PplWare Mobile

Elon Musk já explicou por que o vidro da Tesla Cybertruck se partiu em palco


Imagem: Ringo H.W. Chiu/AP

Fonte: Tesla Cybertruck

Autor: Pedro Simões


  1. N1ldo says:

    Kkkkkkkkk desculpas esfarrapadas para o fiasco total, não queria estar na pele dele naquele momento. Kkkkkkkkkkkk, vejam só como meu vidro é resistente… Crashhh Crashhh. Kkkk

    • Peter says:

      Deste-me arrepios com este comentário… se calhar é melhor voltares para a tua cave sff

    • eu says:

      Olha que acho que partir o vidro foi a melhor coisa que podia ter acontecido.
      Falha-se muito nisso e daqui a algum tempo só nos lembramos daquilo que andamos a falar (decorar).

      • tiago says:

        Claro que foi propositado. lol
        Como são as explosões do SpaceX’s, já que ninguem fala, vamos lá explodir uma navezita.
        Deixem de ser cegos….

        • Diogo says:

          ahahahahah que boneco a spacex teve 2 falhas as outras foram em desenvolvimento

          • Tiago says:

            Resumindo, tenho razão…. Como alguns iluminados diziam que os vidros foram partidos de forma propositada, para captar atenção dos médias. As explosões das spacex também seriam com o mesmo propósito. Só que não…

        • Joao says:

          que explosões mesmo? houve 2 as outras falhas foram em desenvolvimento e pelas 400 falhas que tiveram a aterrar agr são a única empresa que consegue aterrar e voltar a reutilizar booster.
          So para avisar que a nasa matou mais de 10 pessoas no shutle

          • xoninhas says:

            A nasa matou 10 ? Na SpaceX quantos já voaram ? E quando voarem e se voarem, achas que vai acontecer o quê ? Quantos já morreram em aviões ? E no entanto, milhões voam por dia… É com cada observação…

          • IonFan says:

            Nunca pensei escrever isto… mas acho que o xoninhas tem razão.
            Temos que esperar por alguns voos tripulados para ter uma comparação justa.

          • IonFan says:

            Mas xoninhas, registei a facadinha do custume: “E quando voarem e se voarem”… Neste momento, são os que mais perto estão de voar com tripulação a partir de solo americano.

    • security says:

      O vidro partiu? ok… falhou? não. Qualquer pessoa dentro do carro não sairia com lesões graves. Agora experimente isso no seu carro e veja quem é que tem o melhor vidro.
      Agora o design da pickup, por amor da santa.

      • Gaspar Oliveira says:

        Fanboy alert
        Tenha calma, aconteceu, porque tanta raiva a tentar justificar, é por pessoas com cegueira crónica por algo, que não sabe avaliar virtudes e defeitos que se elegem “ditadores” e este mundo esta como esta, deixe de ter uma atitude de ignorante

        • José Carlos da Silva says:

          O ponto aqui é entender que as pessoas falam mal, por falar. Tal como se ofendem com tudo e com todos.

          Efectivamente partiu sim, mas a esfera não entrou no habitáculo. Vidro eventualmente parte, seja de que forma for.

        • Balmer says:

          Hater alert?

          Ele levanta um ponto valido, vidro danificado mas não estilhaçado, não houve penetração do projectil.
          E critica o design do veiculo.

          Como é que isso é um fanboy?

      • Miguel Costa says:

        Quando você vai pagar 90000 euros (sim, que os 55000 euros que vai custar, em 2027, é só pela estrutura, pois se quer os pneus todo o terreno, são mais 1900 euros, se quer direcção assistida, são mais 3800 euros e se quer a condução autónoma são mais 17000 euros), é para ter algo que cumpre o que lhe vendem. Se compra um carro que, tecnicamente, diz resistir aos impactos de uma pedra a 80kmh, só resiste se a pedra acertar em cheio no vidro, pois se acertar na chapa e ressaltar para o vidro, entra no automóvel.

        • Louro says:

          @Miguel Costa,

          Fui lendo o comentário até chegar ao ponto em que diz que conducao autonoma sao mais 17000Euros, só mostra que fala por falar e sem qualquer tipo de conhecimento de causa.
          Isto é um problema grave que tem vindo a acontecer com a proliferacao de pessoas com um QI um pouco mais baixo que a média a usar a internet.
          Antigamente vinhas até este tipo de blogs/foruns, e encontravas pessoas com inteligencia, efectivamente interessadas em discutir um assunto e a serem factuais ou quando nao o eram, deixavam claro que nao estavam a ser factuais.
          Hoje em dia, pessoal como voce, comenta como se fosse factual, mesmo com a quantidade e facilidade de acesso a informacao.

          Primeiro, eles nao vendem apenas a estrotura, os valores referidos sao para um carro completo.

          Depois tens opcoes apra 1, 2 ou 3 motores.

          Como extras, tens autopilot, que custa a volta de 6000Euros e nao 17000.

          Quanto ao resto, como pudemos ver nos videos de apresentacao, uma esfera de metal nao foi capaz de entrar no habitaculo do carro, partiu o video é certo, mas mesmo que nao fosse suposto partir, se alguém tivesse atirado com aquilo ao meu carro ficaria extremamente contente por o projectil nao ter entrado no habitaculo.

          Agora volte lá para a sua caverna e aproveite e tente fazer o mesmo no seu bolide, depois conte a experiencia.

          Por cá, 2 Tesla na garagem, e pré encomenda do Cybertruck feita.

        • JC says:

          Meu caro,
          Que não goste ou que não entenda o ponto, isso é uma coisa.
          Agora que tente apresentar considerações e valores sem nenhuma base factual, isso é insultar a inteligência de todos os que lêem o seu inqualificável post!
          Se você escrevesse o que escreveu, nos EUA, estaria a trabalhar o resto da vida para pagar uma indemnização à Tesla.

    • qqq says:

      o que quer dizer kkkkk???

    • Luis says:

      Volta a por a pedra em cima

    • JJ says:

      Mas que parvoíce de Kk é esta?
      É alguma doença?

  2. Gaspar Oliveira says:

    Quer isto dizer que não cenário real também não podem acontecer contratempos, caso contrario o vidro pode partir. Ta bem ta

  3. Alexandre says:

    E o vidro de trás? A bola atirada ao vidro de trás foi atirada com muita calma e acho que não levou com nenhuma marreta.
    Tretas…

  4. Renato Farinha says:

    Eu agradeço que o vidro parta e desapareça como um carro normal, em caso de incêndio ou acidente quebrar para fugir…

  5. Fulano says:

    Tanta gente preocupada e nem sequer vão comprar aquela abominação…

    • N1ldo says:

      Não é bem por aí, isso é mais ou menos como desfile de moda, ninguém usa aquelas coisas horríveis, mas aquilo dita as tendências, essas “tecnologias” acabam sendo usadas.

      • José Carlos da Silva says:

        Está no YouTube um vídeo do JerryRigEverything acerca de carros à prova de bala (e vidro, especificamente). Sugiro que dê uma vista de olhos e se cultive um pouco.

        • N1ldo says:

          Rapaz é incrível como só tem sapientes aqui não acha?
          Vc é um deles, tem doutorado em informações de youtube.
          Kkkkkk

          • Louro says:

            @N1ldo,
            Considerando os seus kkkkkk, creio que seja experiente no que diz respeito a balas nos vidros de carros/casas e por aí fora.

            Por isso teremos de ter em consideracao a sua vasta experiencia sobre o assunto, na Europa, nao temos grandes problemas com assaltantes armados daí que temos que nos informar acerca do assunto através de videos no Youtube e afins.

  6. João M says:

    ISto faz-me lembrar o “blue screen of death” de uma apresentação da microsoft há uns valentes anos, ou quando o Steve jobs, numa apresentação, o iphone teve problemas com o wifi. Cenas que acontecem quando se faz coisas em directo e com publico ^_^.

    O bom disto, principalmente na era digital em que vivemos, é que se trata de publicidade grátis. O veiculo não seria tão falado se nao fosse este “fiasco”.

  7. Carlos Costa says:

    se partiu cara. se partiu.

  8. art says:

    Pronto , qualquer pessoa ficou a saber como partir o vidro….primeiro bate-se na porta , depois parte-se o vidro….obrigado Elon Musk

  9. PoPeY says:

    Então quer dizer que depois de um acidente os vidros têm que ser todos substituídos, mesmo que apresentem dados?

  10. Miguel Cruz says:

    Bem os assaltantes já sabem o que fazer se quiserem roubar a carrinha.
    Primeiro dar umas marretadas bem valentes na porta e depois outras no vidro e está feito….

  11. Eu says:

    Como comentou, mesmo em cima do acontecimento, o Zack do JerryRigEverything: https://youtu.be/DG9ezAuSn4c?t=233 😀

  12. paulp says:

    noticia dramatica

  13. NL says:

    O Elon Tusk não permitiria que isto acontecesse…

  14. Cortano says:

    eheheh… busted….

    A mesma coisa para a “luta” entre a Cybertruck e a F150 da Ford.
    Meteram a Tesla a puxar a versão mais básica da F150, que nem tração às 4 rodas tem e que tem um motor eco de 1.6.

    Não tenho nada contra a inovação nos EVs, mas a forma como a Tesla faz o seu marketing irrita um bocado.

    • João Luís says:

      quando é que o marketing não irrita? 🙂

    • rjSampaio says:

      Por acaso o Elon concordou e em emprestar uma cybertruck a Ford para fazerem eles o teste, quero ver como vai ficar.

      • Cortano says:

        Não faz sentido comparares um EV com um a combustão, já que o EV tem toda a potência no arranque, o de combustão não.
        Quando a Ford lançar a sua pick-up EV, aí sim, faz sentido comparares.

      • Cortano says:

        A Ford pode pagar na Tesla, e fazer um teste diferente:
        P.ex., A F150 andou 1200 kms* com um depósito, a Tesla ficou a meio caminho

        * valor ilustrativo

        Achas válido este teste?

        • Louro says:

          Depois podem fazer outro teste diferente… quem é o maluco que conduz por 1200km seguidos para ter a necessidade de um carro que percorra 1200km com um depósito.

          A isso juntar o facto de que quanto mais combusível tiver, mais peso, logo menos performance e mais consumo.

          No final dos 1200km, chegam os dois ao destino mais ou menos ao mesmo tempo.

          • Cortano says:

            O mesmo se aplica a puxar um carro a puxar em sentido contrário.

            Acerca dos kms, quer dizer que a pickup pode estar vários dias no monte sem precisar de abastecer.

          • Louro says:

            @Cortano
            Sim porque vais fazer 1200km no meio do monte, sem nunca ver civilização.
            Mesmo na Austrália em quintas do tamanho de Portugal era na boa, já para não falar que irá vir com opcional para painéis solares.

    • Louro says:

      Nao creio que haja uma F150 nos EUA com motor 1.6…

      Motores tao fraquinhos é coisa de Europeus.

      • Cortano says:

        Correcção:
        Motor V6 2.7, com 325 cv., em que a própria Ford diz que não é o motor ideia para quem queira transportar ou rebocar muito peso.

        • Louro says:

          Ah okay, então está longe de ser 1.6.

          A questão aqui é que qualquer pickup não terá muitas hipóteses e isso será independente do motor ou potência.

          Isto por várias razões, e basta pensar um pouco para perceber.

          Primeiro por mais potência que um motor a combustão tenha, nunca o tem disponível de forma imediata como um elétrico.
          Segundo, o peso da pickup da tesla deve de ser uns 500 ou 600kg mais do que a Ford.

          No momento em que a pick up da Ford está a começar a ganhar alguma potência a tesla já a arrastou uns bons metros e a Ford nunca mais recupera.

          Deviam de ter feito o teste era elétrico para elétrico.

  15. Miguel says:

    O Elon Musk tema sua quota parte de genio como de louco mas na minha opinião isto foi marketing, bom ou mau falou-se imensamente nisto. Duvido muito que não tenha sido golpe de marketing da cabeça do Elon Musk.

    • tiago says:

      Claro que foi propositado. lol
      Como são as explosões do SpaceX’s, já que ninguem fala daquilo, vamos lá explodir uma navezita.
      Deixem de ser cegos….

    • Miguel Costa says:

      A carrinha foi apresentada, só vai começar a ser produzida em 2022, supostamente para ser entregue em 2023. Há que chamar a atenção, ao mesmo tempo que o preço triplica. Apresenta-se a 40k, se quiser algo mais do que o mínimo dos mínimos (um carro igual aos outros), são mais 80k. Além que as reparações só podem ser feitas em 4 unidades na Europa ou 15 nos EUA ou 3 na China.

  16. Andre says:

    Julgava que uma das principais evoluções na construção/design de automóveis tinha sido o construir de carros que em caso de acidente se destroem, com diferentes níveis de dissipação de energia de modo a proteger o habitáculo… Se um carro destes, que pelos vistos não é afectado nem por uma marreta bater na porta do meu, como é que eu fico?! Fico a aguardar os teste de segurança europeus. Podem continuar a discutir janelas e flops…

  17. Sandro says:

    a traducao esta mal feita 🙂 , no twitter dizem que a “marreta” e que causou a quebra dos vidros e nao as bolas..

  18. Pedro says:

    É feia? Gostos não se discutem. Para mim é brutal e poderá marcar uma nova viragem no design auto.

  19. nao says:

    ” … que para muitos é atraente e apelativa” LOLOLOLOLOLOLOL.

    ri-me tanto que o ppl ao meu lado ate perguntou se estava tudo bem…

  20. Rui says:

    Desculpem a minha ignorância, mas supondo que esse veículo capota, este tipo de vidros não dificulta mais a operação de socorro?

  21. NjsS says:

    Vamos la ver se eu percebi, uma pancada de uma marreta em aço inoxidável ultrarrigido partiu a base do vidro super resistente dentro da porta, danificando a estrutura fazendo com que o topo do vidro partisse com o impacto da esfera.
    Ora, eu não vejo a causa do problema, vejo dois problemas, sou o único?

  22. Jorge says:

    Do que me lembro só bateram com a marreta na porta dianteira.
    Porque é que o vidro traseiro também partiu?

  23. Hugo says:

    ”jogou 2 esferas de metal contra este carro”???? MAS EM QUE PAÍS É ESTAMOS AFINAL??!!!!!
    Que palhaçada!

  24. Hugo says:

    ”jogou 2 esferas de metal contra este carro”???? MAS EM QUE PAÍS É ESTAMOS AFINAL??!!!!!
    Que palhaçada!

  25. Ficolixado says:

    A sessão de comentários fica ao rubro kkk
    Como é possível tanta gente detestar a Tesla? Será que já fez algum mal a humanidade?
    O tuga é o máximo kkkkk

  26. dajosova says:

    Atenção meninos!
    Na lição de hoje vamos aprender algo completamente disruptivo:
    primeiro mandem as bolas e só depois é que dão com o martelo, ok!?

  27. Carlos says:

    Historia mal contada!
    Se fosse essa a rezão o vidro de traz não teria partido.
    Quando mais fala mais se enterra!
    ABC…

    • Antonio says:

      Tambem penso isso, porque so deu com a marreta na porta, entao o outro vidro nao deveria ter partido porque o impacto da marreta foi so no vidro da porta

  28. António Gonçalves says:

    Quer dizer que o vidro não parte à primeira mas parte à segunda!

  29. Antonio says:

    Mas os vidros sao separados, a marreta acho que so acertou na porta, mas o vidro do lado tambrm se partiu

  30. Sujeito says:

    “(…) explicou por que o vidro”

    “Explicou PORQUE É QUE o vidro…”

  31. Gabriel says:

    Carro muito feio

  32. Nuno says:

    em relação aos kapas que os nosso conterrâneos do Brasil usam quando querem manifestar riso… cada é livre de se exprimir como quer acho eu. se estão preocupados com a propagação desse efeito basta não replicar o uso e deixá-los livremente se exprimirem como querem. Julgo que é mais democrático

  33. Diogo says:

    Entao mas… E como vais partir o vidro em caso de ficar preso no carro? É muito bonito mas…

  34. Flavio Correia says:

    Eu cá acho que é melhor não usarem vidros de vidro.

  35. OMPT says:

    Eu tambem…essa é mesmo a unica solução…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.