Quantcast
PplWare Mobile

Portugal: Venda de automóveis com piores resultados desde a Troika

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Euéquesei says:

    Ah, a Mercedes Benz e a BMW no segundo e terceiro lugar, respectivamente.
    Somos artistas Portugueses, é preciso dizer mais?

    Pobres, mas peneirentos Lol…
    Kia? Hyundai?
    Não, esses não são para mim. São bons, mais baratos, mas não dão o que eu procuro, status.
    Mostrar ao vizinho que eu tenho um Mercedes ou um BMW.

    Mentalidade tuga, depois quando as coisas correm mal, queixam-se.

    • SrBla says:

      Percebo o teu comentário… Mas um questão que nunca consegui perceber neste números, que é se isto contabiliza os leasings/renting e similares.

      Digo isto porque quando está num contrato desse género acaba por ser mais compensador ter um carro de marca “premium”… e se olhares para as frotas de empresa muitas são compostas por carros destas marcas.

      E por mim falo, que tenho a possibilidade de ter carro de empresa e a verdade é que quando vais a ver as propostas de leasing são muito mais aliciantes para BMW que marcas mais generalistas ou low cost…

      Por isso, se isto entrar na contas a acima podemos não estar a ter o cenário todo pintado.

      • Sergio says:

        Essas empresas portuguesas com frotas “premium” só foram criadas para gerar dinheiro patronal.
        É facilmente visto na falta de investimentos em alguns departamentos, ou até em aumentos salariais, para essas empresas é preferível fazer negócios com a stand da região para ir acumulando carros de alta gama para fins pessoais.
        Quando as empresas portuguesas em Portugal de facto gerarem riqueza, podemos vir falar de contas como gente crescida, até lá anda tudo no modo de tentar sacar o máximo de rendimento no mínimo tempo possível sem respeito por identidade empresarial ou pelos recursos humanos empregados.

  2. Marco says:

    Não percebo, é assim tão importante que os portugueses gastem dinheiro a comprar carros? O sector está com quebras assim como a grande maioria, vamos incentivar gastar num bem que só deprecia para bem da economia?

    • David Guerreiro says:

      Há inúmeras pessoas que dependem disso para viver. Não podemos viver numa bolha de vidro a olhar para o nosso umbigo. É importante consumir de tudo, para a economia funcionar em pleno. A questão é que temos a maioria do país fechado em casa, o automóvel deixa de ser um bem tão útil. Para quem fica o dia todo fechado em casa em teletrabalho, porque motivo iria comprar um automóvel novo agora para ficar o tempo todo na rua ou na garagem?
      Ainda para mais, os preços não caíram, por isso mais vale comprar depois, quando houver mesmo necessidade.

      • Marco says:

        Como disse, o sector está em quebras como tantos outros, não é olhar para o nosso umbigo mas pensar no que é importante.
        De resto concordo plenamente. 😉

  3. Ze Duarte says:

    Façam-los mais baratos. É logo 15.000 um base. Quem é que vai dar isso ou mais para depois nos tempos de hoje só poder andar na cidade.

    • Euéquesei says:

      Os automóveis não são caros quando saiem da fábrica, já com o lucro dela.
      Ficam é caríssimos quando entram em Portugal, via impostos.
      É o que temos…

      • David Guerreiro says:

        Exatamente, daí que o negócio dos importados usados seja rentável. Se a carga fiscal não fosse essa, ninguém ia buscar carros ao estrangeiro para vender.

  4. JS says:

    Também ao o que temos passado .mas ê caso de estudo que a BMW e a Mercedes estarem nos lugares cimeiros

    • David Guerreiro says:

      Claro que não é caso para estudo. Tens inúmeras pessoas com possibilidade de comprar um Mercedes ou BMW a pronto ou crédito, e são essas pessoas, com maior poder económico que normalmente compram mais automóveis e trocam de viatura mais frequentemente. Os outros, os tesos, ficam com o carro até já estar velhinho. Nem todos os portugueses vivem do salário mínimo.

  5. JS says:

    Logo mostra que os pobres estão mais pobres e quem tem mais dinheiro consegue comprar veículos de gama alta

    • Euéquesei says:

      Isso não é assim, pois caso contrário, com a quantidade de BMW e Mercedes que se vêm nas ruas, deveríamos ser um país de ricos, quando somos o oposto.
      Vai tudo para o crédito, depois se houver um imprevisto entra-se em incumprimento.

  6. Jonny says:

    Carro e para a vizinhança toda saber mas depois comem bosta e habitação em ruinas

  7. TslaBull says:

    As vendas da Tesla aumentaram… curioso…

  8. Algo says:

    No entanto o governo anda a comprar carros elétricos às escondidas. Enfim…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.