PplWare Mobile

Ideia revolucionária de jovem de 14 anos vai eliminar de vez os pontos mortos dos carros


Fonte: Society for Science & the Public

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Nuno Almeida says:

    A ideia já foi testada com LCDs em vez de projectores e o conceito aqui apresentado é teórico sendo mais complexo e mais problemático que os LCDs.

    • Ruy Acquaviva says:

      Melhor seria usar painéis OLED flexíveis como os produzidos pela LG. Aí sim uma aplicação prática para essa tecnologia, melhor do que simplesmente enrolar a tela.

  2. miguelito says:

    os pontos mortos não são os dos espelhos são os dos pilares

    • Ruy Acquaviva says:

      Muito bem observado. Uma coisa são as áreas que ficam atrás dos pilares, outra são as áreas fora do campo de visão dos espelhos retrovisores. O artigo não deixa claro de que tipo de “ponto morto” estão falando.

      • Vítor M. says:

        Deixa, aliás fala nos vários pontos cegos e deixa mesmo o vídeo para explicar claramente. Além disso, diz especificamente onde é projetado o vídeo que atribui ao condutor mais visibilidade. Leiam bem sff.

        Cumps.

  3. Cabaças says:

    Não será “ângulos mortos” em vez de “pontos mortos”?

  4. Amadeus says:

    wtf. mas agora andam a dar 25k a putos com ideias tão simples que parecem roubadas… ainda dizem que isto não é injusto. até a minha avó já deu esta ideia. tbm quero 25k fogo…

    • security says:

      Ideias todos temos… já fazê-las é que a porca torce o rabo. Abria uma empresa e lançava o produto. Talvez agora estivesse milionário. É o que dá não dar ouvidos à avó. Elas sabem sempre o que é melhor para nós.

      • Amadeus says:

        Como assim faze-las? Eu lembro-me muito bem de isto estar na “moda” e era só protótipos de várias marcas, uns com cameras, outros com leds que mudavam de verde para vermelho consoante a distância do objeto, etc. Já não se pode constatar o óbvio que vêm logo os defensores da pátria. Isto aqui tem jogada porque, na mesma feira de ciência, apareceram projetos muito mais importantes e inovadores que ideias roubadas dos anos 2000

    • Márcio Dias says:

      Se deu essa ideia porque não a divulgou? ou apenas disse ao neto?

    • int3 says:

      Que idade tens? 10 anos?

      • Amadeus says:

        Se tivesse roubado uma ideia e dito a toda a gente com 10 anos talvez os “adultos” me dessem um prémio de 100k por ser tão fofinho e inovador e a “geração do futuro”

  5. PoPeY says:

    Isso não foi testado à uns anos no atrelado dos camiões para facilitar a ultrapassagem?

  6. Samuel says:

    Se isto for para a frente provavelmente será uma tecnologia standard na industria automóvel.

  7. Enfim... says:

    Uau…
    Que ideia genial… Uma ideia que nunca ninguem pensou…
    Mas eu dou outra ideia espetacular como esta… Carros descapotaveis!
    Onde levanto os meus 25k?

  8. Rui says:

    Deveriam mudar o texto da notícia dado que a solução apresentada – muito boa e muito bem vinda – não se relaciona com os ângulos mortos dos espelhos mas sim com os pontos invisíveis provocados pelos pilares A, os que suportam o vidro frontal.

    Também seria muito boa a mesma ideia aplicada aos pilares traseiros do carro, dado existirem cada vez mais carros com um vidro traseiro muito pequeno e aqueles pilares, mais a estrutura da porta do porta bagagens, retiram muita visibilidade em manobras.

  9. Jorge says:

    Tudo a dizer que a ideia não é nova etc etc…
    Ao menos ele teve a ideia de avançar com a ideia!
    É isso que faz com que se saiba qual é a diferença entre os trabalhadores e os investidores de sucesso…
    Enfim

  10. Hugo says:

    Mais inovador seria retirar o pilar, mantendo a resistência da estrutura.

  11. darth says:

    o que tem isto a haver com “ponto morto”? como resolve isso o carro que está na faixa ao lado, atrás mas demasiado perto?

  12. Eu says:

    Esta ideia está “morta” à nascença! Pois, a condução autónoma já eliminou todos os “pontos mortos” 😀

  13. Sergio J says:

    Existe n conceitos similares. Este conceito tem sido desenvolvido por várias empresas há vários anos. Mas o artigo pelo menos é bom para mostrar ao pessoal estes conceitos. Já agora esses pilares denominam-se pilares A. Há uns anos quando estive ligado a esta área da inovação também apresentava n de ideias que achavab giras, mas depois acabava por descobrir várias ideias similares. Se vos esforçarem um pouquinho também vão ver que podem ter ideias porteiras, mas depois vão descobrir que na realidade pensamos todos o mesmo. O problema é mesmo implementa-las de forma satisfatória. Por isso é que admirava o Steve Jobs. Não importa só ter boas idieas, é preciso é saber-las implementar bem e de forma realmente útil.

  14. Luis says:

    Essa ideia não é exclusiva, ja eu a tive a varios anos atras e ate tenho ja solução a vista para ela , e alias os carros nem de espelhos precisavam mas como os fabricantes so vao fornecendo a tecnologia a medida do que lhes da jeito, pois essa coisa de fechar espelhos automaticamente ja nem existiria mas como tem de vender e fazer passar os clientes por diversas coisas novas ate chegarem a imaginacao mais actual.

  15. Iven Silva says:

    O quê? Eu tive a mesma ideia quando ainda era um puto em 1997. Claro que na altura nem dei importância, nem sabia como fazer semelhante coisa e a tecnologia era outra, mas imaginava exactamente o mesmo que vi no vídeo. Bem, os meus parabéns à miúda.

    • Woot! says:

      O meu irmão quando era puto tambem desenhou uma Playstation Portatil muito semelhante à lançada uma decada depois pela própria Sony de nome PSP.

      Ideias todos temos…

  16. Majo says:

    A ideia já existia, a anos vejo imagens conceituais desse tipo de ideia, só falta a tecnologia correta para coloca-la em prática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.