Quantcast
PplWare Mobile

Combustíveis eram comprados em Espanha e vendidos em Portugal…

                                    
                                

Fonte: Lusa

Autor: Pedro Pinto


  1. Grunho says:

    Não admira. Mesmo sem estes esquemas sofisticados de fraudes, Portugal teve sempre uma política desastrosa de subsidiação fiscal do gasóleo e sobretaxação da gasolina, ainda pior no tempo dos governos conservadores de direita, que chegavam a extorquir mais de 30 cêntimos de imposto a mais em litro, enquanto em Espanha não chegava sequer aos 10. Isso irritava solenemente muitos consumidores de gasolina, que enfiavam aos 2 ou 3 jerricans de 20 litros na bagageira quando iam a Espanha. Portanto, para por de uma vez cobro a isto a solução é alinhar já o nosso ISP e IVA pelo espanhol.

    • Blackbit says:

      +1
      E tambem para combater a desigualdade economica entre os nossos conterrâneos que morram perto da fronteira versus os que moram longe e que não podem ir abastecer a Espanha e assim beneficiar dos preços mais baixos.

    • Yamahia says:

      Sim alinhar já o nosso ISP e IVA com ES seria o mais justos e evitavam-se estes cambalachos.
      Vai na volta e estamos a apenas a saber da ponta do Iceberg.
      CEPSA, REPSOL, GALP todos têm possibilidades de misturar cisternas em ES sem levantar a mínima suspeita.

  2. HG says:

    O nome da operação é de rir 😀

  3. Roberta Martins says:

    É ilegal comprar combustível em outro estado membro(pagando impostos) e vender cá? Esta para mim é nova

  4. Miguel Gouveia says:

    Espero que não para de fazer isso… Se o estado fosse justo para os portugueses ninguém fazia isto. Temos e de limpar o nosso governo ..

  5. José Fernando says:

    Os maiores Ladrões e criminosos
    São esse governo de merda
    Que temos em Portugal

  6. Zoa says:

    Quando começo a ler um artigo com esta afirmação “Todos nós sabemos” algo aqui está completamente errado.
    E os poucos comentários da conspiração ignorante são o resultado de uma desinformação e falta de conhecimento impressionante.
    Matérias de política económica nacional, tal como as suas designações básicas, fazem parte do ensino secundário, então quando se põe Portugal e Espanha ao mesmo nível, mostra aqui desde já o paupérrimo aproveitamento escolar.
    Quanto ao artigo, até este momento os indivíduos “Todos nós sabemos” estão apenas indiciados como suspeitos sem qualquer transição de acusados efetivamente…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.