Quantcast
PplWare Mobile

Waze: Polícia do Reino Unido acusada de criar relatórios falsos para garantir condução segura

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Jane Doe says:

    Muito bem! Conseguem fazer prevenção sem usar radares. Cá, usam radares, sem fazerem prevenção.

    • Eu mesmo says:

      ehehehe… Lá há muito mais radares por km de estrada do que em Portugal!

    • Verdades Apenas says:

      Prefere radares ou que a policia minta? É que eu prefiro radares e uma policia honesta para que eu possa confiar nela. Quem mente uma vez, mente mais.

      • Realista says:

        Portanto manterem-se nos arbustos escondidos é honesto… hahahahaha

        • says:

          Por um lado, concordo que se faz objetivamente caça à multa. Mas, ninguém é multado por cumprir a velocidade estipulada na estrada. Uma vez levei uma daquelas no lombo. Mas obviamente a culpa foi minha.

          • Realista says:

            O problema é que existem velocidades dispares em AE. Tanto podes estar a circular com um limite de 120km/h como podes passar para zonas de 70km/h na mesma autoestrada. E muitas vezes nem é preciso uma AE basta uma via rápida, como por exemplo na N14 onde têm zonas de 90km/h e depois zonas com 70km/h onde colocam esses limites em descidas e já apanhei radares ocultos precisamente no vale dessas descidas…

          • Louro says:

            @realista,
            Precisamente descidas devem de ter limites de velocidade inferiores, penso que por razões mais que obvias

          • Realista says:

            @Zé se tens um pequeno vale podes usar a velocidade de descida para economizares combustível na subida.

            Reduzir a velocidade numa descida não é bom para o condutor, para o veículo nem para o ambiente…

      • Jane Doe says:

        Eu prefiro que a polícia faça prevenção do que punição. E, como já foi dito, o método do radar escondido não tem nada de honesto.

      • Louro says:

        A questao é que se baixa o numero de transgressoes porque as pessoas recebem os alertas, acaba por funcionar um pouco como é prática no UK, colocam placas a dizer que poderá haver controlo de velocidade por radar, muitas vezes nao há, mas as pessoas tendem a abrandar.

    • Blackbit says:

      Aplausos para a criatividade da policia do UK 🙂

    • mlopes says:

      cá usam radares para aumentarem as receitas do orçamento de estado, nada mais. se fosse para aumentar a prevenção os radares estariam todos claramente visíveis

  2. Realista says:

    Ninguém sai prejudicado… Acho bem, muito melhor que a caça à multa.

  3. says:

    Fazem bem pior e cá para mim o objetivo é outro. No reino unido, a polícia pode acionar protocolos de congestão de tráfego em certas estradas. O que quer dizer isso? Quer dizer que a certa hora de certo dia, dá-lhes na cabeça e dizem que na estrada x está muito trânsito e que baixam a velocidade para 60 milhas por hora (exemplo). E mais vezes que outras, os automobilistas nem sequer sabem, mas os radares começam a disparar à velocidade “nova”. Multas em cima de multas e as pessoas nem sabem.

  4. David says:

    Da mesma maneira que a Policia deixa as localizações por onde passou, a seguir qualquer um pode informar que a informação está desatualizada e não existe nenhuma Policia naquele local. Será assim que o Waze funciona ou não??

    • Vortex says:

      Correto.

      Isto é muito simples:
      – queres prevenção rodoviária metes um radar(escondido ou não) com uma placa a informar da presença do mesmo. Quem mesmo assim é apanhado, pois azar.
      – queres tapar um buraco no orçamento de estado ou arranjar uns trocos pa dar aos amigos, metes um radar escondido, não dás cavaco a ninguém, o pessoal paga e continua tudo na mesma, tens é de dizer que o radar tá lá pa prevenção. A unica coisa que previne é que eles não fiquem sem dinheiro pa pagar a alguém…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.