Quantcast
PplWare Mobile

Atenção aos radares de velocidade em novembro! Conheça alguns locais…

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Nicolas says:

    Radar de Velocidade nunca se tratou de segurança, mas sim de arreação de imposto para o estado! Se velocidade fosse sinonimizo de perigo, a Alemanha seria líder em porcentagem de acidentes, porem é um dos mais seguros do mundo, inclusive, acontecem mais acidentes DENTRO das cidades na Alemanha que nas rodovias! Inclusive mesmo com o passar do tempo com carros mais e mais rápidos, as mortes só diminuem!

    • Pirata das cabernas says:

      Meu caro. Tem que sair mais de Portugal pára perceber que Portugal ao lado outros países europeus é um bebé no que toca a radares..

      • marco says:

        A diferença é que em outros países os radares estão devidamente assinalados. Não é a filha da putice que existe por cá. É uma verdadeira extorsão, aquilo que se faz aos cidadãos deste pais.

  2. Miguel Cardoso says:

    Carrega Costa! Sempre a extorquir o Zé Povinho

  3. António says:

    Nota-se que existe muita preocupação com os radares, nomeadamente na limpeza dos arbustos frente àqueles fixos, nas auto estradas e outras vias e que providenciam receita ao Estado.
    Gastam milhões em radares, mas reparar vias e limpar mato e canaviais que tapam a sinalização -em excesso porque interessa a alguém a sua aquisição- é que não!…

  4. FJV says:

    Segundo o Decreto Regulamentar n.º 2/2011 do Ministério da Administração Interna, importa aos utentes da via serem informados da utilização dos meios de medição de velocidade com um sinal de trânsito criado para o efeito, o H43, este deve ser colocado na via onde o controlo está a ser realizado…. não com estes avisos na internet que apenas avisam uma pequena parcela da população sem visarem quem não tem acesso a esta forma de comunicação, logo é discriminatória. A lei não prevê este tipo de aviso apenas a sinalização na via onde é feito o controlo.

    • José Maria Oliveira Simões says:

      Chamo a atenção, que não acredito que a lista dos locais esteja completa. Estes radares são um meio de cobrar mais uns cobres para os cofres do Estado, de outra forma seriam os senhores pulhitikus forçados a lançar mais uns quantos impostos, taxas e taxinhas. A voracidade pelo dinheiro dos contribuintes é enorme. Nunca visou a segurança, mas sim a cobrança de valores para os cofres do Estado. Não é por acaso, que os detectores de radares são proibidos, de modo a conseguir martelar os incautos. Já vi à uns bons anos, uns policias escondidos atrás duns arbustos a caçar multas. Defacto estavam atrás dumas moitas. Em vez de se educar o condutor, é preferido arrecadar os valores das multas. É mais barato e dá milhões. Por outro lado,até agora não tenho visto o sinal H43 a sinalizar o local do radar em lado nenhum.

      • FJV says:

        Os senhores da bóina sabem bem a ilegalidade que estão a cometer mas também estão a cumprir ordens, o meu conselho é que leiam muito bem o auto de contra-ordenação pois eles deixam lá lacunas propositadamente para termos base legal para reclamar.

  5. kocjan says:

    Está errado. A Ponte Edgar Cardoso não é no IC2, mas na N109.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.