as pihas da Panasonic (aquelas que também estão nos nossos portáteis) enquanto que a Porsche tem baterias específicas e optimizadas (não esquecer que a Porsche já usa em competição este tipo de tecnologia) que no total fornecem 800 Volts (dobro da Tesla) . Depois há todo o resto… suspensões, travagem, velocidade em curva, etc.

    • Samuel says:

      Nos ultimos testes (diga-se, no ultimo video que apareceu na net), o model S usado nem é o “Raven”, só isso já diz o suficiente sobre a intenção do teste. Não é assim tão dificil para um grande fabricante? Então qual é a explicação para a – e desculpem-me a expressão mas é a unica que os descreve – valente merda que é o Mercedes EQC, Audi E-tron, Jaquar Ipace? Até o novo ciclo WLTP para apresentação de autonomias é apenas uma forma de esses carros serem menos envergonhados pela sua vergonhosa eficiencia. A GM apresentou o EV1 em 1996 e depois enterrou-o no buraco mais fundo que havia, obrigando todos os que o haviam comprado a devolverem-no para os destruir simplesmente. Todas as grandes construtoras têm feito tudo o que podem para adiar o carro elétrico o máximo que conseguem, portanto EM não inventou o carro elétrico e qualquer pessoa que se interesse minimamente sabe isso, mas tirou-o do buraco bem fundo onde estava e está a acelerar como ninguem a transição para a mobilidade sustentável (já viu esta frase em algum sitio? – é só a missão da tesla que está no site desde o seu inicio.)
      Em termos de tecnologia, a Panasonic Produz (enfâse em Produz), os packs de baterias para a tesla, com química proprietária da Tesla! É aqui que está a diferença – o acordo é eles produzirem porque a tesla não tinha nem dinheiro nem qualquer experiência em produzir baterias, mas tem a propriedade da química das celulas, que por acaso usam por exemplo menos de 3% de cobalto nas baterias (menos de metade de todos os outros). O pack da porsche trabalha em 800V sim, para poder aumentar a performance com menos aquecimento do mesmo, evitando cortes de potência e aumentando também a velocidade de carregamento pelo mesmo motivo (menos aquecimento). Só que entra de novo o problema da tecnologia e know how. O pack é muito menos eficiente que o da Tesla, logo diminuindo a autonomia com uma bateria do mesmo tamanho, reduzindo também a velocidade de carga, porque 50kwh não correspondem aos mesmos km’s logo torna-se uma falácia o facto de carregar mais rápido. Mesmo assim os tais 350kw que supostamente o pack ia aguentar já foi adiado e para já estão limitados aos 250kw, o que por acaso é a mesma velocidade dos supercharger V3. Depois, onde a porsche realmente tem vantagem, suspensão, travagem e tudo mais isso realmente é verdade, vamos esperar para ver o que as versões Plaid trazem nesse aspeto. Em suma, a porsche foi a única construtora a fazer realmente um esforço para apresentar um bom carro elétrico, até porque com o nome que tem não podia fazer outra coisa. Mas infelizmente não, a tecnologia de baterias não se chega perto ainda da Tesla. Nunca comento este tipo de coisas na internet mas hoje apeteceu-me. Fica o conteúdo fidedigno para quem o quiser ler.

    • Rui says:

      o ~ no link está a mais…

    • Paulo Santos says:

      Falas em baterias e bem.
      Mas porque razão a autonomia e baterias do Porsche são inferiores aos Tesla.
      E já que falas em Volts, em que se traduz objectivamente isso?

      Quanto às suspensões, travagem, velocidade, mau era se a Porsche não estivesse uns pontos bem à frente.

      • Rui says:

        As baterias do Porsche são inferiores? Não me parece. Aguentam arranques sucessivos a fundo o que o S não suporta. Os 800 volts permitem cablagens menos grossas (menos peso), carregamentos mais rápidos e menos calor gerado… todos estes pontos contribuem para um desempenho global superior. Mas eu não tenho qualquer interesse no Taycan nem no Tesla. Portanto é-me irrelevante qual é o melhor. O que não se suporta é ver pessoal com palas a defender cegamente pontos de vista sem qualquer objectividade.

        • Paulo Santos says:

          Pelo menos na autonomia são inferiores.
          E quanto aos arranques sucessivos a fundo, é uma vantagem extraordinária se quiseres fazer 50km com uma carga completa.

  6. Rui says:

    Muita conversa, mas os números são o que são e não mentem. O pessoal simpatizante da Tesla vinha sempre com o argumento dos 2.8s 0-100km. Os comparativos com os VC eram permanentes. Agora os números já não são relevantes… Mas como sempre será o mercado a decidir. Na minha modesta opinião eu não descartaria com tanta facilidade os fabricantes Europeus. Existem muitas ofertas válidas que vão começar a inundar o mercado. Os coreanos, franceses e alemães estão já no mercado. Os chineses nem se fala e portanto tendo em conta o estado calamitoso das finanças da Tesla não tenho tanta certeza da viabilidade deste fabricante.

  7. Rui says:

    A comparação que referi foi entre o Turbo S e S P100D que foi a publicada. Ambos os modelos são familiares “desportivos” de 4 portas, etc. O Roadster não é termo de comparação. Duas portas, mais pequeno.

    • Paulo Santos says:

      Continuas a comparar um carro de 192k (com toneladas de extras à parte) com um de 120k. Se quiseres, tens de comparar o Tesla com o Taycan 4S que estarão no mesmo nível de valor.

      Da mesma forma que não podes comparar um model 3 (por exemplo) com um Leaf. São da mesma gama, mas com valores bem diferentes.

      Quanto ao serem familiares “desportivos”, desculpa mas não concordo. O Porsche é um desportivo (com D grande) com 4 lugares. O Tesla é um familiar “desportivo” (com d pequeno) com 5 lugares.

      O terem 4 portas ou 2 não define se é desportivo ou não. O Roadster tem 2 portas e 4 lugares.

  8. sakura says:

    Os Model s são Muito mais que 4 rodas e uma bateria….

    https://www.youtube.com/watch?v=kopoLzvh5jY

  9. João Coelho says:

    A Tesla em Nürburgring já deixou de ser notícia, e este assunto já foi debatido exaustivamente e a conclusão é sempre a mesma, obviamente!

  10. falcaobranco says:

    Só tenho uma coisa a dizer… o Tesla fica mesmo bonito com aquelas jantes e aqueles parachoques… fica mesmo brutal… o resto é para inglês ver…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.